SkyscraperCity banner
Status
Not open for further replies.
1 - 3 of 3 Posts

·
Mameluco sangue azul
Joined
·
20,420 Posts
Discussion Starter · #1 ·
No 1º quadrimestre deste ano, foram 417 casos, 28,5% a menos do que no mesmo período de 2007. Hoje, 70% dos coletivos têm equipamentos

Dados divulgados pelo Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Pernambuco (Setrans) mostram que a instalação de câmeras de segurança na maioria dos ônibus está reduzindo o número de assaltos a coletivos no Grande Recife. A queda chega a quase 30%. Comparando-se os quatro primeiros meses deste ano com o mesmo período de 2007, alcança 28,5%. Numa análise do segundo semestre dos anos de 2007 e 2006, o percentual cai para 23%. Entretanto, a taxa desse tipo de crime ainda permanece alta. São quase duas mil investidas por ano, mais de 100 por mês.

Os números do sindicato mostram que no segundo semestre de 2006 foram registrados 1.016 assaltos a ônibus, contra 782 do mesmo período do ano passado. Nos quatro primeiros meses de 2008, aconteceram 417 investidas, enquanto no mesmo período de 2007 foram 584 ocorrências. A evasão de receita, um dos principais motivos para a implantação do sistema de câmeras, também teve uma redução considerável com os equipamentos, chegando a 5%.

Atualmente, 1.786 coletivos do Sistema de Transporte Público de Passageiros (STPP) possuem câmeras, o que representa cerca de 70% da frota. Desses, 327 também têm aparelhos rastreadores de frota, equipamentos que monitoram o itinerário dos veículos.

A instalação das câmeras nos coletivos vinha se arrastando há mais de três anos, mas em março do ano passado ganhou fôlego a partir de uma parceria entre a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU), Secretaria de Defesa Social (SDS) e Setrans. E, de 383 equipamentos, a frota passou para 1.786 câmeras instaladas.

“Os empresários perceberam que era importante investir em segurança. Não só para os passageiros, mas para os funcionários. Agora, verificamos que os ladrões evitam os veículos que têm o equipamento para não serem identificados”, afirma o presidente do Setrans, Fernando Bandeira de Melo.

O objetivo do setor é que a instalação de câmeras alcance 100% do sistema até o fim do ano. Hoje em dia, todas as operadoras têm diversos veículos munidos do equipamento, mas apenas as empresas São Paulo, Cidade Alta, Caxangá e Rodotur instalaram em toda a frota. Muitas das operadoras, inclusive, implantaram centrais de monitoramento, como aconteceu na Cidade Alta, com funcionários para ver as imagens diariamente.

Fonte: Jornal do Commércio
 

·
Amável, charmoso e mortal
Joined
·
9,704 Posts
Que bom. Noticia excelente!
Terça irei andar de bus aí depois de quatro anos sem andar. Isso já me deixa mais tranqüilo.
 
1 - 3 of 3 Posts
Status
Not open for further replies.
Top