SkyscraperCity banner
1 - 13 of 13 Posts

·
Banned
Joined
·
8,524 Posts
Discussion Starter · #1 ·
O ministro dos Transportes e Obras Públicas, Mário Lino, esteve reunido, esta quinta-feira, com os parceiros sociais, em sede de concertação social, para discutir os grandes investimentos projectados para Portugal, a OTA e o TGV.

O Governo mostrou-se optimista em relação à capacidade que o país tem para investir e deve fazê-lo em prol do desenvolvimento.

«Quando se fazem investimentos úteis para o país, investimentos produtivos, são precisamente para ajudar o país a resolver as suas dificuldades económicas. Não podemos investir mais do que se pode, mas também não se deve investir menos do que se deve. Tem que haver a noção do que é um investimento para o pais desenvolver e não fazer investimentos quando o pais já esta desenvolvido, este projecto prevê isso», disse o ministro Mário Lino.

O futuro aeroporto da OTA e o comboio de alta velocidade são investimentos que representam um grande peso na economia, e por isso, causam alguma apreensão por parte de sindicatos e patrões.

«Nos estamos, neste momento, a decidir fazer um investimento de 1% do PIB ao ano o que significa que é um peso na economia extraordinariamente grande, quando temos um défice que não esta controlado, e temos uma economia que não dá melhorias de que vai crescer. Não se pode remeter 1% do PIB só para o sector dos transportes», explicou João Machado, representante da CCP.

Aproveitar base do Montijo

Já a Confederação do Turismo diz-se ser um dos sectores mais afectados. «Estes são grandes investimentos, que implicam um dispêndio financeiro muito grande para um país como o nosso, que se encontra num momento económico complexo», afirmou Atílio Forte, da Confederação do Turismo.

«Devíamos aproveitar a base aérea do Montijo, com algumas obras é certo, para não estarmos a esbanjar esta riqueza e postos de trabalho durante estes 12 anos. Não nos podemos dar ao luxo de perder isto. Portugal não pode perder negócio nem riqueza, concluiu o representante do turismo.

Quanto aos sindicatos as posições são idênticas, a CGTP deixa claro o seu parecer ao afirmar, «parece-nos haver uma desarticulação entre os projectos em si e uma estratégia de desenvolvimento económica e social para o país. É fundamental uma linha de transportes para o desenvolvimento do país mas é necessário haver uma coordenação com uma estratégia mais geral que promova o crescimento económico, que dinamize o sector produtivo, que aposte na qualificação dos portugueses».

Quanto à UGT, representada por João Proença, «os compromissos em termos de investimentos públicos têm de ser cumpridos, porque muitas vezes por causa do cumprimento do défice orçamental, é prejudicado o investimento».
 

·
Registered
Joined
·
6,715 Posts
investam 1% em metros de superificie.. um para Lisboa outro para Aveiro, Leiria, Evora, faro.. :D ui tantos que eu fazia se tivesse umas massas!
 

·
Banned
Joined
·
8,524 Posts
Discussion Starter · #3 ·
os compromissos em termos de investimentos públicos têm de ser cumpridos, porque muitas vezes por causa do cumprimento do défice orçamental, é prejudicado o investimento».
Eu nao gosto muito disso, parece que esse projecto vai ter problemas se nao a muitas companhias par invistir no projecto da Ota e TGV.
 

·
Registered
Joined
·
21,083 Posts
uma rede nacional de metro de superfície :D
lá se ia o monopólio da cp :lol:
 

·
President and CEO
Joined
·
17,578 Posts
Acho bem, especialmente para ligações prioritárias como o ip8 de Sines até Vila Verde de Ficalho.
 

·
Moderator
Joined
·
17,935 Posts
traveler said:
os compromissos em termos de investimentos públicos têm de ser cumpridos, porque muitas vezes por causa do cumprimento do défice orçamental, é prejudicado o investimento».
Eu nao gosto muito disso, parece que esse projecto vai ter problemas se nao a muitas companhias par invistir no projecto da Ota e TGV.
E' obvio, durante anos andaram a brincar com as contas publicas e agora temos de cumprir as regras (defice inferior a 3%) quer queiramos quer nao.
 

·
Registered
Joined
·
48 Posts
Na minha opinião, o troço ferroviário que liga Lisboa ao Algarve é dos troços mais importantes para o turismo português. Mas pelos vistos o governo não pensa da mesma forma, tendo em conta a importância que o governo está a dar ao TGV. Assim, não me admirava nada que este fosse construído primeiro, e dps é que se decidia modernizar a linha do sul... (é incrível o tempo que demora uma viagem Lisboa/Silves)
Mas o q é q se pode fazer... também foram precisos anos, e anos, para se chegar à conclusão que deveria de existir uma Auto-estrada que ligasse o Sul ao resto do país... enfim...
 

·
President and CEO
Joined
·
17,578 Posts
Mas é mais importante ligar Lisboa a Espanha, além disso já há o alfa-pendular para Faro portanto já n tão mal servidos de comboios, talvez faltasse alfa-pendular até Portimão.
 

·
Uma dúzia de anos disto..
Joined
·
30,728 Posts
Fred, é 1 facto que existe o Alfa. Mas o problema é que só existe 1 viagem em cada sentido por dia, seja Verão ou Inverno?? Acho profundamente inconcebivel esta politica que está a ser seguida nas ligações Lisboa-Faro!!:bash:
 

·
Banned
Joined
·
2,618 Posts
Até gostava de saber quanto vai para o Futebol...

1% é melhor que nada, mas não deixa de ser triste!
 

·
President and CEO
Joined
·
17,578 Posts
Reflex said:
Fred, é 1 facto que existe o Alfa. Mas o problema é que só existe 1 viagem em cada sentido por dia, seja Verão ou Inverno?? Acho profundamente inconcebivel esta politica que está a ser seguida nas ligações Lisboa-Faro!!:bash:
sim, mas a infraestrutura já está lá, só falta vontade política para alterar a situação.
 
1 - 13 of 13 Posts
Top