SkyscraperCity banner

1 - 20 of 148 Posts

·
Whatever
Joined
·
45,867 Posts
Dois Monumentos Notáveis em Vila Boa de Quires



O Marco de Canaveses é uma cidade portuguesa no Distrito do Porto, região do Norte e sub-região do Tâmega, com cerca de 11 000 habitantes. É sede de um concelho (desde 1852) que engloba no seu perímetro a cidade de Marco de Canaveses e a vila de Alpendorada.

O município tem 201,89 km² de área e 53 450 habitantes (2011), estando subdividido em 16 freguesias. É limitado a norte pelo município de Amarante, a leste por Baião, a sul por Cinfães, a sudoeste por Castelo de Paiva e a oeste por Penafiel.

Por esta terra diz-se "Entre o Douro e o Tâmega, onde começa o Marão".
Nascida num relevo instável a cidade tem a seus pés e como porta principal o Rio Tâmega. É servida de bons acessos Rodoviários, através da A4. Tem também ligações Ferroviárias, esperando por obras de electrificação da Linha que liga ao Porto.
O Marco de Canaveses é berço de figuras ilustres, que projectaram além-fronteiras o nome desta terra, destacando-se no panorama artístico a figura de Carmem Miranda, no ramo empresarial Belmiro de Azevedo e no mundo da ciência, o historiador Aníbal Barreira.
Cidade desde 1993, de meia altitude (217 metros), de face voltada para o Norte, para a Serra da Aboboreira.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Marco_de_Canaveses



Cidade de Marco de Canaveses








Em inícios de Agosto, ainda as já longínquas férias estavam a começar, fiz um passeio por terras do Marco de Canaveses. O objectivo era o de visitar a Matriz de Vila Boa de Quires, certamente desconhecida por boa parte de nós, e também as bem mais conhecidas "Obras do Fidalgo", que por um golpe de sorte finalmente descobri onde se situavam... quase paredes-meias com a igreja!:D

Vamos lá então às fotos!

Igreja de Santo André (Matriz de Vila Boa de Quires)

Classificada Monumento Nacional

Esta igreja pertenceu a um antigo mosteiro, documentado desde 1118. É um templo românico tardio, edificado na primeira metade do século XIII. Foi propriedade dos Cónegos Regrantes de Santo Agostinho e, em 1881, o seu corpo foi ampliado, deslocando-se a fachada principal cerca de 10 m :eek: e integrando uma anterior galilé. A partir de 1948, foi objecto de restauro pela DGEMN.

A fachada principal apresenta corpo único organizado em dois registos, a que de adossou uma torre sineira do lado sul, ligeiramente recuada em relação à fachada e encimada por coruchéu piramidal.




O portal principal é de arco apontado com quatro arquivoltas assentes em impostas que se prolongam pela parede.
O tímpano, suportado por duas consolas em forma de cabeças de bovídeos, é liso e tem gravada a data de 1881, alusiva à ampliação.



Os capitéis dos colunelos possuem decoração vegetalista em baixo-relevo.


Sobrepuja o portal uma janela geminada, encimada por um óculo polilobado e inserida num arco de três arquivoltas apontadas, que repete o modelo do portal. A empena é triangular, interrompida.


As fachadas laterais têm cornija suportada por modilhões.




O portal sul é de duas arquivoltas de arco apontado, assentes em capitéis de decoração figurativa em alto-relevo. O tímpano é liso e suportado por duas consolas representando uma cabeça de touro e um leão.








Quando cheguei à igreja, supostamente já deveria de ter passado pelo Solar mas o "gajo" não de deixou antever desde a estrada. Aproveitei então a presença de um grupo de velhinhos e uma velhinha que estavam no largo da igreja para lhes perguntar onde ficava o dito.

De início algo desconfiados, não resisto a contar isto :lol:, não devem ver gajos altos, loiros, de olhos azuis e com uma máquina fotográfica ao peito todos os dias, desfizeram-se em amabilidades e informações quando lhes perguntei onde ficavam as Obras do Fidalgo!:D Não sem antes me fazerem a já habitual pergunta: "não é de cá pois não?" :lol:

à qual respondi: "não! sou do ribatejo, mas vivo no Porto"

e a reacção: "ahhh, do Ribatejo!!!" :lol: Tadinhos, ainda são do tempo em que o Ribatejo "ficava a milhares de km de distância", terra longínqua...:D

Bom, lá me meti no bolinhas dei meia volta e, tal como me disseram, o vi logo ao virar de uma curva da estrada... é IMPONENTE!:yes:


Casa de Vila Boa de Quires (ou Casa dos Porto Carreiro, ou Casa das Obras, ou ainda Obras do Fidalgo)

Classificada Imóvel de Interesse Público

A inacabada Casa do Fidalgo foi concebida como solar barroco, estilisticamente situado na transição para o rococó, de planta rectangular organizada em torno de um claustro central, e frontaria de impacto cenográfico. Ao que tudo indica, foi mandada fazer por um nobre da família dos Albuquerque, António de Vasconcelos Carvalho e Meneses, por volta de 1740, que terá contratado um arquitecto espanhol. Este viria a falecer durante as obras, motivando a sua suspensão, embora seja de admitir também a falta de verbas.

São muitas as estórias à volta da suspensão das obras; há quem diga que o António viu na morte do arquitecto um mau presságio, suspendendo por isso as obras, mas também há quem diga que os fundos para a construção se esgotaram na edificação da exuberante fachada, não chegando para construir o resto!:D

A fachada principal foi a única parcela que chegou a iniciar-se. Compunha-se de cinco panos, em relação simétrica entre si, a que falta o coroamento.




O corpo central, marcado lateralmente por pilastras, é ligeiramente avançado em relação à restante frontaria. É rasgado por portal axial de arco rebaixado encimado por frontão circular interrompido, ladeado por dois óculos quadrilobados e sobrepujado por dois janelões.










A parte central do andar nobre é ocupada por uma profusão decorativa que se liga ao frontão do piso inferior, ostentando ao centro um brasão sem decoração, entre vieiras, volutas, frontões de desenho complexo, cartelas com anjos, etc.






Os panos laterais continuam a organização em dois andares, com quatro portas e janelas alternadas.






Nas extremidades, o projecto previa a construção de dois torreões, de planta quadrangular, com primeiro piso aberto por portal axial ligeiramente festonado e segundo com duas janelas de arcos polilobados, repetindo o desenho dos panos intermédios.




Interior
Atravessando o portal principal, é um "mundo diferente" pois não esperava encontrar nada mais do que a parte interior da fachada. Existem de facto muitos arranques das divisórias interiores, deixando antever a organização interior de parte do solar.












Com o passar do anos, uma bela mata de Carvalho-alvarinho (Quercus robur) cresceu sobre estas ruínas, acabando por finalmente lhes dar um tecto. Não laranja e opaco das telhas mas sim verde e translúcido das folhas dos carvalhos! Fantástico!:yes:








Um belíssimo exemplar de Carvalho-alvarinho


Namoradeiras que nunca viram namorados... nobres pelo menos!:lol:


E para acabar... o bolinhas em grande plano!:lol:


É sem dúvida um lugar espectacular, apesar de ter muita pena de não ter sido acabado há algo de muito teatral, e mesmo surreal, nestas ruínas que não o são, e que me levam a dizer "ainda bem que não foi acabado!":yes:

Aconselho verdadeiramente uma visita, é extraordinário!:yes:

Fonte: Portugal Património. Círculo de Leitores.
 

·
Registered
Joined
·
21,083 Posts
É sem dúvida um lugar espectacular, apesar de ter muita pena de não ter sido acabado há algo de muito teatral, e mesmo surreal, nestas ruínas que não o são, e que me levam a dizer "ainda bem que não foi acabado!":yes:
preferia vê-lo acabado.. ou então é apenas curiosidade em saber como ficaria.. :)
 

·
O Prof Godin
Joined
·
6,654 Posts
…é o barroco doa barrocos em PT…uma das características do barroco em PT é, ter uma só fachada trabalhada…este só tem mesmo a fachada trabalhada…oxalá não façam asneiras…
 

·
Whatever
Joined
·
45,867 Posts
Discussion Starter #5
realmente nao conhecia esses dois monumentos! :eek: parecem ser fabulosos!! :yes:

belas fotos Johnny como sempre :D :applause: e... tb gostei do pormenor da matricula do Bolinhas! :yes: :hilarious
são muito bonitos, especialmente o solar!:yes: reparaste na matrícula?:hilarious
preferia vê-lo acabado.. ou então é apenas curiosidade em saber como ficaria.. :)
pois eu também, mas há algo na situação em que está que o torna deslumbrante!:yes:

Posso esgalhar uma fotomontagem para o veres acabado!:lol:
 

·
O Prof Godin
Joined
·
6,654 Posts
…ó diabo…Siza longe…
 

·
Αλέξανδρ&#
Joined
·
52,566 Posts
mto bem, sempre foste lá :applause: a igreijinha já conhecia ao vivo o palacio não sabia de existencia dele ate vcs terem falado dele aqui, concordo k não se faça nada de reconstruções no palácio, o máximo k concordaria era com uma opção mais simples e barata sem grande ambição, ambição k tem ajudado a desvirtualizar alguns monumentos pais fora, poder-se-ia quanto muito apostar num bom ajardinamento do espaço em volta do palácio a na feitura de um pequeno centro intrepretativo com uma maqueta do k seria o palácio acabado e desenhos, caso existam, do arquitecto.
 

·
Whatever
Joined
·
45,867 Posts
Discussion Starter #16
mto bem, sempre foste lá :applause: a igreijinha já conhecia ao vivo o palacio não sabia de existencia dele ate vcs terem falado dele aqui, concordo k não se faça nada de reconstruções no palácio, o máximo k concordaria era com uma opção mais simples e barata sem grande ambição, ambição k tem ajudado a desvirtualizar alguns monumentos pais fora, poder-se-ia quanto muito apostar num bom ajardinamento do espaço em volta do palácio a na feitura de um pequeno centro intrepretativo com uma maqueta do k seria o palácio acabado e desenhos, caso existam, do arquitecto.
não sei se existem, mas pelo menos sabe-se como seria, um quadrilátero com um claustro no meio. seria de facto enorme caso tivesse sido construído.
 

·
Registered
Joined
·
701 Posts
Este Portugal tá cheio de pequenos tesouros, ainda bem que alguém se dá ao trabalho de os divulgar. Obrigado John.

Quem sabe um dia, ainda fiques o Hermano Saraiva 2.
 

·
Αλέξανδρ&#
Joined
·
52,566 Posts
avaliando a dimensão da fachada não me admira k se desenvolve-se de facto em redor de um pateo/claustro Jikas :yes:

em relação á igreja foi uma pena terem mexido no sec. XIX espero k em geral não tenham alterado nada da fachada, interessante a semelhança com a matriz de Barrô (Resende) da mesma época, com um design quase igual e torre sineira do sec. XVII, a foto é do sitio e não dá a ideia do estado do monumento, diga-se de passagem k as fotos podres do nosso sitio dão uma ideia horrivel dos monumentos Portugueses, bem k podiam actualizar as fotos:
 

·
President and CEO
Joined
·
17,597 Posts
Boa reportagem! :applause:
 

·
Registered
Joined
·
9,549 Posts
Grande thread! :applause:
A igreja matriz surpreendeu-me,pois apesar de ser pequena nas dimensões tem uma proporção muito ritmada,enfim gostei bastante dela.
E quanto ao edificio rococó nem preciso de dizer nada.Aquilo é simplesmente fantástico,um verdadeiro devaneio tanto na arquitectura em si quanto no cenário como um todo.
 
1 - 20 of 148 Posts
Top