Skyscraper City Forum banner
1 - 12 of 12 Posts

·
Blackbird
Joined
·
11,741 Posts
Discussion Starter · #1 ·
Grécia irá precisar de ajuda humanitária caso deixe o euro

O chefe dos neocomunistas alemães (Die Linke), Bernd Riexinger, advertiu hoje que a Grécia deverá precisar de auxílio humanitário, caso deixe a zona euro. "Se a Grécia for obrigada a deixar o euro, a Alemanha, em conjunto com os parceiros europeus, tem de se preparar para abastecer a população grega com víveres e medicamentos", disse o líder esquerdista ao jornal Osnabruecker Zeitung.

Riexinger sublinhou que "o horroroso cenário de uma ajuda em caso de catástrofe no seio da União Europeia é inevitável" caso a Grécia abandone a moeda única, "porque ficaria bloqueada a importação de importantes mercadorias" para Atenas. Os atrasos na aplicação do memorando de entendimento da Grécia com a "troika" formada pelo Banco Central Europeu (BCE), Comissão Europeia e FMI para concessão de um resgate de 130 mil milhões de euros vem multiplicando as afirmações de vários políticos, nomeadamente na Alemanha, sobre a eventualidade de a Grécia renunciar ao euro e regressar à sua antiga moeda, a dracma.
in DN Madeira.
 

·
'tou na lua...
Joined
·
41,754 Posts
Die Linke, neocomunistas?? WTF?? :nuts: É a família do BE...
esta crise impede algumas pessoas de ter mesmo acesso a comida e fármacos essenciais.
Há distribuição pública de comida e o BA contra a fome tem cada vez mais trabalho...
 

·
Registered
Joined
·
10,893 Posts
Esta notícia deve estar errada... Segundo a extrema esquerda cá do sítio, o abandono do Euro até é bem capaz de pôr a Grécia a emprestar dinheiro aos outros países.
 

·
Banned
Joined
·
8,522 Posts
Grécia deve sair do euro 'o mais rapidamente possível', Governo letão

27 de Julho, 2012
A Grécia deve deixar a zona euro «o mais rapidamente possível» para evitar mais danos no bloco monetário a que a Letónia se juntará em 2014, afirmou hoje o ministro das Finanças letão, Andris Vilks.

«Deve ser encontrada uma maneira de tirar a Grécia da zona euro tão depressa quanto possível e com o mínimo de dor», disse Andris Vilks à rádio pública letã LR1.

Embora a Letónia ainda não tenha aderido à zona euro, o país espera ser o próximo Estado-membro da União Europeia a adotar a moeda única e tem vindo a trabalhar para atingir os objetivos definidos no Tratado de Maastricht até ao final deste ano.

A Letónia, que aderiu à União Europeia em 2004, não tem sido afetada pela crise da dívida soberana da área do euro e defende que o país deve estar ancorado num bloco monetário a que pertencem os seus principais parceiros comerciais.

Ao contrário da Grécia, que está a tentar cumprir com as exigências colocadas pelos credores em termos de resgate financeiro, a Letónia já completou o seu programa de ajuda financeira que implicou medidas de austeridade drásticas.

O empréstimo internacional à Letónia foi negociado com o Fundo Monetário Internacional (FMI), a União Europeia (UE) e o Banco Mundial.

A diretora-geral do FMI, Christine Lagarde, elogiou recentemente este país báltico, destacando-o como um “modelo de recuperação”.

Depois do crescimento da economia letã ter contraído 0,3 por cento em 2010, verificou-se uma recuperação e no ano passado o país cresceu 5,5 por cento.

Lusa/SOL
 

·
Banned
Joined
·
2,516 Posts
Grécia deve sair do euro 'o mais rapidamente possível', Governo letão

27 de Julho, 2012
A Grécia deve deixar a zona euro «o mais rapidamente possível» para evitar mais danos no bloco monetário a que a Letónia se juntará em 2014, afirmou hoje o ministro das Finanças letão, Andris Vilks.

«Deve ser encontrada uma maneira de tirar a Grécia da zona euro tão depressa quanto possível e com o mínimo de dor», disse Andris Vilks à rádio pública letã LR1.

Embora a Letónia ainda não tenha aderido à zona euro, o país espera ser o próximo Estado-membro da União Europeia a adotar a moeda única e tem vindo a trabalhar para atingir os objetivos definidos no Tratado de Maastricht até ao final deste ano.

A Letónia, que aderiu à União Europeia em 2004, não tem sido afetada pela crise da dívida soberana da área do euro e defende que o país deve estar ancorado num bloco monetário a que pertencem os seus principais parceiros comerciais.

Ao contrário da Grécia, que está a tentar cumprir com as exigências colocadas pelos credores em termos de resgate financeiro, a Letónia já completou o seu programa de ajuda financeira que implicou medidas de austeridade drásticas.

O empréstimo internacional à Letónia foi negociado com o Fundo Monetário Internacional (FMI), a União Europeia (UE) e o Banco Mundial.

A diretora-geral do FMI, Christine Lagarde, elogiou recentemente este país báltico, destacando-o como um “modelo de recuperação”.

Depois do crescimento da economia letã ter contraído 0,3 por cento em 2010, verificou-se uma recuperação e no ano passado o país cresceu 5,5 por cento.

Lusa/SOL

Que autoridade tem esses palhaços da Letonia para opinar sobre a Grecia? Vao mas e´ pastar
 

·
Moderator
Joined
·
17,967 Posts
Os países Bálticos + Finlândia andam muito arrogantes para países que nunca ofereceram nada ao mundo...
 

·
Banned
Joined
·
2,465 Posts

:)
 

·
Banned
Joined
·
8,522 Posts
Alemanha: Atenas deve sair do euro voluntariamente se não cumprir exigências
13 Agosto 2012 | 21:08
Lusa


O vice-presidente da coligação do governo alemão, Michael Fuchs, sugeriu hoje que a Grécia deve sair da zona euro voluntariamente, caso falhe na adopção das reformas exigidas pelos credores internacionais.
Em entrevista ao jornal 'Handelsblatt', Fuchs afirmou que prefere que Atenas se mantenha no euro e sublinhou que Berlim não pode forçar a Grécia a sair da moeda única europeia.

"Mas, estou a trabalhar sobre o pressuposto de que o governo grego sabe o que tem de fazer se não conseguir - ou não quiser - cumprir as reformas exigidas", afirmou, considerando que a Grécia tem de cumprir todas as contrapartidas exigidas pela 'troika' (Banco Central Europeu, Comissão Europeia e Fundo Monetário Internacional).

Em excertos desta entrevista divulgados durante o fim-de-semana, o governante alertou que a Alemanha vai vetar uma nova ajuda à Grécia se Atenas não cumprir na íntegra os termos acordados com a 'troika' no âmbito do pacote de resgate financeiro, mesmo que outros países decidam fazê-lo.

De acordo com o Michael Fuchs, a Alemanha está preparada para recorrer ao seu poder de veto, caso entenda que a Grécia não está a cumprir o acordado com os credores internacionais.

"Podem citar-me: mesmo que o copo esteja meio cheio, isso não é suficiente para que haja um novo pacote de ajuda", afirmou o membro do governo de Angela Merkel, acrescentando que "a Alemanha não pode nem deve concordar com essa possibilidade".

Fuchs disse que o parlamento alemão não vai aceitar conceder ao Mecanismo de Europeu de Estabilidade (MES) uma licença bancária para que este fundo de resgate possa financiar-se directamente junto do Banco Central Europeu.

"Se o MES tivesse uma licença bancária poderia refinanciar-se junto do BCE sem qualquer controlo ou legitimação pelos parlamentos nacionais", explicou.
 
1 - 12 of 12 Posts
Top