SkyscraperCity banner

161 - 180 of 294 Posts

·
Moderator
Joined
·
70,942 Posts
Entrada no Castelo de São Jorge aumenta 40 por cento e passa a custar sete euros

Longe vai o tempo em que não era preciso pagar para entrar no Castelo de São Jorge, em Lisboa. E anteontem entrou em vigor um novo tarifário que representa um aumento de 40 por cento. Em 2004, a entrada custava três euros. Dois anos depois, subiu para cinco euros. Desde a última terça-feira, o acesso a este monumento nacional passou a custar sete euros.
O Castelo de São Jorge está entre os monumentos mais visitados do país (PÚBLICO)

A nova tabela mantém as isenções para residentes no concelho de Lisboa e para menores de dez anos, dois grupos da população que continuarão a entrar gratuitamente. Também há descontos para grupos escolares organizados, estudantes, maiores de 65 anos, famílias e pessoas com deficiência. Quem não se enquadrar em nenhuma destas situações não escapará a este aumento de 40 por cento estipulado pela EGEAC, a empresa municipal responsável pela gestão deste monumento nacional.

Esta alteração de preços não foi publicitada. Segundo os últimos dados, cerca de um milhão de pessoas por ano visita o castelo (95% dos quais são estrangeiros). Paulo Braga, administrador da EGEAC, admite que o aumento "é muito", mas alega que "há muito tempo que [o preço] não era aumentado". E justifica a subida com "duas novas valências", os núcleos arqueológico e museológico, e com o novo tarifário dos monumentos nacionais: "Não fazia sentido o castelo ter um preço abaixo de outros monumentos."

A CDU de Lisboa critica "a falta de debate público democrático" e acusa a autarquia de querer financiar desta forma as suas actividades culturais. Diz a coligação que, tal como tinha acontecido em 2004 - quando na presidência de Santana Lopes se decidiu tarifar o acesso ao castelo -, esta matéria "não foi debatida nem aprovada nos órgãos municipais". A CDU defende que a isenção dada aos residentes em Lisboa deve ser alargada a todos os portugueses e considera que com o novo preço "são muitas as pessoas a quem ficará vedado o acesso" ao monumento.

Fonte: http://www.publico.pt/Local/entrada-no-castelo-de-sao-jorge-aumenta-40-por-cento-e-passa-a-custar-sete-euros_1440367
 

·
Moderator
Joined
·
70,942 Posts
:applause: Obrigado Lissa pelas fotos, deu para ter uma melhor noção do interior do museu. Mas fiquei com a ideia que o museu e o núcleo estão com falta de painéis informativos!

Cumpts Lissa.
 

·
AMO-TE_Portugal
Joined
·
3,446 Posts
Discussion Starter #164
fotos do museu não tenho, mas é igual aos outros do género... é um espaço relativamente pequeno, cheio de cacos :lol: tem alguns videos (tipo grafico de jogos) a mostrar como era antes e ha visitas guiadas...

essas fotos são apenas do nucleo das escavações
 

·
Αλέξανδρ&#
Joined
·
52,594 Posts
ai Lissita, não é cacos é historia :rant::laugh: uma das coisas k mais gostei do museu foi o molde de medalhinha religiosa Islamica com textos lá do livro deles gravado de ambos os lados :yes:






mto lindo o friso sobre o estuque em cor forte, este resto de estuqe tem cerca de 1000 anos...a que correspondem nas tuas fotos as construções da idade do ferro Lissa:?
 

·
Αλέξανδρ&#
Joined
·
52,594 Posts
obrigado, chamam-se cordas da felicidade a esses frisos pintados :) sim sim eu sei Lissita, visitei o museu uns mesitos antes de abrirem as ruinas ao publico :yes: achei impressionante os vidros do séc. XVIII (os cacos) todos deformados pelo calor do incendio pós terramoto, de resto é o tradicional, esta escavação veio provar o k já se sabia, Lisboa não escapa ás rotas que desde a idade do ferro se estabeleceram entre o Mediterraneo e o oeste da Europa, ele é cacos de ceramica Fenicia (adorei os pratinhos de peixe Fenicios com o fundo pequeno e concavo que acho excelente para por as espinhas no fundo), ceramica Grega, ceramica alto-imperial Romana e montes de ceramica baixo-imperial, além de ceramica Moura e Medieval claro, eu na altura tirei fotos mas foi só a peças em concreto, já nem me lembro onde as postei.
 

·
the mitty
Joined
·
9,937 Posts
Lisboa | Centro museológico do sitio arqueológico da Praça Nova do Castelo de São Jorge

Centro museológico do sitio arqueológico da Praça Nova do Castelo de São Jorge - João Luís Carrilho da Graça



O arquitecto português João Luís Carrilho da Graça recebeu recentemente o prémio internacional "Piranesi prix de Roma" 2010 pelo seu projecto da musealização do património arqueológico do local da nova praça do castelo de São Jorge, em Lisboa, Portugal.















arquitecto: joão luís carrilho da graça com joão gomes da silva
arquitecto paisagista / equipa: francisco freire, vasco melo, pedro abreu, monica ravazzolo, arquitectos; paulo barreto, vanda neto
fundações e estrutura: estudos betar, josé pedro venâncio e paulo mendonça
instalações de água: estudos betar, marta azevedo e jorge pinheiro
instalações eléctricas: ruben sobral / instalações de segurança: gipic, alexandre martins
desenho gráfico: henrique cayatte, mónica lameiro and pedro gonçalves
area: 3 500m2
preço: 1.000.000€
cliente: EGEAC (empresa de gestão de equipamentos e animação cultural)
date: 2008-10
fotos: FG + SG
 

·
the mitty
Joined
·
9,937 Posts
as fotos não são minhas, são da FG + SG, mas se tiveres fotos da visita que fizeste, coloca à vontade
 
161 - 180 of 294 Posts
Top