SkyscraperCity banner
Status
Not open for further replies.
1 - 10 of 10 Posts

·
Mameluco sangue azul
Joined
·
20,420 Posts
Discussion Starter · #1 ·
Governo lançou ontem um programa para a construção de embarcações em solo brasileiro. Empreendimento de Suape vai disputar as encomendas

RIO e RECIFE – A retomada da indústria naval brasileira deu mais um passo, ontem, com o anúncio de um pacote gigante de encomendas da Petrobras. Sob o comando do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a solenidade, realizada em Niterói (RJ), reuniu operários do setor, empresários e políticos. A encomenda inclui 44 navios para transporte de petróleo e derivados, 40 sondas de perfuração de poços exploratórios e 146 embarcações de apoio às atividades petrolíferas em alto-mar. O Estaleiro Atlântico Sul, que está sendo construído em Suape, vai participar das licitações. Vencendo, o empreendimento pernambucano ganha ainda mais fôlego em seu processo de consolidação.

Só as embarcações de apoio à exploração de petróleo somam investimentos de US$ 5 bilhões. Segundo o presidente Lula, o objetivo é usar o enorme potencial de reservas no pré-sal para “industrializar” o País. “Eu não quero que a Petrobras vire apenas uma grande exportadora de petróleo. Não quero que o presidente da República do Brasil coloque aquele pano na cabeça como se fosse um xeque do petróleo. Eu quero que a gente aproveite o petróleo para industrializar o País e consolidar o desenvolvimento baseado numa indústria nacional”, discursou.

O presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, explicou que o pacote será dividido em etapas. A primeira, que deve ser concluída nos próximos meses, é a contratação de dois superpetroleiros, com capacidade para transportar 300 mil toneladas de porte bruto (TPB), tipo de navio que não consta na frota da estatal. Ao mesmo tempo, a Transpetro anuncia a abertura de licitação para contratar 23 navios para entrega até 2015. Uma outra etapa das encomendas será decidida em alguns meses e consiste na contratação das sondas de perfuração, equipamento nunca produzido no Brasil.

Segundo Gabrielli, a empresa terá de estudar a capacidade dos estaleiros locais antes de licitar as sondas. A idéia é, como ocorreu com os navios, manter um nível de nacionalização crescente, até que a indústria nacional se prepare para produzir integralmente no País. As encomendas de sondas de perfuração fazem parte do esforço para acelerar a avaliação das descobertas no pré-sal, onde está o bloco de Tupi, com até 8 bilhões de barris em reservas. A Petrobras tem hoje apenas duas unidades com capacidade para perfurar poços abaixo da camada de sal.

“Se deixássemos a nossa querida Petrobras trabalhar apenas com as cabeças empresariais que ocupam a diretoria, pensando em perdas e danos, obviamente ficaria mais fácil contratar lá fora. Lá, talvez saísse até um pouco mais baratinho, seria mais rápido. Mas é preciso ter consciência de que a Petrobras não pode existir apenas para ser a sexta maior do mundo ou a terceira das Américas. Ela existe também para ser a alavancadora e geradora do desenvolvimento deste País”, afirmou o presidente Lula.

http://jc.uol.com.br/jornal/2008/05/27/not_283591.php
 

·
Mameluco sangue azul
Joined
·
20,420 Posts
Discussion Starter · #2 ·
Atlântico Sul vai brigar por todos os lotes
Publicado em 27.05.2008

O Estaleiro Atlântico Sul (EAS), que está em construção na Ilha de Tatuoca, no Complexo de Suape, adianta que vai participar de todos os lotes da segunda fase do Programa de Modernização e Expansão da Frota da Transpetro (Promef), que vai contratar 23 navios. Na primeira fase, o EAS ficou com o principal pacote da encomenda de 26 embarcações, sendo responsável pela construção de dez navios suezmax (utilizados no transporte de petróleo), orçados em US$ 1,2 bilhão.

O presidente da Transpetro, Sérgio Machado, não adiantou quando será laçada a licitação do Promef 2, nem em qual o valor estimado para a nova encomenda. “A licitação será lançada nos próximos dias. Prefiro não me comprometer com o anúncio de datas”, afirma. Dessa vez, os lotes ofertados serão para a construção de quatro suezmax (embarcação de grande porte), três aframax (petroleiro), oito navios de produtos, cinco gaseiros (para o transporte de GLP) e três bunkers (usado no transporte de combustível para embarcações).

Segundo Machado, a expectativa é que as entregas para o Promef 2 comecem a ocorrer entre 2011 e 2012. Os 23 navios vão somar uma capacidade de 1,3 milhão de toneladas de porte bruto (TPB) e consumir 250 mil toneladas de aço durante a construção. “Nossa previsão é que sejam criados 20 mil empregos até 2015 nessa segunda etapa. Isso sem falar no impacto positivo de US$ 290 milhões na balança brasileira de pagamentos, já que vamos economizar cerca de US$ 290 milhões referente ao pagamento de embarcações afretadas”, ressalta.

“Vamos nos candidatar a todos os lotes dos navios de grande porte licitados pela Transpetro”, diz presidente do Estaleiro Atlântico Sul, Paulo Haddad, que participou da solenidade de lançamento do programa. Hoje, o EAS já conta com três encomendas em carteira, totalizando contratos da ordem de US$ 2 bilhões. Além do dez suezmax da Transpetro, o EAS também vai fazer o casco da plataforma P-55 da Petrobras e dois navios VLCC (utilizados no transporte de óleo cru) para o armador Noroil Navegação.

As primeiras chapas de aço do estaleiro começam a ser processadas em julho deste ano e a expectativa é que o primeiro navio seja lançado ao mar em setembro de 2010.

http://jc.uol.com.br/jornal/2008/05/27/not_283592.php
 

·
Viva o Frevo
Joined
·
30,387 Posts
Tecnologia de ponta nosso estaleiro vai ter para disputar tudo o que tem direito.
 

·
Mameluco sangue azul
Joined
·
20,420 Posts
Discussion Starter · #7 ·
Seguinte: Pernambuco pode nem vir a pegar nenhum dos lotes, mas só o prazer que me dá ver o nosso estado finalmente saindo de uma postura passiva e antiquada já me deixa muito feliz.

Viva o Leão do Norte e o cabra arretado do nosso governador e sua equipe!!! :applause:
 

·
Registered
Joined
·
5,466 Posts
Só que tem de agilizar esse estaleiro o governo do estado está tendo dificuldades de fazer a estrada que leva ao estaleiro , espero que invistam o que for preciso e acabem isso, porque está PREJUDICANDO o ACELERAMENTO da OBRA.
 

·
Registered
Joined
·
5,466 Posts
Seguinte: Pernambuco pode nem vir a pegar nenhum dos lotes, mas só o prazer que me dá ver o nosso estado finalmente saindo de uma postura passiva e antiquada já me deixa muito feliz.

Viva o Leão do Norte e o cabra arretado do nosso governador e sua equipe!!! :applause:
Eu gosto de ganhar Jogo.Temos de entrar para ganhar e Eduardo construir logo essa porcaria de estrada IMEDIATAMENTE,CUSTE O QUE CUSTAR.

Já tá tendo um impacto social com a remoção dos nativos ilhéus de TATUOCA, então , já começou , detona de vez ......

Temos de ter postura de vencedores , não apenas meros participantes
 

·
Mameluco sangue azul
Joined
·
20,420 Posts
Discussion Starter · #10 ·
^^ Óbvio que eu também quero que Pernambuco leve todas, mas isso nem sempre é possível, não é não?
 
1 - 10 of 10 Posts
Status
Not open for further replies.
Top