SkyscraperCity Forum banner
Status
Not open for further replies.
41 - 60 of 5023 Posts

· Paris, France.
Joined
·
17,375 Posts
Sebrae quer produtos alagoanos dos pequenos fornecedores nas gôndolas da rede Wal-Mart​

EMPREENDEDORISMO
24/07/2009 10:00h

Produtos orgânicos devem ganhar as gôndolas dos supermercados

Comprar produtos alagoanos dos pequenos fornecedores para ajudar a dinamizar a economia regional e fortalecer a produção local, cobrou veementemente o superintendente do Sebrae Alagoas, Marcos Vieira, ao vice-presidente do Wal-Mart no Nordeste José Rafael Vasquez durante a apresentação dos novos investimentos da rede em Alagoas, nesta última quinta-feira, no Palácio República dos Palmares.

Marcos Vieira defendeu a aquisição de produtos agrícolas do próprio Estado como forma de contribuir para o fortalecimento do pequeno negócio além de possibilitar maior circulação de recursos nas diferentes regiões não ficando apenas concentrada nos grandes centros urbanos.

“É preciso ter mais produtos locais nas gôndolas das grandes redes de supermercados”, disse o superintendente do Sebrae Alagoas.

O vice-presidente do Wal-Mart no Nordeste José Rafael Vazques disse ser perfeitamente possível implementar essa política de compra junto aos pequenos fornecedores locais. Inclusive, declarou ele, a rede Wal-Mart possui um projeto denominado “Clube do Produtor” que atua nessa linha de fortalecimento do pequeno negócio ao incentivar a compra de fornecedor local. O Clube do Produtor já existe nos estados do Ceará, Sergipe e Bahia.

Vasquez disse ser defensor desse projeto e vai procurar trabalhar em parceria com Sebrae e Governo do Estado para implantar o Clube do Produtor em Alagoas. “É uma maneira de ajudar a gerar emprego e renda nas pequenas cidades e aumentar a renda dos agricultores”.

http://www.alagoasnegocios.com.br/conteudo/?vEditoria=Empreendedorismo&vCod=16739
 

· Paris, France.
Joined
·
17,375 Posts
Cesmac lança pós em Hotelaria, Eventos e Lazer​

O setor de Turismo de Alagoas atravessa momento positivo de forte expansão. De acordo com o Governo do Estado, cerca de 30 novos empreendimentos hoteleiros serão inaugurados até o ano de 2010, enquanto o fluxo de turistas nos destinos turísticos alagoanos tem registrado incremento contínuo. De olho no crescimento do mercado local, que vai requisitar mão-de-obra cada vez mais especializada, o Centro de Estudos Superiores de Maceió (Cesmac) está lançando uma pós-graduação em “Hotelaria, Eventos e Lazer”.

O curso é direcionado para hoteleiros, turismólogos e todos os profissionais com nível superior que pretendem se especializar na área de gestão de hotéis, eventos, lazer e alimentos e bebidas. Com carga horária de 405 horas/aula, o programa da pós-graduação prevê o estudo de disciplinas como: Gestão em Hospitalidade; Controladoria e Finanças em Hotelaria; Marketing na Hotelaria; Captação e Gestão de Eventos e Gerência de Hospedagem.

As inscrições para o curso já estão abertas e vão até o dia 19 de setembro. O resultado da seleção para o preenchimento das 45 vagas oferecidas será divulgado no dia 25 de setembro e as aulas começam no dia 16 de outubro. O valor do investimento mensal é de R$ 220, com desconto de 10% no valor das mensalidades pagas até a data de vencimento, a partir da 2ª parcela.

Para se candidatar a uma das vagas oferecidas é necessário apresentar o diploma do curso de graduação ou documento comprobatório da colação de grau ou declaração de provável concluinte, além da carteira de identidade, Curriculum Vitae e comprovante de pagamento da taxa de inscrição no valor de R$ 35. A autenticação das cópias dos documentos poderá ser feita sem ônus no local da inscrição.

Inscrições e matrículas podem ser feitas na Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas (FCSA) do Cesmac, localizada na Rua Cônego Machado, S/N – Farol, de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e 13h às 17h e sábado, das 8h às 12h. Em domicílio com a R2 Consultoria & Negócios, empresa que presta serviço para a instituição sem qualquer ônus para os candidatos.

Mais informações: 82 3215-5029 ou 3215-5034 e ainda pela site: www.cesmac.com.br/pos. Ou na R2 Consultoria & Negócios Ltda – 9925-4311 / 8812-0056 / 3035-8657.

http://www.alagoasnegocios.com.br/conteudo/?vCod=16734
 

· Paris, France.
Joined
·
17,375 Posts
Usina Caeté moderniza ambiente de TI com solução IBM​


Usina Caeté investe em novas tecnologias de TI

Para tornar o ambiente de tecnologia ainda mais eficiente e integrado, a Usina Caeté S/A, pertencente ao Grupo Carlos Lyra, implementa tecnologia BladeCenter da IBM, que inclui servidores com processadores Intel. A empresa também adquiriu três servidores com processadores IBM POWER 6 para suportar a infraestrutura de banco de dados. O projeto possibilita ganho de performance por watt consumido e maior controle do uso de energia. A solução ainda inclui sistemas de armazenamento (disco mid range) e softwares IBM para gerenciar as informações disponíveis no site de backup da empresa, além de ser flexível para a atualização de acordo com a necessidade de negócio do Grupo.

O projeto oferece maior inteligência e disponibilidade dos dados, o que também contribui para melhorar a produtividade dos profissionais da usina. A nova infraestrutura atende todas as unidades da companhia: três em Alagoas, duas em Minas Gerais e mais uma em fase de implantação em São Paulo.

http://www.alagoasnegocios.com.br/conteudo/?vEditoria=Agroneg%F3cios&vCod=16684
 

· Paris, France.
Joined
·
17,375 Posts
Dados apontam redução de quase 15% no índice de criminalidade em Alagoas​

Redação • 24 de julho de 2009

“Estamos fazendo uma gestão de resultados de forma transparente e seguindo os padrões internacionais; e graças ao trabalho que vem sendo desenvolvido na área de segurança pública temos a expectativa de reduzir cada vez mais o índice de homicídios no Estado”, afirmou o diretor Geral de Políticas da Secretaria de Estado da Defesa Social, Romildo Albuquerque, durante reunião ocorrida nesta quinta-feira (23) com o ex-prefeito de Bogotá (Colômbia), Antanas Mockus. Na ocasião, foi feita uma apresentação dos dados estatísticos da violência em Alagoas referente ao primeiro semestre deste ano, que apontou uma redução geral de quase 15% no índice de criminalidade em Alagoas. De acordo com as estatísticas da Secretaria de Estado da Defesa Social (Seds), nos seis primeiros meses deste ano houve uma redução de 14,7%, com o registro de 956 homicídios contra 1.121 do ano passado. Quando os números são destrinchados por região, Maceió se destaca pela maior redução: de janeiro a junho deste ano aconteceram 414 homicídios, enquanto no ano passado esse número foi de 585, representando uma queda de 29,2%.

Na região metropolitana, também houve uma queda de 8,5%, com o registro de 97 homicídios este ano contra 106 do ano passado. No interior do Estado, os números se mantiveram estáveis; de janeiro a junho deste ano, houve um pequeno acréscimo de 3,5%. No ano passado, no primeiro semestre, foram registrados 69 homicídios; neste ano já foram contabilizados 72.

Com relação aos homícídios envolvendo crianças e adolescentes, o diretor Geral de Políticas confirmou que houve, no primeiro semestre, uma redução no índice de vítimas na faixa etária de 0 a 11 anos e de 12 a 17 anos. Em 2008, foram registradas 6 mortes na faixa até 11 anos e 83 casos até 12 anos. No total do ano passado, foram 10 (até 11 anos) e 176 homicídios (até 17 anos). Nos primeiros seis meses deste ano, os números foram de 4 e 79 mortes, respectivamente.

“Apesar do avanço do tráfico de drogas, que é o causador de 80% dos homicídios praticados contra jovens - principalmente do sexo masculino -, as estatísticas mostram que, até agora, também houve uma redução no número de homicídios envolvendo crianças e adolescentes”, afirmou Romildo Albuquerque, acrescentando que o atual governo reconhece que a violência não deve ser combatida apenas com ação policial repressiva, mas também com políticas públicas.”, disse.

No encontro, Antanas Mockus - que trabalha na disseminação de uma Cultura Cidadã - reafirmou a sua tese de valorização da vida humana, a partir de uma conscientização da sociedade, que “quer ver a redução da impunidade social a fim de amenizar a violência. Segundo o ex-prefeito de Bogotá, a impunidade nos seus mais variados tipos alimenta a criminalidade, principalmente, o narcotráfico.

Mosael Henrique - Agência Alagoas
http://revistamunicipal-al.com.br/?p=7432
 

· 12.12.2012
Joined
·
2,957 Posts
Dados apontam redução de quase 15% no índice de criminalidade em Alagoas​

Redação • 24 de julho de 2009

“Estamos fazendo uma gestão de resultados de forma transparente e seguindo os padrões internacionais; e graças ao trabalho que vem sendo desenvolvido na área de segurança pública temos a expectativa de reduzir cada vez mais o índice de homicídios no Estado”, afirmou o diretor Geral de Políticas da Secretaria de Estado da Defesa Social, Romildo Albuquerque, durante reunião ocorrida nesta quinta-feira (23) com o ex-prefeito de Bogotá (Colômbia), Antanas Mockus. Na ocasião, foi feita uma apresentação dos dados estatísticos da violência em Alagoas referente ao primeiro semestre deste ano, que apontou uma redução geral de quase 15% no índice de criminalidade em Alagoas. De acordo com as estatísticas da Secretaria de Estado da Defesa Social (Seds), nos seis primeiros meses deste ano houve uma redução de 14,7%, com o registro de 956 homicídios contra 1.121 do ano passado. Quando os números são destrinchados por região, Maceió se destaca pela maior redução: de janeiro a junho deste ano aconteceram 414 homicídios, enquanto no ano passado esse número foi de 585, representando uma queda de 29,2%.

Na região metropolitana, também houve uma queda de 8,5%, com o registro de 97 homicídios este ano contra 106 do ano passado. No interior do Estado, os números se mantiveram estáveis; de janeiro a junho deste ano, houve um pequeno acréscimo de 3,5%. No ano passado, no primeiro semestre, foram registrados 69 homicídios; neste ano já foram contabilizados 72.

Com relação aos homícídios envolvendo crianças e adolescentes, o diretor Geral de Políticas confirmou que houve, no primeiro semestre, uma redução no índice de vítimas na faixa etária de 0 a 11 anos e de 12 a 17 anos. Em 2008, foram registradas 6 mortes na faixa até 11 anos e 83 casos até 12 anos. No total do ano passado, foram 10 (até 11 anos) e 176 homicídios (até 17 anos). Nos primeiros seis meses deste ano, os números foram de 4 e 79 mortes, respectivamente.

“Apesar do avanço do tráfico de drogas, que é o causador de 80% dos homicídios praticados contra jovens - principalmente do sexo masculino -, as estatísticas mostram que, até agora, também houve uma redução no número de homicídios envolvendo crianças e adolescentes”, afirmou Romildo Albuquerque, acrescentando que o atual governo reconhece que a violência não deve ser combatida apenas com ação policial repressiva, mas também com políticas públicas.”, disse.

No encontro, Antanas Mockus - que trabalha na disseminação de uma Cultura Cidadã - reafirmou a sua tese de valorização da vida humana, a partir de uma conscientização da sociedade, que “quer ver a redução da impunidade social a fim de amenizar a violência. Segundo o ex-prefeito de Bogotá, a impunidade nos seus mais variados tipos alimenta a criminalidade, principalmente, o narcotráfico.

Mosael Henrique - Agência Alagoas
http://revistamunicipal-al.com.br/?p=7432
Pra mim ainda não são números significativos, tem muito, mas muito a ser feito.
 

· Correspondente Alagoas
Joined
·
6,284 Posts
^^^^

Segundo dados permanentes do site Alagoas24 Horas, até agora temos:

-Homicídios (24/07/2009)
-Registros hoje 2
-Registros no mês 67
-Registros no ano 685


obs: esses são apenas os dados de matérias do site.

Ou seja, números impressionantes. Coincidente ou não os números elevados vem desde a greve da polícia civil (polícia de investigação criminal).

O tráfico crescente, desigualdade social e omissão do Poder público principalmente são as causas que deixam Maceió e Alagoas mais uma vez com os piores índices do País. Uma vergonha!

Resutado? Manchetes:

Gazeta de Alagoas - 20.07.2009 | 20h47

Maceió é a capital mais insegura do país

104 homicídios por grupo de 100 mil; número superior ao do Iraque

http://gazetaweb.globo.com/v2/noticias/texto_completo.php?c=181196

________________

As duas capitais brasileiras com a maior média de adolescentes assassinados estão no Nordeste: em Maceió, 6,03 jovens morrem em cada grupo de mil adolescentes com idade entre 12 e 18 anos, e em Recife, o número é ligeiramente inferior (seis).

http://acheiusa.com/acheiusa/asp/noticias/noticia-brasil.asp?cd_n=4369

________________

Maceió é a capital com maior índice de jovens assassinados
Em seguida aparecem Recife e Rio de Janeiro, aponta estudo do Unicef sobre violência entre jovens

http://www.estadao.com.br/noticias/...or-indice-de-jovens-assassinados,406098,0.htm

E tantas outras fontes Brasil a fora.
 

· Perfil
Joined
·
5,569 Posts
Cesmac lança pós em Hotelaria, Eventos e Lazer​

O setor de Turismo de Alagoas atravessa momento positivo de forte expansão. De acordo com o Governo do Estado, cerca de 30 novos empreendimentos hoteleiros serão inaugurados até o ano de 2010, enquanto o fluxo de turistas nos destinos turísticos alagoanos tem registrado incremento contínuo. De olho no crescimento do mercado local, que vai requisitar mão-de-obra cada vez mais especializada, o Centro de Estudos Superiores de Maceió (Cesmac) está lançando uma pós-graduação em “Hotelaria, Eventos e Lazer”.

O curso é direcionado para hoteleiros, turismólogos e todos os profissionais com nível superior que pretendem se especializar na área de gestão de hotéis, eventos, lazer e alimentos e bebidas...

http://www.alagoasnegocios.com.br/conteudo/?vCod=16734
Está Pós é muito interessante, acho que aqui em Recife não tem, mas é um caminho para quem tem formação em outra área que nem eu e tem interesse e se arriscar neste ramo de hotelaria, gostei.
 

· 12.12.2012
Joined
·
2,957 Posts
Alunas de Engenharia e Meteorologia representam a Ufal na China

por UFAL

O grupo brasileiro, composto por 40 alunos e 10 professores, viajou na quinta-feira, 23 de julho, e volta no dia 15 de agosto. As estudantes selecionadas pela Ufal, Elisa e Flávia, tomaram conhecimento do Programa através do portal da Universidade (www.ufal.edu.br) e quando viram que preenchiam os pré-requisitos, apostaram na oportunidade única de estar do outro lado do mundo.


Durante a seleção, além da análise curricular e dos pré-requisitos, foi feita uma entrevista em inglês para testar o conhecimento e desenvoltura dos candidatos. “Eu acho que o que mais pesou foi a entrevista; a equipe queria ter certeza que poderíamos nos comunicar com tranquilidade”, explica Maria Elisa Costa.


Elisa e Flávia são muito envolvidas no âmbito acadêmico e acreditam que isso tem as feito crescer enquanto alunas e profissionais. Flávia já foi monitora e atualmente é aluna pesquisadora do CNPq; já Elisa faz parte do Programa de Educação Tutorial (PET). Fazer um intercâmbio sempre foi algo com que sonharam, no entanto se preocupavam com a duração, que normalmente é de seis meses a um ano. Dessa forma, o interesse pela China foi imediato: fariam um intercâmbio em um país muito rico em tecnologia e cultura e por apenas três semanas.


As alunas estão animadas com o curso de Meio Ambiente e Alterações Climáticas e com as aulas de mandarim, além das visitas que farão aos principais pontos turísticos do país. “As expectativas são muitas. Primeiro de conhecer uma cultura totalmente diferente da nossa. Eu nunca fui para o exterior antes, então eu acredito que vou ganhar uma visão mais ampla do que é o mundo, da diversidade linguística e de conhecimento. Sobre o curso, sei que vou aprender muito”, ressalta Flávia Rabelo.


O curso é muito relevante para as áreas de Engenharia e Meteorologia e certamente incrementará o currículo das estudantes. “Uma das áreas da Engenharia Civil é a parte de Águas e Recursos Hídricos e eu tenho muita afinidade com ela. Acredito que vai ser uma troca muito interessante porque eles têm muito em tecnologia na área de esgoto e saneamento e o Brasil tem muita demanda nesse sentido”, explica Elisa.


De acordo com o edital do Programa Top China, os alunos precisam fazer um relatório quando voltarem. As alunas acreditam que isso não será difícil porque, certamente, terão muita coisa para contar e mostrar. “Quando voltar, formal ou informalmente, sei que vou ter muito para falar e quero repassar todo o conhecimento adquirido lá para os alunos do meu curso”, comenta Flávia. Elisa também já está acostumada com esse processo de transmissão de experiências porque já trabalhou, através do PET, com a promoção de palestras com dois alunos que foram a Portugal, também em um intercâmbio do Santander Universidades. “Creio que farão o mesmo comigo”, acrescenta.


Felizes e ainda meio sem conseguir expressar seus sentimentos, as alunas só têm a agradecer à Universidade e ao Santander por proporcionarem uma experiência desse porte em suas vidas. “Espero que essa parceria continue e promova vários outros Programas, a fim de que outros alunos tenham acesso a experiências como essa que vamos ter”, diz Flávia. Para Elisa, o sentimento é de orgulho e satisfação. “Eu me sinto privilegiada por estar no lugar certo, na hora certa e com os requisitos necessários. E fico muito satisfeita em ver a competência da Ufal, afinal ela é a única do Nordeste a participar desse Programa, juntamente com outras universidades super renomadas do país. Esperamos retribuir toda a confiança que tem sido depositada em nós”, conclui a estudante de Engenharia Civil.


Sobre o Programa
O Programa Top China Santander Universidades foi criado mediante a assinatura de convênio entre universidades brasileiras e o Grupo Santander, com o objetivo de potencializar, entre Brasil e China, a realização de projetos acadêmicos e culturais que sejam voltados eminentemente ao aprimoramento da formação de professores, alunos e funcionários das Instituições de Ensino Superior. As instituições brasileiras participantes do programa são: USP, Unesp, Unicamp, FGV, Unisinos, Ufal, UNB, Mackenzie, Anhembi Morumbi e UNIP, que também são parceiras do Santander Universidades em outros convênios acadêmicos.

Fonte: http://www.alemtemporeal.com.br/?pag=educacao&cod=2294
 

· 12.12.2012
Joined
·
2,957 Posts
Sima moderniza sistema de iluminação em Cruz das Almas

Secom/Maceió

A Prefeitura de Maceió, por meio da Superintendência Municipal de Energia e Iluminação Pública (Sima), vem realizando obras para melhorar o potencial de iluminação no bairro de Cruz das Almas. Os trabalhos estão sendo realizados desde a semana passada, com as equipes do órgão instalando novos equipamentos que melhoram a qualidade da iluminação e propiciam mais segurança aos moradores da região.


As equipes da Sima concentram os trabalhos na Avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, onde irão retirar 14 postes com 23 metros de altura. Novos equipamentos já estão instalados no local e, além de aumentarem o potencial de iluminação, são mais econômicos e resistentes.


Segundo o superintendente da Sima, Max Trindade, essa ação em Cruz das Almas é uma das prioridades no órgão. Assim como vem acontecendo em outras regiões da capital, o bairro já conta com novas lâmpadas e luminárias que vão melhorar a qualidade de vida dos moradores, pois geram mais comodidade e segurança.


O bairro de Cruz das Almas já conta com um sistema de iluminação dotado de luminárias fechadas completas. Além disso, também foram instaladas lâmpadas de vapor sódio com 400 watts de potência. Os trabalhos para melhorar o potencial de iluminação em Cruz das Almas prosseguirão durante todo o mês.


DISK LUZ


A Sima vem orientando a população para que, em caso de sugestão ou informação sobre o sistema de iluminação pública da capital, entre em contato com o órgão por meio do Disk Luz, pelo telefone 0800-727-7173. A eficiência no atendimento e a rápida solução das solicitações feitas têm sido importantes para que a confiança da população no serviço aumente ainda mais.


Por meio dele, o maceioense pode efetuar, de forma gratuita, sua solicitação referente ao parque de iluminação da capital. O Disk Luz registra, desde ligações referentes a postes com defeitos, até informações de danos cometidos contra equipamentos da rede de iluminação (lâmpadas, pétalas, cabos, entre outros).

Fonte: http://www.alemtemporeal.com.br/?pag=cidade&cod=8797
 

· Paris, France.
Joined
·
17,375 Posts
Sima moderniza sistema de iluminação em Cruz das Almas

Secom/Maceió

A Prefeitura de Maceió, por meio da Superintendência Municipal de Energia e Iluminação Pública (Sima), vem realizando obras para melhorar o potencial de iluminação no bairro de Cruz das Almas. Os trabalhos estão sendo realizados desde a semana passada, com as equipes do órgão instalando novos equipamentos que melhoram a qualidade da iluminação e propiciam mais segurança aos moradores da região.


As equipes da Sima concentram os trabalhos na Avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, onde irão retirar 14 postes com 23 metros de altura. Novos equipamentos já estão instalados no local e, além de aumentarem o potencial de iluminação, são mais econômicos e resistentes.


Segundo o superintendente da Sima, Max Trindade, essa ação em Cruz das Almas é uma das prioridades no órgão. Assim como vem acontecendo em outras regiões da capital, o bairro já conta com novas lâmpadas e luminárias que vão melhorar a qualidade de vida dos moradores, pois geram mais comodidade e segurança.


O bairro de Cruz das Almas já conta com um sistema de iluminação dotado de luminárias fechadas completas. Além disso, também foram instaladas lâmpadas de vapor sódio com 400 watts de potência. Os trabalhos para melhorar o potencial de iluminação em Cruz das Almas prosseguirão durante todo o mês.


DISK LUZ


A Sima vem orientando a população para que, em caso de sugestão ou informação sobre o sistema de iluminação pública da capital, entre em contato com o órgão por meio do Disk Luz, pelo telefone 0800-727-7173. A eficiência no atendimento e a rápida solução das solicitações feitas têm sido importantes para que a confiança da população no serviço aumente ainda mais.


Por meio dele, o maceioense pode efetuar, de forma gratuita, sua solicitação referente ao parque de iluminação da capital. O Disk Luz registra, desde ligações referentes a postes com defeitos, até informações de danos cometidos contra equipamentos da rede de iluminação (lâmpadas, pétalas, cabos, entre outros).

Fonte: http://www.alemtemporeal.com.br/?pag=cidade&cod=8797
Muito boa a notícia!
Gostei bastante da troca dos postes que fizeram na Praia do Sobral. Ficou muito melhor do que a iluminação anterior.
 

· Paris, France.
Joined
·
17,375 Posts
Wal-Mart faz seleção para emprego​



Após confirmar abertura de cinco novas unidades do grupo
em Alagoas, empresa oferece 145 vagas de trabalho


Um dia após confirmar investimentos de R$ 90 milhões em Alagoas, com a abertura de cinco novas unidades, sendo três lojas da rede Todo Dia de supermercados e duas da bandeira Maxxi Atacado – uma em Maceió e outra em Arapiraca – , o grupo americano Wal-Mart já está realizando uma seleção para o preenchimento de 145 vagas de emprego, exatamente para os novos empreendimentos que devem começar a operar ainda este ano.

O processo seletivo está sendo realizado em parceria com a Secretaria de Estado do Trabalho, responsável pela captação das vagas. O acordo entre o Executivo estadual e a empresa varejista foi firmado durante audiência do governador Teotonio Vilela e o vice-presidente do Wal-Mart no Nordeste, José Rafael Vasquez, na tarde da última quinta-feira, na sede do governo.

Os candidatos que forem selecionados para as vagas vão ser contratados para pesquisador, cartazista, fiscal de caixa, conferente, operador de caixa, serviços gerias, vendedor interno, auxiliar de televendas e operadores, entre outras funções para 17 áreas de atuação, informa o diretor do Sine, Flaviano Calaça.

http://www.ojornal-al.com.br/
 

· 12.12.2012
Joined
·
2,957 Posts
Setor turístico alagoano participa do 2º módulo do seminário cultural

Agência Alagoas

Está confirmado para a próxima segunda-feira (27) o segundo módulo do Seminário de Resgate da Cultura Alagoana, promovido pela Secretaria de Estado da Cultura (Secult), Associação Brasileira de Indústria de Hotéis de Alagoas (ABIH / AL) e Sindicato dos Hotéis Restaurantes Bares e Similares de Alagoas (SHRBS-AL). Direcionado aos profissionais ligados ao setor turístico em Alagoas, o evento vai acontecer no Hotel Porto da Praia, das 14h às 17h.

Segundo o diretor do Sistema Estadual de Museus, Fernando Lôbo, nesta segunda etapa, os participantes vão aprofundar seus conhecimentos com relação à vida e obra de personalidades e intelectuais alagoanos.

Segundo Lobo, foi o próprio setor turístico, por meio das suas entidades representativas - ABIH e SHRBS -, que solicitou a parceria da Secult na formatação do evento. “O setor percebeu que havia necessidade inserir o turismo cultural no contexto de seu negócio”, justificou.

Fonte: http://www.agenciaalagoas.al.gov.br/noticia.kmf?cod=8711854
 

· 12.12.2012
Joined
·
2,957 Posts
Pesquisas da Uneal são aprovadas por comitê científico


Agência Alagoas

Três trabalhos de pesquisa, desenvolvidos pelo Núcleo de Ensino-Pesquisa e Aplicação em Biologia (Nepa) da Universidade Estadual de Alagoas (Uneal), foram aprovados pelo comitê científico do Centro de Educação da Universidade Federal de Alagoas(Cedu).

Os estudos acerca do efeito da mistura de adubação orgânica em plantio de Citronela de Java (Cymbopogon winterianus L.) para orientações de manejo em hortas escolares; implantação de farmácia viva em hortas escolares como instrumento de resgate dos valores das ervas medicinais, e o agroturismo como ferramenta para a educação ambiental no município de Arapiraca fazem parte das atividades de ensino, pesquisa e extensão na universidade.

Os trabalhos científicos serão apresentados na quarta edição do Encontro de Pesquisa em Educação em Alagoas, que ocorrerá em Maceió, na primeira semana do mês de agosto.

Duas pesquisas, incluindo a orientação do manejo de adubação orgânica em hortas escolares e a implantação de farmácia viva em hortas escolares, foram orientadas pelo professor-mestre Rubens Pessoa de Barros.

Estufa - Ele explica que as atividades no Núcleo de Ensino-Pesquisa e Aplicação em Biologia da Uneal, no Campus de Arapiraca, fazem parte de um delineamento experimental na estufa, com o plantio de citronela (capim-limão) em cinco tratamentos com cinco diferentes concentrações de adubação orgânica, utilizando esterco bovino, adicionado ao solo e areia grossa.

Rubens Pessoa adiantou que os experimentos foram acompanhados durante cerca de 120 dias, com observações semanais, e os resultados foram discutidos através de análise de variância e teste F e de Tukey a 5% de probabilidade.

As conclusões das pesquisas revelaram que o plantio de Citronela de Java (Cymbopogon winterianus L.) pode ser cultivado em hortas escolares implantando em farmácia viva, por ser de fácil adaptação em solos naturalmente férteis da região.

“Além disso, as pesquisas mostraram que não é necessária adição de fertilizantes químicos para o cultivo. O resultado tem caráter prática, uma vez que a planta é importante na utilização como repelente contra insetos, principalmente os mosquito da dengue”, revelou.

Outra pesquisa aprovada trata do estudo do agroturismo em Arapiraca como uma ferramenta de educação ambiental. O trabalho em andamento de uma monografia orientada peloprofessor Valdevan Rosendo para a conclusão do curso de pós-graduação lato sensu em Gestão Ambiental, também coordenado pelo professor Rubens Pessoa de Barros no Campus de Arapiraca.

“O potencial do agroturismo pode ser visto pelas ruas da cidade e nos povoados do município, e isto pode ser comprovado pelos costumes e hábitos, trajes das pessoas que vão às feiras livres nas segundas-feiras. Certamente, as pesquisas ainda trarão outros resultados positivos para o desenvolvimento da universidade e do Estado de Alagoas”, completou o pesquisador.

Fonte: http://www.agenciaalagoas.al.gov.br/noticia.kmf?cod=8712649
 

· Paris, France.
Joined
·
17,375 Posts
Alagoas reduz mortalidade infantil​
09h54, 25 de julho de 2009

Alagoas teve uma redução de 35,85% na mortalidade infantil no primeiro semestre deste ano em comparação ao mesmo período de 2008. Apesar do Estado ainda liderar o ranking nacional na taxa de mortalidade infantil, o trabalho integrado entre os governos federal, estadual e municipal já rendeu um saldo positivo: 161 crianças alagoanas tiveram o direito à vida.

Os dados são da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) e foram obtidos por meio do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM) das secretarias dos 102 municípios alagoanos. Os números foram computados após serem comparados com o índice de óbitos registrado no mesmo período de 2008, que apontam que 610 crianças morreram antes de completar um ano de vida. Somente este ano, no período de janeiro a junho, foram notificados 449 óbitos.

Em 21 dos 102 municípios alagoanos não foi registrada nenhuma morte de janeiro a junho deste ano, como, por exemplo, o município de Paulo Jacinto, que no primeiro semestre de 2008 ocorreu a morte de uma criança e nos seis primeiros meses deste ano, não foi registrado nenhuma óbito nesta faixa etária.

De acordo com a Superintendência de Vigilância em Saúde, a mortalidade infantil pode ser calculada pelo método direto, utilizando-se os dados do Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM) e do Sistema de Informação sobre Nascidos Vivos (Sinasc). Ou pelo método indireto, realização de estimativas por técnicas demográficas especiais, realizadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que podem oferecer boa aproximação da probabilidade de morte no primeiro ano de vida

Alagoas é um dos 19 estados em que o Ministério da Saúde analisa a taxa de mortalidade infantil pelo método indireto (IBGE). Apenas nos estados do Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Santana Catarina, Rio Grandes do Sul, Mato Grosso do Sul e o Distrito Federal utilizam o cálculo pelos dados do SIM e do Sinasc.

“As ações desenvolvidas pela equipe técnica da Sesau em parceria com os municípios, visando reduzir a mortalidade infantil em Alagoas, já começaram a surtir efeito positivo, como por exemplo, a implantação do Promater, programa que visa incrementar o atendimento nas unidades de Terapia Intensiva (UTI´s) e Cuidados Intermediários (UCI´s) neonatais, com o objetivo de melhorar e ampliar a quantidade de leitos e o atendimento materno e infantil”, afirmou o secretário da Saúde, Herbert Motta.

Para ele, mesmo diante desta realidade positiva, ainda há muito para ser feito e, para isso, a integração entre o governo do Estado e os municípios é fundamental para o desenvolvimento de uma política de atenção básica e de vigilância em saúde eficiente.

A diretora de Atenção Básica, Myrna Pimentel, destacou que a redução da mortalidade nesses municípios se deve também à cobertura vacinal, o apoio, estímulo e proteção ao aleitamento materno, instalação do Comitê Estadual de Redução da Mortalidade Materna e Infantil, a ampliação do Programa Saúde da Família e implantação do Programa de Triagem Neonatal.

Ela ressaltou, ainda, a criação do Fórum Viva Vida, que tem percorrido as microrregiões de saúde para sensibilizar gestores, médicos, enfermeiros e agentes comunitários a se engajarem na luta para a redução da mortalidade infantil. “Até 2010, a meta do governo do Estado é reduzir em 10% o índice”, completou.

Fonte: Assessoria
http://www.alagoas24horas.com.br/conteudo/?vEditoria=Sa%FAde&vCod=69591
 
41 - 60 of 5023 Posts
Status
Not open for further replies.
Top