SkyscraperCity banner
1 - 20 of 21 Posts

·
Banned
Joined
·
8,524 Posts
Discussion Starter · #1 ·
Encontro em Londres de investigadores portugueses
Mariano Gago desafia cientistas portugueses no estrangeiro a criarem emprego em Portugal
27.06.2009 - 16h55 Lusa
Os investigadores portugueses no estrangeiro devem tentar criar as suas próprias oportunidades para regressarem a Portugal, desafiou hoje o ministro da Ciência e Tecnologia, Mariano Gago, num encontro em Londres.

Questionado sobre o que está o governo a fazer para acolher os milhares de doutorados e investigadores que actualmente estão noutros países, o ministro inverteu a pergunta: "O que querem as pessoas qualificadas fazer em Portugal e o que querem fazer para criar e melhorar as suas oportunidades?"

Mariano Gago falava em Londres na abertura do Luso2009, o 3.º Encontro dos Estudantes e Investigadores Portugueses no Reino Unido. Para o ministro, a atitude não se deve ficar por procurar trabalho em anúncios de emprego, mas "aumentar as oportunidades para as pessoas qualificadas".

Portugal é um "país em expansão", o que aumenta as oportunidades, por oposição aos países consolidados onde os postos de liderança já estão ocupados, considerou.

Também Marçal Grilo, administrador da Fundação Calouste Gulbenkian, apelou ao espírito empreendedor dos doutorados e investigadores portugueses no estrangeiro. Aludindo a um famoso discurso do presidente norte-americano John F. Kennnedy, Marçal Grilo incitou a audiência a interrogar-se sobre "o que é que querem fazer pelo país".

Para este ex-ministro da Educação, o regresso a Portugal não é uma questão de pagar o investimento feito na formação, mas colocar ao serviço dos outros o conhecimento e capacidade adquiridos no estrangeiro. "O país precisa mais de vocês do que vocês precisam do país", enfatizou, durante uma intervenção para uma audiência de dezenas de estudantes e investigadores portugueses.

Na mesma sessão, vários intervenientes destacaram o aumento substancial nos últimos anos do número de doutorados e de profissionais portugueses que se dedicam à investigação.

Mariano Gago recordou que há 20 ou 30 anos atrás, quando as pessoas saíam para o estrangeiro para continuar os estudos superiores, não tinham depois condições para trabalhar em Portugal. Mas hoje, a aposta na qualificação está a ser ganha e são os próprios cientistas que estão a permitir o investimento na inovação, considerou. "O talento cria necessidade de talento, a ciência cria necessidade de ciência", resumiu.

O LUSO2009 decorre até ao final do dia no Imperial College, em Londres, fechando com uma intervenção de Hermínio Martins, sociólogo e professor jubilado da universidade St Anthony's College, em Oxford.
 

·
Registered
Joined
·
2,174 Posts
Bem............eu nem vou comentar muito esta noticia senão tinham aqui um :rant: que nunca mais acabava.

Mas vou apenas dizer que as pessoas devem ter-se rido na cara dele. Eu ria-me.
 

·
'tou na lua...
Joined
·
41,754 Posts
Ele deveria ter vergonha do que está a fazer... o ensino superior e o emprego estão numa lástima... e fazem aquele programa de bosta na 2 cheio de propaganda...
 

·
Registered
Joined
·
2,174 Posts
Ele deveria ter vergonha do que está a fazer... o ensino superior e o emprego estão numa lástima... e fazem aquele programa de bosta na 2 cheio de propaganda...
A questão não é essa. Muitos daqueles investigadores portugueses fizeram o ensino superior cá. E ao contrário do que dizes.......não é assim tão mau (ou então eles não teriam sucesso no exterior). Em relação a empregos.......bem na minha àrea pelo menos encontra-se melhor em investigação que no resto. A questão não é essa.

É mesmo no que se passa no meio da investigação em Portugal. Qualquer semelhança com o que se passa lá fora é pura coincidência.
 

·
'tou na lua...
Joined
·
41,754 Posts
Para fazer investigação é preciso formação, mestrados, doutoramentos, e isso é acessível só a uns poucos. Não há apoio a algumas áreas como as ciências sociais, na minha área não há empregos. Se eles se preocupassem com outras áreas sem ser só a alta tecnologia, que apesar da importância não é a única a ter necessidades extremas no país, é que poderiam fazer o país desenvolver-se de verdade.
 

·
Registered
Joined
·
26,491 Posts
Bem............eu nem vou comentar muito esta noticia senão tinham aqui um :rant: que nunca mais acabava.

Mas vou apenas dizer que as pessoas devem ter-se rido na cara dele. Eu ria-me.
Idem. É melhor nem fazer comentários porque se não tinha aqui muito pano para mangas.
 

·
Banned
Joined
·
8,524 Posts
Discussion Starter · #8 ·
Reunião no Imperial College
Investigadores portugueses no Reino Unido encontram-se hoje em Londres
27.06.2009 - 08h58 Lusa
Investigadores portugueses no Reino Unido reúnem-se hoje em Londres para discutir perspectivas de carreira "cá e lá", mas, ao contrário de edições anteriores do encontro, o regresso a Portugal já não é a principal preocupação.

Nos dois encontros anteriores, em Cambridge e Oxford, o regresso a Portugal era uma das principais questões referidas pelos organizadores e participantes. Desta vez, o tema "não vai ser a nota dominante", disse Luís Valente, um dos organizadores, salientando o título da primeira sessão, "Global Opportunities and Networking", como uma prova dos propósitos do encontro, intitulado Luso2009.

A reunião realiza-se na universidade Imperial College e será aberta pelo ministro da Ciência e Tecnologia, Mariano Gago, o presidente da Agência para Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), Basílio Horta, e Eduardo Marçal Grilo, adminstrador da Fundação Calouste Gulbenkian.
 

·
O Prof Godin
Joined
·
6,654 Posts
…filh* da P*ta…ele há lá cá trabalhos PAGOS…?…talvez esteja a falar no desemprego…
 

·
'tou na lua...
Joined
·
41,754 Posts
Ele não deve ir ao hipermercado ou ao shopping ver os licenciados nas caixas...
Há tempos estava no encontro nacional de juventude, em Braga, e um professor universitário falava do emprego. Eu questionei-o "então porque é que há tantos licenciados no desemprego ou em situação precária?" e vários ao pé de mim concordaram... a resposta foi "ah mas as estatísticas mostram o contrário, que o emprego tem crescido..." ya as estatísticas neste país são tão verdadeiras quanto as mamas da Pamela Anderson... :| e fazem-se e desfazem-se... e estas últimas sobre a felicidade fazem-me rir... é mesmo ano de eleições...
 

·
Banned
Joined
·
829 Posts
A reunião realiza-se na universidade Imperial College e será aberta pelo ministro da Ciência e Tecnologia, Mariano Gago, o presidente da Agência para Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), Basílio Horta, e Eduardo Marçal Grilo, adminstrador da Fundação Calouste Gulbenkian.
A canalhagem dos costume, aqueles que estão colados ao poder e à mama...
 

·
'tou na lua...
Joined
·
41,754 Posts
O Marçal Grilo foi bastante contestado na altura, lembro-me de manifestações, Assembleias Magnas de estudantes, pinturas, caricaturas, tudo contra o homem...
AICEP... cheira a tacho...
 

·
Registered
Joined
·
4,551 Posts
Ele não deve ir ao hipermercado ou ao shopping ver os licenciados nas caixas...
Há tempos estava no encontro nacional de juventude, em Braga, e um professor universitário falava do emprego. Eu questionei-o "então porque é que há tantos licenciados no desemprego ou em situação precária?" e vários ao pé de mim concordaram... a resposta foi "ah mas as estatísticas mostram o contrário, que o emprego tem crescido..." ya as estatísticas neste país são tão verdadeiras quanto as mamas da Pamela Anderson... :| e fazem-se e desfazem-se... e estas últimas sobre a felicidade fazem-me rir... é mesmo ano de eleições...
Uma coisa que eu acho graça é querer ser tudo licenciado e doutorado e mais não sei o quê.

Qualquer dia temos 10 milhões de doutores em Portugal e tem de deixar de haver empregadas de limpeza, sucateiros, serralheiros, etc. porque é tudo doutor e não podem sujar as mãos. Faz-se aquilo das novas oportunidades que transforma um trolha com a 4ª classe num aluno pronto a entrar para a universidade em meio ano. Depois já é doutor, já não pode trabalhar nas obras. Os doutores mandam fazer as obras, não as fazem, mais vale ficar no desemprego que ter de ir cartar massa.

Já se sabe que quando se vira uma pirâmide de pernas para o ar, ela acaba por tombar
 

·
Registered
Joined
·
26,491 Posts
Uma coisa que eu acho graça é querer ser tudo licenciado e doutorado e mais não sei o quê.

Qualquer dia temos 10 milhões de doutores em Portugal e tem de deixar de haver empregadas de limpeza, sucateiros, serralheiros, etc. porque é tudo doutor e não podem sujar as mãos. Faz-se aquilo das novas oportunidades que transforma um trolha com a 4ª classe num aluno pronto a entrar para a universidade em meio ano. Depois já é doutor, já não pode trabalhar nas obras. Os doutores mandam fazer as obras, não as fazem, mais vale ficar no desemprego que ter de ir cartar massa.

Já se sabe que quando se vira uma pirâmide de pernas para o ar, ela acaba por tombar
O Guia do Estudante tem uma entrevista do Mariano Gago que diz que a ideia de que Portugal tem excesso de licenciados é um erro. Ele diz que Portugal tem um défice relativamente à OCDE. Cita até um número que, em Portugal existem cerca de 800 mil pessoas com habilitações superiores entre os 25 e os 64 anos. Não faço ideia até que ponto seja verdade, mas é o que o Mariano Gago afirma.
 

·
'tou na lua...
Joined
·
41,754 Posts
Por acaso vejo muito pessoal a não querer ir para o universitário pois não veem sentido nisso para o seu futuro... eu tirei um curso pois queria formar-me, ter uma formação mais completa e desenvolvida, desafiar-me a mim próprio para desenvolver os meus conhecimentos. Quis estudar uma área na qual pudesse ajudar a construir um mundo de futuro...
 

·
Registered
Joined
·
10,857 Posts
Marçal Grilo? A FAP ainda tem a caricatura do "Grilo" à porta :D
 

·
Registered
Joined
·
2,658 Posts
marcal grilo e' das melhores pessoas que temos no pais

miudos da FAP, AAC, e outros que tais tem que comer muita sopa para chegar aos calcanhares dele, e 99.99% nunca la' chegarao..
 
1 - 20 of 21 Posts
Top