SkyscraperCity banner
1 - 20 of 43 Posts

·
Registered
Joined
·
4,657 Posts
Discussion Starter · #1 · (Edited)
Uma breve história sobre Icoaraci

A história de Icoaraci confunde-se com a própria fundação de Belém. Quando os integrantes da expedição de Francisco Caldeira Castelo Branco, procurando um lugar adequado para fixar os fundamentos da cidade, desembarcaram numa ponta de terra situada na confluência dos rios Guajará e Maguari, a qual denominaram de "Ponta do Mel" devido a presença no local de favos de mel em grande quantidade.
No final do século XVII, Sebastião Gomes de Souza instalou-se em uma área elevada na confluência do Rio Pará (Baia do Guajará) com o Furo do Maguari, denominada de Ponta do Mel ou Melo (onde em 1650 viajantes portugueses haviam encontrado abelhas), construindo uma casinha de taipa para sua família com a intenção de implantar um engenho.
Em 13 de novembro de 1701 nascia a Fazenda Pinheiro quando o Sr. Sebastião requereu a Carta de Sesmaria ao Governador da Província do Maranhão e Grão-Pará General Fernão Carrilho, sendo confirmada a concessão em 15 de outubro de 1705 por Dom Pedro II, Rei de Portugal. O sesmeiro seria pinheirense, cidade de Portugal.
Em 1762 a fazenda passou a ter novo dono, comprada por Antônio Gomes do Amaral que ao falecer, doou-a ao Convento de Nossa Senhora do Monte Carmo com exigência de que fosse rezada uma missa anualmente em favor de sua alma. Em 13 de julho de 1824 a Ordem dos Frades Carmelitas Calçados já com a posse, vendeu-a juntamente com a Fazenda Livramento, área vizinha de onde retiravam argila para olaria, ao Tenente-Coronel João Antônio Corrêa Bulhões. As terras juntas mediam ¾ de léguas do igarapé do Paracuri no Tapanã até o pontão do Cruzeiro e, meia légua (3300m) entrando pelo Furo do Maguari, indo até os limites do engenho do Coronel José Narciso da Costa Rosa. Bulhões adquiriu posteriormente a metade da ilha de Caratateua que pertencia a D. Tomázio Ferreira de Melo, viúva de Manoel Góes.
Em 7 de julho de 1838, após a morte de Bulhões, a filha e herdeira Marina Francisca Corrêa Bulhões, casada com Benjamin Upto Júnior, vendeu todas as terras ao Presidente da Província do Grão-Pará General Francisco José D'Andréa que deu início a instalação de um lazareto a ser administrado pela Santa Casa de Misericórdia. Por inviabilidade, 20 anos depois a Santa Casa devolveu o patrimônio ao Governo que tentou vendê-lo e não conseguindo, arrendou-o durante 9 anos ao Sr. Adolfo Klaus.
Em 3 de maio de 1861 foi instalada na Fazenda a Escola Rural D. Pedro I, a primeira escola agrícola do Pará. Em 8 de outubro de 1869 pela Lei Provincial nº 598, a fazenda Pinheiro foi transformada em Povoado com a denominação de Santa Izabel, passando sua área a ser demarcada para definição de lotes e logradouros para em seguida serem aforados.
Em 16 de abril de 1883, a Lei nº 1167 deu ao povoado o novo nome de São João Batista sendo construída a Capela do mesmo nome. Em 6 de julho de 1895, a Lei nº 324 já do regime republicano, elevou o povoado de São João Batista a Vila, com a denominação de Pinheiro.
Em 31 de outubro de 1938, através do Decreto Lei nº 3.133, foi definido os limites interdistritais de Pinheiro. Sua área limitava com Val-de-Cans e Mosqueiro, abrangendo o Sub-Distrito de Outeiro. Em 30 de dezembro de 1943, através do Decreto nº 4.505, assinado pelo interventor Magalhães Barata, fixou a divisão administrativa e judiciária do Estado, pelo qual a então Vila de Pinheiro passou a ser chamada Icoaraci.
Segundo alguns, Icoaraci significa "De frente para o sol". Entretanto, profundas pesquisas do historiador José Valente, o qual publicou com o título de "Sinopse de Icoaraci", esta palavra significa na língua Tupi-Guarani "Mãe de todas as águas" (Icoara=águas e ci=mãe). Diz valente que em 1943, o interventor Magalhães Barata contratou o filólogo (estudioso em línguas) Jorge Urley para que escolhesse uma nova denominação para a então Vila de Pinheiro. Urley em visita "in loco", constatou os margeamentos da baia do Guajará e furo do Maguari e a grande quantidade de igarapés e riachos cortando a Vila em todas as direções.


Localização


Fotos Antigas by Belém da Saudade
001 Antigo local de desembarque na Rua Siqueira Mendes


002 Vista da Rua Siqueira Mendes


003 Chalé Tavares Cardoso


004 Trav. São Roque


Fotos antigas mais recentes
005 Estação de trem de Icoaraci


006 Praça Matriz


007 Praça Matriz


008 Ponte em frente ao Chalé Tavares Cardoso


009 Cortume Maguary


010 Estação de trem de Icoaraci


011 Antiga Delegacia


012 Chalé Senador Antônio Porphirio


013 Estação de Trem de Icoaraci


014 Estação de Trem de Icoaraci


015 Praia do Cruzeiro



Icoaraci Hoje
Icoaraci é um Mega-Distrito, onde residem aproximadamente 270.000 pessoas, distribuídas entre os bairros do Cruzeiro, Agulha, Águas Negras, Campina, Maracacuera, Paracuri, Parque Guajará, Ponta Grossa e Tenoné.
O comércio local também é bastante variado, suprindo as necessidades básicas da população e encontra-se em expansão por toda Vila, sendo nas Ruas 8 de Maio, Cristóvão Colombo e na Trav. do Cruzeiro, suas maiores concentrações. Em todo caso, está havendo uma descentralização desse comércio, que hoje também já toma grande proporção em outras ruas como: Trav. dos Berredos, Rua 15 de Agosto e Trav. São Roque.
É bom frisar que Icoaraci é um distrito basicamente industrial, empregando boa parte de seus moradores em Indústrias de Pesca, Madeireiras, Olarias (fabricação de telhas e tijolos), Marcenarias, Industrialização de Palmito, etc...
O sistema de transporte sofreu algumas transformações. Hoje, após a "quebra do monopólio" contamos com uma boa variação de trajetos e também com microônibus, que embora mais caros proporcionam maior conforto durante a viagem. Em todo caso, considera-se que o efetivo de coletivos ainda deveria aumentar.
Visualmente, Icoaraci, ainda aguarda algumas melhorias. Em outras épocas a praia do Cruzeiro e as praças se apresentavam em um estado bem mais conservado, no entanto, a Vila Sorriso ainda atrai muitos visitantes - seja pela tradicional água de coco no Pontão, seja pelas delícias de suas peixarias ou ainda pelo papo gostoso que rola nos bares da antiga 1ª Rua. Além de tudo isso, Icoaraci tem a oferecer seu orgulho maior, a beleza da grande arte aqui renascida - A Cerâmica Marajoara - que traz pessoas de todo mundo para aqui pousar, nem que seja por um pouquinho, e desfrutar dos encantos e simpatia de Icoaraci, a "Vila Sorriso", de Frente para o Sol.
Icoaraci, distante 18km do centro de Belém por via rodoviária, é reconhecido como um dos principais pólos de produção artesanal de cerâmica do Estado do Pará. A palavra artesanato deriva do francês "artisant", referindo-se originalmente, à atividade que remonta aos povos primitivos. Seu apogeu, a nível internacional, deu-se em 1930, a partir do I Congresso Internacional do Artesanato, na cidade de Roma, refletindo, assim, em diversos países, inclusive o Brasil.
O artesanato icoaraciense apresenta em suas peças uma beleza plástica e diversa, fruto da pluralidade cultural manifestada desde os tempos pré-coloniais, como são os estilos tradicionais: marajoara (caracteriza-se pela exuberância e variedade de decoração, utilizando pintura vermelha e preta, sobre engobe branco, representa a 4ª fase arqueológica da Ilha do Marajó), tapajônico (é tridimencional, feita com uma mistura de cauxi e cariapé. São figuras humanas e animais que provém da região do Baixo Tapajós), maracá (tem como berço o Amapá, mas é em Icoaraci que este trabalho se desenvolve. As urnas funerárias encontradas no Vale do Rio Maracá são de três tipos: tubulares, zoomorfas e antropomorfas).
Possuindo o mesmo modelo dos núcleos coloniais da Região Bragantina, Icoaraci é composta de quarteirões regulares, ruas e travessas largas repletas de mangueiras. Compartilhando da Belle-Époque tanto quanto outras áreas da capital do estado, Icoaraci guarda em seus Chalés e Estação Ferroviária as características das construções que caracterizaram a primeira metade do início deste século. Aliás, um dos "chalés", o Tavares Cardoso, está sendo recuperado pela Prefeitura de Belém.


Fotos Atuais
016 Igreja da Matriz de São João Batista


017 Matriz vista da Estação de trem


018 Rua Manoel Barata, entre Trav. Cristóvão Colombo e Trav. Pimenta Bueno


019 Arco de Mangueiras (Trav. Itaboraí)


020 Antiga estação, hoje sede da COARTI


021 Chalé Tavares Cardoso (após conclusão da 2a etapa de restauração)


022 Colégio N. S. de Lourdes (um dos mais antigos e tradicionais colégio de Icoaraci)


023 Pôr-do-Sol visto do Pontão do Cruzeiro


Fotos a Orla do Cruzeiro, reformada
A orla tem 4km
024


025


026


027 Anfiteatro


028 Barraca de tapioca


029 Ao fundo Praia do Cruzeiro


030


031


032


033 Barracas de água de côco


034


035


036


037


038 Pontão do Cruzeiro


039 Pontão do Cruzeiro


040 Pontão do Cruzeiro


041 Pontão do Cruzeiro


042 Pontão do Cruzeiro


043 Pontão do Cruzeiro


044


045


046


047 Iemanjá


048


049


050


051


052 Feira de Cerâmica


053 Feira de Cerâmica


054 Feira de Cerâmica


055 Feira de Cerâmica


056 Feira de Cerâmica


057 Feira de Cerâmica


058 Feira de Cerâmica


059 Iemanjá


060 Iemanjá


061 Pôr do Sol


062 Pôr do Sol


É só!!!
Espero que tenham gostado!!!

Ah, não deixem de ler, é muito interessante!
Falows
:runaway:
 

·
Registered
Joined
·
4,657 Posts
Discussion Starter · #3 ·
Mochilabrasil said:
Super bonito esse pontão. Fico imaginando esse local a noite iluminado, deve ser fantástico. A fiação da cidade é toda aterrada?
Não,infelizmente a fiação é toda aérea.
 

·
O Show é aqui!
Joined
·
5,738 Posts
quantas fotos, show, muito show!!!!! :) :) belíssimo thread, Henrique, belo conjunto de fotos antigas, suas explicações estão muito boas. Na verdade, eu não conhecia a vila de Icoaraci, muito legal mesmo, essas fotos antigas estão bem legais! Principalmente a Praça Matriz, bem legal... :cheers: :cheers:

Ah, "Vila Sorriso" me lembrou o jogador paraense Vélber, que atualmente joga no meu time, o Fortaleza. Ele é chamado por alguns cronistas esportivos locais de "Vélber Sorriso", pela simpatia, e também de "O Rei de Guamá", hehe, o Vélber é bem adorado em Belém, do Pará. :)
abs
 

·
Ééééééguuuuaaaa
Joined
·
6,072 Posts
^^ So quem gosta do Velber é os Bicolores .. os remistas não o suporta!! ahauhauahahaha




Essas fotos antigas da Vila ta realmerte muito boas!! E a nova orla tb ficou show .. perto do que era! ... parece q vai sair a segunda etapa da orla para completar o resto que falta!

Quanto ao texto eu não li .. esse azul ciano ai espanta qualquer leitor :D
 

·
.
Joined
·
8,801 Posts
O patrimônio histórico das cidades do Norte é muito interessante; diferente do resto do Brasil! Achei bonito o Chalé Tavares Cardoso! Ah, e acho muito bom que aí no Norte valorizam bastante os rios; urbanizam a orla e tal... Aqui no Sul e em grande parte do Brasil as cidades ficam "de costas" pros rios...

Ah, tá bem feito esse thread! Serve de exemplo pra alguns! E fica tranqüilo porque numa próxima atualização do sticky ele vai ser adicionado! ;)
 

·
Registered
Joined
·
4,657 Posts
Discussion Starter · #7 ·
Farrapo said:
Ah, e acho muito bom que aí no Norte valorizam bastante os rios; urbanizam a orla e tal... Aqui no Sul e em grande parte do Brasil as cidades ficam "de costas" pros rios...
Na verdade, a cidade agora abre os olhos pra preciosidade que é apreciar o rio. Assim como muitas cidades, Belém cresceu de costas pro rio, não tinha nenhum local que pudesse vê-lo. Nesses ultimos anos é que estão sendo realizadas obras denominadas "Janelas para os rios". Muito já foi feito, mas muito ainda tem a se fazer.

Farrapo said:
Ah, tá bem feito esse thread! Serve de exemplo pra alguns! E fica tranqüilo porque numa próxima atualização do sticky ele vai ser adicionado! ;)
Valeu, deu um trabalho!!! Mas o resultado ficou bacana mesmo!
 

·
Registered
Joined
·
4,657 Posts
Discussion Starter · #8 ·
Fortal said:
quantas fotos, show, muito show!!!!! :) :) belíssimo thread, Henrique, belo conjunto de fotos antigas, suas explicações estão muito boas. Na verdade, eu não conhecia a vila de Icoaraci, muito legal mesmo, essas fotos antigas estão bem legais! Principalmente a Praça Matriz, bem legal... :cheers: :cheers:
Valeu!

Fortal said:
Ah, "Vila Sorriso" me lembrou o jogador paraense Vélber, que atualmente joga no meu time, o Fortaleza. Ele é chamado por alguns cronistas esportivos locais de "Vélber Sorriso", pela simpatia, e também de "O Rei de Guamá", hehe, o Vélber é bem adorado em Belém, do Pará. :)
abs
JaMBa said:
So quem gosta do Velber é os Bicolores .. os remistas não o suporta!! ahauhauahahaha
Pois é, o Vélber é adorado pelos bicolores, mas odiado pelos azulinos. Numa época o Vélber era jogador do Remo, mas recebeu uma tentadora proposta do Paysandu, na época na 1ª divisão. Então ele resolveu sair do Baenão, atravessar a Almirante Barroso e entrar na Curuzú.
Ele vive rindo mesmo!!!
Eu ficava rindo dele qdo via ele na TV.

JaMBa said:
esse azul ciano ai espanta qualquer leitor
^^Não é azul ciano, é AZUL PAYSANDU!!!^^
 

·
papachibé
Joined
·
2,014 Posts
Beleza de thread, CH. Interessante a história de Icoaraci, não conhecia. Essas fotos antigas e as atuais da orla estão muito boas. Faz um tempo que eu não vou jogar um bilharzinho lá na orla.
 

·
Registered
Joined
·
4,657 Posts
Discussion Starter · #11 ·
Marquês de Caravelas said:
Boa pesquisa. Gostei de ler.
Valeu!!!

paraoara said:
Beleza de thread, CH. Interessante a história de Icoaraci, não conhecia. Essas fotos antigas e as atuais da orla estão muito boas. Faz um tempo que eu não vou jogar um bilharzinho lá na orla.
Valeu!!!
Eu sempre ia lá pra comer um pastel de vento na orla e na pizzaria Vitória, que diga-se de passagem é a melhor que conheço!
 

·
Banned
Joined
·
2,419 Posts
Belas fotos de Icoaraci!!!! Nem tinha a mínima idéia de como era essa cidade (se bem que já tinha ouvido falar dela), e poxa, bem agradável! Ela é um dos subúrbios de Belém, certo?
 

·
Registered
Joined
·
6,132 Posts
Achei bem bonita a cidade, tanto antigamente quanto atualmente, infelizmente algumas fotos não abriram :( , tenho 1 dúvida : :?
-Em nenhum mapa atual mostra linhas de trem na região de Belém ou antigamente tinha e hj não tem mais só teria ficado as estações ???
 

·
Registered
Joined
·
4,657 Posts
Discussion Starter · #17 ·
DMA Brasil said:
Belas fotos de Icoaraci!!!! Nem tinha a mínima idéia de como era essa cidade (se bem que já tinha ouvido falar dela), e poxa, bem agradável! Ela é um dos subúrbios de Belém, certo?
Ela é um distrito de Belém, a verdade é que ela não deixa de ser uma cidade a parte, ela tem vida própria, sua economia consegue a sustentar perfeitamente. Em 1995 houve o ultimo plebiscito com 49% a favor e 51% contra a crianção do Município, nessa leva Marituba ganhou independência, e tem um PIB bem inferior que Icoaraci, mas Icoaraci ainda não se tornou Municipio porque, desde então, está proibida a criação de novos municípios no País. Se houvesse hoje um Plebiscito, ela se tornaria uma nova cidade. Seria a 5ª ou 6ª maior cidade, em população, do Norte com 270.000 habitantes. Hoje ainda é um distrito, um subúrbio(???) de Belém.
 

·
Registered
Joined
·
4,657 Posts
Discussion Starter · #18 ·
gsouza said:
Achei bem bonita a cidade, tanto antigamente quanto atualmente, infelizmente algumas fotos não abriram :( , tenho 1 dúvida : :?
-Em nenhum mapa atual mostra linhas de trem na região de Belém ou antigamente tinha e hj não tem mais só teria ficado as estações ???
Infelizmente, como é comum em Belém (Terra do já teve), ela não existe mais, e sobraram poucos resquícios da memória desta ferrovia. A linha férrea ia de Belém até o Municipio de Bragança, aprox. 250km a Leste. Mas poucas coisas mesmo sobraram, O que ainda tem são 3 estações em pé, são elas, onde hoje é o mercado de São Braz, uma estação em Icoaraci, e outra em Marituba(onde funciona um batalhão), uma Maria Fumaça que tá esposta numa praça em Castanhal, um Vagão que foi revitalizado e virou sorveteria no Parque da Residencia em Belém, uma ponte de ferro no município de Igarapé-Açu, e acredito que ainda exista a estação em Bragança. A linha que ligava a Icoaraci, era o único "ramal" da linha. Pois fugia do trecho.


Ah, arrumei as fotos, tenta ver novamente, se não conseguir clica em atualizar!
 

·
Banned
Joined
·
2,419 Posts
CH_Mineral said:
Ela é um distrito de Belém, a verdade é que ela não deixa de ser uma cidade a parte, ela tem vida própria, sua economia consegue a sustentar perfeitamente. Em 1995 houve o ultimo plebiscito com 49% a favor e 51% contra a crianção do Município, nessa leva Marituba ganhou independência, e tem um PIB bem inferior que Icoaraci, mas Icoaraci ainda não se tornou Municipio porque, desde então, está proibida a criação de novos municípios no País. Se houvesse hoje um Plebiscito, ela se tornaria uma nova cidade. Seria a 5ª ou 6ª maior cidade, em população, do Norte com 270.000 habitantes. Hoje ainda é um distrito, um subúrbio(???) de Belém.

A denominação subúrbio (eheheh completamente "acidental") é somente porque no Rio tudo que é fora do centro, em direção às linhas do trem, é subúrbio, então a tendência é eu como carioca chamar tudo que é longe da cidade como subúrbio (até a própria Barra da Tijuca eu chamo de subúrbio, apesar dos barrenses não admitirem isso...). Mas sei lá se seria bom pra Icoaraci se tornar um novo município, novos municípios geram novos gastos, coisa que não é boa né (aqui no Rio acontece a mesma coisa com a Barra-Recreio, esses dois bairros juntos estão beirando os 250.000 habitantes, e apesar de ter um incipiente movimento de independência da Barra, que também é completamente independente do Rio, eu não gostaria dessa separação, seria péssima pra ambos ;) )
 

·
Registered
Joined
·
4,657 Posts
Discussion Starter · #20 ·
^^Não, foi eu que me expressei errado!
Estava relacionando a bairros subúrbios de belém e distritos(que em Belém são 4 ou 5 se não me engano).
 
1 - 20 of 43 Posts
Top