SkyscraperCity banner

21 - 40 of 64 Posts

·
Registered
Joined
·
8,539 Posts
Trazendo do Notícias do Ceará:

Casa dos Ventos quer investir R$ 2,2 bi no Estado


A Casa dos Ventos diversifica os negócios e deve apostar em energia solar e linhas de transmissão nos próximos anos. Em 2017, apenas no Ceará, os investimentos podem chegar a R$ 2,2 bilhões em energia eólica, para uma capacidade de 360 MW, nas cidades de Tianguá, Tauá e Salitre. Em energia solar, para Tianguá, a expectativa é de aportes de R$ 800 milhões e 130 MW. Assim, as duas fontes de energia renovável devem totalizar R$ 3 bilhões em investimentos no Estado.

(...)

Diário do Nordeste
 

·
Registered
Joined
·
8,539 Posts
Carnaval deve injetar R$ 250 mi na economia de Fortaleza

Até o momento, 34 voos extras já estão confirmados para a Capital durante o período do feriado

Sem a mesma badalação carnavalesca de outras capitais do Nordeste e sofrendo os efeitos da crise econômica, Fortaleza tem uma expectativa para o período festivo avaliada positivamente pelo trade turístico local, pois deve receber cerca de 120 mil turistas e contabilizar R$ 250 milhões a partir dos vários segmentos produtivos agregados ao setor. A estimativa da Secretaria de Turismo da Capital (Setfor) ainda é reforçada por 34 voos extras já confirmados pela Infraero para o Aeroporto Internacional Pinto Martins entre 24 de fevereiro e 6 de março, o que deve significar 12.184 assentos.

"A expectativa está muito boa para o setor e os representantes do trade ficaram muito animados", enfatizou o titular da Setfor, Alexandre Pereira, que revelou o estudo já elaborado pela pasta prevendo quanto o Carnaval deve impulsionar a economia da Capital cearense.

Pereira ainda destacou que a Prefeitura tem realizado "uma programação de pré e de Carnaval bem interessante", mas que Fortaleza ainda é interpretada por boa parte dos turistas como um destino de descanso para o período, assim como serve de porta de entrada para o Estado. "Muitos dos que desembarcam aqui vão para o Aquiraz, para Jericoacoara, Aracati", lista.

Ocupação por volta de 80%

O presidente do Fortaleza Convention & Visitors Bureau e diretor da Associação Brasileira da Indústria de Hoteis no Ceará (ABIH-CE), Regis Medeiros, contou que ainda não há estudos feitos para medir a ocupação nos hoteis de Fortaleza durante o Carnaval, mas que acredita em uma média de 80%.

"Ainda não fizemos, pois acreditamos que os números não seriam tão fieis, afinal, os brasileiros têm o costume de deixar tudo para última hora. Se fizermos um balanço agora, deve dar um resultado aquém do que será", justificou o empresário, que também classificou o número de voos extras contabilizados para a Capital como positivo.

Sobre a situação econômica atual e os reflexos sobre a captação de turistas para a Capital cearense, Medeiros avalia que o momento é de concentrar esforços no turismo doméstico, apontado por ele como "âncora maior, por representar 90% da movimentação".

"Não que não devemos olhar para o exterior, mas aumentar o número de turistas internacionais ainda está muito longe. O momento é para dedica a quem representa maior fluxo e movimentação", justificou.

Garantir mais voos fixos

Medeiros ainda contou de reunião com o secretário Alexandre Pereira para o planejamento estratégico da Setfor, onde a necessidade de garantir mais voos fixos foi apontada pelos representantes do trade. O presidente do Fortaleza Convention&Visitors Bureau apontou como estratégia a articulação com o poder público estadual antes do contato com as companhias aéreas.

"Tem que existir uma conversa por parte dos governos estadual e municipal, os secretários Alexandre (Pereira) e Arialdo (Pinho) com as companhias aéreas com uma base de campanha de divulgação dos destinos locais. Porque companhia aérea nenhuma quer botar avião para ter assento vazio", indicou, enfatizando a necessidade de campanhas em várias mídias.

A perda de voos nos dois últimos anos também é alvo de estudo pelo trade turístico, segundo Regis Medeiros. O objetivo é avaliar os períodos do ano e quais trechos foram sendo cancelados pelas companhias para, então, avaliar como recuperar e ampliar a malha aérea para o Ceará.

"Um dos maiores problemas que temos hoje em dia é a de voos. Então, saber desses dados é fundamental, afinal, nosso turista vem de São Paulo e do Sudeste como um todo, pois o turista regional ainda vem de carro. Ter esses voos extras e é realmente maravilhoso, mas precisamos que se tornem permanentes", afirmou.

Operação da Infraero

Enquanto o estudo não é elaborado e os poderes públicos não articulam as reuniões com as companhias aéreas, resta ao trade turístico cearense concentrar-se nos visitantes da próxima grande data, o Carnaval. De acordo com a Infraero, que administra o Aeroporto de Fortaleza, dos 34 voos extras já confirmados, 27 são da Latam e 7 são da Azul.

Para recepcionar e dar conta do fluxo de 12 mil passageiros nas instalações do terminal, a estatal informou que "colocou em operação desde o último dezembro, o plano de ação para a movimentação da alta temporada, que seguirá até fevereiro".

"O planejamento envolve o reforço das atividades operacionais e de atendimento direto ao público. É possível encontrar os 'amarelinhos', funcionários identificados pelo colete amarelo que estampa a frase 'Posso Ajudar/May I Help You?', circulando pelo saguão e áreas públicas para esclarecer passageiros e usuários com dúvidas como horários de voos, portões de embarques e outros serviços. Nos balcões de informação da Infraero, as equipes também estão preparadas para orientar os viajantes", detalhou a empresa.

http://diariodonordeste.verdesmares.com.br/cadernos/negocios/carnaval-deve-injetar-r-250-mi-na-economia-de-fortaleza-1.1690206
 

·
Pedro_Eduardo :):
Joined
·
7,104 Posts
Discussion Starter #23
Total amplia prazo para explorar Bacia Petrolífera do Ceará

A empresa adquiriu licença de exploração em 2013. Desde então, executa estudos geológicos na área



A empresa Total E&P do Brasil, que atua em campos de petróleo e gás, ganhará mais 314 dias para explorar a bacia do Ceará. A extensão do prazo foi aprovada durante reunião de diretoria da Agência Nacional de Petróleo (ANP), realizada no último dia 11. A empresa adquiriu licença de exploração do bloco CE-M-661 em 2013, e, desde então, ela está executando estudos geológicos na área, prospectando a potencialidade do local.

A ampliação do prazo, justifica nota da ANP, decorre pelo atraso no processo de licenciamento ambiental para a atividade de pesquisa sísmica, referente ao primeiro período exploratório do Contrato.

O consultor na área de petróleo e gás, Bruno Iughetti, explica que a fase de prospecção é um trabalho que demanda uma série de fatores, desta forma é difícil estimar o tempo de duração desta etapa. "O prazo para a conclusão da prospecção vai depender do resultado do estudo geológico e do próprio aporte que a empresa Total está disposta a investir", esclareceu.
Iughetti conta ainda que após a primeira etapa - de estudo da área - ser concluída, a empresa deverá fazer uma exploração no local, identificando a potencialidade e definindo se haverá investimento da empresa francesa no bloco CE-M-661, situado próximo a costa de Trairi, município cearense.
"Isso pode significar que a (empresa) Total chegue a conclusão que esses poços não tem potencialidade e que não compensa o investimento no local. É uma possibilidade remota. Como também ela pode se tornar a única dona dessa exploração, chegando a conclusão que o local tem potencialidade", argumenta o consultor.

Saída da Petrobras

Iughetti conta que até o ano passado a Petrobras também fazia explorações nesta área da bacia cearense, em busca de petróleo, mas a empresa decidiu entregar os poços que estavam sendo explorados à ANP.
"Faz poucos dias que a Petrobras entregou, cerca de 30 dias. Ela tomou essa decisão porque não atendia a suas expectativas. Na realidade são poços de baixa produção", ressaltou Iughetti destacando que a empresa petrolífera está sendo muito seletiva em seus investimentos, por contenção de caixa. "Mas isso não deverá afetar nas negociações da Total", concluiu.

Área

O bloco CE-M-661 é operado pela Total E&P do Brasil, que detém 45% da participação da concessão, em sociedade com a Queiroz Galvão Exploração e Produção (25%) e Premier Oil (30%), sendo adquirido na 11ª Rodada de Licitações da ANP, ocorrida em maio de 2013.

O Bloco situa-se em águas profundas e o tipo de prospecto que se busca é similar aos resultados nas bacias no Oeste da África, na Guiana Francesa, em Sergipe e Alagoas. Em relação ao conteúdo local, o compromisso é de 37% na fase de exploração e 65% na fase de produção.

http://diariodonordeste.verdesmares.com.br/cadernos/negocios/total-amplia-prazo-para-explorar-bacia-do-ceara-1.1690240
 

·
Pedro_Eduardo :):
Joined
·
7,104 Posts
Discussion Starter #24
Ceará de Ponta a Ponta: Pavimentação CE-282 alcança 70% de execução



A Região Centro-Sul do Estado é mais uma dos beneficiados pelo Ceará de Ponta a Ponta - O Programa de Logística e Estradas do Ceará, do Governo do Ceará. Os trabalhos de pavimentação asfáltica da rodovia CE-282, no trecho Icó – Icozinho, iniciados há nove meses, atualmente apresentam cerca de 70% de serviços executados.

Ao todo, 36 quilômetros de rodovia recebem serviços de movimentação de terra, drenagem, pavimentação, revestimento asfáltico, obras d'artes correntes e especiais, sinalização e proteção ambiental. Com o término da pavimentação, a população poderá contar com melhores condições de trafegabilidade e segurança viária, além de auxilio no escoamento da produção da região Centro-Sul do Estado. A expectativa é que a melhoria na infraestrutura rodoviária também amplie a oferta de serviços à população, tais como saúde, educação, além de opções de compras, lazer e entretenimento.

Fiscalizada pelo Departamento Estadual de Rodovias (DER), a obra envolve aporte financeiro de R$ 29.376.572,90, do Banco Interamericano de Desenvolvimento - BID, com contrapartida do Tesouro Estadual.

http://www.ceara.gov.br/sala-de-imprensa/noticias/19191-ceara-de-ponta-a-ponta-pavimentacao-ce-282-alcanca-70-de-execucao
 

·
Pedro_Eduardo :):
Joined
·
7,104 Posts
Discussion Starter #25
Integrantes dos municípios do Consórcio para Destinação Final de Resíduos Sólidos da Região Norte participam de assembleia em Sobral



O prefeito de Sobral, Ivo Gomes, e os demais integrantes do Consórcio Municipal para Destinação Final de Resíduos Sólidos (Comderes), se reuniram em Assembleia Geral, na manhã da última quarta-feira (18/01), na sala de eventos do Paço Municipal, para encaminhamentos voltados ao Aterro Sanitário Regional.

Durante a Assembléia, os técnicos da Secretaria das Cidades do Ceará apresentaram as ações dispostas no Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), que visa fortalecer a gestão integrada de resíduos sólidos na Região. O termo foi assinado no mês de setembro de 2016 pelos 14 municípios integrantes do Comderes.

Foram deliberadas ainda a composição do novo secretariado executivo; do contrato de ordens de despesa; da nova diretoria, composta pelo prefeito de Forquilha, Gerlásio Loiola, para presidente, e pelo prefeito de Frecheirinha, Carleone Júnior, para vice-presidente. Além disso, a equipe da Secretaria das Cidades apresentou o trabalho que será realizado na Central de Tratamento de Resíduos (CTR) em Sobral.

Central de Tratamento de Resíduos Regional Norte

A Central de Tratamento de Resíduos tem como objetivo substituir os lixões e proporcionar o gerenciamento de diversos tipos de resíduos, reduzindo a poluição e os impactos ambientais e sociais.

Em seu projeto original, a CTR será dividida em quatro partes. A primeira delas constitui-se de uma central de compostagem, que transforma o lixo orgânico em adubo. O segundo módulo está destinado ao tratamento de resíduos da construção civil. Na Central também haverá espaço para o tratamento de poda de árvores e finalmente, um aterro sanitário.

A CTR será construída em Sobral, em uma área total de 114,18 hectares. O empreendimento será financiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), com investimento aproximado de R$25 milhões.

http://blog.sobral.ce.gov.br/
 

·
Pedro_Eduardo :):
Joined
·
7,104 Posts
Discussion Starter #26
Setur abre calendário de promoção do Ceará em feira de turismo de Madri




A Feira Internacional de Turismo (Fitur) teve início esta semana e segue até domingo (22)

A Secretaria do Turismo do Ceará (Setur) deu início nesta semana ao calendário de promoção do Estado nas principais feiras de turismo internacionais do mundo. Integrando o estande da Embratur, o Ceará está participando até o próximo domingo (22) da Feira Internacional de Turismo (Fitur), em Madri, na Espanha. Ao todo, quase 10 mil empresas de 165 países estarão na feira, o que representa um crescimento de 6% em relação à edição de 2016.

O Brasil contará com um estande de 315 metros quadrados, no qual 20 operadores de turismo vão buscar parcerias e comercializar roteiros e serviços turísticos. “Um dos principais focos da nossa gestão é promover o Ceará nos grandes eventos do trade turístico. Começamos em 2015, demos continuidade ano passado e este ano intensificaremos ainda mais nossa participação para atrair mais visitantes ao nosso Estado”, destaca o secretário do Turismo do Ceará, Arialdo Pinho.

Em 2017 também serão feitos road shows pelo Brasil e por países estratégicos, como os que têm voos diretos para Fortaleza. Dentro do calendário internacional deste ano, o Ceará também deve participar de cerca de 20 feiras em países como Portugal, Itália, Colômbia, Estados Unidos, Alemanha, Peru, França, Reino Unido e Argentina. Pelo Brasil, serão mais cerca de 10 eventos do tipo em estados como São Paulo, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

http://www.ceara.gov.br/component/content/article/19205/19205
 

·
Pedro_Eduardo :):
Joined
·
7,104 Posts
Discussion Starter #28
Com foco no equilíbrio econômico, governador realiza primeira reunião do Mapp de 2017



Encontro projeta os investimentos para este ano e marcou ainda a apresentação dos novos secretários

O governador Camilo Santana presidiu nesta segunda-feira (23), no Pavilhão de Eventos da Residência Oficial, o primeiro encontro com o secretariado de 2017 para avaliar as ações do ano passado e projetar os investimentos do Estado por meio do sistema de Monitoramento de Ações e Projetos Prioritários (Mapp). Na reunião, a discussão inicial ficou em torno do Plano de Sustentabilidade para o Desenvolvimento do Estado do Ceará - medidas que visam a garantir a eficiência da administração pública nos próximos anos. A reunião também marcou a apresentação de novos secretários do Governo do Ceará.

Com o objetivo de compensar a perda de R$ 850 milhões por ano e ainda assim preservar e ampliar a capacidade do Estado de investir em melhorias para a população, o planejamento de economia sustentável foi apresentado com detalhes aos membros do Executivo. O documento foi lançado em dezembro do ano passado e aprovado pela Assembleia Legislativa.

Ao discutir a necessidade de enxugamento nos gastos públicos, por meio do Plano de Sustentabilidade para o Desenvolvimento do Estado, Camilo Santana resgatou que o Ceará tem obtido resultados importantes em Educação, Segurança e Saúde, e se destacou em meio aos problemas enfrentados pela Economia no Brasil nos últimos anos.

"Mesmo diante de uma crise econômica grave no país, o Ceará é o segundo estado, de acordo com o Ministério da Fazenda, com melhores condições fiscais. O Estado mantém equilibradas as suas contas públicas. É o estado que paga salários em dia e tem feito o maior volume de investimento público do país", afirmou o governador.

O governador ressaltou, ainda, as importantes conquistas para a educação do Ceará nos últimos dois anos - estado tem as 24 melhores escolas públicas do País e 77 entre as 100 primeiras do ranking brasileiro. Na Educação Profissional, o Governo do Ceará ampliou a oferta para 48 mil alunos em 53 cursos nas 116 instituições profissionalizantes, distribuídas em 90 municípios. Além disso, uma em cada quatro escolas do ensino médio já são em tempo integral.

Plano

Responsável por apresentar o plano de sustentabilidade aos demais secretários no encontro, o secretário da Fazenda, Mauro Filho, atentou para a necessidade urgente de colocar em prática a economia nas contas do Estado para que o planejamento da gestão prossiga com a crescente nos investimentos e ações ao longo dos próximos dois anos.

"No que se refere à arrecadação, por exemplo, já fizemos tudo de alterações: IPVA, ITCD, taxas, FECOP, comércio eletrônico, fizemos a modal. Ou seja, de receita foram realizadas todas as modificações que eram necessárias no item de maximizar a arrecadação. Todas elas já foram tomadas, aprovadas pela Assembleia Legislativa e devidamente postas em prática hoje, a não ser a modal que entra em vigor a partir de abril porque tem que atender o princípio da anterioridade", expôs.

Entre as questões que tocam o plano, estão a redução no número de secretarias, a redução de 10% das despesas de custeio do Estado (água, energia, etc), a diminuição em 10% dos salários dos secretários e todos os dirigentes de órgãos do Estado, a doação de 10% dos salários do governador e da vice-governadora e a manutenção do corte de 25% dos valores dos cargos comissionados (com exceção de saúde, segurança e educação). É previsto também o trabalho de equilíbrio das contas da previdência e a vedação da remissão de tributos no Estado.

Secretário da Casa Civil, Nelson Martins observou que o principal interesse ao se discutir o plano na reunião do Mapp é exatamente trazer boas condições para o prosseguimento das ações realizadas pelo Governo do Ceará. Assegurar, com monitoramento e ofertado condições de execução, que nenhum campo de atuação do governo seja prejudicado por fatores econômicos.

"O interesse do Estado é manter o seu grau de investimento. Para isso, além das várias ações de melhoria de receita, o Estado também está adotando algumas ações de redução de despesa. Até porque nós aprovamos no final do ano passado, na Assembleia Legislativa, que o nosso orçamento de 2017 só pode crescer 7% em relação ao orçamento de 2016. Então vamos ter que nos adaptar para garantir a continuidade do trabalho", enfatizou Martins.

http://www.ceara.gov.br/sala-de-imprensa/noticias/19215-com-foco-no-equilibrio-economico-governador-realiza-primeira-reuniao-do-mapp-de-2017
 

·
Registered
Joined
·
8,539 Posts
Fortaleza terá Plano de Competitividade para atrair investimentos

Ideia é transformar a Capital cearense em uma cidade mais atraente, mais preparada e menos burucratica para o investidor

Diante da crise enfrentada pelo País, cabe aos municípios investir em políticas públicas e ferramentas que consigam atrair mais investimentos, gerando emprego e renda e movimentar a economia local. Nesse sentido, o prefeito Roberto Cláudio afirmou, durante visita ao Sistema Verdes Mares, nesta quinta-feira (26), que Fortaleza terá um Plano de Competitividade para a Cidade. Segundo ele, a ideia é fazer a cidade sair na frente de todas as capitais brasileiras e seja mais atraente, preparada e menos burocrática para o investidor.

Para isso, o Plano terá quatro grandes eixos de ação: em primeiro, a desburocratização. Até dezembro, todos os serviços, seja a retirada de um simples alvará, possam ser feitos on-line. "Tudo ficará mais fácil nessa área", afirma.

Em segundo, ele promete reduzir impostos e incentivo fiscais para quem investir principalmente na periferia. Os arranjos público/privados terão prioridade. "Já começamos a firmar essas parcerias, em especial, na construção civil e operações urbanas", diz ele.

Em quarto lugar, investimento na capacitação profissional."A ideia é formar uma verdadeira força-tarefa para qualificar, principalmente o jovem para o mercado de trabalho. Não podemos mais perder vagas para gente de fora simplesmente porque não temos gente qualificada", comenta.

Diário do Nordeste
 

·
Registered
Joined
·
8,539 Posts
E aí, o q acham desse Plano do RC?

N dou mt fé n, mas espero q seja posto em prática. Precisamos de menos burocracia, menos impostos e mais investimentos.
 

·
Registered
Joined
·
8,539 Posts
Empresa alemã está interessada no Aeroporto de Fortaleza

Conforme embaixador da Alemanha no Brasil, a empresa aguarda o leilão, marcado para 16 de março

A empresa alemã Frankurt Airport Services Worldwide (Fraport), está interessada no edital de licitação do Aeroporto Pinto Martins. A informação foi confirmada ontem pelo embaixador da Alemanha no Brasil, Georg Witschel, em encontro realizado na Federação das Indústrias do Ceará (Fiec).


“A Fraport está interessado no leilão do Aeroporto de Fortaleza. Estamos esperando o leilão do Governo Federal”, destacou. O certame será realizado no dia 16 de março. Ano passado a empresa chegou a comunicar, por meio do presidente-executivo Stefan Schulte, a intensão de fazer ofertas pelos aeroportos de Fortaleza e Salvador. No entanto, a Fraport resolveu manter o foco de investimentos na Grécia.


A Fraport opera 14 aeroportos no mundo, inclusive o de Frankfurt. A empresa atua, além da Grécia, nos Estados Unidos, Índia, Rússia, Bulgária, Peru, China, Turquia e Eslovênia. No Brasil, a companhia chegou a disputar o leilão do aeroporto de Guarulhos (parceira com a Ecorodovias), em São Paulo no ano de 2011, mas não teve o lance aprovado.

O embaixador Georg Witschel também esteve reunido ontem com o governador Camilo Santana, no Palácio da Abolição, para discutir eventuais parcerias. “A minha visita é mais de cortesia. Não temos uma agenda fechada, mas tenho interesse na situação do Ceará, sobretudo a seca, a área de infraestrutura, além dos mais importantes desafios e oportunidades econômicas e ecológicas do Estado”, destaca o embaixador.


Segundo ele, existem formas de cooperação entre institutos de inovação e universidades entre Brasil e Alemanha. “Vemos um potencial de colaboração mais estreita entre a Alemanha e o Ceará e oportunidades de investimentos para empresas alemãs”, ressalta.


Energias renováveis

Camilo Santana publicou, em sua página no Facebook, a possibilidade de investimentos alemães em energias renováveis. “Ele (o embaixador) demonstrou o interesse de empresas alemãs em investir em nosso Estado, principalmente na área de energia eólica”.


No ano passado, uma comitiva formada por cônsules alemães visitaram o Ceará. Na ocasião, foram apresentadas ações de interesse tecnológico, especificamente em pesquisas desenvolvimento em energia solar, eólica e dessalinização da água do mar.

Houve tratativas de desenvolvimento de projetos a criação do museu de arqueologia e geologia da região do Cariri, além de parcerias de intercâmbio universitário.

O Povo
 

·
Pedro_Eduardo :):
Joined
·
7,104 Posts
Discussion Starter #34
Em Brasília, Camilo discute liberação de recursos para obras de segurança hídrica



O governador Camilo Santana cumpriu agenda em Brasília, onde se reuniu com o ministro da Integração Nacional e o presidente da Caixa Econômica Federal

O governador Camilo Santana cumpriu agenda nesta terça-feira (31) em Brasília, onde se reuniu com o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho. O chefe do Executivo discutiu agilidade para a liberação de R$ 44 milhões de recursos federais, já autorizados pelo Governo Federal, para que obras emergenciais de convivência com a estiagem possam continuar em execução no Ceará.

"Estamos monitorando a quantidade de chuvas por parte da Funceme, investindo em uma série de ações emergenciais na Região Metropolitana, como os poços no Pecém. Outras obras estão previstas e preciso começar, como uma adutora para que a água do Castanhão sirva exclusivamente para o abastecimento, aproveitar o sistema hídrico do Cauípe, o reforço na adutora do Maranguapinho. Isso está incluído naquele valor e eu não posso iniciar a obra se não pagarem o que eu já iniciei. Tudo isso está dentro do Plano de Segurança Hídrica que anunciamos", disse o governador.

Além disso, o ministro garantiu ao governador que a licitação para a retomada das obras do eixo norte da Transposição do São Francisco será aberta nesta quarta-feira (1º). O governador do Ceará confirmou que o Governo Federal já possui uma eventual solução jurídica para a retomada imediata das obras.

"A Advocacia-Geral da União está preparada para, caso haja processo judicial de alguma empresa, possamos procurar o tempo de solução o mais rápido possível. Esperamos até o final de fevereiro colocar o processo em licitação e, em março, retomar a obra. Estamos trabalhando para que as águas do São Francisco cheguem a Jati no segundo semestre", disse Camilo Santana.

Caixa Econômica

O governador se reuniu ainda com o presidente da Caixa Econômica Federal, Gilberto Occhi. Na ocasião, Camilo Santana entregou ofício com uma proposta de parceria para o funcionamento do Centro de Formação Olímpica do Nordeste (CFO). Occhi afirmou que a Caixa enviará uma equipe para conhecer o equipamento e analisar a viabilidade e o modelo de parceria.

http://www.ceara.gov.br/sala-de-imprensa/noticias/19291-em-brasilia-camilo-discute-liberacao-de-recursos-para-obras-de-seguranca-hidrica
 

·
Carlos Henrique
Joined
·
3,775 Posts
Arrecadação federal no Ceará soma R$ 19,6 bilhões em 2016

Dados foram colhidos pela Receita Federal e representam redução de 2,74% ante o montante obtido em 2015




Seguindo a tendência nacional, a arrecadação de tributos no Ceará caiu em 2016, em um ritmo um pouco menor do que o verificado no restante do País. De acordo com dados da Receita Federal, o recolhimento de impostos e contribuições federais no Estado, incluindo as unidades aduaneiras, somou R$ 19,6 bilhões, uma queda real de 2,74% em relação ao ano de 2015.

Balanço da Receita divulgado na semana passada apontou que o total da arrecadação do governo federal em 2016 chegou a R$ 1,29 trilhão, uma queda real de 2,97% em relação ao ano anterior, representando o pior resultado para arrecadação nos últimos seis anos. Segundo a Receita, a recessão econômica brasileira teve forte influência na arrecadação de tributos importantes.

Acima da média

Segundo o levantamento do órgão, elaborado à pedido da reportagem, duas das três delegacias da Receita no Estado apresentaram um desempenho superior à média nacional em 2016, a da capital Fortaleza e a de Sobral. Mas foi somente a deste último município que ainda chegou a apresentar um resultado positivo, de crescimento da arrecadação em relação ao ano anterior. Na unidade de Sobral, a arrecadação apresentou um crescimento real de 0,98% em 2016 comparado a 2015, com o recolhimento de R$ 1,15 bilhão durante o ano ante R$ 1,05 bilhão no ano anterior.
Somente no mês de dezembro, o posto da Receita na cidade arrecadou R$ 121,9 milhões, um avanço real de 3,29% em relação a igual mês de 2015, quando haviam sido arrecadados R$ 11 milhões.

Já a arrecadação na delegacia de Fortaleza, ainda que tenha apresentado um resultado superior ao da média nacional, teve uma queda real de 0,92% em comparação a 2015. Conforme os dados da Receita, foram recolhidos R$ 16 bilhões no posto durante o ano passado. Em dezembro, a arrecadação foi de R$ 1,6 bilhão, o que representa um crescimento real de 0,2% ante igual mês do ano anterior.

A unidade de Juazeiro do Norte apresentou o recuo mais intenso. Com uma queda real de 2,83% do recolhimento, a unidade arrecadou R$ 1 bilhão no ano passado. Porém, em dezembro de 2016, o recolhido representou um avanço real de 5,42% em relação a igual mês do ano anterior, com R$ 100 milhões.

Impostos

O recolhimento das receitas federais brasileiras tem registrado sucessivas quedas devido à contração da atividade econômica. Os tributos são a Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins); Programa de Integração Social (PIS) e o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep). A arrecadação desses imposto foi de 6,89% ao se comparar com o mesmo período de 2015 e somou R$ 19,5 bilhões.

Outra queda na arrecadação que ajudou no pior resultado, segundo a Receita Federal, foi a do Imposto de Importação/Impostos Sobre Produto Industrializado (IPB) vinculado, que teve queda de R$ 16,1 bilhões ano. Nesses segmentos a queda da receita previdenciária foi de R$ 14,1 bilhões, resultado este influenciado pela redução da massa salarial no País. A queda da arrecadação do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) foi de R$ 4,1 bilhões.

Segundo o chefe do Centro de Estudos Tributários e Aduaneiros, auditor-fiscal Claudemir Malaquias, a partir do mês de outubro a arrecadação apresentou uma ligeira ascensão. "Um sinal de que é possível em 2017 uma recuperação se esse comportamento se mantiver positivo em relação ao ano de 2016. E poderemos aí sim ter um crescimento do valor arrecadado", enfatiza.

http://diariodonordeste.verdesmares.com.br/cadernos/negocios/arrecadacao-federal-no-ceara-soma-r-19-6-bilhoes-em-2016-1.1696827
 

·
Pedro_Eduardo :):
Joined
·
7,104 Posts
Discussion Starter #36
Setur dá início a obras de saneamento no Porto das Dunas e a melhoria de três estradas



Obras estão dentro do Programa de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur)

Foram assinadas nesta semana as ordens de serviço de quatro obras que fazem parte do Programa de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur). O pacote contempla a melhoria de três estradas, com investimento total de R$ 49,6 milhões financiados pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), e a complementação do Sistema de Abastecimento de Água e Esgoto do Porto das Dunas, com investimento de R$ 36.727.105,78 e recursos do Tesouro Estadual em contrapartida ao empréstimo.*

As obras de abastecimento e esgoto sanitário do Porto das Dunas, iniciadas em 2010, foram interrompidas por causa de dificuldades alegadas pela empresa contratada, que não chegou a um acordo com o Estado. Uma nova licitação foi realizada e as obras devem ser concluídas no início de 2018. A praia também irá receber investimento de R$ 37 milhões para pavimentação e drenagem de 15 km na região. A área beneficiada será da orla até a CE-025, no perímetro que abrange o Aquaville Resort até o Beach Park.

Nas obras de melhoria das estradas, terão início a duplicação de novo trecho da CE-040, Paripueira-Guajiru (11,7km), com investimento de R$ 25.094.418,66 e prazo de execução de 12 meses; a pavimentação da CE-543 (entre CE-454, Pindoretama-Batoque), com investimento de R$ 4.805.935,57 e prazo de quatro meses; e a obra de adequação, melhoramento e restauração da CE-187, trecho Tianguá-Ubajara, com investimento de R$ 19.737.703,23 e prazo de 12 meses.*

Executado pela Secretaria do Turismo do Ceará (Setur), o Prodetur é responsável pelas obras nas regiões Litoral Leste, Ibiapaba e Maciço de Baturité. O programa tem investimento total de US$ 207.135.170,42. Entre as obras, estão investimentos em infraestrutura nas estradas; a valorização do Cumbuco, do Centro Histórico de Aracati e da Prainha; o projeto de modernização do Bondinho de Ubajara; a implantação do sistema de saneamento básico do Porto das Dunas; entre outros.

http://www.ceara.gov.br/sala-de-imprensa/noticias/19308-setur-da-inicio-a-obras-de-saneamento-no-porto-das-dunas-e-a-melhoria-de-tres-estradas
 

·
Pedro_Eduardo :):
Joined
·
7,104 Posts
Discussion Starter #37
Produção industrial do Ceará tem maior alta do País em dezembro ante novembro

O crescimento no ritmo da indústria no Estado cobre a recessão que vinha acumulada em 8,4% entre os meses de agosto e novembro


A nível nacional, a produção industrial cresceu 2,3% em dezembro em relação a novembro. ( Foto: Silvana Tarelho )

O ritmo da produção industrial no Ceará teve crescimento de 12,4% na passagem de novembro para dezembro de 2016, série com ajuste sazonal, segundo a pesquisa de Produção Industrial divulgada nesta terça-feira (07) pelo IBGE. A alta do estado foi o maior crescimento registrado entre os 14 locais pesquisados e foi suficiente para eliminar a queda acumulada de 8,4% entre os meses de agosto e novembro. Apesar do bom resultado no último mês de 2016, o acumulado de janeiro a dezembro registrou queda de 5,2%, mesmo percentual de baixa dos últimos 12 meses.

Outros nove estados também apresentaram progresso: Rio Grande do Sul (6,3%), Espírito Santo (5,1%), Santa Catarina (3,6%), Minas Gerais (2,3%), Goiás (1,4%), Bahia (1,4%), Paraná (0,8%) e Pernambuco (0,6%). Já a média nacional avançou 2,3%. Por outro lado, Amazonas (-2,0%) e São Paulo (-1,5%) apontaram os resultados negativos mais acentuados nesse mês, seguidos por Rio de Janeiro (-0,9%) e Pará (-0,7%) que fecham as taxas negativas.

No acumulado dos últimos 12 meses, em termos regionais, 14 dos 15 locais pesquisados mostraram taxas negativas em dezembro de 2016, mas 12 apontaram maior dinamismo frente aos índices de novembro. Os principais ganhos de ritmo entre novembro e dezembro foram registrados por Amazonas (de -13,3% para -10,8%), Pernambuco (de -11,1% para -9,5%), Paraná (de -5,9% para -4,3%), Ceará (de -6,6% para -5,2%), Espírito Santo (de -20,2% para -18,8%), Santa Catarina (de -4,5% para -3,3%) e Rio Grande do Sul (de -4,9% para -3,8%), enquanto Mato Grosso (de -0,1% para -1,1%) mostrou a maior perda entre os dois períodos.

http://diariodonordeste.verdesmares.com.br/cadernos/negocios/online/producao-industrial-do-ceara-tem-maior-alta-do-pais-em-dezembro-ante-novembro-1.1700529

^^
Será que a partir de agora, a nossa economia finalmente voltará a crescer...?! :cheers:
 

·
Registered
Joined
·
8,539 Posts
Ceará exporta US$ 150 milhões em janeiro e tem melhor mês em 20 anos

Crescimento foi de 101% em relação ao mês de janeiro de 2016.
São Gonçalo do Amarante, onde fica a CSP, é a cidade que mais exporta.



O Ceará registrou em janeiro de 2017 o melhor resultado para o mês nas exportações desde o início da série histórica da Secretaria de Comércio Exterior do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), feita há 20 anos. O estado exportou US$ 156,5 milhões, alta de 101,5% em relação a janeiro de 2016.

Este foi o sexto mês consecutivo em que o Ceará registra aumento quando comparado com 2015. Já as importações seguem mudança na tendência de redução que ocorria nos últimos meses, crescendo 102,6% em relação a janeiro de 2016, passando de US$ 100,3 milhões para US$ 203,3 milhões.

Como resultado, a balança comercial cearense registrou déficit de US$ 46,8 milhões no início do ano, valor 106,1% maior se comparado com igual período de 2016.

São Gonçalo do Amarante é o município cearense que mais exporta, tendo comercializado quase US$ 83 milhões em janeiro de 2017, dos quais US$ 59,8 milhões só em produtos semifaturados de ferro ou aço, o que reflete a importância da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP) para a localidade.

O setor de "ferro fundido, ferro e aço" é o que mais exportou em janeiro de 2017. Destaque para o setor de "produtos diversos das indústrias químicas" que registrou crescimento de 19.943% em relação ao mesmo período do ano passado. Já o setor de fruticultura teve queda de 52,8% em virtude do fim da safra de melões e outras culturas.

G1 Ceará
 

·
Pedro_Eduardo :):
Joined
·
7,104 Posts
Discussion Starter #40
Geração de novos empregos: Ceará libera recursos para criação de Polo Químico Industrial em Guaiúba

O Governo do Ceará, por meio de Seinfra e Adece, proverá a infraestrutura básica, de pavimentação e drenagem para as empresas se instalarem no Polo de Guaiúba


"Esse empreendimento vem para mudar a realidade deste município". Com a declaração diante do povo de Guaiúba, o governador Camilo Santana assinou, na manhã desta segunda-feira (20), a liberação de recursos direcionados às obras de instalação do Polo Industrial Químico na localidade da Região Metropolitana de Fortaleza. O Governo do Ceará destina investimento superior a R$ 10,8 milhões para o empreendimento, que envolverá participação de 27 empresas e irá gerar cerca de dois mil empregos diretos na cidade.

O Polo será construído dentro de uma área de 42,25 hectares. Para contemplar todo o aporte estrutural da área industrial, a estrutura vai receber R$ 95,6 milhões investidos pelas próprias indústrias. Do financiamento estadual, R$ 6,9 milhões são advindos da Secretaria da Infraestrutura (Seinfra) e R$ 3,9 milhões da Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece). O Sindiquímica pretende instalar dez empresas este ano, dez em 2018 e sete em 2019.

Durante a solenidade, Camilo Santana ressaltou o importante passo dado pelo Estado no Ceará para desenvolver o seu setor químico e, desta forma, fomentar a economia cearense mesmo em tempos difíceis vividos pelo Brasil.

"Estamos iniciando uma ação aqui hoje que será fundamental para Guaiúba. A criação deste Polo Industrial Químico tem toda a estrutura para o funcionamento das empresas viabilizada pelo Estado, para receber essas 27 empresas. E tudo isso significa a geração de dois mil empregos diretos neste segmento. Vamos dinamizar a economia num momento difícil atravessado pelo país. Mesmo diante da crise, o Ceará continua investindo e atraindo novas empresas", disse o governador.

Estrutura

O Governo do Ceará, por meio de Seinfra e Adece, proverá a infraestrutura básica, de pavimentação e drenagem para as empresas se instalarem no Polo de Guaiúba. A previsão é de seis meses para o início das obras. Será fornecido pelo Estado, ainda, o abastecimento de energia - 700 metros de redes de alta tensão de 69KV e uma subestação de médio porte, com dois transformadores de MVA. Este serviço será feito pela Enel e deve ser entregue dentro do prazo de 18 meses, com a utilização de transformadores importados.

O prefeito de Guaiúba, Marcelo Fradique, aproveitou o evento para agradecer o governador Camilo Santana pela dedicação e esforços pelo desenvolvimento da região. Em depoimento, ele afirmou que o Polo trará estrutura de trabalho inédita na RMF e um salto de qualidade de vida para os moradores da localidade.

"Essa ação irá triplicar a nossa economia. Esses novos empregos diretos representarão em folha de pagamento como se fossem mais duas prefeituras injetando dinheiro aqui no município. É uma demanda não só do município, mas de toda a Região Metropolitana. A criação da estrutura de trabalho faz com que as pessoas não precisem se deslocar para longe da localidade para conseguir um trabalho", expôs.

Segundo a presidente da Adece, Nicolle Barbosa, além dos dois mil empregos diretos, a movimentação na economia local envolverá também sete mil empregos indiretos. A dirigente recordou que a articulação pelo Polo partiu do pedido de apoio feito pelo Sindquímica, que resultou posteriormente, em 2015, a instituição da Cadeia Produtiva da Indústria Química do Estado do Ceará (CS Química) feita pela própria Adece.

"Essa sinergia que está acontecendo entre Governo do Estado e Federação das Indústrias está fazendo com que as coisas fluam de maneira que as coisas corram rápido. Esse é o modelo ideal por concentrar empresas setor por setor, numa estrutura que contém diretamente tudo que cada uma precisa", completou Nicolle Barbosa.

Mobilização das indústrias

Segundo o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), Beto Studart, a instalação do Polo Químico Industrial representa a contemplação de um setor fundamental para as indústrias. O empresário alegou que o projeto do Sindquímica traz desenvolvimento para uma área que movimentação fundamental para empresas da área química.

"É importante que a gente saiba que eles precisam de muito incentivo. E o governador tem condições de fazer esse incentivo, investindo em inovação e tecnologia. É fundamental que o investimento venha, não só na pesquisa básica, mas também na pesquisa aplicada, em cada área e setor", explicou.

Líder do governo na Assembleia Legislativa do Ceará, o deputado estadual Evandro Leitão destacou que algo fundamental no gestor público é o compromisso com a sociedade. Parte disso, segundo ele, está nas políticas públicas que chamam mais investimentos em prol do crescimento da economia e geração de oportunidades no Estado. "O desemprego nos angustia. Com a implementação desta área industrial, a região vai ganhar estrutura com as empresas para que a população tenha mais trabalho", disse.

http://www.seinfra.ce.gov.br/index.php/noticias/23-obras/1741-geracao-de-novos-empregos-ceara-libera-recursos-para-criacao-de-polo-quimico-industrial-em-guaiuba-
 
21 - 40 of 64 Posts
Top