SkyscraperCity banner
Status
Not open for further replies.
1 - 3 of 3 Posts

·
Mameluco sangue azul
Joined
·
20,420 Posts
Discussion Starter · #1 ·
Boa notícia // Mata Atlântica, segundo pesquisa do Itep, expandiu-se em cinco reservas ecológicas da Região Metropolitana do Recif

Em meio à enxurrada de más notícias relacionadas ao meio ambiente, um estudo do Instituto de Tecnologia de Pernambuco (Itep), divulgado ontem, aparece como um dado positivo. O levantamento aponta para o crescimento da área de algumas reservas ecológicas na Região Metropolitana do Recife (RMR). O milagre foi verificado em cinco dos nove espaços analisados por pesquisadores do Itep. Numa delas, a Mata de Manassu, em Jaboatão dos Guararapes, o crescimento do verde representa 43,8%, se comparado aos números de vinte anos atrás.

O estudo, ainda preliminar, está fundamentado em imagens de 1986, meses antes do estado criar 40 reservas na RMR, e fotos recentes. "É possível que algumas áreas tenham deixado de ser englobadas no passado. Mesmo assim, os números a que chegamos são significativos", considerou o coordenador da Unidade de Geoinformação, Ivan Dorneles. O avanço do verde também ocorreu no Jardim Botânico e nas matas de São João da Várzea e Dois Irmãos. As três ficam no Recife. O mesmo se deu na Mata de Mussaíba, em Jaboatão.

Segundo Dorneles, os dados mostram que o decreto de criação das reservas teve papel importante para a preservação das matas, mas apontam para a necessidade de implantá-las. Isso exige a demarcação das terras, planos de segurança e de visitação ambiental, o que hoje ocorre apenas nas reservas de Caetés, em Paulista, e no Jardim Botânico, as duas únicas áreas de fato implantadas desde os anos 80. A implantação, defende ele, é necessária devido à expansão urbana. "As imagens evidenciam que os imóveis estão cada vez mais perto das reservas. Em alguns lugares, as construções podem estar no limite da área", disse.

Em outros pontos, a ação do homens ultrapassou o espaço delimitado para as reservas. A Mata do Curado, no Recife, perdeu 5% da área se comparadas as imagens de 1986 e recentes. Antes, a mata possuía 102,96 hectares, caindo para 98. A mesma perda ocorreu na Mata de Dois Unidos. Prejuízo maior foi registrado na Mata do Engenho Uchoa, que teve decréscimo de 15%. Os pesquisadores notificaram queda acentuada na Mata de Jangadinha, em Jaboatão. Pelo levantamento atual, a mata tem hoje 47 hectares, contra 84,68 anteriores. A razão, justificou Dorneles, não está na devastação, mas no fato de se quantificar somente a área verde, quando anteriormente se contabilizava até o espelho d´água da lagoa.

A pesquisa do Itep, iniciada em outubro do ano passado, deve ser concluída em seis meses. Nesse período, engenheiros cartográficos e geógrafos deverão analisar as outras 31 reservas criadas pela Lei Estadual nº 9.989/87. Os dados do projeto serão repassados para os gestores ambientais do estado, a exemplo da CPRH, como também poderão ser analisados pela Comissão Interna de Meio Ambiente (Cima) do Itep.

http://www.pernambuco.com/diario/2008/06/07/urbana8_0.asp
 

·
Amável, charmoso e mortal
Joined
·
9,704 Posts
Excelente notícia!!!!
Recife tem muitas áreas verde dentro da cidade e essa na sua RM mostra que a metrópole tem cuidado com o meio ambiente.
 
1 - 3 of 3 Posts
Status
Not open for further replies.
Top