SkyscraperCity banner
1 - 20 of 2081 Posts

·
Banned
bolsonaroforever
Joined
·
5,969 Posts
Meu salve para o novo thread!

Aguardo as fotos das cidades da região de Divinópolis(Itaúna - entreoutras!)

Um salve especial para uma das maiores metrópoles do interior do país: Uberlândia!

Não posso deixar de elogiar a este grupo de cidades, que tem se destacado bastante nos comentários econômicos do estado de minas: Uberaba, Sete Lagoas, Montes Claros, Pouso Alegre e Extrema.

Que possa ser duplicada finalmente a BR-381 até G. Valadares.

E que o nosso mineral tenha também uma boa valorização no imposto sobre os royalties da extração de minérios!

Salve, salve!!
 

·
Registered
Joined
·
1,363 Posts
Minas Gerais vai à ‘guerra’ por investimentos no Estado

Paulo Paiva - Do Hoje em Dia


Compartilhar


GM/Divulgação

Planta da GM em Gravataí (RS): Minas está no páreo para receber uma unidade da montadora

Desde março do ano passado, Minas Gerais está negociando a atração de uma unidade de produção de automóveis da General Motors (GM) para o Estado. A empresa quer deixar São Paulo devido a alta mobilização sindical dos trabalhadores. As negociações estão avançadas, mas a decisão caberá à matriz nos Estados Unidos.

A Comil, fabricante nacional de carrocerias de ônibus, chegou a escolher um terreno em Juiz de Fora para implantar uma unidade industrial. Fez o cheque no valor pedido pelo dono: R$ 5 milhões. Na última hora, o proprietário resolveu aumentar o valor para R$ 21 milhões. Resultado: a Comil foi para Lorena (SP).

A gigante chinesa Foxconn, fabricante de produtos eletroeletrônicos e para computadores, estava de malas prontas para Funilândia (próximo a Sete Lagoas). Mas exigiu do governo federal reserva de mercado. Resultado: o pedido foi negado, o projeto parou e agora aguarda uma nova decisão da empresa. Finalmente, outra empresa exigiu alto Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) para instalar-se em Minas.

Estes são apenas alguns exemplos das dificuldades enfrentadas pelo governo mineiro para atrair investimentos para o Estado, embora os números sobre atração de investimentos sejam positivos.

O percentual considerado bom de consolidação de investimentos é de 30% das empresas que procuram o Estado. No ano passado, o percentual de Minas foi de 80%

Mas a batalha é árdua: várias decisões fogem ao controle do Estado e Minas tem vizinhos com excelente infraestrutura (São Paulo) e recursos em caixa dos royalties do petróleo (Rio de Janeiro e Espírito Santo).

Na verdade, a mudança da economia global e das próprias empresas mostrou ao Estado que o modelo usado até a década de 1990 (financiamento de capital de giro, terreno, moratória para pagamento de impostos e energia) está esgotado.

“Agora, é preciso ouvir as empresas, saber exatamente o que querem e dar respostas rápidas. Temos que valorizar o que temos de melhor e encontrar soluções para as desvantagens”, resume a secretária de estado de Desenvolvimento Econômico, Dorothea Werneck.

Um exemplo: descapitalizados, os fundos de financiamento do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) foram substituídos por acordos com a Caixa e Banco do Brasil (BB) para equalizar juros menores oferecidos por outros Estados. O BDMG também recebeu autorização para entrar no capital de empresas.
http://www.hojeemdia.com.br/notícia...i-à-guerra-por-investimentos-no-estado-1.5727
 

·
Registered
Joined
·
1,363 Posts
Agricultores mineiros apostam em novo recorde de produção

Iêva Tatiana - Do Hoje em Dia


Compartilhar


LUIZ COSTA - 16/06/2011

Recursos liberados devem contribuir para ampliar a produção

Os agricultores mineiros esperam bater novo recorde de produção na safra 2012/2013 com a liberação de R$ 115,2 bilhões pelo governo federal destinados a créditos para a agricultura empresarial, o maior valor já investido no setor. A safra anterior atingiu 11,5 milhões de sacas.

Segundo o presidente da Cooperativa Agropecuária do Noroeste Mineiro (Coanor), Irmo Casavechia, o aumento de recursos para o setor sempre gera maior produtividade. “A presidente Dilma fez muito bem em jogar para R$ 115 bilhões. Parece que ela reforçou o caixa e reconheceu que a agropecuária ainda é o motor da economia. O crédito sempre ajuda, principalmente, na parte de custeio e de investimentos”.

O valor anunciado na última quinta-feira é 7,5% maior do que o recurso da safra 2011/2012. Do total, R$ 86,9 bilhões serão destinados ao financiamento do custeio e da comercialização dos produtos e R$ 28,2 bilhões aos programas de investimentos. Além do aumento, o plano reduz a taxa anual de juros de 6,75% para 5,5%.

Segundo o coordenador da Assessoria Técnica da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Faemg), Pierre Vilela, a redução das taxas e o incremento na oferta são animadores. “Algumas atividades do Estado têm uma situação delicada, como o café, que é perene e tem altos e baixos. Mas esse pessoal está conseguindo pagar as dívidas e sanar as dificuldades”, ressalta.

De acordo com Vilela, as medidas anunciadas ainda não serão suficientes para resolver os problemas do setor, mas são positivas, de maneira geral. “Continuamos administrando o dia a dia e não pensando no futuro. Reforma tributária e investimentos na infraestrutura são temas que sempre ficam para trás”, protesta.

Produtor de café, milho e soja, Casavechia concorda. “O valor anunciado pelo governo nos surpreendeu, porque foi melhor do que o de anos anteriores, mas os insumos também aumentaram cerca de 25%. Fica aquela dúvida se o crédito será suficiente”.

Por outro lado, o representante da Faemg reconhece que, atualmente, os produtores de Minas Gerais estão conseguindo pagar as dívidas e manter as atividades. Com isso, uma das principais dificuldades enfrentadas na hora de obter empréstimos vem sendo sanada. “Por causa do endividamento, os agricultores não conseguiam fazer o cadastro nos bancos, mas, agora, a situação está melhor”.

No próximo dia 9, o Banco do Brasil deverá anunciar mudanças operacionais para os financiamentos, após divulgar um balanço da safra que se encerra neste domingo.
http://www.hojeemdia.com.br/notícia...os-apostam-em-novo-recorde-de-produção-1.5730
 

·
Ives Accosta
Joined
·
2,352 Posts
Uberaba

40 anos do Grupo JM

Presidente Dilma cumprimenta JM pelo aniversário


Presidente Dilma Rousseff cumprimentou o Jornal da Manhã pelos seus 40 anos por meio de mensagem endereçada à presidente do Grupo JM de Comunicação, Lídia Prata Ciabotti. Na correspondência, ela destaca o dinamismo e maturidade da imprensa em Uberaba.

Dilma Rousseff encaminhou a seguinte mensagem: “Parabenizo o Jornal da Manhã pela comemoração dos seus 40 anos de existência, com cumprimentos extensivos a todos os que colaboram para a sua produção diária. A existência de uma imprensa livre e dinâmica é sinal de amadurecimento de uma sociedade, e nisso a querida Uberaba tem sido uma cidade exemplar”.

http://www.jmonline.com.br/novo/?noticias,2,CIDADE,64602


Paulo Borges - 01/07/2012
Governador compara Uberaba com Roma em seu discurso no Mérito JM

Escolhido para falar em nome dos homenageados pelo Jornal da Manhã, o governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia, fez uma breve comparação entre as cidades de Roma e Uberaba, ambas construídas sobre sete colinas.

“Evidentemente, as semelhanças não se exaurem, vão além da musculatura, na rigidez do caráter. O povo romano, pela sua personalidade, sua engenhosidade, inteligência, moralidade e caráter, tem muito em comum com o uberabense. Esse amor cívico pela coisa pública, lá, mesmo no Império, prevalecia entre eles o caráter austero, também característico dos mineiros”, disse, citando Lívia, mulher de Augusto. “Imagem da correção, do caráter, imortalizada pela história. Faço essa comparação para trazer um tema fundamental sobre esses 40 anos do JM. Tenho certeza de que todos esses princípios estão inseridos em todo o JM, pelo amor a Uberaba. Falo da ética, tão fundamental na imprensa, mas também em nossa rotina, em nosso comportamento diário. Tenho certeza de que nenhuma fortuna, nenhuma glória efêmera, pode substituir a probidade, esse caráter que herdamos dos nossos antepassados”, completou.

De acordo com o governador, nenhum patrimônio, nem mesmo o financeiro e intelectual, substitui o patrimônio moral, o conceito que cada um de nós tem. “Isso se vê no Jornal da Manhã. Por isso são 40 anos de sucesso. Tudo isso é sinal de civilização. Por isso, insisto na boa ética, tão necessária, a qual todos nós apelamos, chamamos e lançamos o comportamento da consciência tranquila que faz com que a nação avance”, ressaltou, sem deixar de citar o fundador do Jornal da Manhã, Édson Gonçalves Prata. “Ele nos serve de exemplo. É um dos paraninfos da sociedade uberabense. Uma pessoa proba, que prezou pelo desenvolvimento, mas, sobretudo, pelas pessoas”, concluiu.

http://www.jmonline.com.br/novo/?noticias,2,CIDADE,64599


Paulo Borges - 01/07/2012
Lídia Prata destaca a erradicação do analfabetismo

Inevitavelmente, a emoção tomou conta do discurso da diretora do Jornal da Manhã, Lídia Prata Ciabotti, durante a festa em comemoração aos 40 anos do jornal. Lembrando, e reforçando, os desafios enfrentados ao se produzir um diário, Lídia enfatizou a dificuldade de se suavizar um fato, por mais grave que este seja, ao se repassar a informação ao leitor, razão de existir do Jornal da Manhã.

Ainda assim, mesmo salientando o desafio de viver sempre entre a razão e a emoção, estando sempre no “fio da navalha”, entre o imperativo da consciência e as provocações do coração, a diretora do JM não deixou de reforçar às autoridades presentes o dever maior do jornalista, de lutar para que os políticos priorizem a erradicação do analfabetismo no Brasil e a distribuição de renda com a mesma determinação com que lutam pelas vitórias nas urnas em tempos de eleição. “E não apenas porque queremos ampliar a base de leitores de jornais no nosso país. Mas, principalmente, porque sabemos que a informação é dínamo da transformação da sociedade. O conhecimento tem sido sempre uma chave para o poder. Poder decidir. Poder escolher. Poder viver com dignidade”, declarou, reforçando sobre a responsabilidade dos comunicadores. “A informação livre e responsável é, e sempre será, a base da democracia e o alicerce da libertação dos cidadãos. Por essa razão é que a liberdade de expressão e de informação desempenha papel fundamental na evolução das sociedades. E é por essa bandeira que devemos lutar, sempre, se quisermos verdadeiramente construir um futuro melhor”, completou.

Em seu discurso, Lídia também citou o presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Ayres Brito, o qual afirmou que “quanto mais se fortalece a liberdade de imprensa, mais se robustece a democracia. Quanto mais se robustece a democracia, mais se fortalece a liberdade de imprensa”. Aproveitando o gancho, a jornalista não deixou de citar a importância da liberdade de imprensa, a qual sempre luta para conquistar seu maior patrimônio, que a é credibilidade. “É preciso ter consciência de que o valor de uma notícia não está em apenas retratar fielmente um fato bom ou ruim. Está no impacto que causa na vida das pessoas. Nunca tivemos tempo de parar para esperar o dia seguinte, porque trabalhamos numa velocidade tal que quando o jornal chega às mãos dos leitores, já estamos pensando no de amanhã. Não deixamos de saborear cada furo de reportagem, ou de vibrar com os números excepcionais das pesquisas de opinião pública que, há mais de duas décadas, apontam o Jornal da Manhã como o mais lido, o preferido dos uberabenses, e o mais influente diário de nossa região. Essas quatro décadas não foram em vão. Ao comemorarmos hoje os 40 anos do Jornal da Manhã, temos a certeza de que valeu a pena”, sintetizou.

http://www.jmonline.com.br/novo/?noticias,2,CIDADE,64600
 

·
Registered
Joined
·
5,882 Posts
Zona da Mata é a região de Minas com maior índice de empresas no mercado formal

A Zona da Mata é a região do estado com maior índice de empresas no mercado formal. É o que mostra uma pesquisa realizada pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Muitos empreendedores, que estão na informalidade, buscam regularizar a situação para conquistar benefícios para as empresas.

Há um ano e meio os empresários Alexandre e Oscar resolveram abrir uma agência web, empresa que desenvolve serviços na internet, como a criação de sites, por exemplo. Para testar o desempenho do negócio no mercado os sócios optaram pela informalidade. Mas neste período deu tudo tão certo que já consultaram um contador para formalizar o empreendimento.

Um levantamento do Sebrae mostra o perfil dos empreendedores de Minas Gerais. No estado, para cada negócio formal, existem 2,6 informais. E algumas regiões chamaram a atenção: no Vale do Jequitinhonha, por exemplo, a diferença foi de um para 11,8. No Triângulo e região Metropolitana de Belo Horizonte, mesmo índice de Minas: 1 para 2,6. O destaque da pesquisa foi a Zona da Mata, com melhor desempenho: para cada empreendedor formal há 1,8 na informalidade. Mesmo índice de Juiz de Fora.

De acordo com o Sebrae, nos últimos anos foram intensificadas ações para estimular a formalidade na região. E como o processo para abrir uma empresa está mais simples, cada vez mais gente tem se interessado. Para o gerente regional, João Roberto Lobo, um investimento que traz resultados. O próprio levantamento mostrou que o faturamento na formalidade é até cinco vezes maior que o dos informais.

http://megaminas.globo.com/2012/06/...om-maior-indice-de-empresas-no-mercado-formal
 

·
Registered
Joined
·
5,882 Posts
Convenções partidárias definem candidatos para disputa em JF

Bruno Siqueira (PMDB), Custódio Mattos (PSDB), Laerte Braga (PCB), Margarida Salomão (PT) e Victória Mello (PSTU) vão disputar a Prefeitura de Juiz de Fora nas eleições de 2012. Os cinco concorrentes tiveram seus nomes referendados pelas convenções partidárias iniciadas no dia 10 de junho e encerradas à meia noite de ontem. Vinte e sete partidos participarão da disputa por uma das 19 cadeiras da Câmara Municipal. Os registros das candidaturas devem ser feitos pelas legendas ou coligações até o dia 5 de julho. Os pedidos impugnações devem ser protocolados até o dia 18 de julho, seja por adversários, partidos, coligações ou pelo Ministério Público. A campanha está permitida a partir do dia 6 de julho, e o primeiro turno das eleições acontece no dia 7 de outubro.

Dos partidos com postulantes ao Executivo, apenas PSDB e PT deixaram suas coligações para o último dia. Como estavam certos a candidatura à reeleição do prefeito Custódio Mattos (PSDB) e o retorno da professora Margarida Salomão (PT) ao páreo, as duas legendas adiaram suas definições até a data limite, para arrematarem melhor as alianças. No caso dos tucanos, a estratégia deu certo. Com quatro aliados com conversações também com o deputado estadual Bruno Siqueira (PMDB), o PSDB fez valer a força do Governo de Minas. Bastou a entrada de articuladores do Palácio Tiradentes nas conversas com o PR, do ex-deputado Edmar Moreira, e o PPS, do secretário de Estado da Saúde, Antônio Jorge Marques, para colocar fim em qualquer tipo de aproximação com o peemedebista.

Já as articulações do tucanato local obtiveram êxito na árdua tarefa de apaziguar os ânimos mais exaltados do PSC, do atual líder governista Noraldino Júnior, e do PTB. Com isso, Custódio conseguiu, mais uma vez, aglutinar em torno de sua candidatura o maior número de partidos, 12 ao todo. Ainda assim, os tucanos contabilizaram perdas indesejadas. A primeira delas envolve o PV, que optou por caminhar de forma independente. O partido, que tem à sua frente o ex-subsecretário de Articulação, Edson Fonseca, foi talvez aquele que mais negociou durante o período de convenções, ainda assim não conseguiu emplacar uma composição convincente. Outra legenda aguardada no ninho tucano era o PRB, do presidente da Câmara Municipal, Carlos Bonifácio. A legenda, no entanto, vai tomar outros rumos.

Na reta final, a surpresa ficou por conta da PSD, o partido criado em 2010 pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab. Uma decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), na noite da última quinta-feira, reconheceu o direito da legenda ao tempo de TV proporcional ao número atual de deputados. Como tem a quarta maior bancada da Câmara Federal, com 52 deputados, a sigla virou alvo de cobiça de PSDB, PMDB e PT. As conversas foram conduzidas pelo deputado estadual Wilson Batista (PSD), que acabou acertando a composição com os peemedebistas. Com isso, Bruno terá como aliado, além do PMN, do vereador Isauro Calais, e do PTN, o PSD. A possibilidade de o PRB se unir à composição não havia sido descartada no início da noite de ontem. O PRB também era aguardado ontem pelos petistas, que fecharam sua aliança com o PSB, o PCdoB, o PRTB e o PTdoB. Nesse caso, a principal aposta reside no fato de o ministro da Pesca e Aquicultura, Marcelo Crivella (PRB), ter recomendado aliança do seu partido com o PT, com acontece em nível federal.

Fechando a lista de concorrentes ao Executivo, o PCB, com Laerte Braga, vai de chapa pura. Já Victória Mello sai amparada pela coligação entre PSTU e PSOL.

Leia mais: www.tribunademinas.com.br/1.1117411

http://www.tribunademinas.com.br/po...finem-candidatos-para-disputa-em-jf-1.1117398
 

·
Cabra Macho é Bode!
Joined
·
8,998 Posts
^^
Reeleição costuma ser mais fácil. Mas o pessoal de JF poderia dar uma ideia aí de como as coisas estão caminhando. O que a população anda falando, quais as reais chances de cada um, tirando o PSTU que todo mundo já sabe.

Gostaria de saber a situação de Uberlândia, Uberaba e Montes Claros também. Se alguém souber quais são os candidatos, o que a população está falando, e as previsões, chances ... eu agradeceria muito. ;)
 

·
Ives Accosta
Joined
·
2,352 Posts
6 Candidatos

Paulo pial - PMDB
Almir Silva - PR

Fahin Sawan - PSDB
João Franco - PDT

Adelmo Leão - PT
luciene facchinele PSL

Edson Santana - PPS
Leuces Teixeira - PPS

Wagner do Nasc Jr - PTC
Jose euripedes de freitas

Antonio Lerin - PSB
Sem vice
 

·
Registered
Joined
·
422 Posts
Paulo pial - PMDB
Almir Silva

Fahin Sawan - PSDB
João Franco

Odelmo Leão - PT
luciene facchinele PSL

Edson Santana - PPS
Leuces Teixeira

Wagner do Nasc Jr - PTC
Jose euripedes de freitas

Antonio Lerin - PSB
Sem vice


Como assim, ai tambem tem um ODELMO LEAO, e do PT ??


:bash:
 

·
Uberaba/MG
Joined
·
1,368 Posts
alvaropessoa said:
Como assim, ai tambem tem um ODELMO LEAO, e do PT ??

:bash:
Ahahahha, é Adelmo Carneiro.

Putz, Edson Santana????? Sásenhora!!!

E o presidente do PSTU? Não vai candidatar esse ano?
 
1 - 20 of 2081 Posts
Top