SkyscraperCity banner

41 - 60 of 64 Posts

·
Pedro_Eduardo :):
Joined
·
7,104 Posts
Discussion Starter #41
SAC realiza visita técnica aos Aeroportos de Aracati e Jericoacoara

O secretário de aeroportos da Secretaria da Aviação Civil da Presidência da República (SAC), Leonardo Cruz, visitou os terminais de Aracati e do polo turístico de Jericoacoara, no município de Cruz. A finalidade da visita foi verificar a aplicação dos R$ 14,4 milhões recebidos pelo Governo do Estado, no dia 31 de dezembro de 2016, em Convênio com a SAC. A vistoria foi acompanhada pelo assessor de Infraestrutura Aeroportuária do Departamento Estadual de Rodovias (DER), Cel. Paulo Edson Ferreira e faz parte das ações para que os dois equipamentos possam receber voos comerciais regulares ainda no primeiro semestre de 2017.

"A visita técnica do secretário aos Aeroportos de Aracati, Sobral e Jericoacoara, foi de extrema importância para a concretização da viabilidade dos voos comerciais regulares para os dois equipamentos, assim como para a cidade de Sobral, que necessita, para um maior desenvolvimento da economia local, de um equipamento Aeronáutico que permita o fluxo de passageiros e carga na Região”, destaca Paulo Edson.

Depois da visita aos aeroportos, o técnico da SAC participou de reunião com o secretário adjunto da Secretaria da Infraestrutura do Estado (SEINFRA), Tonzé Câmara, com o superintendente do DER, Sérgio Azevedo e representantes do órgão. Leonardo Cruz também se reuniu com o prefeito de Sobral, Ivo Gomes, para tratar da construção do novo aeroporto do município. A SAC entregará ao DER o Estudo de Viabilidade Técnica e respectivo Anteprojeto do terminal para dar prosseguimento às ações para construção do novo equipamento, que deve começar ainda este ano.

http://www.seinfra.ce.gov.br/index.php/noticias/29-aeroportos/1737-sac-realiza-visita-tecnica-aos-aeroportos-de-aracati-e-jericoacoara
 

·
Pedro_Eduardo :):
Joined
·
7,104 Posts
Discussion Starter #42
Obras do Anel Viário de Fortaleza serão retomadas


A duplicação, que até 2011, era responsabilidade do Governo Federal, em 2012, passou a ser executada pela gestão estadual, com recursos do Dnit ( Foto: Cid Barbosa )

O processo licitatório para concluir a duplicação dos 32Km do Anel Viário, que cruza Fortaleza e outros quatro municípios da Região Metropolitana (Eusébio, Pacatuba, Maracanaú e Caucaia), será retomado no próximo dia 3 de março, conforme informado, ontem, pelo Governo do Estado. O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) e o Departamento Estadual de Rodovias (DER) farão um pregão eletrônico para escolher a nova empresa que dará continuidade às intervenções que se arrastam desde 2010. Porém, o prazo para retomada da obra só será divulgado após a conclusão da licitação.

A duplicação, que até 2011 era responsabilidade do Governo Federal, em 2012 passou ser a executada pela gestão estadual, com recursos do Dnit. Passados quase sete anos do início dos trabalhos, atualmente os serviços apresentam 60% de execução, segundo o DER. O órgão garante que foram concluídas as pontes localizadas no Rio Coaçu, Rio Gavião e Rio Siqueira, além de quatro viadutos: no entroncamento da CE-065, BRs-020/222, Nova Metrópole e Tronco Norte. O custo estimado para conclusão da obra é de R$ 12 milhões, segundo o DER.

O novo processo licitatório ocorrerá por meio do Regime Diferenciado de Contratação Integrado (RDCI), modalidade de licitação na qual o consórcio ganhador, segundo o DER, executa o projeto executivo, os estudos ambientais, a obtenção das licenças, o levantamento das desapropriações e a obra. Questionada se há estimativa da quantidade de imóveis que ainda serão removidos para que a obra ocorra, a assessoria de comunicação do DER informou apenas que "faltam poucos".

Histórico

A duplicação do Anel Viário foi idealizada para melhorar o tráfego da RMF, sobretudo, em Maracanaú, que conta com um Distrito Industrial e a Central de Abastecimento do Ceará (Ceasa) em Maranguape e Caucaia. A duplicação integra também o Plano de Logística de Transporte do Porto do Pecém.
Com a intervenção, os atuais 11 metros de largura (dos trechos que ainda não foram ampliados) da pista darão lugar a 33m, sendo 16,5m de cada lado. Esta extensão inclui canteiro, ciclovias, retornos, acostamentos, sinalização e faixa de segurança.

http://diariodonordeste.verdesmares.com.br/cadernos/cidade/obra-do-anel-viario-sera-retomada-1.1710750
 

·
Pedro_Eduardo :):
Joined
·
7,104 Posts
Discussion Starter #44
Implantação no Ceará: Usina de dessalinização custará R$ 500 mi; operação em 2020


A usina foi pensada para diversificar a matriz hídrica do Estado e ajudar a garantir, principalmente, o abastecimento de água de Fortaleza e da Região Metropolitana. Hoje, o consumo de água da região gira em torno de 10 m³/s ( Foto: Cid Barbosa )

Com previsão para começar a ser construída no segundo semestre do próximo ano e entrar em operação em 2020, a usina de dessalinização de água marinha que será implantada em Fortaleza ou na Região Metropolitana deverá custar, em média, R$ 500 milhões à empresa que vencer a licitação. Hoje, 12 companhias nacionais e estrangeiras estão interessadas em realizar estudos de viabilidade técnica e/ou operar a planta, que funcionará sob o modelo de Parceria Público-Privada (PPP) por 23 anos.

O edital para Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) a fim de selecionar a empresa responsável por elaborar os estudos foi lançado nessa segunda-feira (13), na sede da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece), no bairro Vila União, na Capital. Além do governador Camilo Santana e de sua equipe econômica, participaram do evento líderes classistas, empresários e políticos.

Pensada para diversificar a matriz hídrica do Estado e ajudar a garantir, principalmente, o abastecimento de água de Fortaleza e da Região Metropolitana, cuja população é estimada em cerca de 3,5 milhões de pessoas, a planta será a maior do Brasil e terá capacidade para gerar um metro cúbico de água por segundo (1 m³/s). A expectativa do governo estadual é suprir o consumo de água da região, que hoje gira em torno de 10 m³/s, em até 12%. Além disso, a usina de dessalinização, mesmo devendo representar um alto custo operacional para a empresa vencedora, visa melhorar o abastecimento e reduzir o valor da tarifa de água no Ceará.

"Há uma preocupação, ainda muito grande, do custo dessa água (dessalinizada) para o consumidor final. Mas não temos dúvida de que é a grande saída, a médio e longo prazo, como alternativa de consumo e fornecimento de água para regiões semiáridas, como é o Ceará. O financiamento (da usina) será todo privado. A participação do Estado é garantir a compra dessa água, como a Cagece já compra hoje da Cogerh (Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos) e vamos ter que comprar também a água da transposição do Rio São Francisco", diz o governador. De acordo com o presidente da Cagece, Neuri Freitas, "a expectativa é que a usina beneficie, diretamente, 720 mil pessoas".

Cronograma

Hoje (14), o edital do PMI será publicado no Diário Oficial do Estado (DOE). As empresas interessadas, entre as quais estão companhias de países como Alemanha, Israel, Itália, Espanha, França e Coreia do Sul, terão até o dia 28 de abril para tirar dúvidas sobre o processo, sendo as propostas entregues em 12 de maio. A análise das propostas deverá ocorrer em até 30 dias após a entrega, e a realização dos estudos em 150 dias. Após esse prazo, o Estado lançará outro edital voltado à construção do empreendimento.

O presidente da Cagece informa que o governo estadual prefere não divulgar o investimento estimado para os estudos de viabilidade técnica porque, durante o processo de seleção das empresas, o valor será discutido e definido. "Não há nenhum valor no edital. O objetivo principal do governo é, após a realização dos estudos, lançar um edital visando à PPP para a construção e operação da planta de dessalinização", destaca Neuri Freitas, dizendo que, embora seja cogitada para funcionar no Porto do Mucuripe, em Fortaleza, os estudos que dirão a melhor localização para a usina.

A ideia do Estado é implantar outras usinas de dessalinização no Ceará ao longo dos anos, como ocorreu em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, onde existem oito usinas.

Fonte: Diário do Nordeste
 

·
Deus Salve o Brasil
Joined
·
2,011 Posts
Informações sobre...

Centro de Manutenção da TAM Aviação Executiva em Aracati (Hangar da TAM)





O Centro de Manutenção da TAM Aviação Executiva em Aracati (Hangar da TAM) está em plena operação.
A base da a manutenção à toda frota de aviões executivos, principalmente jatinhos, das regiões Norte e Nordeste do País. O equipamento trabalha com reparos e manutenção de aviões executivos, de pequeno e médio portes. De acordo com o Coronel Paulo Edson, o hangar deve receber cerca de 50 aeronaves por dia. O hangar foi orçado em R$ 30 milhões e mede 10 mil metros quadrados (m²).
“O Centro de Manutenção em Aracati é estratégico para a TAM AE, já que 20% dos nossos clientes estão nas regiões Nordeste e Norte do País. Com esse novo local, almejamos um crescimento de 30% na receita da empresa nos próximos três anos”, destaca o novo presidente da TAM AE, Leonardo Fiuza.

http://www.ceara.gov.br/sala-de-imprensa/noticias/15833-hangar-de-manutencao-da-tam-em-aracati-ja-em-funcionamento
http://www.opovo.com.br/app/economia/2016/02/25/noticiaseconomia,3579840/aracati-centro-de-manutencao-da-tam-comeca-a-operar-1-de-marco.shtml
 

·
Registered
Joined
·
94,051 Posts
SIDERURGIA: CSP comemora conquistas no Ceará








A Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP) reuniu representantes de seus empregados, acionistas, bancos, fornecedores, empresários, formadores de opinião, comunidades vizinhas, autoridades e o Governo do Ceará para comemorar suas principais conquistas. Na Doca Elevada da Zona de Processamento de Exportação (ZPE-CE), foi entregue parte da primeira placa de aço para outras autoridades que sempre estiveram apoiando este projeto, seja na esfera municipal, estadual ou federal.

Dada a importância do investimento de R$ 13,8 bilhões para a sua construção, vieram para o Ceará comitivas da Coreia do Sul, por parte dos acionistas Dongkuk e Posco, tendo à frente, respectivamente, o presidente Sae Wook Chang e o vice-presidente Seung Kyu Lee. Representando o Governo da Coreia do Sul esteve presente o encarregado de Negócios da Embaixada no Brasil, ministro Young Seup Kwon. A cerimônia também contou com as presenças do diretor-presidente da Vale, Murilo Ferreira, do presidente do Conselho de Administração da CSP, Hélio Cabral, do governador Camilo Santana, do prefeito de São Gonçalo do Amarante, Cláudio Pinho, empresários e a classe política cearense. Na cerimônia também houve o lacre da cápsula do tempo com depoimentos de empregados, acionistas e demais públicos de relacionamento da empresa, sobre como imaginam a CSP daqui a dez anos. A cápsula de aço será enterrada no dia 16 de abril, data em que a empresa comemora nove anos de constituição, ao lado do cajueiro histórico que foi preservado na área interna da usina e só será aberta em 2027.

“A realização da Companhia Siderúrgica do Pecém só é possível com o esforço de muita gente”, ressaltou, Eduardo Parente, presidente da CSP. O executivo agradeceu ao presidente da Vale, Murilo Ferreira, que foi um dos grandes responsáveis pela decisão de começar o projeto da CSP. “Murilo ouviu, entendeu, construiu e tomou grandes descisões”, ressaltou. O presidente da Vale, Murilo Ferreira, destacou em seu discurso a segurança operacional e o respeito mútuo como aspectos relevantes para a prosperidade da empresa. No seu documento inserido na cápsula do tempo, Murilo disse que espera que a segurança seja o principal valor da empresa durante todo esse tempo.

As placas de aço produzidas pela CSP já foram exportadas para diversos países como Alemanha, Coreia do Sul, Estados Unidos, Indonésia, Itália, Marrocos, México, Reino Unido, República Tcheca, Tailândia, Taiwan e Turquia. Para o ano de 2017, a empresa estima exportar cerca de 2,899 milhões de toneladas de placas de aço, com previsão de faturamento de US$ 1.060 milhões.

Na cadeia produtiva local, a siderúrgica estima movimentar R$ 520 milhões ao longo deste ano. “Estamos levando aço do Ceará para quatro continentes. Temos o orgulho de contar com os melhores trabalhadores, o melhor minério, os melhores equipamentos de controle ambiental e o mais competitivo processo produtivo. Por todos os privilégios de localização, por estarmos em uma Zona de Processamento de Exportação e por termos parceiros fortes, que são o Governo do Estado do Ceará e a Cearáportos, temos o compromisso de promover o desenvolvimento sustentável, a criação de mão de obra altamente qualificada e a geração de emprego e renda na região”, afirma o presidente da CSP, Eduardo Parente.



http://www.brasilmineral.com.br/noticias/csp-comemora-conquistas-no-ceará

^^


Que baita investimento!!!
 

·
Registered
Joined
·
620 Posts
Creio que haja muitas razões para Recife já ter saído dá disputa mas oficialmente a Latam não divulgou nada
 

·
Registered
Joined
·
94,051 Posts
AÇO: Produção cresce 5% no trimestre






Segundo números do Instituto Aço Brasil (IABr), o consumo aparente de aço no primeiro trimestre de 2017 cresceu 5% sobre o mesmo período do último ano. Considerando que as vendas internas tiveram nesse mesmo período uma queda de 0,5%, o crescimento verificado no consumo aparente foi suprido pelo aumento das importações, que foi de 73,1%.
No primeiro trimestre a produção de aço aumentou 10,9%, voltada principalmente para as exportações, que tiveram um crescimento de 17,4%. As vendas externas cresceram substancialmente por conta da entrada em operação da usina da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP) -, voltada para o mercado externo e ao enorme esforço despendido pelas demais usinas brasileiras, que por operarem, atualmente com 40% de ociosidade, aumentaram suas exportações para evitar novos fechamentos de equipamentos e demissões de colaboradores.

Apesar dos resultados positivos do trimestre inicial de 2017, o IABr prevê que a produção brasileira de aço bruto alcance 32,5 milhões de toneladas, incremento de 3,8% em relação a 2016. Já para as vendas internas de produtos siderúrgicos, está prevista alta de 1,3%, chegando a 16,7 milhões de toneladas. O consumo aparente de aço no País deve ser de 18,7 milhões de toneladas, o que representa acréscimo de 2,9% em comparação com o ano passado.

As previsões do Aço Brasil para este ano ratificam o que vem sendo alertado pela Coalizão composta pelos segmentos automotivo, produtos químicos, máquinas e equipamentos, têxteis/confecção, calçados, eletrodomésticos, eletroeletrônicos, autopeças, siderurgia, papel e celulose, de que não ocorrerá retomada do mercado interno em 2017. Estes segmentos, que representam 48,5% da produção e 68,5% das exportações da indústria de transformação do País, operam em média com 50% de ociosidade e demitiram, nos últimos 2 anos, cerca de 500 mil colaboradores.



http://www.brasilmineral.com.br/noticias/produção-cresce-5-no-trimestre
 

·
Pedro_Eduardo :):
Joined
·
7,104 Posts
Discussion Starter #57
Primeiro Semestre: Enel investe 27,6% a mais em 2018


Apesar de destinar um montante maior para as melhorias na modernização e digitalização da rede de distribuição, a Enel Ceará registrou uma queda de 22,54% no lucro líquido ante primeiros seis meses de 2017

A Enel Distribuição Ceará divulgou, nessa sexta-feira (27), o resultado financeiro referente ao primeiro semestre de 2018, apontando um aumento de 27,6% nos investimentos da companhia. Apesar do resultado positivo apontado pela companhia, o lucro líquido teve uma queda de 22,54%. Ambas estatísticas sejam referentes à comparação com o mesmo período do ano passado. De acordo com o relatório da Enel, a empresa registrou, nos primeiros seis meses de 2018, um lucro líquido de R$ 166,43 milhões. Em 2017, considerando o mesmo período, o lucro foi de R$ 214,87 milhões. No relatório, a empresa explica que a redução é um reflexo da redução do Ebita (Lucros antes de Juros, Impostos e Amortização, na sigla em inglês), principalmente "em função do impacto do aumento das perdas de energia, de maiores custos de serviços com o incremento das atividades de manutenção, de custos adicionais para um programa de redução das perdas de energia lançado este ano, e de um incremento das atividades de arrecadação das faturas de energia".

Novos clientes

Já os investimentos da Enel Ceará, destinados, em grande parte, para a conexão de novos clientes e para modernização e digitalização da rede de distribuição, tiveram uma elevação. No primeiro semestre de 2018, a Enel apontou R$ 375,22 em investimentos, contra os R$ 294,17 do mesmo período do ano passado. "Aumentamos os investimentos para modernizar e digitalizar a rede da Enel Distribuição Ceará. Também implementamos ações de manutenção e de arrecadação das faturas de energia para assegurar um serviço de qualidade, o que nos levou a um aumento de custos que afetou ligeiramente os resultados", disse Carlo Zorzoli, country manager da Enel para o Brasil. Com os resultados, a receita bruta da Enel Ceará, no entanto, também registrou alta na comparação entre os seis primeiros meses de 2018 e 2017. Neste ano, foram R$ 3,44 bilhões, enquanto que no ano anterior foram R$ R$ 3,21 bilhões. A alta de 7,2% é principalmente por conta do reajuste tarifário aprovado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), em abril de 2017.

http://diariodonordeste.verdesmares.com.br/cadernos/negocios/enel-investe-27-6-a-mais-em-2018-1.1976693
 

·
Pedro_Eduardo :):
Joined
·
7,104 Posts
Discussion Starter #58
Em Fortim: Furnas terá projeto de R$ 650 mi no CE


Complexo Eólico de Fortim terá 41 aerogeradores distribuídos em cinco parques e capacidade instalada de 123 MW, energia suficiente para atender 174 mil famílias

Subsidiária de Furnas, a Brasil Ventos entregou o projeto do Complexo Eólico de Fortim, para o qual foi realizado um investimento de R$ 650 milhões. Essa semana, a empresa apresentou o projeto à população do município. Localizado a 135 km da capital Fortaleza, o empreendimento começa a ser construído, com 41 aerogeradores distribuídos em cinco parques e capacidade instalada de 123 MW (megawatts), energia suficiente para atender 174 mil famílias ou uma cidade de 600 mil habitantes, como Aracaju (SE). A previsão de início da operação é novembro de 2019. O encontro em Fortim teve a participação de autoridades locais, representantes de pescadores e do sindicato de carcinicultura, secretários do gabinete da Prefeitura, membros da Câmara de Vereadores, diretores e coordenadores de escolas municipais, representantes da rede hoteleira, além de moradores da região e líderes comunitários. "Hoje é um dia muito importante para nossa cidade. Recebemos esse empreendimento de braços abertos. Mesmo em um momento de crise no país, o projeto trará benefícios à economia do município, com a oferta de emprego", disse, na ocasião, o Prefeito, Naselmo Ferreira. A Brasil Ventos foi criada em 2016 com objetivo de participar em sociedades de geração de energia de fonte renovável, como eólica, solar e biomassa. Atualmente, os empreendimentos eólicos com participação da empresa estão no Ceará, Bahia e no Rio Grande do Norte.

http://diariodonordeste.verdesmares.com.br/cadernos/negocios/furnas-tera-projeto-de-r-650-mi-no-ce-1.1976695
 

·
Pedro_Eduardo :):
Joined
·
7,104 Posts
Discussion Starter #59
Com ampliação de voos: Turismo internacional deslancha no Ceará
Ampliação da oferta de voos entre Fortaleza e o exterior, além da divulgação dos destinos cearenses, tem contribuído para elevar o número de turistas estrangeiros no Estado



O turismo internacional deverá aumentar progressivamente nos próximos anos no Ceará com a crescente chegada de visitantes estrangeiros, motivados por novas rotas diretas e pelos atrativos cearenses, como praia, sol, natureza e cultura. Apesar do futuro prometer novos horizontes para o Estado, os números já indicam que o presente momento é de elevação na quantidade de viajantes provenientes da Europa, América do Sul e América do Norte. Países como Portugal, França, Itália, Estados Unidos, Argentina e Alemanha continuam sendo emissores fortes, porém há indicativos que a diversidade de nacionalidades deve ser característica marcante nos anos subsequentes. O Estado deve ultrapassar a marca dos 300 mil turistas estrangeiros ainda em 2018, resultado acima de anos anteriores, inclusive 2014, ano da Copa do Mundo no Brasil. A estimativa é da Secretaria do Turismo do Estado (Setur) que prevê ainda a chegada de mais de 400 mil visitantes internacionais em 2019. O primeiro semestre deste ano já sinalizou essa tendência de alta, quando entraram no Ceará 138.836 passageiros em voos internacionais, elevação de 28,4% em relação ao mesmo período do ano passado. Os reflexos desse incremento são sentidos em todos os setores da economia cearense e a previsão é o turismo representar 25% do Produto Interno Bruto (PIB) do Estado em 15 anos. Nesse período, a aquisição de novos voos, equipamentos hoteleiros e de lazer, além de atrativos naturais do Ceará, precisam ser trabalhados em mercados estratégicos. A consolidação da Europa e da América do Sul como grandes emissores, a continuidade de prospecção de mais turistas da América do Norte e, mais atualmente, a atração da Ásia são três pontos essenciais para estabelecer o Ceará como destino internacional. Este trabalho tem sido feito em diversas frentes com ações implementadas pelos governos federal, estadual, municipal, órgãos do setor, trade e iniciativa privada. É esta junção que, na opinião de entidades e especialistas, dará resultados mais robustos.

Horizontes

A busca por novos mercados também é uma das prioridades. Segundo o titular da Setur, Arialdo Pinho, o plano que está em estudo em conjunto com o governo federal é estimular a entrada de asiáticos pelo Ceará, fazendo com que eles atravessem o País e saiam por São Paulo. "O plano que estamos vendo é para o turista chinês entrar pelo Ceará e sair por São Paulo, passando por Foz do Iguaçu e Rio de Janeiro. Nós vamos ter uma reunião para apresentar os nossos planos para atrair estes visitantes", disse ele em recente entrevista ao Diário do Nordeste. "A gente precisa de voo, de assentos de avião para poder ter o crescimento desse turismo. O hub da Air France-KLM e Gol, o aumento da malha da Latam, a chegada da Copa Airlines, entre outros fatores, são altamente importantes e necessários, além de trazerem muitas oportunidades para a Capital", ressaltou o secretário de Turismo do Município (Setfor), Régis Medeiros. "Fortaleza está virando a página. Eu acho que este ano de 2018 vai ficar na historia porque o que foi antes e depois do ano de 2018. E também o nosso Aeroporto que está em plena obra de expansão com previsão de terminar em maio de 2020. E com certeza outros voos virão. Então realmente é muito bom, é muito positivo para a cidade e Estado", acrescentou Medeiros.

Trade

"O turismo vai ser contado em duas vertentes. Uma antes do hub e uma outra depois do hub. Fortaleza e o Ceará hoje vivem um momento ímpar porque primeiro veio a Fraport para administrar o Aeroporto Internacional Pinto Martins, depois chegou o centro de conexões da Air France-KLM e Gol e finalmente a Latam com mais voos domésticos e para os Estados Unidos. O turismo impacta diretamente 52 setores da economia e o Ceará está dando o exemplo para o Brasil ao atrair investimentos", opinou o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH), Manoel Linhares. Para Eliseu Barros, presidente da ABIH-Ceará, os turistas estrangeiros começam a chegar em maior volume ao Estado. "A gente já nota um aumento na movimentação e a perspectiva é no segundo semestre isso ser mais perceptível. Porém, com as eleições não sabemos como o mercado vai se comportar no próximo ano", avaliou.

http://diariodonordeste.verdesmares.com.br/cadernos/negocios/turismo-internacional-deslancha-no-ceara-1.1976658
 

·
Pedro_Eduardo :):
Joined
·
7,104 Posts
Discussion Starter #60
Prefeitura de Fortaleza trabalha roteiro cultural


O titular da Setfor afirma que estão sendo montados roteiros incluindo museus e pontos históricos da Capital, como a Praça do Ferreira ( FOTO: KID JÚNIOR )

Com o intuito de atrair o interesse do turista estrangeiro em permanecer mais tempo em Fortaleza, a Secretaria Municipal de Turismo (Setfor) está trabalhando um conjunto de ações no sentido de ampliar os atrativos da cidade, como a requalificação da Beira-Mar, a roda-gigante, os ônibus hop on hop off (double deck) e os roteiros turísticos pelo Centro histórico. "O turista estrangeiro gosta muito da cultura local. Ele gosta de conhecer e desbravar a cultura da cidade. Então nós estamos trabalhando em alguns roteiros turísticos em Fortaleza, como um pelo Centro histórico, começando pelo Observatório de Fortaleza, Praça do Ferreira, Leão do Sul, Museu do Ceará, igrejas", explicou o secretário da Setfor, Régis Medeiros.

http://diariodonordeste.verdesmares.com.br/cadernos/negocios/prefeitura-trabalha-roteiro-cultural-1.1976641
 
41 - 60 of 64 Posts
Top