SkyscraperCity banner

1 - 20 of 204 Posts

·
Registered
Joined
·
195 Posts
Discussion Starter #1
Novo projeto do Vale de Alcântara

184565834​

Foi anunciado hoje pelo vereador dos espações verdes, José Sá Fernades, em reunião de câmara. Ainda não encontrei nenhuma notícia sobre isto, nem no site da CML.

Parece muito ambicioso, sobretudo a envolvente da estação de Campolide e a reformulação da Avenida de Ceuta. Gosto especialmente que se vai poder finalmente andar a pé debaixo do Aqueduto das Águas Livres! :banana:
 

·
Moderator
Joined
·
70,941 Posts
Corredor verde de Alcântara fará ligação pedonal de Monsanto ao Tejo

O corredor verde estruturante do vale de Alcântara, em Lisboa, que estará pronto dentro de um ano, irá permitir concluir a ligação pedonal de Monsanto ao Tejo, anunciou hoje o vereador da Estrutura Verde.

A intervenção abrangerá 13 hectares, ao longo de três quilómetros, e terá um custo total de "não mais do que quatro milhões de euros", estimou o vereador Sá Fernandes em declarações aos jornalistas, na apresentação do projeto para o corredor verde, que decorreu na Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) de Alcântara.

"O antes longe torna-se agora mais perto", afirmou o vereador.

Segundo Sá Fernandes, a maior parte dos trabalhos estarão concluídos "daqui a um ano, ano e meio", podendo algumas intervenções estender-se a "20 meses".

A primeira intervenção, que será apreciada pelo executivo municipal a 13 de outubro, está prevista para o parque urbano Quinta da Bela Flor e "irá a concurso por 1,5 milhões de euros", antecipou o vereador.

Ali nascerá um espaço verde, que será alimentado com água reutilizada proveniente da ETAR.

"Estamos a introduzir tubagens para que a reutilização da água seja uma realidade" em toda a cidade, apontou Sá Fernandes, referindo que isso permitirá "uma poupança e uma mostragem de boas práticas ambientais" aos munícipes.

De seguida, as obras estendem-se ao bairro da Liberdade, à criação de um viaduto ciclo-pedonal e ainda à construção de um túnel que permitirá a passagem debaixo da linha férrea.

A intervenção permitirá também a melhoria e o aumento da iluminação existente, a colocação de 700 novas árvores naquela zona da cidade e a criação de uma passagem pedonal por entre os pilares do Aqueduto das Águas Livres, foi anunciado.

"É absolutamente extraordinário passar debaixo do Aqueduto das Águas Livres, que é um dos monumentos mais importantes do mundo", sublinhou José Sá Fernandes.

Já a Avenida de Ceuta poderá contar com uma passagem de água no corredor central e faixas destinadas aos transportes públicos.

Questionado sobre possíveis constrangimentos para os cidadãos devido a estas intervenções, o responsável advogou que "a obra não incomoda ninguém, não há problema com a circulação automóvel, nem se estraga nada, pois os terrenos estão vazios".

Segundo Sá Fernandes, "não tem sido possível usufruir do vale", sendo "quase impossível chegar à estação ferroviária de Campolide a não ser de carro".

"Alcântara quer dizer ponte, mas não tem havido ponte nenhuma entre Campolide e Alcântara, entre o lado do Tejo e Monsanto", criticou, acrescentou que essa ligação também é inexistente para a zona norte da cidade.

Sá Fernandes vincou que "era um desejo de há muitos anos conseguir encontrar uma solução para este vale", acrescentando que o município "está a trabalhar neste projeto, que toda a gente considerava impossível, há dois anos".

"Não queremos um projeto perfeito, mas um perfeito projeto, que fosse fazível e concretizável, não fosse megalómano nem caro", observou.

Para a "próxima primavera", Sá Fernandes apontou a conclusão dos corredores verdes das zonas oriental, ocidental e central da cidade.

Fonte: https://www.noticiasaominuto.com/pais/660962/corredor-verde-de-alcantara-fara-ligacao-pedonal-de-monsanto-ao-tejo
 

·
Registered
Joined
·
195 Posts
Discussion Starter #5
Avenida de Ceuta volta a ter um rio e no Vale de Alcântara irá nascer um corridor verde



Projecto foi apresentado esta terça-feira e o vereador dos Espaços Verdes fez questão de destacar que as intervenções não vão "incomodar ninguém"


As obras em Lisboa são para continuar e desta vez é Alcântara que vai ser alvo de requalificação. Vão ser 13 hectares distribuídos ao longo de três quilómetros que desenharão o novo corredor verde do Vale de Alcântara. Antecipando potenciais críticas e questionado sobre o impacto das intervenções no quotidiano dos cidadãos, José Sá Fernandes fez questão de repetir que esta é uma intervenção que “não vai incomodar ninguém” e não existirão constrangimentos ou problemas com a circulação automóvel, “nem se estraga nada, pois os terrenos estão vazios”. As obras terão um custo aproximado de quatro milhões de euros, estima o vereador.

“Alcântara quer dizer ponte, mas não tem existido uma ponte entre Campolide e Alcântara, entre o Tejo e Monsanto”, criticou o vereador dos Espaços Verdes da Câmara Municipal de Lisboa. Por isso, o projecto da Câmara Municipal de Lisboa pretende corrigir as divisões, numa obra que pretende ser “fazível e concretizável” ser ser megalómana ou cara.

Para além de pretender oferecer “mais e melhores pontos de atravessamento e acesso às áreas habitacionais”, o novo corredor terá mais de 700 novas árvores, que irão ser regadas com água reciclada, o qual terá “uma importância vital no processo de adaptação às condições climáticas”. Ao contrário do que acontece actualmente, “o percurso poderá passar a ser feito integralmente a pé ou de bicicleta”. Além disso, a intervenção garantirá “mais e melhor iluminação” e mais equipamento urbano.

E como a água é o elemento inspirador desta intervenção, está ainda previsto um pequeno regresso ao passado, quando o vale era um rio, criando-se um canal de água no separador central da Avenida de Ceuta, ladeado por faixas destinadas aos transportes públicos.

De acordo com o vereador, grande parte das intervenções estarão concluídas no espaço de um ano. “Daqui a um ano, por esta altura, espero estar aqui numa sessão de abertura do corredor do Vale de Alcântara”, confidenciou Sá Fernandes, durante a sessão de apresentação do projecto, esta terça-feira, na Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) de Alcântara.

A primeira intervenção irá ser discutida em reunião de Câmara no próximo dia 13 de Outubro e abrange o parque urbano Quinta da Bela Flôr, que “irá a concurso por 1,5 milhões de euros”. Segue-se depois o Bairro da Liberdade, que concretizará a ligação com o Corredor de Monsanto. Será construído um viaduto ciclo-pedonal e um túnel que permite a passagem debaixo da linha. “O antes longe torna-se agora mais perto”, propõe o projecto. Sá Fernandes mostrou-se especialmente entusiasmado com a possibilidade de a população passar debaixo de “um dos melhores monumentos do mundo”, o Aqueduto das Águas Livres, junto aos pilares, algo até agora possível apenas através de automóvel “e normalmente depressa”. “É uma valorização patrimonial das mais importantes que se fez nos últimos anos da cidade”, acredita o vereador.

O vereador aproveitou ainda para fazer um balanço das restantes intervenções, apontando a Primavera de 2017 como data de conclusão dos corredores verdes das zonas Oriental, Ocidental e Central da cidade.








 

·
Registered
Joined
·
2,518 Posts
Ainda nao investiguei bem este projecto, mas a primeira coisa que vejo é um ribeiro na Av de Ceuta!!! É que nao sei se voces sabem mas por baixo da Av de Ceuta esta o caneiro de Alcantra, que foi feito para "encanar" a ribeira de Alcantra. Se a agua vier do caneiro tudo bem. Se como quase que aposto forem criar um ribeiro por cima do caneiro de alcantra, que por sua vez tem dentro a ribeira de alcantra!!!! No comments
 

·
Lisboeta
Joined
·
628 Posts
Ainda nao investiguei bem este projecto, mas a primeira coisa que vejo é um ribeiro na Av de Ceuta!!! É que nao sei se voces sabem mas por baixo da Av de Ceuta esta o caneiro de Alcantra, que foi feito para "encanar" a ribeira de Alcantra. Se a agua vier do caneiro tudo bem. Se como quase que aposto forem criar um ribeiro por cima do caneiro de alcantra, que por sua vez tem dentro a ribeira de alcantra!!!! No comments
O que eles dizem no vídeo é:
"A moderna ETAR de Alcântara permitirá a reutilização da água que percorre o vale [de Alcântara] através do respectivo caneiro, sobretudo para a rega de espaços verdes, por meio de uma rede de água reciclada que se irá alargar a outros pontos da cidade."

De facto não esclarecem se o riacho que vão ter entre as faixas de rodagem usa a mesma água do caneiro, mas fica a ideia que sim.
 

·
Registered
ML99 2000/02 Bombardier/Sorefame
Joined
·
7,611 Posts
Também entendi que iriam "desenterrar" o caneiro de Alcântara e usá-lo como uma ribeira à superfície como se vê no vídeo, de resto, babei-me completamente com o projecto, se ficar tal como mostram será uma mais valia para a cidade numa zona que está completamente ao abandono. Façam rápido isto, mas com cabecinha!
 

·
Registered
Joined
·
13,842 Posts
Eu do que percebi nao vao desenterrar coisa nenhuma. Vao por la um ribeirozito artificial para simbolizar o caneiro de Alcantara.
Ate o facto de eles dizerem que nao vao afetar o transito durante as obras da a entender isso. Seria praticamente impossivel fazer uma obra dessa envergadura sem impactos no transito cheira-me.
 

·
Registered
Joined
·
894 Posts
Provavelmente um dos melhores projectos dos últimos tempos! A vista de toda aquela zona é desoladora, mesmo para mim que estou habituado a passar lá todos os dias no comboio. Espero que mandem todas aquelas ruínas abaixo.
 

·
Registered
Joined
·
7,640 Posts
Por favor CML , MANUTENÇÃO..façam as cenas (e muito bem ) mas...MANUTENÇÃO dos espaços é muito importante..
 

·
Registered
Joined
·
597 Posts
Esta zona precisa de uma grande intervenção e o projeto apresentado parece-me bastante bem.

As únicas coisas que achei optimistas foram os prazos e os custos: 4 milhões e 18 meses? Humm...
 

·
Registered
Joined
·
990 Posts
Incrível, estão a revolucionar lisboa.. confesso que sinto alguma inveja, em termos de investimento em espaços públicos, espaços verdes, ciclovias o porto está a anos luz... :(
 
1 - 20 of 204 Posts
Top