SkyscraperCity banner
Status
Not open for further replies.
1 - 20 of 5084 Posts

·
Registered Usher
Joined
·
5,015 Posts
Discussion Starter · #1 ·
Olá a todos! Proponho neste thread que se concentre as notícias relacionadas à cidade de São Paulo-SP. Como há vários threads de notícias das cidades do interior, estava faltando um thread exclusivo de notícias da capital.
 

·
Registered Usher
Joined
·
5,015 Posts
Discussion Starter · #2 · (Edited)
Vendas do comércio em SP devem atingir R$ 11 bilhões em dezembro

Interlagos ganha mais segurança

23/10/2010

Entre as novidades que os pilotos de Fórmula 1 encontrarão no Grande Prêmio Brasil deste ano, que será disputado em Interlagos no próximo dia 7 de novembro, está um muro de proteção com tecnologia de absorção de impacto, tinta antiderrapante e grama artificial de alta resistência colocada nas áreas de escapes para aumentar a segurança dos corredores. As obras para preparar o autódromo para os treinos a para a corrida estão a todo valor, representam um investimento da Prefeitura de R$ 22 milhões e foram vistoriadas na manhã deste sábado (23) pelo prefeito de São Paulo Gilberto Kassab.


As obras de melhorias no autódromo representaram
investimentos de R$ 22 milhões por parte da prefeitura.


A preocupação da prefeitura com o evento é justificada pelo grande entrada de divisas por conta da chegada de turistas na cidade. A estimativa é que durante os três dias do GP, contando a corrida e os dias de treinos oficiais, o autódromo deve receber um público da ordem de 140 mil pessoas provenientes do mundo inteiro. Isso representa a geração de aproximadamente 15 mil empregos diretos e indiretos, além de uma renda estimada em R$ 250 milhões. "A cidade de São Paulo precisa cada vez mais de grandes eventos que geram empregos e receitas, e a Formula 1 é um desses acontecimentos", salientou o prefeito. "Essa é a razão maior dos investimentos que são feitos na Fórmula 1”.
Por esse motivo, a atualização do autódromo é permanente. E a prioridade, desde 2005, são as obras fixas e de segurança.


Os novos itens de segurança para a corrida foram inspecionados
por técnicos e também pelo prefeito Gilberto Kassab.


Neste ano serão instalados, de forma permanente, 221 metros de softwall, um muro de proteção com tecnologia de absorção de impacto. Além disso, todo o circuito receberá uma nova tinta antiderrapante, que usa uma tecnologia italiana, que assegura, principalmente em caso de chuva, que o nível de aderência dos pneus na pista seja o mesmo na pista e nas faixas. A tinta será aplicada em todas as faixas de bordo do percurso.


Em alguns trechos das áreas de escapes serão aplicados uma grama sintética de alta resistência. Desenvolvida na Bélgica, o objetivo é proporcionar mais resistência ao atrito, e serão colocadas atrás das lavadeiras mais críticas, evitando ao longo dos treinos e da corrida que haja algum desnível entre a lavadeira e a grama. Diversos autódromos europeus já utilizam esse sistema. A grama sintética é sempre de tom mais escuro e facilmente identificada nas imagens da televisão. Todo o sistema de concregrama, que há anos substituiu a grama comum no entorno da pista garantindo segurança, está sendo substituído inclusive por peças novas e mais modernas, uma garantia a mais para o piloto que derrapar para fora do circuito.

http://www.cadernosp.com.br/cidade/2340/interlagos-ganha-mais-seguranca/
 

·
Registered Usher
Joined
·
5,015 Posts
Discussion Starter · #3 · (Edited)
Vendas do comércio em SP devem atingir R$ 11 bilhões em dezembro

26/10/2010 - 11h44
CLAUDIA ROLLI
DE SÃO PAULO

Impulsionadas pelas compras de final do Ano Novo e pelo impacto do 13º salário na economia, as vendas do comércio varejista na região metropolitana de São Paulo devem chegar a R$ 11 bilhões em dezembro deste ano.

O montante representa aumento de 12% em relação ao verificado em igual mês do ano passado (R$ 9,8 milhões). Se descontada a inflação estimada para o período, o crescimento real previsto deve chegar entre 6,5% e 7% só no mês de dezembro.

A previsão é da Fecomercio (Federação do Comércio do Estado de São Paulo), que representa os comerciantes nessa região.

Para chegar a esse valor, Altamiro Carvalho, assessor econômico da Fecomercio, considerou as informações de pesquisas conjunturais do comércio feitas mensalmente, os dados de vendas de comércio eletrônico (vendas de pessoa jurídica para pessoa física), fornecidos pela e-bit, e volume geral de vendas do comércio publicado anualmente pelo IBGE.

No acumulado de janeiro a agosto deste ano, o faturamento do comércio na região metropolitana de São Paulo já atingiu R$ 64 bilhões, em valor nominal. No ano, a previsão é chegar a R$ 100 bilhões, segundo estimativa da federação do comércio.

MAIS DINHEIRO

Um quinto dos R$ 11 bilhões que devem ser faturados em dezembro deve vir somente impacto do 13º salário no comércio varejista.

Cálculo do Dieese divulgado na semana passada mostra que o salário extra (pago geralmente até o dia 20 de dezembro) deve injetar R$ 31,2 bilhões no Estado --sendo que R$ 17,47 bilhões serão na região metropolitana.

No ano passado, o pagamento de 13º na Grande São Paulo movimentou R$ 15,37 bilhões, segundo valores atualizados.

"Os R$ 2,1 bilhões a mais que devem ser injetados no comércio em dezembro deste ano somente são responsáveis por sustentar um terço do crescimento previsto para o varejo no ano", diz Carvalho. Isso significa que, se a previsão é crescer 6% (acima da inflação), cerca de 2% desse resultado se deve ao impacto do 13º salário.

"Com o aumento de empregos e do valor do salário médio real, e a inflação sob controle, os ganhos reais se sustentaram em patamares maiores dos que os do ano passado", ressalta o assessor econômico da federação.

José Silvestre Prado de Oliveira, coordenador de relações sindicais do Dieese, diz que os trabalhadores receberam no ano passado, em média, aumentos reais que variaram de 1,5% a 2% acima da inflação. Neste ano, os aumentos devem ficar entre de 2% e 4% acima da inflação.

"O salário mínimo, que serve como parâmetro para reajustar piso de algumas categorias profissionais, teve aumento nominal de 9,68% ou ganho real de 6,02% (acima da inflação acumulada de fevereiro a dezembro de 2009)", diz Prado de Oliveira.

http://www1.folha.uol.com.br/mercado/820394-vendas-do-comercio-em-sp-devem-atingir-r-11-bilhoes-em-dezembro.shtml
 

·
Registered Usher
Joined
·
5,015 Posts
Discussion Starter · #4 ·
Programa Mananciais começa a dar frutos no Grajaú


23/10/2010


O campo de futebol é apenas um dos espaços recuperados pelo
projeto e colocados à disposição dos moradores.


O prefeito Gilberto Kassab e o governador de São Paulo Alberto Goldman visitaram, na manhã deste sábado (23), as obras de reurbanização do Complexo Cantinho do Céu, na região do Grajaú, zona Sul da capital. As obras fazem parte do Programa Mananciais – Vida Nova, da prefeitura em parceria com o governo do Estado e a Sabesp. Estão sendo realizadas no local drenagem, esgoto, instalação de guias e sarjetas, pavimentação de ruas e construção de contenção em áreas de risco.

Parte da reurbanização já está pronta e inclui uma área comunitária com campo de futebol (foto), praça, pista de skate, academia da terceira idade, playground e dois decks de madeira para acesso à represa Billings. Tudo isso está dentro de um parque linear de aproximadamente sete quilômetros, cuja primeira etapa, de 900 metros, já está concluída. A idéia do projeto foi utilizar a represa e as suas margens como espaço de convívio e lazer para a população das imediações, ao mesmo tempo em que recupera e preserva essa região da contaminação pelo despejo de esgoto. A previsão de término da obra é abril de 2012.

O Cantinho do Céu é uma das 45 áreas em processo de reurbanização na cidade e que está sendo executado por meio do Programa Mananciais. Até o momento já foram feitos no local 5.200 metros de drenagem, 3.200 metros de ligações de esgoto, 24 mil metros de guias e sarjetas, além de 1.780 m2 de obras de contenção. Serão beneficiadas aproximadamente 12 mil famílias que vivem nos bairros Parque Residencial dos Lagos, Jardim Gaivotas e Cantinho do Céu, localizados às margens da Billings.

“Além dos moradores que vivem nesses bairros, a reurbanização do Complexo Cantinho do Céu beneficiará também milhões de brasileiros que moram em São Paulo e precisam ter suas casas abastecidas com a água retirada da represa, que agora será preservada por conta desses investimentos”, disse o prefeito durante a visita.


Kassab, acompanhado do governador Alberto Goldman na visita,
disse que o projeto beneficiará também as pessoas que
dependem da água da represa.


Por sua originalidade, o projeto de reurbanização do Complexo Cantinho do Céu foi destaque no pavilhão brasileiro da Bienal de Arquitetura de Veneza deste ano. Quem o selecionou para o evento foi o arquiteto e curador Ricardo Ohtake. O projeto acaba de ser premiado também no concurso da revista Arquitetura & Construção na categoria Intervenção Urbana. A revista Arquitetura & Construção é uma das mais antigas e mais respeitada do segmento.

Além de recuperar e conservar a qualidade das águas dos reservatórios Guarapiranga e Billings, o objetivo do programa é levar qualidade de vida aos moradores da região, garantir a inclusão social da população e a sustentabilidade das intervenções urbanísticas, que transforma áreas degradadas em bairros.

O governador Alberto Goldman destacou a importância da parceria da Prefeitura com o Governo do Estado e a União, que dividiram os recursos para a execução dos serviços. "É importante os três níveis de poder público trabalharem juntos para poder beneficiar o maior número de pessoas que vive em áreas de favelas, pois com a urbanização desses locais e a preservação dos mananciais, a região se transforma num bairro, com ruas, áreas de lazer, escolas e toda infraestrutura necessária", finalizou o governador.

http://www.cadernosp.com.br/cidade/2339/programa-mananciais-comeca-a-dar-frutos-no-grajau/
 

·
Registered Usher
Joined
·
5,015 Posts
Discussion Starter · #5 ·
Linha Verde do Metrô ganha novo trem

25/10/2010


Os novos trens usam freios antideslizantes, que permitem paradas mais suaves, sem prejuízo da velocidade.

A linha 2-Verde do Metrô passa a contar com mais um trem. O governador Alberto Goldman entregou nesta segunda-feira (25) o 16º trem da linha que liga Vila Prudente à Vila Madalena. A nova composição segue o mesmo padrão dos novos trens já em operação. Eles possuem ar-condicionado, câmeras de segurança internas e externas, portas mais largas para facilitar o embarque e desembarque, além de outros itens que facilitam a acessibilidade. Os freios antideslizantes e antiderrapantes proporcionam paradas mais suaves, sem prejuízo da velocidade e são de grande valia, principalmente em dias de chuva.

Cada novo trem é equipado com 26 câmeras, cujas imagens são transmitidas ao vivo para um monitor na cabine do operador, e sistema de detecção de fumaça. O pega-mão (localizado próximo às portas) tem pintura fluorescente para casos de queda de energia. O sistema de som digital dentro do trem melhora a qualidade das mensagens transmitidas aos passageiros. Diariamente, cerca de 835 mil pessoas são transportadas pelos trens da linha Verde, que atualmente tem 14,7 quilômetros de extensão.
Além disso, na parte de comunicação, há um mapa dinâmico, instalado sobre as portas, que indica a localização do trem por meio de sinais luminosos, auxiliando pessoas com deficiência auditiva. Um sistema de leds (luzes coloridas) indica a posição atual da composição e sua próxima parada. Além dos assentos preferenciais para gestantes, idosos e passageiros com mobilidade reduzida, o trem conta ainda com bancos para obesos, com espaço igual ao de dois assentos comuns.

Expansão e modernização - Os novos trens fazem parte da expansão e modernização da rede metro-ferroviária da cidade, cuja soma entre 2007 e 2011 atinge investimentos de R$ 23 bilhões. O objetivo é quadruplicar a rede com qualidade de metrô, passando de 60 km (2007) para 240 km. Desse total, 162 km são linhas da CPTM. A composição se somará as 206 unidades já encomendadas para a CPTM e Metrô, das quais 70 já foram entregues.

http://www.cadernosp.com.br/cidade/2356/linha-verde-do-metro-ganha-novo-trem/
 

·
Registered Usher
Joined
·
5,015 Posts
Discussion Starter · #6 ·
São Paulo sedia maior feira de telecomunicações da América Latina

26/10/2010
Agência Brasil

O Futurecom, maior evento do setor de telecomunicações e tecnologia da informação na América Latina, começa nesta segunda (25) e vai até quinta-feira (28) em São Paulo. Pela primeira vez, o público poderá conhecer soluções inovadoras desenvolvidas por pequenas empresas brasileiras.

O Espaço Empresa Inovadora foi criado pelo Instituto de Tecnologia de Software e Serviços e pelo Futurecom com o objetivo de apoiar organizações inovadoras.

A feira está sendo realizada no Transamérica Expo Center.

http://www.diariosp.com.br/_conteudo/2010/10/11092-sao+paulo+sedia+maior+feira+de+telecomunicacoes+da+america+latina.html
 

·
Registered Usher
Joined
·
5,015 Posts
Discussion Starter · #7 ·
Shopping West Plaza assume compromisso para cuidar de praças

25/10/2010

A Subprefeitura Lapa acaba de firmar mais um termo de cooperação para adoção de duas praças da região: a Tomás Morus e Souza Aranha, ambas terão a zeladoria do Shopping West Plaza que cuidará de uma área total de 1942 m² por um período de dois anos.

A empresa será responsável por realizar melhorias no espaço, além da manutenção do local. Entre os serviços rotineiros estarão a limpeza geral, lavagem e remoção de lixos e detritos, a separação de resíduos orgânicos, pinturas, além de poda e corte de mato.

Com o acordo firmado quem ganha é a comunidade que poderá desfrutar de um espaço público com total conforto graças e esse investimento sustentável. "Ao adotar uma área verde uma empresa beneficia a cidade e consegue criar uma identificação entre o local e a sua população. Além disso, com a zeladoria sendo realizada por uma empresa privada, a administração pode deslocar as equipes que atuariam naquele local para intensificar os serviços em outras áreas", afirma o subprefeito Carlos Eduardo Batista Fernandes.

http://www.diariosp.com.br/index.php?id=/bairro_a_bairro/zona_leste/blogs/materia.php&cd_matia=11131
 

·
Registered Usher
Joined
·
5,015 Posts
Discussion Starter · #8 ·
Metrô estuda trocar janelas

25 de outubro de 2010 | 23h00
BRUNO RIBEIRO

Após a megapane ocorrida no fim de setembro, que paralisou a linha mais movimentada do Metrô por quase três horas e trouxe o caos à cidade, a companhia estuda trocar as janelas lacradas dos trens mais novos, que têm ar-condicionado, por modelos que poderiam ser abertos.

A medida evitaria que, em uma nova situação de queda de energia, os passageiros fossem obrigados a forçar a abertura das portas para fugir do calor e da falta de ar nas composições, o que atrasa ainda mais a retomada das operações.

Ainda não há, entretanto, definição de datas para a conclusão desse estudo nem cronograma para a troca das janelas. O Metrô não divulgou também detalhes do modelo que seria adotado. A pane ainda está sendo investigada pela Polícia Civil.

Nos últimos quatro anos, o Metrô comprou 71 trens novos, para as cinco linhas da cidade. Destes, 34 já estão em circulação. Todos têm dispositivos como câmeras de segurança e ar-condicionado. Mas as janelas não podem ser abertas.

A falta de ar dentro dos trens pode ter complicado a pane ocorrida em 21 de setembro. Naquele dia, um trem da Linha 3-Vermelha parou entre as estações Sé e Pedro II. Com a demora para resolver o problema, passageiros abriram as portas e desceram da composição. Para evitar acidentes, o Metrô cortou a energia do trecho.
Ocorre que o trem que estava atrás da composição com defeito era um dos novos. Sem eletricidade, o ar-condicionado foi desligado – o que levou pânico às pessoas presas nos vagões lotados e, novamente, as obrigou a abrir as portas – criando um efeito cascata que paralisou toda a linha. As 17 estações foram fechadas e cerca de 250 mil pessoas foram afetadas. A Linha 3-Vermelha transporta 1 milhão de pessoas por dia.

Prática comum

Ao ser questionado sobre as novas janelas, o Metrô disse, em nota, que “é prática comum nas áreas técnicas da companhia a realização de estudos na busca de melhorias para serem implementadas em todos os sistemas e equipamentos em operação. Entretanto, todo projeto antes de ser implementado passa por fase de levantamento de alternativas e rigorosos estudos de viabilidade”.

O secretário dos Transportes Metropolitanos, José Luiz Portella, também foi questionado sobre o assunto, mas não deu entrevistas. Ele participou, com o governador Alberto Goldman, de um evento na Estação Vila Prudente (Linha 2-Verde), na zona leste, para entregar mais um dos novos trens com ar-condicionado e sem abertura de janelas.

O engenheiro civil Creso de Franco Peixoto, professor de engenharia de trânsito da Fundação Educacional Inaciana (FEI), diz que a iniciativa pode ser uma alternativa interessante para dar mais segurança à operação do Metrô. “Oferece uma opção de ventilação em uma situação em que o passageiro se sinta abafado.”

Ele diz, no entanto, que essas janelas não poderiam permitir, por exemplo, que braços sejam colocados para fora dos trens. “Mesmo com janelas, é possível que haja uma situação de pânico dada a superlotação do Metrô”, diz o professor. Para ele, a melhor prevenção para esse tipo de situação é a ampliação da rede.

http://blogs.estadao.com.br/jt-cidades/metro-estuda-trocar-janelas/
 

·
Registered Usher
Joined
·
5,015 Posts
Discussion Starter · #9 ·
SP deve apresentar projeto para receber Centro de Imprensa da Copa

26/10/2010 12:01

São Paulo deve entrar de vez na briga pelo Centro de Imprensa Internacional e pela transmissão da Copa 2014. De acordo com o jornal "O Estado de S. Paulo", a prefeitura vai apresentar até o início da próxima semana um plano à CBF e à Fifa.

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, confirmou a possibilidade. "Vamos concluir o projeto nos próximos dias", disse. O valor do investimento não foi divulgado. Estudos mostram que os gastos no local de mídia da Copa 2010 foram mais altos que em alguns estádios do interior da África do Sul.

Kassab também não indicou em que local o Centro de Imprensa seria construído. Em visita à África do Sul, durante a Copa do Mundo, Kassab cogitou a possibilidade do Anhembi abrigar os profissionais de mídia. Na época, havia a hipótese da construção de um estádio em Pirituba.


Durante a Copa 2010, Kassab citou o Anhembi como o local do projeto

Acordo

Em 2007, São Paulo, Rio de Janeiro e a CBF fizeram um acordo para que a capital paulista ficasse com o congresso da Fifa e a abertura do evento. O Rio ficaria com o Centro de Mídia e a final da Copa. Segundo a CBF, a questão ainda não está fechada. O presidente da entidade, Ricardo Teixeira, não descarta a construção em Brasília.

http://www.copa2014.org.br/noticias/5616/SP+DEVE+APRESENTAR+PROJETO+PARA+RECEBER+CENTRO+DE+IMPRENSA+DA+COPA.html
 

·
Registered Usher
Joined
·
5,015 Posts
Discussion Starter · #12 ·
BOnito o novo trem do metro!!
mais nao chega nem aos pes do da linha amarela !!
pq são concessionarias diferentes?
Olha, eu não sou um expert no assunto, mas esse trem da linha 2 é da Alstom, e os da linha 4 amarela são importados da coréia do sul, ou seja, os fabricantes são outros.

Não tem nada relacionado à concessionaria, pois no metrô de SP, por enquanto, somente a linha 4 é concessionada. As demais linhas, pertecem ao Metrô de SP, empresa estatal do governo do estado. :eek:kay:

Me corrijam se eu estiver errado.
 

·
Registered Usher
Joined
·
5,015 Posts
Discussion Starter · #13 ·
Sabesp inaugura duas adutoras na Grande São Paulo

Obras beneficiam cerca de 200 mil pessoas

A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) inaugurou nesta terça, 26, duas grandes obras para o sistema de saneamento na cidade de São Paulo e na Grande São Paulo. Em Cajamar, foi inaugurada a Adutora Santa Fé - Polvilho, obra que será concluída em 13 meses e que beneficiará 80 mil pessoas das regiões do Jardim Maria Trindade (São Paulo) e do município. O investimento foi de R$ 4 milhões. Também foi inaugurada nesta data, a Adutora e Reservatório do Parque Anhanguera, obra que beneficiará 110 mil habitantes e teve investimento de R$ 21 milhões.

A secretária de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo, Dilma Pena, e o presidente da Sabesp, Gesner Oliveira, participaram das cerimônias. As obras irão melhorar o sistema de abastecimento nas regiões beneficiadas.

Parque Anhanguera

A obra conta com 6,32 km de adutora em aço de 700 mm e reservatório com duas câmaras com capacidade para 3 mil m³ cada uma, totalizando 6 mil m³ na primeira etapa. O reservatório tem previsão de expansão para 12 mil m³. Os benefícios serão os seguintes:

- Aumento de capacidade de reservação do Sistema de Abastecimento na Região Norte da metrópole, permitindo maior capacidade e confiabilidade no sistema

- Ampliação do sistema de abastecimento já prevê o crescimento populacional que a região vem apresentando

Santa Fé-Polvilho

A adutora Santa Fé-Polvilho é uma interligação entre os reservatórios existentes no município de Cajamar e no Jardim Maria Trindade, em São Paulo. A adutora complementa a capacidade do reservatório do distrito de Polvilho.

A adutora tem extensão de 7.591m e foi feita em ferro fundido, com diâmetro de 400 mm. A população beneficiada é calculada em 80 mil pessoas. A adutora Santa Fé-Polvilho teve suas obras iniciadas em 22 de julho de 2009 e concluídas em 25 de outubro de 2010 (13 meses). Confira os benefícios da obra:

- Regularização do abastecimento do distrito de Polvilho, no município de Cajamar, através de interligação com a adutora Santa Fé-Polvilho.


- O Jardim Maria Trindade passa a ser abastecido também pela adutora, pois era abastecido por poço artesiano.

Da Sabesp

http://www.saopaulo.sp.gov.br/spnoticias/lenoticia.php?id=212511&c=6&q=Sabesp+inaugura+duas+adutoras+na+Grande+S%E3o+Paulo
 

·
Registered Usher
Joined
·
5,015 Posts
Discussion Starter · #14 ·
Paulistanos chegam a gastar R$ 700 por mês com 'dog walkers'

Passeadores apostam em forma alternativa de trabalho na capital.
Cães saem para passear enquanto os donos trabalham.



O dog walker Fernando Lopes passeia com os cahorros pelas ruas do bairro Higienópolis (Foto: Arquivo Pessoal)

Fernando Lopes, de 52 anos, é pós-graduado, casado, tem três filhos, era empresário e tinha uma vida financeira estável. Mas ele abandonou tudo e resolveu se tornar um 'dog walker', também conhecido como passeador de cães. Hoje, com a saúde melhor e mais confiante, ele diz que foi a melhor escolha que já fez.

Passeadores são pessoas que passam o dia com cachorros cujos donos, na maioria das vezes, não têm tempo de realizar a tarefa. São profissionais que, acima de tudo, amam os animais e que apostam em uma forma de trabalho alternativa para ganhar dinheiro.

Lopes é dog walker há um ano e meio e emprega outras quatro pessoas. Ele se tornou um dog walker quando, segundo ele, começou a sentir um desconforto no trabalho. “Me senti cansado da vida que tinha e resolvi mudar tudo. Pensei: ‘Quer saber? Vou fechar a empresa e me dedicar a algo que gosto de verdade’”, disse.

A alta demanda no trabalho de passeador de cachorros foi percebida em suas caminhadas pelo bairro em que mora: Higienópolis. Começou distribuindo panfletos divulgando o serviço e logo ganhou o primeiro cliente. Hoje, tem cerca de 70. “Resolvi unir uma das coisas que mais gosto, que é cuidar de animais, com trabalho. Não ganho o mesmo que antes, mas estou mais feliz.” Ele atende nas regiões de Higienópolis, Santa Cecília, Perdizes, Pompéia e Campos Elíseos.

Em São Paulo, os bairros que mais têm demanda pelo serviço são os de classe média a alta. Higienópolis, Jardins, Perdizes, Morumbi e Moema são alguns deles.

Os passeios, em geral, duram uma hora e acontecem uma vez ao dia, de segunda a sexta. Os preços normalmente são fechados por mês e variam de acordo com a empresa, região e quantidade de passeios. Tudo pode ser negociado entre cliente e passeador. Normalmente, se os passeios são fechados com antecedência, o cliente pode receber um desconto. Além de caminhar com o cão, alguns dog walkers ensinam noções básicas de adestramento.
Em Higienópolis, por exemplo, um passeio de uma hora por dia, de segunda a sexta, pode custar R$ 180 por mês. Alguns passeadores cobram valores mais altos porque saem com apenas um cachorro por vez e o trajeto é mais longo. Outro fator que pode alterar o valor é o número de cachorros - quando a pessoa tem mais de um cachorro, há possibilidade de negociação. O valor pode chegar a R$ 700.


Plínio e o labrador Calvin durante um passeio
(Foto: Sormany de Sousa/Divulgação)

Quem investe nesse serviço é a psicóloga Isabel Coutinho, de 34 anos, que tem um cachorro da raça labrador chamado Calvin. O cãozinho passeia duas vezes ao dia com o dog walker Plínio Henrique de Oliveira, dono de uma empresa especializada no serviço. Por mês, a psicóloga chega a gastar cerca de R$ 500 com os passeios. Para ela, o investimento é indispensável. “Desde que eu e meu marido pensamos em ter um cachorro de porte grande, como é o caso do labrador, já contávamos com esse gasto a mais. Um dos principais benefícios é que ele gasta muita energia na rua e bagunça menos a casa”, disse.

Já o tradutor Ernesto das Silva Cintra, de 45 anos, chega a gastar R$ 700 por mês com os passeios do Tonny, da raça teckel. Cintra viaja muito e sobra pouco tempo para cuidar do cachorro. “Quando peguei o Tonny, tinha mais tempo. No entanto, agora eu fico pouco em casa e para que ele não fique estressado opto por pagar pelo serviço”, disse. Sobre o valor, que é considerado alto, ele disse que espera que um dia tenha mais tempo para seu cãozinho e, dessa forma, consiga diminuir o valor gasto. “Tenho noção que é alto, mas por enquanto é a única solução.”

Oportunidade

Oliveira trabalhava em um banco e, em 2005, cansado da rotina de nunca ter tempo para o lazer, resolveu abrir a Dog Walker. Atualmente, cinco pessoas trabalham para atender a demanda da empresa.

“Quando trabalhava no banco não tinha horário para entrar nem para sair. Viva correndo e nunca tinha tempo para nada, nem nos finais de semana. Agora eu faço os meus horários, sem contar que trabalho com cachorros, que gosto muito”, disse.

Para evitar problemas, ele passeia com apenas um cachorro por vez. “Dizem que quanto maior o grupo é melhor por causa da sociabilidade, mas eu não penso dessa forma. Com um cachorro por vez, consigo dar mais atenção ao bichinho.”

Segurança e cuidados

Quem contrata esse tipo de serviço tem de ficar atento à segurança. É imprescindível que o passeador tenha conhecimento básico de cada raça para que saiba como agir em casos de emergência, como em um eventual ataque a uma pessoa que passa na rua, por exemplo. Outra orientação é que o cliente busque referências sobre o trabalho do passeador. Cursos de adestramento também são indicados.

Perfil

O perfil de quem contrata esse tipo de serviço é basicamente formado por pessoas que trabalham fora e não têm tempo de passear com o cachorro todos ao dias. “Hoje em dia, tanto homens como mulheres têm uma vida profissional muito ativa e acaba que não sobra muito tempo para essa tarefa. E também não é bom para o cachorro passear apenas alguns minutos por dia. O ideal é que o animal saia para passear duas vezes ao dia, sendo que cada passeio deve durar em média uma hora”, afirmou o passeador Lopes.
Já o perfil de quem trabalha como dog walker não tem grandes variações. Geralmente são pessoas que estão na faculdade e ainda não conseguiram um emprego. O que todos têm em comum é o carinho pelos animais.

http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2010/10/paulistanos-chegam-gastar-r-700-por-mes-com-dog-walkers.html
 

·
Registered Usher
Joined
·
5,015 Posts
Discussion Starter · #15 ·
São Paulo deve retirar 165 mil de casa

25/10/2010
Folha de S.Paulo

Projetos em execução pelo poder público em São Paulo vão desalojar compulsoriamente de suas casas cerca de 50 mil famílias em dez anos (2006-2015), no maior deslocamento populacional forçado já registrado no Estado. Considerando 3,3 moradores por casa --prévia do Censo 2010--, o número de desalojados chega a 165 mil, mais que a população de São Caetano do Sul (ABC), que soma 153 mil.

A maioria das casas é irregular, está em áreas de risco ou de preservação ambiental. Quase a metade será atingida por ações de cunho ambiental, como a construção do megaparque Várzeas do Tietê, com 107 km. O projeto prevê desalojar 10 mil famílias em seis cidades.

Outro ambicioso plano é o Programa Mananciais, que busca a despoluição das represas Billings e Guarapiranga e prevê demolir 8.500 casas. O rol de projetos ainda inclui remoções de favelas, a conclusão do Rodoanel e a expansão do metrô --esta desapropriará imóveis até em bairros nobres da capital, como Morumbi (zona oeste).

A maioria dos projetos é executada pelo governo do Estado ou prefeitura, mas parte tem recursos do PAC (federal) ou financiamento de órgãos como BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) e Banco Mundial.

Nem todos os removidos até agora conseguiram moradias do poder público. Em alguns casos, ganham auxílio-aluguel de R$ 300. Em outros, recebem um pagamento de até R$ 8.000 e têm de procurar uma outra casa.

No Cantinho do Céu (zona sul), perto da represa Billings, o pedreiro Jesuino Ferreira Correia, 36 anos, teve de deixar o "predinho" irregular de três andares que construiu em 1993 para abrigar a família. A prefeitura pagou R$ 33 mil pelo imóvel, o que não foi suficiente para comprar a nova casa. "Tinham de dar uma casa do mesmo tamanho."

Desempregada, com oito filhos, Bethania Sousa Bonfim, 36 anos, foi a última a deixar a Vila Brejinho, conjunto de 104 casas irregulares à beira da represa Billings. "Fui a última a sair porque não tinha para onde ir", diz.

http://www.agora.uol.com.br/saopaulo/ult10103u819548.shtml
 

·
Registered Usher
Joined
·
5,015 Posts
Discussion Starter · #16 ·
A cidade se prepara para os turistas

26/10/2010

Os próximos 15 dias serão marcados pela entrada de um grande número de turistas na cidade. Além do Salão ao Automóvel, que será aberto ao público nesta quarta-feira (27), o Grande Prêmio Brasil de Fórmula 1, que acontece nos dias 5, 6 e 7 de novembro, deve movimentar a economia da capital paulista. Apenas esses dois eventos devem atrair para a cidade um total de 368 mil pessoas, que po9dem movimentar nada menos que R$ 385 milhões na economia local, segundo estimativas da São Paulo Turismo (SPTuris), empresa municipal de promoção turística e eventos.


A estimativa é de que somente a F-1 e o Salão do Automóvel
atraiam 368 mil pessoas, movimentando um total
de R$ 385 milhões na economia.

Em razão desses dois acontecimentos, já estão sendo disputadas as últimas vagas nos 410 hotéis da cidade. A expectativa é de que a taxa média de ocupação na rede hoteleira da cidade ultrapasse a faixa dos 70% nos meses de outubro e novembro. Com isso, o ano, em relação ao turismo, será fechado com inéditos índices de expansão, uma vez que o primeiro semestre apresentou recorde de arrecadação de ISS e elevadas taxa de ocupação dos hotéis.

Dessa forma, São Paulo se encaminha para um final de ano excepcional no que diz respeito à receita proveniente do turismo. Vale lembrar que o Carnaval de 2010, segunda dados da SPTuris, representou um aumento de 9,3% no fluxo de turistas e de 11,1% na receita deixada por eles em relação ao movimento do ano anterior. Apenas nos três dias da folia estima-se que a arrecadação da cidade foi de R$ 50 milhões.

Agenda cultura – E não são apenas os eventos ligados a automobilismo que movimentará a capital nos próximos dias. Ela conta ainda com uma agenda cultural rica. Até 4 de novembro, por exemplo, a cidade assiste a promoção de uma das maiores mostra de filmes do mundo, a 34ª Mostra Internacional de Cinema, com a exibição de aproximadamente 400 filmes.

Além a Mostra, haverá, ainda em novembro, a Virada Esportiva 2010, que envolve 24 horas de atividades esportivas, de lazer, cultura e entretenimento. Ela será promovida pela prefeitura nos dias 20 e 21 de novembro em diversos locais da cidade. Há ainda a 28ª Bienal de Arte de São Paulo, que começou em setembro e vai até 12 de dezembro. Além disso, vários outros eventos culturais e de negócios também agitam a cidade até o fim do ano. Logo, logo também começa a chegar a massa de turistas compradores que chegam para adquirir produtos para as festas de fim de ano nos principais centros de compras aqui localizados.

Toda essa massa de pessoas que visita a cidade tem uma imensa variedade de espetáculos teatrais e concertos de música clássica programados até o fim do ano. Isso sem falar na gastronomia plural e requintada. São nada menos que 260 salas de cinema; 160 teatros; mais de 12 mil restaurantes – que representam 52 tipos diferentes de cozinha; 45 shoppings, 59 ruas de comércio temático, dezenas de parques e 110 museus que estão à disposição dos visitantes.

http://www.cadernosp.com.br/cidade/2378/a-cidade-se-prepara-para-os-turistas/
 

·
Open your eyes...
Joined
·
1,515 Posts
Olha, eu não sou um expert no assunto, mas esse trem da linha 2 é da Alstom, e os da linha 4 amarela são importados da coréia do sul, ou seja, os fabricantes são outros.

Não tem nada relacionado à concessionaria, pois no metrô de SP, por enquanto, somente a linha 4 é concessionada. As demais linhas, pertecem ao Metrô de SP, empresa estatal do governo do estado. :eek:kay:

Me corrijam se eu estiver errado.
Isso ae, Paulistinha.

O da linha 4 foi construído pela Hyundai com a marca Hyundai-Rotem: http://www.rotem.co.kr/eng/
 

·
**16º ano**
**17º ano**
Joined
·
25,738 Posts
Programa Mananciais começa a dar frutos no Grajaú


23/10/2010


O campo de futebol é apenas um dos espaços recuperados pelo
projeto e colocados à disposição dos moradores.


O prefeito Gilberto Kassab e o governador de São Paulo Alberto Goldman visitaram, na manhã deste sábado (23), as obras de reurbanização do Complexo Cantinho do Céu, na região do Grajaú, zona Sul da capital. As obras fazem parte do Programa Mananciais – Vida Nova, da prefeitura em parceria com o governo do Estado e a Sabesp. Estão sendo realizadas no local drenagem, esgoto, instalação de guias e sarjetas, pavimentação de ruas e construção de contenção em áreas de risco.

Parte da reurbanização já está pronta e inclui uma área comunitária com campo de futebol (foto), praça, pista de skate, academia da terceira idade, playground e dois decks de madeira para acesso à represa Billings. Tudo isso está dentro de um parque linear de aproximadamente sete quilômetros, cuja primeira etapa, de 900 metros, já está concluída. A idéia do projeto foi utilizar a represa e as suas margens como espaço de convívio e lazer para a população das imediações, ao mesmo tempo em que recupera e preserva essa região da contaminação pelo despejo de esgoto. A previsão de término da obra é abril de 2012.

O Cantinho do Céu é uma das 45 áreas em processo de reurbanização na cidade e que está sendo executado por meio do Programa Mananciais. Até o momento já foram feitos no local 5.200 metros de drenagem, 3.200 metros de ligações de esgoto, 24 mil metros de guias e sarjetas, além de 1.780 m2 de obras de contenção. Serão beneficiadas aproximadamente 12 mil famílias que vivem nos bairros Parque Residencial dos Lagos, Jardim Gaivotas e Cantinho do Céu, localizados às margens da Billings.

“Além dos moradores que vivem nesses bairros, a reurbanização do Complexo Cantinho do Céu beneficiará também milhões de brasileiros que moram em São Paulo e precisam ter suas casas abastecidas com a água retirada da represa, que agora será preservada por conta desses investimentos”, disse o prefeito durante a visita.


Kassab, acompanhado do governador Alberto Goldman na visita,
disse que o projeto beneficiará também as pessoas que
dependem da água da represa.


Por sua originalidade, o projeto de reurbanização do Complexo Cantinho do Céu foi destaque no pavilhão brasileiro da Bienal de Arquitetura de Veneza deste ano. Quem o selecionou para o evento foi o arquiteto e curador Ricardo Ohtake. O projeto acaba de ser premiado também no concurso da revista Arquitetura & Construção na categoria Intervenção Urbana. A revista Arquitetura & Construção é uma das mais antigas e mais respeitada do segmento.

Além de recuperar e conservar a qualidade das águas dos reservatórios Guarapiranga e Billings, o objetivo do programa é levar qualidade de vida aos moradores da região, garantir a inclusão social da população e a sustentabilidade das intervenções urbanísticas, que transforma áreas degradadas em bairros.

O governador Alberto Goldman destacou a importância da parceria da Prefeitura com o Governo do Estado e a União, que dividiram os recursos para a execução dos serviços. "É importante os três níveis de poder público trabalharem juntos para poder beneficiar o maior número de pessoas que vive em áreas de favelas, pois com a urbanização desses locais e a preservação dos mananciais, a região se transforma num bairro, com ruas, áreas de lazer, escolas e toda infraestrutura necessária", finalizou o governador.

http://www.cadernosp.com.br/cidade/2339/programa-mananciais-comeca-a-dar-frutos-no-grajau/
Muito bom isso, preservar os manaciais (ou tentar melhorar as áreas que nao dá mais pra tirar o ovo de lá) é essencial pra cidade.
 

·
Registered
Joined
·
4,997 Posts
SP: menor nº de homicídios em 14 anos

Os homicídios caíram 13% no Estado de São Paulo. A comparação leva em conta os dados do terceiro trimestre deste ano (937 crimes) e os do mesmo período de 2009 (1.078 assassinatos). Os números são os menores desde o início da série histórica, em 1996, na capital (269 casos) e na Grande São Paulo (200 homicídios).


A queda na capital foi de 3% em relação a 2009. Nos demais municípios da Grande São Paulo, porém, a redução foi maior. Ela chegou a 31% - 90 casos a menos do que em 2009. No interior do Estado a diminuição chegou a 8%. Dos 510 casos de 2009, a região contou 468 neste ano.

Com isso, o Estado chegou à marca de menos de 9 casos de homicídio por 100 mil habitantes. "Temos os melhores números de todo o Brasil. A média nacional é de 25 casos por 100 mil habitantes", lembrou o governador Alberto Goldman (PSDB). Na capital, o número cada vez mais se aproxima da barreira dos 10 casos por 100 mil habitantes, antigo objetivo da segurança pública paulista.

No terceiro trimestre ele ficou em 10,8 casos por 100 mil. A Polícia Civil espera em 2011 alcançar esse objetivo. Para tanto, o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) tem apostado na política de priorizar a prisão de criminosos contumazes, como justiceiros e traficantes responsáveis por inúmeros assassinatos em um bairro.

Essa foi a lógica que levou o departamento a prender recentemente, após meses de investigações, o ex-soldado da PM Eudes Aparecido Menezes, de 45 anos. Acusado de dois assassinatos e de um roubo seguido de morte, Eudes alega que sempre agiu em legítima defesa e se disse inocente. Depois de ser expulso da polícia, ele afirmou que trabalhou como mercenário na Venezuela e no Iraque.

Silêncio. A ação dos policiais teria contribuído até mesmo para diminuir a antiga "lei do silêncio", que faz com que ninguém tenha visto ou ouvido nada onde ocorreu um crime. Investigadores do DHPP constataram que a diminuição dos casos e aumento do índice de esclarecimentos de crimes teria contribuído para que testemunhas de crimes tenham mais disposição em cooperar para o esclarecimento de casos cuja autoria é desconhecida.

Para se ter uma ideia do significado dos números do último trimestre basta dizer que o número de homicídios por 100 mil habitantes na capital em 1999 - recorde histórico - foi de 52,5 casos. No Estado, o mesmo número chegou a ser de 35 casos por 100 mil habitantes por ano.

Assim, o Estado deve reverter neste ano a tendência de alta desse tipo de crime. Em 2009, pela primeira vez, desde o início da queda desses números, em 2000, o total de assassinatos havia crescido em São Paulo.

Na época, a Secretaria da Segurança Pública considerou que o impacto da crise econômica havia sido um fator importante. Com ela, teria havido um aumento de crimes contra o patrimônio, como roubos e furtos, e, consequentemente, crescimento na circulação de armas de fogo.

Como cerca de 80% dos assassinatos são cometidos com arma de fogo, a maior presença delas na sociedade seria uma fator importante para a proliferação dos homicídios. Foi, aliás, após o aprovação do Estatuto do Desarmamento que a queda dos assassinatos acentuou-se no Estado.
http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20101027/not_imp630416,0.php
 
1 - 20 of 5084 Posts
Status
Not open for further replies.
Top