Skyscraper City Forum banner
1 - 20 of 1794 Posts

·
Registered
Joined
·
7,888 Posts
Discussion Starter · #1 · (Edited)


Metrô lança primeira licitação da Linha 20-Rosa

Companhia contratará empresa que fará o anteprojeto de engenharia, o projeto funcional e estudo de impacto ambiental do futuro ramal que ligará a estação Santa Marina ao ABC Paulista


A Linha 20-Rosa do Metrô teve sua primeira licitação lançada pelo governo do estado neste sábado, 6. Trata-se de um edital que prevê a realização do anteprojeto de engenharia, o projeto funcional e o estudo de impacto ambiental do ramal subterrâneo que originalmente ligaria a Lapa à Rudge Ramos, em São Bernardo do Campo.
É com esses projetos que o Metrô poderá definir com mais precisão o perfil da Linha 20, seja de localização de estações e traçado, seja do método construtivo e áreas a serem desapropriadas. A previsão é que as propostas sejam abertas em 21 de julho em sessão pública a ser realizada na sede da companhia, no centro de São Paulo.

Fonte: Metrô lança primeira licitação da Linha 20-Rosa

Mudanças de traçado e novas estações
A diretriz do Metrô prevê que a Linha 20-Rosa terá cerca de 31 km de extensão, uma das mais longas de São Paulo, e 24 estações que farão conexão com outras 10 linhas de metrô e da CPTM, além do malfadado “BRT” do ABC, que substituiu o projeto da Linha 18-Bronze.

As novidades do traçado provisório são a inclusão da estação Santa Marina, da Linha 6-Laranja, e a mudança do trecho após a futura estação Alfonsina, que agora seguirá em direção à estação Santo André, da Linha 10-Turquesa.

Essas alterações são bem-vindas já que potencializam as possibilidades de trajeto para os passageiros ao incluir um ramal próximo à Lapa e na outra ponta liga o Corredor ABD e o centro de Santo André, em vez seguir para a estação Prefeito Saladino, como havia sido sugerido anteriormente.

Por cruzar duas das mais movimentadas rodovias que chegam à capital, a Linha 20 deverá prever uma conexão para que usuários da Via Anchieta e Rodovia dos Imigrantes possam acessar o ramal, evitando deslocamentos sobre pneus dentro da região central da metrópole.

O projeto também prevê a criação da nova estação Cerro Corá na linha 2-verde, que serão ligadas à Vila Madalena.





Linha 20-Rosa do Metrô SP terá lojas subterrâneas e acesso a prédios

Com uma demanda que, segundo os estudos do Metrô, não interfere no funcionamento das demais linhas do sistema, e localizada em um dos três principais centros financeiros e comerciais da cidade, a Linha 20-Rosa deverá ser um complexo de galerias subterrâneas, com lojas e acessos por baixo do solo às torres que compõem a paisagem da Avenida Brigadeiro Faria Lima.

Embora o projeto básico da linha ainda não tenha sido feito, o secretário dos Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes, diz que o Metrô vai "inovar" com essa construção. "Se tivesse isso na Avenida Paulista, não teríamos aquele sufoco na Estação Paulista-Consolação.

O usuário desceria na estação e seguiria pela galeria até a superfície. Não tem sentido você transportar 100 mil pessoas por apenas uma estação. Na Consolação, a pessoa pega o metrô para descer na Trianon", diz Fernandes.

A ideia é aproveitar as características já existentes na Faria Lima. "Á área tem um valor de m² altíssimo, uma concentração fantástica de negócios. Será uma bela oportunidade de criar um modelo de metrô novo."

PPP. A futura PPP da Linha 20 será diferente, por exemplo, do que ocorreu na Linha 4-Amarela, a primeira feita no País. No lugar de construir a linha e repassar a administração ao parceiro, na Linha 20 o Estado vai apenas ditar as diretrizes do projeto. Os projetos e as obras serão feitos pelo parceiro privado.

O governo, porém, tem cerca de R$ 2 bilhões, segundo o secretário, para investir na linha. O recurso vem de Cepacs - títulos imobiliários oferecidos pela Prefeitura durante a Operação Urbana Faria Lima.

 

·
Lord Chaos
Joined
·
1,334 Posts

·
Registered
Joined
·
19,758 Posts
Não entendi que "modelo diferente" é esse que vai impedir "o sufoco da estação Paulista-Consolação

Só um detalhe na sua ótima introduçao, Marcio: vc diz que haverá integração com a linha 19 na estação Moema, enquanto que essa integração será apenas em Hélio Pelegrino
 

·
Registered
Joined
·
5,551 Posts
Comissão barra mais prédios na Faria Lima

Pedido do prefeito Gilberto Kassab (PSD) para negociar novos títulos com o setor imobiliário é vetado pela CVM

Parte do dinheiro seria usada na construção de uma linha do metrô ligando Lapa e Moema; prefeitura vai recorrer

EVANDRO SPINELLI
DE SÃO PAULO
A CVM, órgão do governo federal que regula operações em bolsa de valores, não autorizou a Prefeitura de São Paulo a vender novos títulos imobiliários que permitiriam mais prédios na área da avenida Brigadeiro Faria Lima.

A decisão, além de frear a expansão imobiliária de uma das regiões mais valorizadas da capital, pode jogar uma pedra sobre as pretensões do prefeito Gilberto Kassab (PSD) de cumprir promessa de campanha de repassar R$ 1 bilhão para o Metrô no seu mandato, que acaba este ano.

A venda dos novos títulos, denominados Cepacs (Certificados de Potencial Adicional de Construção), foi autorizada pela Câmara em dezembro. Porém, como eles são vendidos em bolsa de valores, a operação depende de autorização da CVM (Comissão de Valores Mobiliários).

Os títulos são negociados com o setor imobiliário, que, em troca, pode construir acima dos limites previstos no Plano Diretor ou modificar o uso do imóvel (residencial para comercial, por exemplo). O dinheiro financia a Operação Urbana Faria Lima, plano de requalificação da área.

A CVM diz que a definição da quantidade de Cepacs tem de ocorrer na criação da operação, e vir acompanhada de um estudo de viabilidade.

Depois, esse número não pode mais ser alterado. Em 2004, quando a operação urbana foi criada, a previsão era de 650 mil Cepacs -Kassab queria lançar mais 350 mil. A prefeitura vai recorrer.

ADENSAMENTO

No último leilão, em 2004, cada Cepac foi vendido por R$ 4.000. Se o preço fosse mantido, a prefeitura poderia arrecadar R$ 1,4 bilhão.

Kassab havia afirmado que destinaria R$ 1 bilhão para a construção da linha 20-rosa (Lapa-Moema) do metrô. Sem isso, ele agora precisará tirar recursos de outras áreas.

Para muitos, a região da Faria Lima já está saturada e não comporta mais prédios. Claudio Bernardes, presidente do Secovi (sindicato do setor imobiliário), diz que há demanda e que o mercado espera os títulos para programar futuros investimentos.

Para ele, além de escritórios, a região pode receber moradias. Com as pessoas morando perto do trabalho, o trânsito iria melhorar, não piorar como muitos temem, diz.

Para Renato Cymbalista, professor da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP, a área precisa de moradias pequenas, compactas, com pouca ou nenhuma vaga de garagem, para quem trabalha na região. "Do jeito que o Cepac está sendo usado, o destino seria mais escritórios padrão triplo A [alto luxo], aumentando as distorções da cidade."

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidiano/58491-comissao-barra-mais-predios-na-faria-lima.shtml
 

·
Moderator
Joined
·
38,511 Posts
Será que não poderiam criar um subfórum apenas para as linhas paulistas?

Daqui a pouco não vamos achar quase nada na página 1, contudo bom tópico!
Excelente sugestão. Acho injusto com quem é de fora de São Paulo precisar procurar suas linhas. E ótimo que estejam mesmo desenvolvendo tantos projetos e obras em São Paulo, claro.
Sim, vinha resistindo a essa ideia de subdivisão mas já não está dando mais para não pensar seriamente a respeito.
 

·
L3, L11 user
Joined
·
6,557 Posts
Realmente seria bem útil um subfórum exclusivo para as Linhas de SP.

SkyscraperCity > Latin American Forums > Fóruns Brasileiros > Fóruns Gerais > Infraestrutura e Transporte > Transporte Ferroviário > Rede Metropolitana de SP.

Seria possível fazer um Subforum, e mover os tópicos do Metrô, CPTM, Linha 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 15, 17 e 20 sem houver danos nos tópicos já existente?

Ficaria bem mais organizado. SP tem muitas linhas a ser discutidas.
 

·
Registered
Joined
·
1,834 Posts
Ia ser muito bom se essa divisao ocorrer, poderiamos aproveitar e atualizar a primeira pagiina de tdos os threads, que estao um horror de desatualizadas....
Daii aproveitamos aoportunidade e marcamos varios passeiios fotograficos, por cada linha, para atualizar... que vcs acham galera?
 

·
L3, L11 user
Joined
·
6,557 Posts
Muito bom.

Daria uma nova cara ao Skyscrapercity nesse setor.
Ficaria muito mais organizado. O jeito atual é bagunça em cima de bagunça, e deixados do jeito que esta no tempo, e vai acumulando..
 

·
L3, L11 user
Joined
·
6,557 Posts
Metrô Pesado, acho que será idêntico ao que será usado na linha 6. Bitola Internacional e 3º trilho.
 

·
Banned
Joined
·
249 Posts
Sim, vinha resistindo a essa ideia de subdivisão mas já não está dando mais para não pensar seriamente a respeito.
Todo mundo já está pensando. Eu mesmo estou com dificuldade p/ acompanhar as linhas...vai precisar de separar por região mesmo...vai ser bom pra todo mundo, aliás.

Quem quer acompanhar o que acontece com o Transporte Ferroviario em SP, vai p/ os foruns de SP. Quem quer saber dos TF do Rio, vão pros TF do Rio, e assim por diante...vai ficar beeeeem melhor!
 

·
I bet you got me wrong...
Joined
·
800 Posts
Região terá metrô subterrâneo em 2025
Fábio Munhoz
Do Diário do Grande ABC
15 comentário(s)

A primeira linha de metrô subterrânea do Grande ABC deverá ser realidade em 2025. Na sexta-feira, foi publicado no Diário Oficial do Estado chamamento público para que as empresas interessadas em desenvolver estudos para a construção se manifestem. Ainda não há estimativa de gastos com a obra. A Linha 20-Rosa terá 25 quilômetros de extensão e ligará São Bernardo ao bairro da Lapa, na Zona Oeste da Capital.
O projeto prevê que a obra seja dividida em duas etapas. A primeira, com 12,3 quilômetros, vai da Lapa até Moema, onde, futuramente, haverá integração com a Linha 5-Lilás. O trajeto, previsto para ser entregue em 2021, terá 14 estações e 13 trens, com intervalo aproximado de cinco minutos entre cada um. A estimativa é de que a demanda inicial seja de 468 mil passageiros. Também estão previstas conexões com as linhas 2-Verde, na futura estação Cerro Corá, 4-Amarela, na Faria Lima e 19-Celeste, no terminal Hélio Pellegrino.
O segundo trecho, de 12,7 quilômetros, sairá de Moema e chegará a São Bernardo. A cidade terá três estações: Taboão-Anchieta, Rudge Ramos e Afonsina. Com previsão para 2025, o segmento terá 11 estações e 17 composições. O usuário poderá fazer baldeações nas estações São Judas (Linha 1-Azul) e Afonsina, que dará acesso à futura Linha 18-Bronze (leia abaixo). A demanda total prevista para a Linha 20-Rosa será de quase 800 mil passageiros por dia em 2025.
O chamamento foi lançado pelo Estado após empresas privadas fazerem propostas pelo desenvolvimento dos estudos. "Tivemos várias manifestações e estamos publicando no Diário Oficial para que os demais concorrentes também se apresentem", explica o governador Geraldo Alckmin (PSDB).
Os estudos devem conter informações como aspectos geológicos, indicação de investimentos previstos, desapropriações. e análise de riscos. A empresa que vencer a licitação terá de ressarcir os valores gastos pelos concorrentes com o projeto. O valor máximo a ser pago será de R$ 5 milhões. Os interessados têm até o início de setembro para se apresentar e o planejamento técnico deve ser concluído em sete meses.
O secretário de Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes, afirma que as empresas terão liberdade para propor inovações, como a criação de espaços comerciais nas galerias subterrâneas, entre as estações. A estimativa do secretário é de que as obras demorem ao menos sete anos para serem concluídas.

Projeto para monotrilho deve ser apresentado em setembro
O governo do Estado deve apresentar em setembro os estudos para a construção do monotrilho da Linha 18-Bronze do Metrô, que ligará São Bernardo à estação Tamanduateí, na Capital. O trajeto também passará por Santo André e São Caetano. As quatro empresas e consórcios participantes entregaram os materiais no dia 16 de julho. A partir daí, o prazo dado pelo Metrô para análise foi de 60 dias, prorrogável por mais 60.
A construção da linha também será dividida em duas etapas. A primeira fase liga o Paço Municipal de São Bernardo ao terminal Tamanduateí, onde será feita integração com a Linha 2-Verde. A previsão de entrega é para 2015.
A etapa seguinte, com previsão de conclusão para o ano seguinte, ligará a região central de São Bernardo com o bairro Alvarenga.
A estimativa do Estado é de que a demanda inicial seja de 295 mil passageiros por dia. Inicialmente, a linha terá 20 veículos, que circularão com intervalo médio de 166 segundos nos horários de pico. Em 2030, o Metrô estima que o número de passageiros diários aumente para 472 mil. A Linha 18-Bronze terá 20 quilômetros, divididos em 18 estações. Todo o trajeto será elevado e terá como base os corredores já existentes. O orçamento total previsto para a obra é de R$ 4,1 bilhões. Em abril, o governo federal anunciou que fará repasse de R$ 1,7 bilhão para o empreendimento.

Presidente da CPTM espera Expresso ABC pronto em 2014

O presidente da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), Mário Manuel Bandeira, voltou a levar em consideração o prazo de 2014 para a conclusão do Expresso ABC. A linha, paralela à 10-Turquesa, ligará Mauá a Rio Grande da Serra em cerca de 24 minutos - hoje, a viagem é feita em pouco menos de uma hora. O trem também passará pelas estações Prefeito Celso Daniel - Santo André, São Caetano, Tamanduateí e Brás.
Em maio, Bandeira havia cogitado a possibilidade de o empreendimento sofrer atraso, em função de impasse entre o Estado e a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), que, segundo ele, está resolvido. Isso porque, para iniciar as obras, a CPTM precisa de aprovação de projeto para troca de áreas com a União. Atualmente, as áreas paralelas à via por onde passa a Linha 10-Turquesa são utilizadas pela empresa MRS Logística para o transporte de carga. Para o expresso, serão construídos dois trilhos, além de um novo para as cargas.
"Na semana passada, a ANTT mandou uma versão do protocolo de intenções. Fizemos pequenas observações, e eu acredito que nas próximas semanas essa questão deve estar equalizada", comenta o presidente. O investimento total deverá ser de R$ 1,5 bilhão, incluindo as obras civis e a compra de 11 composições.
Fonte: http://www.dgabc.com.br/News/5972855/regiao-tera-metro-subterraneo-em-2025.aspx

2025 tá meio longe, mas a esperança é a última...
 

·
Registered
Joined
·
10,229 Posts

Presidente da CPTM espera Expresso ABC pronto em 2014

O presidente da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), Mário Manuel Bandeira, voltou a levar em consideração o prazo de 2014 para a conclusão do Expresso ABC. A linha, paralela à 10-Turquesa, ligará Mauá a Rio Grande da Serra em cerca de 24 minutos - hoje, a viagem é feita em pouco menos de uma hora. O trem também passará pelas estações Prefeito Celso Daniel - Santo André, São Caetano, Tamanduateí e Brás.
Em maio, Bandeira havia cogitado a possibilidade de o empreendimento sofrer atraso, em função de impasse entre o Estado e a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), que, segundo ele, está resolvido. Isso porque, para iniciar as obras, a CPTM precisa de aprovação de projeto para troca de áreas com a União. Atualmente, as áreas paralelas à via por onde passa a Linha 10-Turquesa são utilizadas pela empresa MRS Logística para o transporte de carga. Para o expresso, serão construídos dois trilhos, além de um novo para as cargas.
"Na semana passada, a ANTT mandou uma versão do protocolo de intenções. Fizemos pequenas observações, e eu acredito que nas próximas semanas essa questão deve estar equalizada", comenta o presidente. O investimento total deverá ser de R$ 1,5 bilhão, incluindo as obras civis e a compra de 11 composições.
Fonte: http://www.dgabc.com.br/News/5972855/regiao-tera-metro-subterraneo-em-2025.aspx

2025 tá meio longe, mas a esperança é a última...

E DGABC... se nem voce acerta, o que esperar dos outros jornais?
 
1 - 20 of 1794 Posts
Top