Skyscraper City Forum banner
Status
Not open for further replies.
1 - 20 of 4998 Posts

·
Registered
Joined
·
273 Posts
Discussion Starter · #3 ·
Cine São Luiz: identificação de elementos da pintura original surpreende restauradores

Publicado em 19/05/2014 - 15:59 por Roberto Moreira


Teto Cine São Luiz

“Recuperar e restaurar um dos mais importantes ícones da cultura cearense, preservando e valorizando a sua riqueza arquitetônica, é um grande desafio e também traz grandes surpresas”. A declaração do secretário da Cultura do Estado do Ceará, Paulo Mamede, foi feita durante recente durante inspeção nas obras de recuperação e restauração do Cine-teatro São Luiz, que contam com investimento de R$ 15.287.832,21 em recursos do Governo do Estado. “Entre as surpresas está a cor das magistrais colunas laterais do cinema, que quase todos nós conhecemos como marrons, mas que originalmente eram da cor dourado metálico”, afirmou o secretário, ao vistoriar o trabalho da equipe de restauro, coordenada pelo restaurador José Luiz Motta.

Esta informação, segundo José Luiz, que tem na sua equipe ainda as artistas visuais e restauradoras Angela Motta e Maria Cristina Rabello, dá uma nova diretriz para o trabalho que está sendo realizado. A equipe vinha trabalhando com a perspectiva de utilização de pigmento sintético na pintura das colunas. “Na prática identificamos o DNA da cor e agora o nosso desafio é identificar o código internacional e a técnica mais adequada para que estas colunas voltem ao dourado metálico dos anos 50”, destacou o restaurador.

De acordo com o secretário da Cultura e com o engenheiro residente da obra, está mantido o cronograma de entrega do novo São Luiz, como cine-teatro, até outubro deste ano. O equipamento poderá receber, além das exibições de filmes, apresentações de linguagens artísticas como música, dança e teatro.

“É prioridade, para a Secult, devolver à população cearense um patrimônio como é o São Luiz e garantir que todos os equipamentos culturais do Estado, que estão passando ou vão passar por obras, tenham plenas condições de uso e contem com programação de qualidade. A Secretaria mantém o compromisso de concluir até o final deste ano o conjunto de obras nos equipamentos”, reforça o secretário Paulo Mamede.

http://blogs.diariodonordeste.com.br/robertomoreira/cine-sao-luiz-identificacao-de-elementos-da-pintura-original-surpreende-restauradores/

Muito bom ver o cuidado com o que estão fazendo esta restauração. só espero que venha acompanhado da requalificação do Centro, ou continuará abandonado.
 

·
Registered
Joined
·
140 Posts
Ônibus articulados têm previsão de funcionamento para agosto; hibribus é descartado

Cerca de 10 veículos foram comprados e começam a operar em agosto deste ano
Os famosos ônibus "sanfonados", como são popularmente conhecidos, vieram para ficar. Após cerca de um mês em fase de testes, os veículos começarão a operar em agosto, segundo a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor). Os Hibribus, que também circularam em Fortaleza durante os testes, ficou fora dos planos da Prefeitura de Fortaleza.

Os ônibus irão transitar nos corredores expressos para a circulação de ônibus, que dependerá da finalização das obras. A construção dos corredores estão previstas no "Bus Rapid Transit" (BRT's), que integram as ações de mobilidade urbana de Fortaleza.

De acordo com a Etufor, dez veículos já foram adquiridos e parte deles começarão a funcionar após a Copa do Mundo, pela linha Antônio Bezerra/Centro, o qual tem corredor com previsão de entrega para agosto. Já os outros transportes atenderão o entorno da Arena Castelão, nas Avenidas Paulino Rocha e Alberto Craveiro.

Hibribus e articulados circulam em Fortaleza durante fase de testes

Os ônibus que circularam em fevereiro deste ano pela linha 041 - Oliveira Paiva/Parangaba/Papicu e 075 - Campos do Pici/Unifor, passavam por uma apresentação da empresa Volvo. Os Hibribus, que possui o chassi mais ecológico do mercado, também foram apresentados pela empresa, mas não fizeram parte das aquisições da Prefeitura.
http://diariodonordeste.verdesmares...o-para-agosto-hibribus-e-descartado-1.1018906
 

·
Fortitudine
Joined
·
631 Posts
Segunda etapa do binário começa nesta terça-feira, 20

Trecho entre as ruas Coronel Jucá e a Tibúrcio Cavalcante terá sentido único. Trânsito entre a avenida Desembargador Moreira e a rua Coronel Jucá será bloqueado, exceto em horários de pico

Nesta terça-feira, 20, às 20 horas, começa a segunda etapa do binário que será implantado entre as avenidas Dom Luís e Santos Dumont até o dia 7 de junho. Nesta parte, a mão única vai da rua Coronel Jucá até a Tibúrcio Cavalcante e a avenida Dom Luís , no trecho compreendido entre a avenida Desembargador Moreira e rua Coronel Jucá, será bloqueada a partir das 9 horas, exceto nos horários de pico. As intervenções fazem parte do Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito (Paitt).

Segundo informações da Autarquia de Trânsito, Serviços Públicos e Cidadania (AMC), a avenida Dom Luís vai receber uma nova sinalização com três faixas para veículos, uma preferencial para ônibus, além de ciclofaixa, todas no sentido Papicu/Centro. Os motoristas devem então desviar pela avenida Santos Dumont ou pelas ruas Canuto de Aguiar e Pereira Valente.

A Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) irá alterar, a partir de terça, 20, cinco linhas de ônibus que trafegam pela Dom Luís e passarão a circular pela Santos Dumont. As linhas (036) Corujão/Conjunto Ceará/Papicu/Montese; (044) Parangaba/Papicu/Montese; (045) Conjunto Ceará/ Papicu/Montese; e (094) Expresso/Parangaba/Aldeota farão o seguinte itinerário: Barão de Studart, Santos Dumont, Coronel Jucá, Dom Luís e retornam ao itinerário original até o Terminal do Papicu. Já a linha (901) Dom Luís seguirá pela Pereira Filgueiras, Tibúrcio Cavalcante, Pereira Valente, Oswaldo Cruz, Santos Dumont, Coronel Jucá e Dom Luís, por onde retorna ao itinerário original até o terminal.

Para controlar o tráfego, 70 agentes da AMC vão atuar no local. Parte do efetivo vai se concentrar na rotatória da Praça Portugal. Quatro linhas de ônibus terão o itinerário mofidicado a partir da quarta-feira, 21: (027) Siqueira/Papicu/Aeroporto, (030) Siqueira/Papicu/13 de Maio e (087) Expresso/Siqueira/ Papicu seguirão pela Av. Desembargador Moreira, Av. Santos Dumont, R. Cel. Jucá e Av. Dom Luís até o terminal do Papicu. Já a linha (017) Aldeota/Centro 1 vai percorrer a Av. Abolição, R. Osvaldo Cruz, R. Canuto de Aguiar, R. Tavares Coutinho, Av. Eng. Alberto Sá, R. Des. Valdetário Pinheiro Mota e R. Andrade Furtado, por onde retorna ao itinerário original.

Binário

Enquanto o projeto requalificação da Praça Portugal é apreciado na Câmara Municipal, o canteiro central da Avenida Desembargador Moreira (sentido sertão/praia) será prolongado com blocos de concreto até a praça e a faixa de retenção localizada na referida avenida será transferida para a rotatória. A preferencial, entretanto, será de quem trafega na Av. Dom Luís.

A implantação do binário será feita pela Prefeitura de Fortaleza em seis etapas. A primeira etapa teve início nesta segunda-feira, 19, com a implantação do sentido único da Dom Luís (Papicu-Centro) entre a rua Tibúrcio Cavalcante e a avenida Desembargador Moreira. A última consiste no sentido único nas avenidas Dom Luís e Santos Dumont entre a rua Coronel Jucá e a Avenida dos Jangadeiros, além da alteração no sentido da rua Vilebaldo Aguiar - garantindo o acesso à avenida Dom Luís pela Avenida dos Jangadeiros.

http://www.opovo.com.br/app/fortale...-do-binario-comeca-nesta-terca-feira-20.shtml
 

·
Anuncie aqui!
Joined
·
2,995 Posts
Ah que chato! O outro estava tão bom... Não dou muito valor trocar de fórum não, já é a 3 vez!!! RSRSRSRSRS'
 

·
Pixelmaniac...
Joined
·
613 Posts
Como é que vai ser esse bloqueio da Dom Luís, afinal? Não vai poder trafegar? Fiquei confuso...
 

·
Registered
Joined
·
140 Posts
ÍCONE DE FORTALEZA
Projeto na Praia Mansa é o 2º destinado ao local
Ontem, o governador Cid Gomes confirmou o interesse do Estado de fazer uma PPP para erguer o equipamento


Maquete do projeto da Nasser Hissa Arquitetos Associados, vencedor de concurso público realizado em 1999 para servir de marco para a cidade de Fortaleza e que seria executado na Praia Mansa
Em se concretizando, o projeto em elaboração pelo consórcio de cinco empresas, capitaneado pela Andrade Gutierrez, para a construção de um equipamento turístico e cultural na Praia Mansa, orçado em US$ 350 milhões (ou cerca de R$ 800 milhões), conforme o Diário do Nordeste adiantou com exclusividade na edição da última-sexta-feira, 16, será o segundo do gênero a ser posto no papel na esperança de que venha a ser construído.

O primeiro data ainda do segundo mandato do ex-governador Tasso Jereissati, quando em 1999, o escritório de arquitetura Nasser Hissa Associados, dentre cinco participantes, venceu o concurso Ícone de Fortaleza, promovido pela Entidade Fortaleza Atlântica, formada pela Câmara de Diretores Lojistas (CDL), a Secretaria de Turismo do Estado (Setur-CE), o Centro Industrial do Ceará, o Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB) e o Plano Estratégico Fortaleza. O concurso, fazia parte de um projeto mais amplo de urbanização de 23 quilômetros de orla marítima da Capital cearense, divida em três áreas: Rio Ceará Enseada Turística e Parque Ecológico, Centro Histórico e Corredor Turístico Cultural e Porto Turístico do Mucuripe e Praia do Futuro.

A favor

Conforme José Hissa, diretor do escritório detentor da proposta vencedora à época, a ideia, assim como defendida no projeto hora em curso, seria a criação de um espaço cívico e de lazer representativo da cidade. "Entretanto, embora tenhamos saídos vencedores, acho que o projeto não foi adiante, talvez, por falta de vontade política mesmo", fala.

Porém, apesar de não ter conhecimento do conteúdo do projeto atual, é a favor da sua realização. "Qualquer iniciativa que dê uso à Praia Mansa, independente de ser igual à nossa proposta ou não, é importante que se faça", avalia o arquiteto.

Após quase duas décadas de sua elaboração, Hissa não lembra dos detalhes do que foi apresentado pelo escritório, entretanto, segundo a dissertação "Fortaleza: arquitetura e cidade no final do Século XX", de Renata Horn Barbosa, apresentada à Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo, em 2006, o complexo seria distribuído em área de 35,8 hectares. Os equipamentos propostos incluiam um símbolo ícone para a cidade - de 174 metros de altura -, museus e um aquário, e também serviços de alimentação e hotelaria. Ainda de acordo com a dissertação, o orçamento á época era de R$ 128 milhões (sem correção para os dias atuais) e já contemplava a possibilidade de uma Parceria Público Privada (PPP), como agora.

Em janeiro de 2013, a Setur-CE retomou a ideia, ao receber o que se chama de Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) das empresas interessadas em participar do edital para a construção do Parque da Praia Mansa. A expectativa era de que o edital fosse publicado seis meses após a entrega do PMI. Consórcio formado pelas empresas Marquise e Galvão Engenharia demonstrou interesse, mas desistiu, com a Andrade Gutierrez e mais cinco empresas assumindo o projeto, previsto para ser entregue em junho.

Cid confirma PPP

Ontem, o governador Cid Gomes confirmou o interesse do Estado de fazer uma PPP para construção do equipamento. "Estamos com a ideia de fazer uma PPP, que já está em andamento, mas ainda sem propostas firmes. Abrimos edital manifestação de interesse, teve um grupo que se manifestou. Nós estamos analisando a proposta. Mas isto não quer dizer que esse será o executor. Ele foi o proponente. A partir da proposta é que nós vamos, então, abrir um edital de concorrência pública", disse.

Trade aprova

Conforme matéria veiculada pelo Jornal no último sábado, 17, o Parque Praia Mansa é visto de maneira positiva pelo trade turístico local e por quem acompanha o desenvolvimento da Capital, mas exige articulação entre a gestão e os setores envolvidos na obra, para a execução de um projeto harmônico.

Anchieta Dantas Jr.
Repórter
http://diariodonordeste.verdesmares...raia-mansa-e-o-2-destinado-ao-local-1.1018984
 

·
Registered
Joined
·
2,786 Posts
Com o Metrofor; sem o VLT

Para quem usa a Linha Sul do Metrofor, uma boa notícia: antes do início da Copa do Mundo, o horário de sua Operação Assistida (sem cobrar passagem) será ampliado. "Teremos trem de 20 em 20 minutos, a partir das 5h30min até as 18h30min" - diz Adail Fontenele, secretário de Infraestrutura do Governo do Estado. Se a Central de Comando de Operações do Metrofor já tivesse sido concluída, o intervalo entre um trem e outro poderia ser de até um minuto. Mas a CCO só estará pronta no segundo semestre. Assim, o intervalo entre trens será de 20 minutos - "tempo ótimo para uma perfeita operação", salienta o secretário, que também adianta: para atender à demanda, cada trem terá 6 carros acoplados. E o VLT? "Infelizmente, não deu!"

(...)

Ruim

Um erro

Opinião de um especialista com mestrado e doutorado na matéria: o que se passa no túnel da Avenida Paulino Rocha, na rotatória do Castelão, é fruto de erro do projeto de drenagem.

http://diariodonordeste.verdesmares...s/coluna/egidio-serpa-1.209/materia-1.1018975
 

·
Registered
Joined
·
2,786 Posts
Plano B
Município planeja uma incubadora de empresas

A iniciativa será uma alternativa à criação de um parque tecnológico em Fortaleza, projeto discutido desde 2009

A Prefeitura de Fortaleza já tem um "plano B" caso não consiga firmar uma Parceria Público-Privada (PPP) para a criação de um parque tecnológico na cidade, iniciativa que vem sendo discutida desde 2009, mas ainda não ganhou perspectivas concretas. A instalação de uma incubadora de empresas - projeto evidentemente menor - poderá ser uma alternativa frente à ausência de parceiros.

De acordo com o titular da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SDE), Robinson de Castro, o projeto paralelo para a criação da incubadora de "startups" está sendo finalizado pelo órgão e deverá ser apresentado ao prefeito Roberto Cláudio até o fim deste mês.

Sem a PPP e com a aprovação do chefe do executivo municipal para tocar o novo projeto, afirma o secretário, é possível que a incubadora comece a operar ainda no fim deste ano. "Já trabalhamos internamente com essa possibilidade, é algo em paralelo. Independentemente da PPP, temos que dar o pontapé inicial, mesmo que não seja instalado um parque de imediato. Temos em mente que precisamos começar", destaca Castro.

Áreas

Assim como o Parque Tecnológico de Fortaleza, a incubadora funcionaria na Praia do Futuro ou no Edson Queiroz, bairros onde a Prefeitura possui terrenos propícios à instalação do equipamento. "Continuaríamos nossa parceria com vários atores sociais, como o governo estadual, instituições de ensino superior do Ceará, indústria, comércio e serviço, por exemplo. Os contatos já foram feitos", afirma.

Segundo Robinson, os recursos para a impantação da incubadora em Fortaleza viriam da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), empresa pública brasileira de fomento à ciência, tecnologia e inovação em empresas, universidades, institutos tecnológicos e outras instituições públicas ou privadas.

Por outro lado, o secretário informa que já foram realizados os primeiros contatos, por e-mail, com uma empresa nacional interessada na parceria para a instalação do Parque Tecnológico de Fortaleza.

"Mostrou-se interesse, é uma nova proposta que precisa ser analisada. Não temos nada concretizado", esclarece. Questionado sobre o nome da companhia, Robinson de Castro disse não pode divulgar o nome, pois a empresa pediu sigilo.

Lançada iniciativa para projetos criativos

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SDE) apresentou, ontem, projeto Agenda Estratégica para Fortaleza Criativa e Inovadora. A iniciativa, a primeira do tipo realizada na cidade, é voltada para construção de políticas públicas que favoreçam a criação de novas empresas na área da Economia Criativa e para o fortalecimento dos negócios já existentes.

O principal participante da solenidade, ocorrida no Paço Municipal, no Centro, foi o diretor de Desenvolvimento da Secretaria de Economia Criativa do Ministério da Cultura, Luiz Antônio Gouveia de Oliveira. Ele ministrou palestra com o tema "Economia Criativa: aspectos conceituais".

Apesar de ainda ser um conceito em construção, a Economia Criativa está relacionada ao campo do simbólico, valorizando a criatividade individual e/ou coletiva de uma determina comunidade.

"Fortaleza tem um grande potencial para se desenvolver por meio da Economia Criativa. São diversas expressões culturais, como o forró, as festas juninas e a culinária. Investimentos nessas áreas beneficiam tanto a população local quanto os visitantes", afirma Oliveira. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE, a participação da Economia Criativa no Produto Interno Bruto - PIB brasileiro, atualmente, representa menos de 18%, quase 1/5 do valor das riquezas produzidas no País. Na Capital cearense, as atividades oriundas desta parte da economia representam um setor ainda não muito explorado e um novo caminho com nichos de mercados atrativos e de reduzido risco. A agenda estratégica pretende ampliar a participação da cultura, da criatividade e da inovação no desenvolvimento socioeconômico sustentável, fazendo-se necessário à definição de uma estratégia comum construída coletivamente com os demais órgãos públicos, instituições privadas e representantes da sociedade civil organizada.

FIQUE POR DENTRO

Como funcionam os parques tecnológicos

Parques tecnológicos são ambientes de inovação. Funcionam instrumentos para dinamizar economias regionais e nacionais, gerando empregos de qualidade e bem-estar social. Podem ser definidos como uma organização urbana em uma área geográfica construída e delimitada, voltada para empreendimentos em atividades do conhecimento. Compreendem atividades de pesquisa e desenvolvimento (P&D) para a produção de bens e serviços baseados na ciência. Em termos organizacionais, é constituído por uma parceria de quatro tipos de instituições: universidades; laboratórios de pesquisa; empresas de alta tecnologia; e prestadoras de serviços correlatos.

Raone Saraiva
Repórter

http://diariodonordeste.verdesmares...-planeja-uma-incubadora-de-empresas-1.1018952
 

·
Registered
Joined
·
273 Posts
Discussion Starter · #16 ·
Um projeto não substitui o outro, se complementam, a incubadora de startups deveria estar dentro do polo tecnológico.

Fico triste em ver esse projeto perdendo força, mais um, onde está o data center prometido para Fortaleza pelo governo federal? É triste ver que, quase nada vindo do governo federal da certo aqui... mesmo tendo prefeito e governador alinhados com a presidência.

Plano B
Município planeja uma incubadora de empresas

A iniciativa será uma alternativa à criação de um parque tecnológico em Fortaleza, projeto discutido desde 2009

A Prefeitura de Fortaleza já tem um "plano B" caso não consiga firmar uma Parceria Público-Privada (PPP) para a criação de um parque tecnológico na cidade, iniciativa que vem sendo discutida desde 2009, mas ainda não ganhou perspectivas concretas. A instalação de uma incubadora de empresas - projeto evidentemente menor - poderá ser uma alternativa frente à ausência de parceiros.

De acordo com o titular da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SDE), Robinson de Castro, o projeto paralelo para a criação da incubadora de "startups" está sendo finalizado pelo órgão e deverá ser apresentado ao prefeito Roberto Cláudio até o fim deste mês.

Sem a PPP e com a aprovação do chefe do executivo municipal para tocar o novo projeto, afirma o secretário, é possível que a incubadora comece a operar ainda no fim deste ano. "Já trabalhamos internamente com essa possibilidade, é algo em paralelo. Independentemente da PPP, temos que dar o pontapé inicial, mesmo que não seja instalado um parque de imediato. Temos em mente que precisamos começar", destaca Castro.

Áreas

Assim como o Parque Tecnológico de Fortaleza, a incubadora funcionaria na Praia do Futuro ou no Edson Queiroz, bairros onde a Prefeitura possui terrenos propícios à instalação do equipamento. "Continuaríamos nossa parceria com vários atores sociais, como o governo estadual, instituições de ensino superior do Ceará, indústria, comércio e serviço, por exemplo. Os contatos já foram feitos", afirma.

Segundo Robinson, os recursos para a impantação da incubadora em Fortaleza viriam da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), empresa pública brasileira de fomento à ciência, tecnologia e inovação em empresas, universidades, institutos tecnológicos e outras instituições públicas ou privadas.

Por outro lado, o secretário informa que já foram realizados os primeiros contatos, por e-mail, com uma empresa nacional interessada na parceria para a instalação do Parque Tecnológico de Fortaleza.

"Mostrou-se interesse, é uma nova proposta que precisa ser analisada. Não temos nada concretizado", esclarece. Questionado sobre o nome da companhia, Robinson de Castro disse não pode divulgar o nome, pois a empresa pediu sigilo.

Lançada iniciativa para projetos criativos

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SDE) apresentou, ontem, projeto Agenda Estratégica para Fortaleza Criativa e Inovadora. A iniciativa, a primeira do tipo realizada na cidade, é voltada para construção de políticas públicas que favoreçam a criação de novas empresas na área da Economia Criativa e para o fortalecimento dos negócios já existentes.

O principal participante da solenidade, ocorrida no Paço Municipal, no Centro, foi o diretor de Desenvolvimento da Secretaria de Economia Criativa do Ministério da Cultura, Luiz Antônio Gouveia de Oliveira. Ele ministrou palestra com o tema "Economia Criativa: aspectos conceituais".

Apesar de ainda ser um conceito em construção, a Economia Criativa está relacionada ao campo do simbólico, valorizando a criatividade individual e/ou coletiva de uma determina comunidade.

"Fortaleza tem um grande potencial para se desenvolver por meio da Economia Criativa. São diversas expressões culturais, como o forró, as festas juninas e a culinária. Investimentos nessas áreas beneficiam tanto a população local quanto os visitantes", afirma Oliveira. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE, a participação da Economia Criativa no Produto Interno Bruto - PIB brasileiro, atualmente, representa menos de 18%, quase 1/5 do valor das riquezas produzidas no País. Na Capital cearense, as atividades oriundas desta parte da economia representam um setor ainda não muito explorado e um novo caminho com nichos de mercados atrativos e de reduzido risco. A agenda estratégica pretende ampliar a participação da cultura, da criatividade e da inovação no desenvolvimento socioeconômico sustentável, fazendo-se necessário à definição de uma estratégia comum construída coletivamente com os demais órgãos públicos, instituições privadas e representantes da sociedade civil organizada.

FIQUE POR DENTRO

Como funcionam os parques tecnológicos

Parques tecnológicos são ambientes de inovação. Funcionam instrumentos para dinamizar economias regionais e nacionais, gerando empregos de qualidade e bem-estar social. Podem ser definidos como uma organização urbana em uma área geográfica construída e delimitada, voltada para empreendimentos em atividades do conhecimento. Compreendem atividades de pesquisa e desenvolvimento (P&D) para a produção de bens e serviços baseados na ciência. Em termos organizacionais, é constituído por uma parceria de quatro tipos de instituições: universidades; laboratórios de pesquisa; empresas de alta tecnologia; e prestadoras de serviços correlatos.

Raone Saraiva
Repórter

http://diariodonordeste.verdesmares...-planeja-uma-incubadora-de-empresas-1.1018952
 

·
Registered
Joined
·
273 Posts
Discussion Starter · #18 ·
Alguém ai tem tempo e disposição para fazer uma listagem de promessas cumpridas, não cumpridas, parcialmente (ou se arrastando rsrs) vindas do governo federal?

De cara, lembro das principais:

Aeroporto, se arrastando.
Refinaria, só na conversa desde o Lula.
Data Center, só na conversa.
Transposição do São Francisco, ta andando, 12 anos e ta na metade, ainda, mas ao menos da a sensação de que sai.

Considerando os projetos geridos pelo governo federal.
 

·
Banned
Joined
·
398 Posts
Alguém ai tem tempo e disposição para fazer uma listagem de promessas cumpridas, não cumpridas, parcialmente (ou se arrastando rsrs) vindas do governo federal?

De cara, lembro das principais:

Aeroporto, se arrastando.
Refinaria, só na conversa desde o Lula.
Data Center, só na conversa.
Transposição do São Francisco, ta andando, 12 anos e ta na metade, ainda, mas ao menos da a sensação de que sai.

Considerando os projetos geridos pelo governo federal.

Fábrica de vacinas e Centro de pesquisas e ensino de pós-graduação da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz)


Prometeram que a construção, no Eusébio, seria iniciada no primeiro semestre de 2014, e até agora nadinha de nada.


Eu tomara que o Lula venha aqui pedir voto pro dono da Gertaxi (nem lembro se é a Gertaxi mesmo ou se é outra empresa de ônibus)
 
1 - 20 of 4998 Posts
Status
Not open for further replies.
Top