SkyscraperCity banner
1 - 1 of 1 Posts

·
...
Joined
·
44,068 Posts
Discussion Starter · #1 ·
GEOGRAFIA
Editado em 48 fascículos, Anuário vai ser encartado em O LIBERAL

Um mapa do Pará, com os seus 143 municípios, suas regiões de integração, ligações rodoviárias e distâncias entre a capital e as sedes das cidades dá início hoje ao Anuário do Pará 2008, produzido por O LIBERAL, com o patrocínio da Vale. O mapa, que sai encartado na edição de hoje, não pode ser vendido separadamente e antecede aos fascículos que vão ser publicados todas as quarta-feiras, a partir da próxima, em 48 edições semanais, com direito a capa dura para os colecionadores. O mapa e os fascículos vão compor material de pesquisa muito útil para os paraenses, principalmente para os estudantes que enfrentam dificuldades em encontrar dados sobre o Estado reunidos numa só publicação.

O mapa, produzido pela Secretaria de Estado de Transportes (Setrans), contém as últimas alterações na malha rodoviária, com a atualização da base de dados do Geopará. O técnico em geoprocessamento Carlos Eduardo Rendeiro de Oliveira, com o apoio da arquiteta Lucinda Sena e do engenheiro Cândido Araújo, executou o desenho, usando o programa ArcGis, de última geração e o software mais utilizado hoje em dia para sistematizar informações geográficas, elaboradas em uma base cartográfica a partir de imagens de satélite. A atualização já inclui, por exemplo, a perna leste da Alça Viária - que foi georeferenciada pela Setrans e agregada ao banco de dados já existente -, o posicionamento do novo terminal hidroviário metropolitano de passageiros e as vicinais de maior importância no Pará.

Os primeiros fascículos vão mostrar a geografia física e humana do Estado, o clima, a história, a educação, a formação do povo paraense e dados socioeconômicos. Vários especialistas convidados vão traçar um perfil do Estado em suas diversas áreas de atuação, como mercado de trabalho, arte, desenvolvimento, estratégia, literatura, meio ambiente, produção industrial, riquezas minerais, exclusão social etc.

Os municípios vão aparecer nos fascículos dentro das suas regiões de integração. Os primeiros, por exemplo, são os da Região Metropolitana de Belém: além da capital, Ananindeua, Benevides, Marituba e Santa Bárbara do Pará. Depois, virão os municípios que compõem a Região de Integração do rio Capim: Aurora do Pará, Bujaru, Capitão Poço, Garrafão do Norte, Irituia, Nova Esperança do Piriá, Ourém, Abel Figueiredo, Dom Elizeu, Rondon do Pará, Concórdia do Pará, Ipixuna do Pará, Mãe do Rio, Paragominas, Tomé-Açu e Ulianópolis.

Fonte: Portal ORM
 
1 - 1 of 1 Posts
Top