SkyscraperCity banner

1 - 20 of 110 Posts

·
Moderator
Joined
·
165,754 Posts
Discussion Starter #1 (Edited)


A Malveira é uma freguesia portuguesa do concelho de Mafra, com 9,92 km2 e área e 5 574 habitantes (2001).

A freguesia da Malveira é constituída pela vila da Malveira, a Abrunheira, a Carrasqueira, o Casal Moinho e o Casal Novo. A sede da freguesia é também conhecida por Malveira dos Bois, é tens as suas origens documentadas nos relatos sobre o Casal da Malveira, existentes em 1363, e no século XIX era um lugar pertencente à freguesia de S. Miguel de Alcainça. Em 1923, foi elevada a sede de Freguesia, em substituição da anterior devido em parte ao surto de desenvolvimento que conheceu no início do século XX e a 9 de Julho de 1985 é elevada a vila.

Importante centro de comunicações rodoviárias e ferroviárias da Estremadura, com a estação ferroviária da linha do Oeste, as auto-estradas A8 e A21 e as estradas N8 e N116 tem conhecido, no último século, um surto de desenvolvimento extremamente significativo. O pólo inicial deste desenvolvimento residiu no seu mercado semanal, que ocorre todas as quintas-feiras, sendo um dos maiores de todo o país, que teve início após a concessão de uma feira franca anual no dia 25 de Março de 1783. Destinada originalmente ao abastecimento de rezes para o consumo da capital e arrabaldes é, no seu género, a mais importante e concorrida de todo o país.

No inicio do séc. XXI o desenvolvimento centra-se na construção civil, e nos serviços que ocupam grande parte da população, resistindo ainda algumas das actividades mais tradicionais como a agricultura e pecuária.

Têm a sua festa anual, a FexpoMalveira, feira agro-pecuária que se realiza anualmente, na 2.ª semana de Agosto, uma das maiores do concelho de Mafra e arredores, que se iniciou no ano de 1988, por iniciativa de um grupo de Malveirenses.

Em termos patrimoniais, a atenção centra-se na Capela de N.ª Senhora dos Remédios, na Malveira, e na Capela de Santo António, no Alto da Carrasqueira, no Forte da Feira, no seu chafariz abobadado entre outros pontos de interesse patrimoniais de maior ou menos visibilidade.



A Venda do Pinheiro é uma freguesia portuguesa do concelho de Mafra, com 14,43 km² de área e 4 660 habitantes (2001).

Densidade: 322,9 hab/km².

Aldeias da freguesia

Charneca, Asseiceira Grande, Asseiceira Pequena, Lapa, Quinta da Mata, Casal do Borralho

Um local de grandes mágicas

Em tempos remotos, a rondar a data de 1178 e 1857, era prática comum, não só a instalação de trincheiras calcáricas reforçadas com brechas basálticas, como também a venda de pinheiros-mansos Pinus pinea. Os solos permeáveis dos arenitos do jurássico e uma rocha mãe argilosa permitem o crescimento de grandes raízes transformando pinheiros de comprimento médio entre os 7 e os 12 metros em pinheiros mutantes (podendo atingir os 23 metros). Dom Dinis, O Lavrador, deparou-se com um grande problema associado à agricultura devido à erosão dos campos férteis da encosta do litoral Leiriense. Decidiu por isto transportar estes Pilus pilea mutantis o que chocou toda a população Ibérica devido aos seus métodos grossos. Numa carta régia dirigida ao cardial patriarca das Berlengas, Erminho Monteiro Vaz de Simões, notava-se um sério rancor e agressividade nas palavras do rei de Portugal, um excerto dessa carta está exposta no museu internacional de Lusaka. O problema em questão era o facto da utilização de crianças portadoras de deficiências mentais entre os 2 e os 8 anos para o trabalho braçal, forçado com chibatadas ritmadas, em que a ponta deste instrumento era embebido em água com sal e vinagreta de vinho. As crianças arrastavam os massivos pinheiros pelos trilhos acidentados em grande aperto chegando a tombar de face devido ao extenuamento severo. Ao deparar-se com tal situação medonha, o cardeal tentou convocar a corte Ibérica para demonstrar o seu desprazer alusivo aos métodos do Lavrador tendo sido interceptado na região da Malveira por um nobre influente da família Quirinus Meridius. Ao descobrir os planos do cardeal, Dom Dinis mandou defenestrá-lo da torre do sino tendo sido posteriormente dissecado exaustivamente por um anão espanhol. O principal produtor e vendedor de pinheiros fora o nobre burguês agricultor Andrés Inácius conhecido também pelo monopólio do mercado do repolho roxo na região malveirense. A fama destes pinheiros espalhou-se mundo fora através das naus portuguesas manufacturadas com a madeira destas árvores. Foi criada uma rota mantida em segredo por Dom Dinis para a venda da poderosa madeira aos fenícios, noruegueses, albaneses e bantos. Esta terra ficou conhecida por Venda do Pinheiro pois acha-se, mas não se tem a certeza, de que se vendiam pinheiros massivos nesta terra não argilosa e não arenítica mas que fazia crescer os pinheiros com aquela magnitude devido à prática constante de magia negra provinda de uma bruxa mestiça de descendência incestuosa que tardiamente fora molestada, violada, escarrapachada e empalada em praça pública pelo mesmo anão. Este facto levou ao desperdício dos poderes da prostituta pois por causa desta poia não se levou os pinheiros a voar pelos ares fora até Leiria. 18936 crianças deficientes morreram com esta tragédia, trazendo consequências graves para os dias de hoje já que Portugal poderia ser o Exponentis Maximus nos jogos paraolímpicos mundiais. A bruxa foi tardiamente canonizada e santificada para ser adorada pelos habitantes da região do concelho de Mafra, conhecidos pelos seus famosos piripaques, como a Nossa Senhora do Monte do Carmo.

Links:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Malveira

http://www.cm-mafra.pt/concelho/malveira.asp

http://www.jf-malveira.pt/

http://pt.wikipedia.org/wiki/Venda_do_Pinheiro

http://www.freg-vendadopinheiro.pt/
 

·
Moderator
Joined
·
165,754 Posts
Discussion Starter #3 (Edited)
Venda do Pinheiro

08.2010


EN116





EN8 - Avenida 9 de Julho





Bairro da Várzea



EN8 - Avenida 9 de Julho













Largo de Santo António



EN8 - Avenida 9 de Julho



Venda do Valador - Urbanização Alameda das Figueiras











 

·
Moderator
Joined
·
165,754 Posts
Discussion Starter #4 (Edited)
Malveira

08.2010


EN8 - Avenida Dr. Oliveira Salazar





















Rua 25 de Abril





Rua Henrique Marques



Rua 25 de Abril



Avenida José Baptista Antunes





Alameda Dr. Leite Pinto



Rua Paroquial



Escola Primária



Vista para o Bairro da Ermida



Largo da Igreja









Rua Florêncio José Canas



Rua dos Juncais



Rua Heróis 9 de Abril





Rua 25 de Abril



Largo da Feira













Rua Professor Armando de Lucena



Largo Dr. Mário Madeira



Rua Dr. Mário Madeira



Largo da Feira



Rua 1º de Maio







Rua da Lagoa



EN8 - Intermarché/Malveira Shopping (junto ao nó da A21)

 

·
Registered
Joined
·
25,805 Posts
Até a Malveira tem um shopping...

Vou ali suicidar-me,já volto...
 

·
Registered
Joined
·
2,315 Posts
Quando vi o thread pensei logo no monte Benfica! :colgate:

Alentejo, a Malveira sempre teve um shopping, mas antes era só ao ar livre, para venda de alfaias e produtos agrícolas, bem como animais. Por isso o nome Malveira dos Bois! :lol:
 

·
President and CEO
Joined
·
17,597 Posts
Boas fotos! :applause:

A zona tem crescido muito nos últimos anos.
 
1 - 20 of 110 Posts
Top