Skyscraper City Forum banner
1 - 20 of 80 Posts

·
Registered
Joined
·
52,542 Posts
Discussion Starter · #1 ·
A construção iniciou-se na manhã de 15 de Maio de 1492 com o lançamento da primeira pedra na presença do Rei D. João II, onde actualmente é o largo do Rossio, tendo a obra ficado a cargo do mestre arquitecto Diogo Boitaca sobre projecto de Mateus Fernandes seu sogro, foi inaugurado em 1501 já no reinado de D. Manuel I, o objectivo era juntar num so edificio os pequenos hospitais espalhados por Lisboa, cidade que na altura tinha 60.000 habitantes, que satisfaziam as populações mais pobres da cidade.
O e dificio sofreu 3 grandes incendios, um em 27 de Outubro de 1601, outro em 10 de Agosto de 1750, e outro, este no dia de todos os Santos, dia este k inspirou o nome do hospital, em 1755 que o destruio de vez.
As descrições pormenorizadas, tanto escritas como visuais, da obra permitem-nos actualmente saber como era.
Henrique José de Couto em 1620 descreve pormenorizadamente a escadaria principal exterior como uma escadaria de 21 degraus (ou 19 depois do aterro do Rossio ordenado por D. Manuel I), de 76 pés de comprimento a nível do solo, e 33 pés de comprimento no tabuleiro superior que era quadrado e plano e que dava acesso ao pórtico da Igreja. As duas escadarias laterais e que faziam conjunto com esta mediam no solo 64 pés e terminavam de cada lado do tabuleiro da entrada da Igreja.
também baseado em textos sabe-se que a fachada da igreja consistia num pórtico de estilo manuelino, naturalismo náutico, vegetalista, com colunas torsas, como se de cabos de embarcações se tratassem, semelhantes ao portal da Igreja matriz da Golegã e ao portal da capela da Universidade de Coimbra, e provavelmente de pedra da Arrábida como o pórtico do Convento de Jesus em Setúbal.
É notório os símbolos indirectos da Paixão de Cristo que para além das chagas e cravos, eram representados por pelicanos que eram também o símbolo de D. João II.
A esfera armilar que encimava o pórtico era símbolo emblemático do Venturoso, e o escudo deformado como que soprado, símbolo do vento que impulsionava caravelas e naus pela costa Africana e além Atlântico.
Aparecem aqui representadas as cruzes da Ordem de Cristo (sucedânea da ordem dos Templários) constantes em todas as obras de estilo manuelino (duas sobre cada porta), mas estão ausentes os símbolos vegetalistas como as cápsulas e folhas de papoila invertida da Igreja de S. Julião em Setúbal, ou os cachos de uva, romãs ou espigas de milho noutras obras deste período.
como era numa gravura de meados do sec. XVI onde se ve o edificio mais ou menos no quarteirão aonde esta actualmente a pastelaria Suiça:

como era no sec. XVII numa representação em azulejo:

como era no sec. XVIII antes do fatidico terramoto de 1755:


maqueta do sec. XX feita de acordo com descrições do hospital feitas em seculos anteriores á destruição do edificio, a maqueta esta actualmente no hospital de São José em Lisboa:

o que existe actualmente; actualmente nada resta a não ser "restos" enterrados das fundações do edificio, conforme se pode constactar destas fotos tiradas em 1960 durante trabalhos de pavimentação da praça do Rossio:
as fundações da igreja (de reparar que a orientação do edificio é diferente da actual orientação da praça que ganhou a actual configuração com a reconstrução da cidade), após o terramoto varias vozes reclamaram a reposição do edificio mas tal não aconteceu e assim se perdeu um dos edificios mais carismáticos da Lisboa quinhentista:

vestigios de um dos pateos interiores:

restos da enfermaria de Sta. Clara:
 

·
Uma dúzia de anos disto..
Joined
·
30,728 Posts
O portal era de facto um dos melhores do estilo manuelino e o edificio em si era também muito interessante! Segundo sei, variadissimos vestigios foram encontrados (e destruidos...) aquando da construção do parque subterraneo da Praça da Figueira...

Só não percebi uma coisa... se o nome do hospital foi atribuido no dia em que o dito foi destruido, como é que ele se chamava antes??:D
 

·
Uma dúzia de anos disto..
Joined
·
30,728 Posts
Apenas um reparo... a 1ª foto julgo ser da Praça da Figueira e não do Rossio, pela posição da Pastelaria Suiça. Eventualmente foi tirada no inicio dos anos 50, apos a demolição do mercado. Que te parece?
 

·
Registered
Joined
·
52,542 Posts
Discussion Starter · #4 ·
tinha varios nomes de inicio, hospital grande, hospital real, hospital grande de todos os santos e principalmente hospital dos pobres que era como a população o chamava, a denominção "todos os santos" já se usava no inicio do funcionamento do hospital por aqui serem reunidos num só edificio todos os pequenos hospitais existentes na altura, cada um dedicado a um santo especifico, e que desapareceram com a construção deste hospital :yes: a primeira foto das ruinas é a parte da pastelaria Suiça k dá para a praça da Figueira sim Reflex!!
 

·
Uma dúzia de anos disto..
Joined
·
30,728 Posts
Daqui a semana e meia começo a minha cadeira de manuelino, pode ser que saiba mais alguma coisa...:D

:banana:
 

·
Uma dúzia de anos disto..
Joined
·
30,728 Posts
No curso antigo era só dada no 2º ano, mas escolhi-a já agora que me dá jeito no horário!:)
 

·
Uma dúzia de anos disto..
Joined
·
30,728 Posts
...e é obvio que nos proximos 3 anos vos vou pedir alguma colaboração nos trabalhos que vou ter para fazer!!:colgate::colgate::grouphug:
 
1 - 20 of 80 Posts
Top