SkyscraperCity banner

6681 - 6700 of 6866 Posts

·
Registered
Joined
·
7,835 Posts
Discussion Starter #6,682 (Edited)
Simplício Araújo (VÍDEO )
No comando da Secretaria de Industria, Comércio e Energia do governo Flavio Dino abrimos uma nova área para implantar empreendimentos em São Luís.
A área já gera mais de dois mil empregos com três empreendimentos já instalados. Iniciamos a urbanização do local e no futuro, com todos as empresas devidamente instaladas, vai gerar mais de 15 mil empregos diretos e indiretos.

937639

937642


 

·
Registered
Joined
·
7,835 Posts
Discussion Starter #6,684


Mão de obra portuária se mostra essencial e competitiva
7 de janeiro de 2021 o maranhense

Em 2020, o Porto do Itaqui chegou ao final do ano com uma movimentação histórica, chegando a 25,3 milhões de toneladas de cargas movimentadas entre grãos, fertilizantes e celulose.
Grande parte dessa riqueza é carregada e descarregada pelos Trabalhadores Portuários Avulsos(TPA’s). São eles que fazem o serviço de capatazia, estiva, conferência de carga, conserto de carga, vigilância das embarcações. No Porto do Itaqui, é o OGMO Itaqui – Órgão Gestor de Mão de Obra que atua intermediando o trabalho dos TPA’s e o operador portuário.
Mesmo em um momento delicado em virtude da pandemia de Covid 19, o OGMO Itaqui foi fundamental para a implementação da Lei Nº 14.047/20, que determinou as medidas especiais e temporárias em resposta à pandemia, principalmente para evitar a disseminação do vírus, sem impactar nas atividades portuárias, consideradas essenciais.
O OGMO Itaqui tem hoje 12 operadores associados que requisitam TPA’s. No ano passado foram mais de 64 mil demandas de requisições de mão de obra em diversas operações, o que só mostra a essencialidade desses trabalhadores.
Mesmo sendo considerado um trabalho avulso , cada vez mais a capacidade técnica dos TPA’s tem sido: aperfeiçoada, desenvolvendo novas habilidades e competências e se mantendo competitivos, mesmo em cenários adversos.
 

·
Registered
Joined
·
2,724 Posts
Caramba, BA e MA concentram quase 75% das exportações do NE..
No caso do Maranhão é dificil saber se o minério de ferro extraído no Pará conta como exportação Paraense ou Maranhense (por ser exportado por Itaqui).

No caso da Bahia, pelos municípios me parece que é o polo petroquímico e a fabrica de celulosa da Suzano que são os grandes alavancadores.
 

·
Registered
Joined
·
7,835 Posts
Discussion Starter #6,688
Não é difícil saber não. Todo minério de ferro, exportado por Ponta da Madeira, é exportação do Pará. Já o minério de pelotas, é exportação do Maranhão, pelo fato de ser beneficiado aqui.
O principal item da balança comercial do nosso estado, é a alumina, depois soja, celulose, entre outros. Só pra constar, o valor da exportação do minério de ferro, é bem maior que toda exportação do Maranhão. Poderia trazer esses dados, mas não estou conseguindo as informações no Ministério da Economia.
No caso do Maranhão é dificil saber se o minério de ferro extraído no Pará conta como exportação Paraense ou Maranhense (por ser exportado por Itaqui).

No caso da Bahia, pelos municípios me parece que é o polo petroquímico e a fabrica de celulosa da Suzano que são os grandes alavancadores.
 

·
Registered
Joined
·
2,827 Posts
No caso do Maranhão é dificil saber se o minério de ferro extraído no Pará conta como exportação Paraense ou Maranhense (por ser exportado por Itaqui).

No caso da Bahia, pelos municípios me parece que é o polo petroquímico e a fabrica de celulosa da Suzano que são os grandes alavancadores.
Difícil??? Como assim?? 🤪🤪🤪

Esse é um tipo de discriminação que constitui as premissas básicas para o cálculo da produção econômica de qualquer localidade.

Nenhum centavo do minério de ferro extraído no Pará compõe a balança maranhense. Agora o produto do refinamento do minério proveniente da usina de pelotização instalada em São Luís sim, esse integra a balança (valores ínfimos em relação aos associados à exportação de minério do Pará).

E, como o Allan mencionou, os principais produtos da pauta de exportações do MA são alumina, soja, celulose, etc. (é uma informação facilmente verificável, só não trago agora porque os dados do antigo MDIC estão inacessíveis há alguns dias, mas em breve devem estar disponíveis no portal do Ministério da Economia)
 

·
Registered
Joined
·
7,835 Posts
Discussion Starter #6,692
“Em alguns anos, as maiores Empresas Brasileiras serão de Tecnologia”
Sergio Alvim - 06/12/2020

Foto: divulgação
A afirmação de que “em alguns anos, as maiores Empresas Brasileiras serão de Tecnologia” é de Jorge Paulo Lemann e foi feita durante evento deste ano (2020) da Fundação Estudar.
Esse é um movimento real que vem ganhando força, inclusive no Varejo Brasileiro! Basta olharmos para o que GPA e Magalu estão fazendo ao investir em startups e na criação de Laboratórios próprios de tecnologia e inovação.
Essas empresas estão criando suas próprias soluções e ferramentas. E é nítido que boa parte de seu atual sucesso, mesmo em meio à crise, vem desse olhar apurado para a transformação e as Novas Tecnologias.
Também vejo bons exemplos no Varejo Regional. Tem o Grupo Mateus, com o Black Swan; a Rede Condor, com o Condor Connect, e muitas outras!
Mas como disse Lemann, isso requer mudança. Adaptação agora é palavra de ordem. “Somos de uma época na qual tínhamos uma grande fatia de mercado, produzíamos barato e o consumidor não tinha tantas opções. Hoje, eles têm inúmeras alternativas e cabe a nós entendermos o que ele gosta mais. A tecnologia passou a ser muito mais importante nesse processo de tornar o negócio mais focado no consumidor.”
Para ele, a receita é manter o que funcionou no passado ao mesmo tempo em que se promove a Inovação. E eu concordo!

 

·
Registered
Joined
·
7,835 Posts
Discussion Starter #6,695
Eneva registra aumento expressivo em suas reservas de gás no Maranhão em 2020
7 de janeiro de 2021

A Eneva registrou um aumento expressivo em suas reservas de gás no Maranhão, em 2020. De acordo com informações do Relatório Executivo de Auditoria das Reservas de Gás Natural dos Campos, elaborado pela consultoria independente Gaffney, Cline & Associates, Inc., as reservas de gás da empresa na Bacia do Parnaíba, que ficam no estado, fecharam o ano passado em 25,976 bilhões de metros cúbicos (Bm³), ante 24,072 Bm³ no fim de 2019 (2P).
A variação deve-se principalmente à conclusão da perfuração de poços produtores, à interpretação de novos dados sísmicos e à boa performance dos campos de produção. “Os resultados da certificação 2021 comprovam a capacidade da companhia para aplicar seus conhecimentos da geologia da Bacia do Parnaíba e seguir aumentando suas reservas de gás apesar do consumo anual do parque termoelétrico. Adicionalmente, à medida que avançamos em áreas antes pouco exploradas, como os blocos da R13, R14 e da oferta permanente de 2019, ampliamos nosso conhecimento destas novas áreas e aumentamos a nossa confiança em resultados exploratórios cada vez mais expressivos.”, destaca o diretor de Operações da Eneva, Lino Cançado.
O Índice de Reposição de Reservas (IRR) na Bacia do Parnaíba foi de 241% e a relação entre o volume de reservas e o volume produzido (R/P) ficou em 18,6 anos.
Na análise, foram abordados nove campos da Bacia, sendo que cinco estão em produção (Gavião Real, Gavião Azul, Gavião Branco, Gavião Caboclo e Gavião Vermelho) e outros quatro, em desenvolvimento (Gavião Preto, Gavião Tesoura, Gavião Branco Norte e Gavião Carijó).
Em 31 de dezembro de 2020, as reservas 2P totais da Eneva somaram 31,827 bilhões de metros cúbicos, dos quais 5,851 bilhões de metros cúbicos são referentes à Bacia do Amazonas e 25,976 bilhões à Bacia do Parnaíba, conforme a tabela abaixo:

 

·
Registered
Joined
·
7,835 Posts
Discussion Starter #6,696
Presidente da MOB afirma que será feita correção de curva estreita na extensão da Litorânea
O presidente da MOB, Daniel Carvalho, informou nesta quarta-feira (6), que já está sendo feita a correção da curva estreita na extensão da Avenida Litorânea.

951762


 

·
Registered
Joined
·
157 Posts
Presidente da MOB afirma que será feita correção de curva estreita na extensão da Litorânea
O presidente da MOB, Daniel Carvalho, informou nesta quarta-feira (6), que já está sendo feita a correção da curva estreita na extensão da Avenida Litorânea.

View attachment 951762

Só agora esse imoral percebeu esse problema tão descarado?????
 

·
Registered
Joined
·
652 Posts
Presidente da MOB afirma que será feita correção de curva estreita na extensão da Litorânea
O presidente da MOB, Daniel Carvalho, informou nesta quarta-feira (6), que já está sendo feita a correção da curva estreita na extensão da Avenida Litorânea.

View attachment 951762

Exemplo da péssima e/ou ausente qualidade técnica das obras públicas no MA. Inacreditável.
 

·
Registered
Joined
·
7,835 Posts
Discussion Starter #6,700
Ações da Economia Solidária fortalecem agricultura familiar em Paulino Neves
11/01/2021
  • Plantação de milho no povoado São Domingos em Paulino Neves (Foto: Divulgação)
As ações do Governo do Estado seguem avançando em todas as regiões. O programa Maranhão Desenvolvido, Mais Justo e Solidário impulsiona cadeias produtivas para que pequenos produtores possam gerar renda. Além da realização de feiras e formações com base nos princípios econômicos solidários, o programa desenvolvido pela Secretária de Estado do Trabalho e da Economia Solidária do Maranhão (Setres) também realiza um trabalho de acompanhamento com beneficiários do programa.

Em Paulino Neves, no povoado São Domingos, as ações da economia solidária fortalecem agricultores e agricultoras.

A agricultora Eliene Dias é uma das beneficiadas pelo programa e conta que após receberem capacitações, puderam aprimorar seus conhecimentos para que pudessem gerar renda. “Esse trabalho de acompanhamento é muito importante. Hoje a gente consegue produzir nosso próprio sustento, vendê-los e termos nossa renda garantida”, afirmou.

No local, há produções no ramo da piscicultura, horta e hortifruti. “Essa já é a nossa terceira safra. Daqui, já conseguimos produzir cerca de 2 toneladas em produtos totalmente orgânicos”, acrescentou a agricultora.

Criação de peixes gera renda a cerca de 15 famílias locais (Foto: Divulgação)
O secretário do Trabalho Jowberth Alves ressalta a autonomia criada pelos empreendimentos econômicos solidários para geração de renda e sustento. “Não se trata apenas de uma visita in loco, mas de podermos ver as ações do Governo Flávio Dino transformando a realidade das famílias maranhenses. É gratificante observamos resultados concretos, mostrando que eles podem gerar sua renda e dali também retirar seu próprio sustento”, afirmou o gestor.

https://www.ma.gov.br/agenciadenoticias/?p=293205
 
6681 - 6700 of 6866 Posts
Top