Skyscraper City Forum banner
1 - 20 of 55 Posts

·
Registered
Joined
·
52,578 Posts
Discussion Starter · #4 ·
Ok :eek:kay:

III Encontro de Portos da CPLP


Vídeo reportando a apresentação do estudo de mercado dos Países e dos Portos da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), durante o III Encontro de Portos da CPLP, que decorreu em Luanda, a 2 e 3 de Dezembro de 2010.
Estudo realizado pela FORDESI, mediante concurso realizado pela APP, na sequência de decisão tomada no II Encontro de Portos da CPLP, que se realizou em Fortaleza (Brasil), em Novembro de 2009.
Primeiro de 15 videos reportando a apresentação do estudo. Aqui a intervenção de José Luís Cacho, Presidente da Associação dos Portos de Portugal.
Powerpoint com o estudo de mercado disponível em

http://www.portosdeportugal.pt/sartigo/index.php?x=4360
Others videos of conference : http://www.youtube.com/user/portosdeportugal#p/u
 

·
Registered
Joined
·
9,978 Posts
Botswana discute em Maputo exportação de carvão através de portos de Moçambique
2013/08/08 Notícias

Responsáveis do governo do Botswana encontram-se em Moçambique para negociações relacionadas com a exportação de carvão através dos portos moçambicanos e a compra de combustível moçambicano, segundo escreve a Agência de Informação de Moçambique (AIM).

Durante a estada em Maputo os ministros da Energia do Botswana, Kitso Mokaila, e dos Transportes, Nomofo Molefhi, vão realizar conversações com responsáveis dos manter sectores da Energia, Transportes e dos Recursos Minerais do governo de Moçambique.

Segundo a AIM o desenvolvimento de rotas viáveis de exportação de carvão bem como a diversificação das fontes de combustíveis estão entre os objectivos estratégicos da visita da delegação ministerial a Moçambique.

“As questões a serem abordadas incluem, entre outras, a aquisição de armazenamento na costa de produtos petrolíferos destinados ao Botswana usando rotas alternativas bem como a cooperação entre as duas companhias nacionais (de combustível), a Botswana Oil e a Petromoc”, refere a AIM citando fontes governamentais.

Segundo a agência de informação para a delegação do Botswana a exportação do seu carvão através de Moçambique é o ponto mais importante das conversações.

Em 2011, os dois países assinaram um memorando de entendimento para a construção de um porto de águas profundas em Techobanine, distrito de Matutuine, província de Maputo, e uma linha férrea de 1.100 quilómetros ligando Botswana a Moçambique.

Em Abril último, o primeiro-Ministro moçambicano, Alberto Vaquina, disse que o governo já adjudicou em regime de concessão as obras de construção do porto, que deverá custar cerca de 7 mil milhões de dólares, a serem suportados pelos governos dos dois países.(macauhub)
:cheers:
 

·
Registered
Joined
·
12,031 Posts
Portuguese construction companies interested in refurbishing port of Maputo in Mozambique

AUGUST 13TH, 2013 NEWS
Portuguese construction companies Mota-Engil and Soares da Costa are set to apply for pre-qualification for the public tender to refurbish Maputo International airport, in Mozambique, Portuguese financial daily Diário Económico reported.

The contract, according to the newspaper, is worth an estimated US$300 million.

The airport was recently built by Chinese company Anhui Foreign Economics Construction Corporation (AFECC).

According to Mozambican news agency Agência de Informação de Moçambique (AIM) the project will be financed by the European Investment Bank (EIB) and the French Development Agency (AFD).

According to the tender announcement this project will include relaying the runway surface, building new road surfaces and replacing luminous signage in the ramp areas.

The project also includes construction of a new fuel pipeline to supply aircraft, drainage work, and training for civil works maintenance. (macauhub)
Empresas de construção de Portugal interessadas em reabilitar aeroporto de Maputo em Moçambique

2013/08/13 NOTÍCIAS
As construtoras portuguesas Mota-Engil e a Soares da Costa vão habilitar-se à pré-qualificação do concurso público para a empreitada de reabilitação do aeroporto internacional de Maputo, em Moçambique, escreve o Diário Económico, em Lisboa.

A empreitada, segundo o jornal, está avaliada em cerca de 300 milhões de dólares.

O aeroporto foi recentemente construído pela empresa chinesa Anhui Foreign Economic Construction Corporation (AFECC).

Segundo a Agência de Informação de Moçambique (AIM) o projecto será financiado pelo Banco Europeu de Investimento (BEI) e Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD)

De acordo com o anúncio do concurso, as obras deste projecto compreenderão a reabilitação dos pavimentos da pista, construção de novos pavimentos e substituição da sinalização luminosa das áreas de manobra.

O projecto inclui ainda a construção de uma nova linha de conduta de combustível de abastecimento de aeronaves para a plataforma de escoamento do terminal doméstico e obras de drenagem.(macauhub)
http://www.macauhub.com.mo/pt/2013/...reabilitar-aeroporto-de-maputo-em-mocambique/
 

·
Registered
Joined
·
12,031 Posts
Mozambican government orders 30 ships from France

SEPTEMBER 9TH, 2013 NEWS
The Mozambican government has ordered construction of 30 ships from Constructions Mécaniques de Normandie, of Cherbourg, France, costing a total of 300 million euros, Lebanese businessman Iskandar Safa, who owns the shipyard, said Friday.

The order includes building 24 trawls, three 32-metre patrol ships and another three 42-metre ships, said Safa as he announced the order, at a session attended by three ministers, including Arnaud Montebourg, who is responsible for industrial reconversion in France.

According to the shipyard’s owner, CMN has annual turnover of between 50 and 100 million euros.

Safa added that this order was part of a contract that the Safa group signed with Mozambique that includes the same number of ships to be built at shipyards in Germany and Abu Dhabi, in the United Arab Emirates. (macauhub)
http://www.macauhub.com.mo/en/2013/09/09/mozambican-government-orders-30-ships-from-france/
 

·
Registered
Joined
·
12,031 Posts
Governo de Moçambique encomenda em França 30 navios

O governo de Moçambique encomendou à empresa Constructions Mécaniques de Normandie, de Cherburgo, França, a construção de 30 navios com um custo de 300 milhões de euros, anunciou sexta-feira o empresário libanês Iskandar Safa, proprietário do estaleiro naval.

A encomenda engloba a construção de 24 traineiras, três barcos-patrulha de 32 metros e outros três de 42 metros, precisou Iskandar Safa ao anunciar a encomenda, numa sessão que contou com a presença de três ministros, incluindo Arnaud Montebourg, responsável pela reconversão industrial.

De acordo com o proprietário do estaleiro naval, a CMN regista anualmente uma facturação entre 50 e 100 milhões de euros.

Iskandar Safa adiantou ser esta encomenda parte de um contrato que o grupo Safa assinou com Moçambique, que inclui mais um número igual de navios a serem construídos nos estaleiros da Alemanha e do Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos. (macauhub)
http://www.macauhub.com.mo/pt/2013/09/09/governo-de-mocambique-encomenda-em-franca-30-navios/
 

·
Registered
Joined
·
12,031 Posts
Porto da Beira, em Moçambique, vai ter novo cais

Um novo cais vai ser construído no porto da Beira, na província de Sofala, no âmbito dos investimentos programados para o aumento da capacidade de processamento de carga, disse o administrador-delegado da empresa Cornelder de Moçambique.

Carlos Mesquita, administrador da entidade gestora da instituição portuária, disse ainda que o novo cais terá uma extensão de 600 metros e disporá de terminais para adubos e para contentores.

Citado pelo matutino Notícias, de Maputo, Mesquita disse que os investimentos visam preparar o porto para responder à procura crescente tanto em termos internos como a nível dos países vizinhos.

“Estamos prestes a assinar o contrato com o empreiteiro para o início das obras que devem terminar em 18 meses, ou seja, até finais do próximo ano estaremos prontos para começar a operar”, referiu Carlos Mesquita.

A construção do terminal de adubos representa um investimento estimado em 17 milhões de dólares e terá uma capacidade para 1,3 milhões de toneladas por ano, numa primeira fase. (macauhub)
:cheers:
 

·
Registered
Joined
·
12,031 Posts
Port of Beira in Mozambique to have new dock

A new dock is due to be built in the port of Beira, in Mozambique’s Sofala province, as part of investments scheduled to increase the port’s cargo processing capacity, said the chief executive of Cornelder de Moçambique.

Carlos Mesquita, the CEO of the port’s management company, also said that the new dock would be 600 metres long and have fertilizer and container terminals.

Cited by Mozambican daily newspaper Notícias, Mesquita said that the investments were intended to prepare the port to meet growing demand in Mozambique and from neighbouring countries.

“We are about to sign a contract with the contractor to start work that is due to finish within 18 months, which means that by the end of next year we will be ready to start operating,” said Mesquita.

Construction of the fertilizer terminal is expected to cost US$17 million and the terminal will have capacity for 1.3 million tons of fertilizer per year, in an initial phase. (macauhub)
http://www.macauhub.com.mo/en/2013/09/09/port-of-beira-in-mozambique-to-have-new-dock/
 

·
Registered
Joined
·
12,031 Posts
Porto de Nacala, em Moçambique, deverá processar 1,5 milhões de toneladas de carga em 2013

A carga processada no porto de Nacala, na província de Nampula, deverá situar-se em 1,5 milhões de toneladas este ano, depois de em 2012 se ter situado em 1,3 milhões de toneladas, de acordo com dados divulgados em Maputo pela empresa Portos do Norte.

Dados divulgados pela Portos do Norte, a empresa gestora do porto de Nacala desde Março passado, referem que até final de Julho tinha sido processado um milhão de toneladas de carga, um acréscimo de 42,8% relativamente às 700 mil toneladas registadas no período homólogo de 2012.

Estes dados foram divulgados momentos após a assinatura de um acordo de cooperação empresarial entre a Portos do Norte e Administração dos Portos do Douro e Leixões (APDL), de Portugal, entendimento que, entre vários itens, inclui a realização de acções de formação dos trabalhadores daquele porto moçambicano.

Por seu turno, Emílio Dias, presidente do Conselho de Administração do Porto de Leixões, referiu que a sua instituição dispõe de um dos maiores centros de formação portuária em Portugal, tendo, nos últimos anos, formado pelo menos 10 mil pessoas oriundas dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP).

Com efeito, adiantou, o primeiro grupo de técnicos portugueses é esperado segunda-feira em Nacala para um programa de formação em matéria de gestão informática, uma das componentes da parceria. (macauhub)
 

·
Registered
Joined
·
12,031 Posts
Port of Nacala in Mozambique expected to handle 1.5 million tons of cargo in 2013

The cargo handled at the port of Nacala, in the Mozambican province of Nampula, is expected to total 1.5 million tons this year, after totalling 1.3 million tons in 2012, according to figures published in Maputo by the port’s management company Portos do Norte.

Figures published by the company, which has managed the port since last March, showed that by the end of July the port had handled 1 million tons of cargo, which was an increase of 42.8 percent compared to the 700,000 tons registered in the same period of 2012.

The figures were published moments after an agreement was signed by Portos do Norte (PN) Portugal’s Administração dos Portos do Douro e Leixões (APDL), which included training for workers at the Mozambican port.

Emílio Dias, the chairman of the board of the Portuguese port of Leixões, said that his port had one of the biggest port training centre in Portugal and that in the last few years it had trained at least 10,000 people from Portuguese-speaking African Countries (PALOP).

He said that the first group of Portuguese technicians was due to arrive in Nacala Monday to provide training in IT management. (macauhub)
 

·
Registered
Joined
·
12,031 Posts
Portos de Nacala, em Moçambique e de Leixões, em Portugal, assinam acordo de cooperação

A Portos do Norte (PN), empresa gestora do porto de Nacala, norte de Moçambique e a Administração dos Portos do Douro e Leixões (APDL), de Portugal, assinam hoje, em Maputo, um acordo de cooperação empresarial que inclui a realização de acções de formação, informou o diário Notícias, de Maputo.

Citando um comunicado, o jornal adianta que a cooperação irá incidir também no fomento das ligações marítimas entre os portos de Leixões e de Nacala, a promoção de boas práticas de gestão portuária e a concessão de estágios e acções de formação.

No primeiro ano do acordo, num global de três, deverão ser privilegiadas actividades como o apoio da APDL à PN na avaliação dos sistemas de tecnologias de informação existentes em Nacala e respectiva entrada em funcionamento, de modo a favorecer o negócio existente naquele porto.

Está igualmente previsto o apoio da APDL à PN nos domínios da gestão, alinhamento estratégico, motivação e gestão de equipas e na criação de condições para a realização de um curso de formação, de responsabilidade pedagógica e organizativa em Moçambique, com duração de 120 a 140 horas, nas áreas de estratégia e gestão portuária. (macauhub)
http://www.macauhub.com.mo/pt/2013/...oes-em-portugal-assinam-acordo-de-cooperacao/
 

·
Registered
Joined
·
9,978 Posts
Pronuncia do ministro Aiuba Coreneia...Jornal O Pais.
“Há um trabalho que está sen*do feito pelo Governo no sentido de viabilizarmos a nossa estrada nacional número zero, que é o mar. Isto é com vista a viabilizar a cabotagem e, dentro deste proces*so, buscarmos parcerias e finan*ciamento para aquisição de na*vios e buscamos investidores que estão interessados na cabotagem ao longo da nossa costa”, avançou Cuereneia.
 

·
Registered
Joined
·
9,978 Posts
Agora mudaram o disco:
A encomenda de 30 embarcações à empresa Constructions Mécaniques de Normandie, de Cherburgo, França, foi efectuada por uma empresa privada moçambicana e não pelo governo de Moçambique, afirmou quinta-feira o ministro moçambicano das Finanças. Macauhub
 

·
Registered
Joined
·
9,978 Posts
Porto da Beira, em Moçambique, com congestionamento resolvido a curto prazo

A situação de congestionamento do porto da Beira, na província de Sofala, deverá ficar solucionada dentro de três meses, disse o administrador-delegado da Cornelder de Moçambique, Carlos Mesquita.

Citado pelo jornal Notícias, de Maputo, o administrador-delegado da empresa gestora do porto da Beira disse ainda tratar-se de um problema que se acentuou nos últimos dez anos com o aumento da carga e com a inversão da relação entre transporte ferroviário e transporte rodoviário.

No entanto, o problema está em vias de ser solucionado devido ao recomeço do transporte ferroviário de carga directo do porto da Beira para Lusaca, na Zâmbia, depois de uma paralisação de um quarto de século.

Carlos Mesquita disse que os portos de Moçambique estão preparados para fazer o escoamento das mercadorias numa percentagem de 75% por caminho-de-ferro e 25% por estrada, situação que foi invertida com a concessão do Sistema Ferroviário da Beira, formado pelas linhas de Machipanda, construída em 1906, e de Sena, 1914, à extinta Companhia Caminhos de Ferro da Beira (CCFB).

Devido à incapacidade da empresa em cumprir as cláusulas contratuais com a empresa Caminhos de Ferro de Moçambique, até há pouco tempo a carga chegada ao porto da Beira era escoada 65 a 70% por estrada e os restantes 35% a 40% por caminho-de-ferro.
 
1 - 20 of 55 Posts
Top