SkyscraperCity banner

Status
Not open for further replies.
1 - 1 of 1 Posts

·
Mameluco sangue azul
Joined
·
20,420 Posts
Discussion Starter #1
Em visita ao estado para as festas juninas, o ministro do Turismo, Luiz Barretto, revelou que o governo tenta viabilizar vôos entre os EUA e o Nordeste

Em visita a Pernambuco para prestigiar o São João local, o ministro do Turismo, Luiz Barretto, disse ontem que representantes do governo brasileiro estão em reunião com as companhias aéreas norte-americanas para destravar os vôos regulares para o Nordeste. O encontro, que conta com as presenças de membros do Itamaraty, da Agência Nacional de Aviação Civil e da presidente da Embratur, Janine Pires, começou ontem e dura até amanhã, em Washington. A meta é fazer com que as companhias anunciem, pelo menos, vôos em caráter experimental para a região.

Os vôos temporários duram entre quatro e cinco meses. Segundo Luiz Barretto, o maior impedimento das rotas é o princípio da reciprocidade, que cobra o visto dos turistas norte-americanos da mesma forma que os Estados Unidos fazem com os brasileiros.

“A grande dificuldade é a exigência do visto”, informa o ministro. As companhias interessadas em iniciar vôos para o Nordeste são de grande porte, como a Delta Airlines e a American Airlines. Ele diz que o Ministério do Turismo quer aumentar o número de turistas norte-americanos no Brasil. No ano passado, foram 700 mil. A grande maioria, 400 mil, veio para São Paulo.

“Isso é menos de 1% dos turistas norte-americanos que viajam para o exterior. Além disso, são turistas que gastam muito”, calcula Barretto. Os europeus gastam em média R$ 140 por dia quando vêm ao Brasil. Já os norte-americanos, deixam R$ 165 por dia. Metade deles vem para o turismo de lazer.

No ano passado, o Brasil recebeu cinco milhões de turistas estrangeiros. Tanto o número de turistas quanto o valor gasto por eles vêm subindo nos últimos anos. Outra meta do governo é intensificar as relações com a América Latina para aumentar o número de turistas dos países vizinhos, sobretudo do Chile e da Argentina.

SÃO JOÃO

O Ministério do Turismo, com a ajuda de emendas parlamentares, investiu R$ 50 milhões no São João do Nordeste. Pernambuco foi o Estado que mais recebeu verba: R$ 15 milhões ao todo.

O dinheiro foi encaminhado para a contratação de eventos e ação promocional junina de 80 municípios, como Caruaru, Gravatá, Petrolina, Santa Cruz do Capibaribe, Pesqueira, Angelim, Olinda, Araripina e Agrestina. Somente Caruaru ficou com R$ 1,2 milhão.

“No ano passado, o investimento no São João foi de R$ 8 milhões para o Nordeste. Aumentamos o orçamento este ano porque o São João é um evento que dinamiza a economia local. É mais importante do que o Carnaval, porque além das capitais gera renda também nas cidades pequenas”, explica o ministro.

Fonte: Jornal do Commércio.
 
1 - 1 of 1 Posts
Status
Not open for further replies.
Top