SkyscraperCity banner
1 - 10 of 10 Posts

·
Registered
Joined
·
24,262 Posts
Discussion Starter · #1 ·
Com apoio da Prefeitura de Montes Claros, Novo Nordisk inaugura sua segunda unidade e se prepara para instalar a terceira

A expansão do grupo dinamarquês, somada a outros empreendimentos no setor de biotecnologia consolida Montes Claros, na avaliação de Athos Avelino, na sua vocação biotecnológica.
Athos lembrou que a revitalização do Distrito Industrial de Montes Claros, com os novos investimentos – Novo Nordisk, Usina de Biodiesel, Hipolabor e Clairmont – o coloca novamente como um grande pólo industrial. Com a inauguração, hoje, a Novo passa a ter duas unidades na cidade e se prepara para instalar a terceira – já foram iniciadas as fundações para uma nova unidade de produção de canetas descartáveis de aplicação de insulina, do tipo FlexPen.
Também no DI já está em construção a Usina de Biodiesel, um investimento de R$ 75 milhões que vai gerar 15 mil empregos. Serão plantados 100 mil hectares de oleaginosas, para produzir 54 milhões de litros de biodiesel/ano. Já a Hipolabor, indústria farmacêutica no ramo de medicamentos genéricos, irá oferecer 750 empregos diretos.
Athos Avelino também citou emprendimentos como a Coteminas, Lafarge, a Vallée e Somai Nordeste como algumas empresas que estão contribuíndo para agregar valor à economia local e para propiciar qualidade de vida à população.

Tecnologia de ponta - A nova fábrica da Novo Nordisk, de refil para caneta aplicadora de insulina já está funcionando em fase de validação e é a maior fábrica de insulina da América Latina. A empresa, com sede na Dinamarca, investiu U$ 200 milhões no projeto, que é o maior do Grupo. A empresa optou por trazer a fábrica para Montes Claros por ter encontrado na cidade mão-de-obra mais capacitada que em outros estados brasileiros. A fábrica, que tinha 390 empregados em 2003 agora conta com 735 e, durante a construção da nova unidade, criou 2,2 mil empregos indiretos.
A nova fábrica foi construída em apenas 21 meses, informou o vice-presidente da Novo Nordisk no Brasil, Marcelo Zuculin. O empreendimento ocupa uma área de 37 mil metros quadrados e terá capacidade para produzir 200 milhões de refis de 3ml de insulina/ano. Desse total, cerca de 95% serão exportados para diversos países, sendo que os primeiros a receber os produtos fabricados em Montes Claros deverão ser Alemanha, Áustria, Reino Unido, Irlanda, Austrália, Nova Zelândia e Canadá. Ao adquirir a antiga Biobrás, em 2000, a Novo Nordisk adquiriu o know-how já existente. Por isso, explicou Zuculin, o Grupo Dinamarquês resolveu manter 100% dos funcionários da antiga fábrica..
 

·
Registered
Joined
·
24,262 Posts
Discussion Starter · #2 ·
Retificação

Com apoio da Prefeitura de Montes Claros, Novo Nordisk inaugura sua segunda unidade e se prepara para instalar a terceira

A expansão do grupo dinamarquês, somada a outros empreendimentos no setor de biotecnologia consolida Montes Claros, na avaliação de Athos Avelino, na sua vocação biotecnológica.
Athos lembrou que a revitalização do Distrito Industrial de Montes Claros, com os novos investimentos – Novo Nordisk, Usina de Biodiesel, Hipolabor e Clairmont – o coloca novamente como um grande pólo industrial. Com a inauguração, hoje, a Novo passa a ter duas unidades na cidade e se prepara para instalar a terceira – já foram iniciadas as fundações para uma nova unidade de produção de canetas descartáveis de aplicação de insulina, do tipo FlexPen.
Também no DI já está em construção a Usina de Biodiesel, um investimento de R$ 75 milhões que vai gerar 15 mil empregos. Serão plantados 100 mil hectares de oleaginosas, para produzir 54 milhões de litros de biodiesel/ano. Já a Hipolabor, indústria farmacêutica no ramo de medicamentos genéricos, irá oferecer 750 empregos diretos.
Athos Avelino também citou emprendimentos como a Coteminas, Lafarge, a Vallée e Somai Nordeste como algumas empresas que estão contribuíndo para agregar valor à economia local e para propiciar qualidade de vida à população.

Tecnologia de ponta - A nova fábrica da Novo Nordisk, de refil para caneta aplicadora de insulina já está funcionando em fase de validação e é a maior fábrica de insulina da América Latina. A empresa, com sede na Dinamarca, investiu U$ 200 milhões no projeto, que é o maior do Grupo. A empresa optou por trazer a fábrica para Montes Claros por ter encontrado na cidade mão-de-obra mais capacitada que em outros estados brasileiros. A fábrica, que tinha 390 empregados em 2003 agora conta com 735 e, durante a construção da nova unidade, criou 2,2 mil empregos indiretos.
A nova fábrica foi construída em apenas 21 meses, informou o vice-presidente da Novo Nordisk no Brasil, Marcelo Zuculin. O empreendimento ocupa uma área de 37 mil metros quadrados e terá capacidade para produzir 200 milhões de refis de 3ml de insulina/ano. Desse total, cerca de 95% serão exportados para diversos países, sendo que os primeiros a receber os produtos fabricados em Montes Claros deverão ser Alemanha, Áustria, Reino Unido, Irlanda, Austrália, Nova Zelândia e Canadá. Ao adquirir a antiga Biobrás, em 2000, a Novo Nordisk adquiriu o know-how já existente. Por isso, explicou Zuculin, o Grupo Dinamarquês resolveu manter 100% dos funcionários da antiga fábrica..
Onde se lê INDUSTRA leia-se INDÚSTRIA
 

·
Registered
Joined
·
24,262 Posts
Discussion Starter · #4 ·
Que otima noticia.

[/QUOTE
Não é novinha a notícia. Mas é uma industria de altíssima tecnologia bem no norte de Minas. Mas como a própria empresa admite a mão de obra de ótima qualidade, da antiga Biobrás (aliás comprada por essa empresa dinamarquesa), pesou em manter a fábrica no local. Ponto prá Montes Claros, prá Minas e pro Brasil, que passa a fabricar as últimas novidades médicas para essa doença.
 

·
Banned
Joined
·
687 Posts
e o prefeito ?

pelo menos atraiu alguma faculdade (privada) ou curso técnico desta área de biotecnologia para cidade ?

pois para virar polo (e atrair outras empresas) é preciso ter mão de obra sobrando...
 

·
Registered
Joined
·
4,031 Posts

·
Venda Nova Futebol Clube
Joined
·
2,618 Posts
Não sei se têm cursos nessa área, mas lá no Norte há a Unimontes (estadual) e a crescente Funorte/Soebras (privada).
 

·
Registered
Joined
·
24,262 Posts
Discussion Starter · #8 ·
e o prefeito ?

pelo menos atraiu alguma faculdade (privada) ou curso técnico desta área de biotecnologia para cidade ?

pois para virar polo (e atrair outras empresas) é preciso ter mão de obra sobrando...
Geralmente, essas industrias recrutam pesquisadores em outros centros também. Oferecem bons salários e boas condições de moradia. E o que tem de especialistas querendo fugir da violência, trânsito, etç., dos "grandes centros"....
 

·
Registered
Joined
·
5,276 Posts
Nao eh de hoje... Como foi dito a empresa se chamava Biobras e ja existia ha muitos anos.
Na cidade tinha (ou ainda tem... nao sei) uma fabrica de paineis eletronicos (Fuji).
Tinha uma fabrica de componente opticos de precisao (Sion).
Tem a Valee Nordeste (vacinas e produtos pra pecuaria etc).
E mais outras que ja fecharam...
 

·
Registered
Joined
·
24,262 Posts
Discussion Starter · #10 ·
Nao eh de hoje... Como foi dito a empresa se chamava Biobras e ja existia ha muitos anos.
Na cidade tinha (ou ainda tem... nao sei) uma fabrica de paineis eletronicos (Fuji).
Tinha uma fabrica de componente opticos de precisao (Sion).
Tem a Valee Nordeste (vacinas e produtos pra pecuaria etc).
E mais outras que ja fecharam...
Realmente, a antiga Biobrás era uma industria pioneira na fabricação de insulina e tinha ótimas pesquisas na área. Mas infelizmente não tinha cacife para enfrentar os "players" mundiais da área (são 5 ou 6 no mundo todo que atuam na área de medicamentos para diabetes, uma doença cada vez mais crescente no mundo, e especialmente lucrativa para as empresas da área. Das outras industrias citadas só sei que a Valee continua atuante. Montes Claros possue ainda uma grande cimenteira a MATSULFUR que se não me engano foi adquirida pela francesa Lafarge.
 
1 - 10 of 10 Posts
Top