SkyscraperCity banner
1 - 20 of 49 Posts

·
Registered
Joined
·
1,908 Posts
Discussion Starter · #1 ·
Há licenciados portugueses a trabalhar nas limpezas no Luxemburgo


Delegado das Missões Católicas, em declarações à Renascença, fala em "perda para Portugal".


Há licenciados portugueses a trabalhar nas limpezas no Luxemburgo, afirma o delegado das Missões Católicas naquele país.

A situação foi relatada pelo padre Remildo Boldori no "Encontro Internacional das Migrações", que terminou esta sexta-feira em Alfragide, nos arredores de Lisboa.

“Está a chegar ao Luxemburgo gente formada - juristas, advogados, enfermeiros, psicólogos, sociólogos - que estão a trabalhar na limpeza. Eu acho que é uma perda para Portugal que pessoas especializadas se sujeitem a ir para o país estrangeiro para um trabalho humilde, mas, porém, valorizador para poder sobreviver”, disse à Renascença o padre Remildo Boldori.

Num outro país, o delegado das Missões Católicas na Alemanha, padre Manuel Janeiro, considera que é a defesa da Língua Portuguesa que mais preocupa a comunidade lusa.

“Há o perigo da nossa língua ficar ausente de milhares de crianças. E se tomam o hábito de porem de lado o ensino da Língua, com o tempo são os portugueses que a põem de lado”, alerta.

Um dos países onde já não há praticamente emigrantes portugueses a dormir nas ruas, como acontecia há meio ano, é a Suíça.

Há caso pontuais, mas a situação está controlada, avança o padre Aloísio Araujo, coordenador da pastoral das Migrações naquele país.

http://rr.sapo.pt/informacao_detalhe.aspx?fid=25&did=69203
 

·
Registered
Joined
·
7,076 Posts
Não é surpresa nenhuma. Mesmo no Luxemburgo as coisas já estiveram melhor ao nível do emprego e da qualidade de vida...
 

·
'tou na lua...
Joined
·
41,754 Posts
Já não é um paraíso, já é difícil arranjar lá trabalho e é um sítio com custo de vida elevado. Quando lá fui só comia mesmo o hamburger do Quick, o menú era uns 7€ e tal, até a Alemanha é mais barata.
 

·
Registered
Joined
·
21,083 Posts
Também temos licenciados ucranianos a trabalhar nas obras em Portugal...
 

·
Registered
Joined
·
22,777 Posts
Não por acaso o PM do Luxemburgo há umas semanas aludiu a que se leve à letra o que está disposto quanto à liberdade de circulação de pessoas que, ao contrário do que muitos julgam, não é absoluta e sem regras. Simplesmente até hoje nunca tinha sido preciso aplica-las...
 

·
Banned
Joined
·
2,401 Posts
Claro que é triste, mas um curso não significa que essa pessoa está habilitada para a área em questão.

Até parece que tirar um curso obriga a que se empregue essa pessoa numa dada profissão. E onde está a competência profissional?

É um erro que continua a ser cometido em Portugal. Continua a corrida ao canuda sem olhar a mais nada e depois supreendem-se com certas situações...
 

·
Banned
Joined
·
4,510 Posts
Claro que é triste, mas um curso não significa que essa pessoa está habilitada para a área em questão.

Até parece que tirar um curso obriga a que se empregue essa pessoa numa dada profissão. E onde está a competência profissional?

É um erro que continua a ser cometido em Portugal. Continua a corrida ao canuda sem olhar a mais nada e depois supreendem-se com certas situações...
Completamente de acordo, ter um canudo em Portugal virou moda, mas o pior não é isso, a maioria pensa que este é um posto.
 

·
Banned
Joined
·
4,510 Posts
Aliás, a moda é tal que até se tornou um negócio, é absurda a quantidade de universidades privadas que existem, com preços loucos e, cursos que cuja empregabilidade no mercado está saturada, falo de enfermagem, educação e mesmo arquitectura... enfim, se as universidades estatais que à partida tem de corresponder as necessidades que o país exige, já tem uma oferta demasiada em determinadas áreas, as privadas só vem piorar a situação, como tal penso que é urgente uma reforma neste sentido.
Veja-se este exemplo, no distrito de Braga temos a UM e o IPCA como públicas, privadas temos pelo menos o dobro (a de Fafe, da Póvoa de Lanhoso, as duas de Famalicão...), sendo que há cursos que existem em quase todas como enfermagem, e é claro que o distrito não tem capacidade para absorver tantos formados na área e esta situação aplica-se ao país inteiro. Estas, ao existirem, deveriam apostar em cursos cuja oferta pública não contempla, não naqueles que a partida são as opções dos alunos mais instáveis no que toca a aspirações profissionais.

Nem sei que diga desta situação no Luxemburgo, hoje em dia um licenciado não é mais do que ninguém, a valorização pessoal e profissional e mesmo académica que advém de um curso é que de facto faz com que este faça sentido, tirar um canudo só por tirar não me parece lá muito boa ideia, quando, como já constatei em conversas de esplanada, alguns destes nem sabem coisas básicas do pais que somos e, note-se que grande parte dos novos formados se esquece dos valores morais e éticos, o que sob o meu ponto de vista é a calamidade que nos assola actualmente, o problema maior da nossa sociedade, a verdadeira crise: a de valores.
 

·
Registered
Joined
·
1,908 Posts
Discussion Starter · #12 ·
Não por acaso o PM do Luxemburgo há umas semanas aludiu a que se leve à letra o que está disposto quanto à liberdade de circulação de pessoas que, ao contrário do que muitos julgam, não é absoluta e sem regras. Simplesmente até hoje nunca tinha sido preciso aplica-las...

Dez portugueses por dia registam-se no Luxemburgo


Integração dos portugueses falha, num país onde deixou de ser fácil encontrar logo trabalho.


Os portugueses continuam a chegar a grande ritmo mas já não encontram logo lugar nas obras ou na limpeza, como antes, diz o Público. Ainda assim, nos últimos dois anos, registaram-se dez chegadas por dia. E ecoa a sensação de que este ano são muitos mais.

http://www.dn.pt/especiais/interior.aspx?content_id=2641808&especial=Revistas%20de%20Imprensa&seccao=TV%20e%20MEDIA


Num país tão pequeno como o Luxemburgo chegar 10 novos emigrantes portugueses por dia e agora ao que parece muito mais que isso , é normal que as autoridades luxemburguesas venham a tomar medidas , se não qualquer dia , o Luxemburgo viraria uma província portuguesa no centro da Europa.

Muitos portugueses pensam que a Europa é uma porta aberta para eles e para sempre , acho que se enganam , porque algum dia essa porta pode-se fechar.

Todos os cidadãos devem lutar é para que se melhor as condições no seu próprio país , agora aqui não dá , vou para outro país , o pior é que outros países principalmente na Europa tambem estão a atingir o seu limite.
 

·
Banned
Joined
·
2,401 Posts
36 mil portugueses por ano? Não acredito! Considerando que a população do Luxemburgo em 2011 rondaria os 510 mil habitantes.

Os portugueses são a maior comunidade estrangeira no país. E a este ritmo os estrangeiros passariam os naturais em pouco tempo, passando a ser uma minoria. :O
 

·
Registered
Joined
·
1,908 Posts
Discussion Starter · #16 ·
36 mil portugueses por ano? Não acredito! Considerando que a população do Luxemburgo em 2011 rondaria os 510 mil habitantes.

Os portugueses são a maior comunidade estrangeira no país. E a este ritmo os estrangeiros passariam os naturais em pouco tempo, passando a ser uma minoria. :O
Naquelas zonas do interior , Beira Alta , Trás-os-Montes , antes da crise de 2008 , já íam em grande quantidade para Suiças e Luxemburgos , agora , faço ideia , deve ser uma sangria.
 

·
Moderator
Joined
·
17,935 Posts
"Está a chegar ao Luxemburgo gente formada - juristas, advogados, enfermeiros, psicólogos, sociólogos - que estão a trabalhar na limpeza."
Não surpreende muito visto serem áreas com excesso de licenciados. Espero que estas e outras notícias façam as universidades repensar o número de vagas que abrem para estes cursos.

36 mil portugueses por ano? Não acredito! Considerando que a população do Luxemburgo em 2011 rondaria os 510 mil habitantes.

Os portugueses são a maior comunidade estrangeira no país. E a este ritmo os estrangeiros passariam os naturais em pouco tempo, passando a ser uma minoria. :O
Dez por dia dá 3650 por ano.
 

·
Banned
Joined
·
2,401 Posts
É mesmo...

Mas acreditas que eu fiz a conta e achei muito estranho o valor, exagerado, mas sempre que fazia essa conta mentalmente surgia o 36500. Não sei porquê? (E não, sou bom de contas de cabeça, neste caso não sei o que aconteceu)
 

·
'tou na lua...
Joined
·
41,754 Posts
acho que isso é em geral e não só para o Luxemburgo!! Uns 100 por mês....
 

·
Registered
Joined
·
5,692 Posts
Claro que é triste, mas um curso não significa que essa pessoa está habilitada para a área em questão.

Até parece que tirar um curso obriga a que se empregue essa pessoa numa dada profissão. E onde está a competência profissional?
À casos que tiraram o curso só por causa do canudo não pelo que ensinam no mesmo é esses tipo de gente que deve optar pelo profissional pós secundário os chamados cursos de nivel 5(curos de especialização).

Quanto a saida de pessoas para o estrageiro é triste porque quem gastou o dinheiro a formar as pessoas foi Portugal para beneficio dos outros países.
Chegam ao ponto de a Alemanha estar recrutar pessoal nas universidades e institutos politecnicos de Portugal.

Se Alemanha quer pessoal qualificado que forme.
 
1 - 20 of 49 Posts
Top