SkyscraperCity Forum banner
1 - 20 of 158 Posts

·
Registered
Joined
·
52,542 Posts
Discussion Starter · #1 ·
A mais antiga sé Portuguesa fora do territorio nacional vai entrar em obras de restauro e conservação.

Nos próximos três anos serão investidos 2,6 milhões de euros no restauro e conservação da Sé do Funchal, monumento nacional desde 1910, informou hoje a Direcção Regional dos Assuntos Culturais (DRAC), na véspera do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios.

A obra de reparação dos telhados da Sé, orçada em 600 mil euros, vai ser adjudicada durante o Verão.

Na mesma altura será assinado um protocolo entre o governo madeirense, através da secretaria regional do Turismo e Cultura e da DRAC, com a World Monument Foud - Portugal e a Direcção-Geral dos Edifícios e Monumentos Nacionais, visando o restauro e conservação de toda a cantaria da Sé.

Este projecto, que será executado em três fases, com início em 2007 e previsível conclusão em 2010, representará um investimento de dois milhões de euros e não implicará o encerramento da igreja, disse ainda João Henrique Silva, responsável da DRAC.

A intervenção inclui ainda um estudo com vista à elaboração de um caderno de encargos para o restauro do tecto mudéjar (estilo árabe), o retábulo da capela-mor e todo o acervo de pintura, escultura e talha existente no interior daquele monumento, anunciou.

A Sé do Funchal, mandada erigir por D. Manuel I, é uma construção de estilo gótico, de planta em cruz latina de três naves escalonadas e com transepto saliente, sendo considerada uma das poucas edificações que preservam a originalidade das suas composições manuelinas. Para João Henrique Silva, a "catedral é um símbolo do património edificado da Região Autónoma da Madeira pelo seu carácter monumental e memorial histórico-cultural".

Nos últimos cinco anos, foram realizados na Sé trabalhos de cobertura e rebocos entre a sacristia e a casa do Cabido, de impermeabilização dos terraços, de recolha de águas pluviais e de aplicação de um novo sistema de drenagem no subsolo para combater a humidade ascensional.



 

·
Registered
Joined
·
52,542 Posts
Discussion Starter · #7 ·
vista assim não parece Jikas mas de perto nota-se um efeito semelhante ao do arco da Rua Augusta, buraco na pedra e angulos a esbaterem-se com a erosão da pedra :yes:
 

·
Architect
Joined
·
12,295 Posts
Grupo Fibeira já terá assegurado financiamento para concluir as obras
Hotel Madeira Palace avança

Tudo aponta para que as obras no Hotel Madeira Palace tenham um fim à vista, isto depois do Grupo Fibeira ter assumido a liderança deste investimento, que inclui também uma área residencial em condomínio privado.
Ao que consta, o Grupo Fibeira já terá recebido luz verde de uma entidade bancária para avançar com a conclusão das obras, o que deverá verificar-se brevemente.

Ontem, o presidente do Sindicato da Hotelaria, Adolfo Freitas, confirmou à RDP/M estarem reunidas “as condições para quem em breve se reiniciem as obras no Madeira Palace, uma vez que a entidade bancária já se disponibilizou para financiar as referidas obras”.

Segundo referiu, o Grupo Fibeira procura neste momento um parceiro para a gestão da unidade hoteleira, que, disse, poderá passar pela mesma marca que já gere o Madeira Palace Residences, situado junto ao hotel.

De referir que no seu “site”, o Grupo Fibeira, vocacionado para as áreas do turismo, hotelaria e sector imobiliário, apresenta o Hotel Madeira Palace como “uma unidade de alojamento de 5 estrelas que prevê oferecer um total de 250 quartos, restaurantes, spa, salas de reuniões e conferências, piscinas, beach club, entre outras infra-estruturas”, salientando ainda que o hotel “encontra-se integrado num resort, que conta também com um condomínio privado e uma área privada, designada de Beach Club, ao nível da Praia Formosa”.

Quanto à parte residencial, denominado Madeira Palace Residences, o Grupo Fibeira apresenta este como sendo “um condomínio de luxo, composto por 112 apartamentos, todos com amplas varandas, na primeira linha vista mar” e um “empreendimento, alia um conjunto de factores ímpares, como a localização, arquitectura moderna, uma vista panorâmica sobre o oceano Atlântico, imensa luminosidade, que será do usufruto de todos os seus condóminos”.

“Da autoria dos Arquitectos Ricardo Boffil e João Francisco Caires, o condomínio enquadra-se num complexo com hotel de cinco estrelas - Hotel Madeira Palace, Beach Club e Spa”, salienta ainda o Grupo, adiantando que o “Hotel de 5 estrelas, que será gerido por uma marca de renome internacional, irá assegurar um conjunto diferenciado de serviços aos residentes do condomínio, permitindo que estes possam usufruir em pleno, na singularidade das suas casas, de um distinto nível de conforto e serviço”.

Augusto Soares
in http://www.jornaldamadeira.pt/not2008.php?Seccao=11&id=179660&sup=0&sdata=
 

·
President and CEO
Joined
·
17,578 Posts
Boa notícia. :applause:

Aqui ficam os renders:





 

·
President and CEO
Joined
·
17,578 Posts
Madeira Palácio avança até ao Verão

As obras do Madeira Palácio vão avançar «antes do Verão», garantiu, ontem, Adolfo Freitas, do Sindicato da Hotelaria da Madeira.
As obras no mítico hotel construído em 1972 deverão ser brevemente retomadas, mas primeiro ainda terão de ser introduzidas «pequenas alterações» no projecto a fim de ser respeitada a nova legislação entretanto aprovada.
Depois do arranque das “residences”, os apartamentos de luxo, agora é a vez da unidade de cinco estrelas voltar às obras, pondo fim a um longo e custoso processo para os mais de 120 trabalhadores, e que teve início em Novembro de 2008 quando as obras foram suspensas por falta de dinheiro.
Agora, uma instituição financeira está disposta a financiar os 14 meses de obras que ainda faltam, segundo terá garantido telefonicamente Armando Martins, administrador da Fibeira, grupo proprietário do imóvel, a Adolfo Freitas, do Sindicato dos Trabalhadores da Hotelaria na Madeira.
Adolfo Freitas referiu, por outro lado, que os cerca de 100 trabalhadores ainda vinculados ao hotel Madeira Palácio (17 já saíram) encontram-se ou a receber subsídio de desemprego, ou a realizarem já a cessação da suspensão do contrato de trabalho com vista a regressar à empresa, uma vez que o subsídio entretanto terminou, ou já a receber salário pago pela Fibeira, ou a receber uma compensação financeira (casos em que estão temporiamente a trabalhar noutras empresas mas recebendo menos do que estavam a ganhar no hotel).
Apesar dos sinais positivos que têm surgido nos últimos tempos, Adolfo Freitas prefere dar as «felicidades» aos trabalhadores depois do anúncio da data da inauguração.

Fonte: Jornal da Madeira


]


 

·
Madeirense de gema
Joined
·
534 Posts
Beach Resort!? Mas nem ligação tem à praia... Enfim, conceptualmente é bem vindo inovar os hoteis para temáticas ou tipologias que é o que neste caso fizeram. Seccionaram em vários condóminos os serviços de um hotel de 5 estrelas, tornando numa experiencia mais pessoal e prolongada do que meramente uns diazitos num qualquer outro hotel. Esperemos que haja conforto e organização para que este conceito funcione. :)
 
1 - 20 of 158 Posts
Top