SkyscraperCity banner
1 - 16 of 16 Posts

·
Registered
Joined
·
2,658 Posts
Discussion Starter · #1 ·
Os sinais são claros... em Portugal constrói-se demais. Muitas vezes sem qualidade, os novos empreendimentos apareceram como cogumelos pelas cidades e vilas portuguesas. Somos o país da Europa com mais casas vazias, o país com mais segunda casa e somos o país que menos reabilita casas antigas. Os centros das cidades estão desertos... e agora zonas novas também estão desertas, em qualquer rua de qualquer cidade portuguesa há dezenas de placards a dizer: "VENDE-SE".

A falta de planeamento em Portugal é gritante... toda a gente apanha as ondas dos mercados sem fazer a mais pequena ideia do que se mete. Poupanças? Investimento? Empreendedorismo? Macroeconomia? Quantas pessoas em Portugal sabem o que é um juro composto, a noção mais básica de economia? A educação económica da população é abaixo de zero... deviam pôr uma cadeira no ciclo e no Liceu sobre economia, para TODOS os miúdos, é uma questão de educação também, e bem importante para a vida das pessoas...

Ou seja, foi tudo comprado a crédito, iaproveitando os juros baixos... que que não duram para sempre. Por causa disso, os preços foram inflacionados acima do que a nossa economia débil faria prever, promovendo muita construção de qualidade duvidosa e em zonas onde a construção deveria ter sido proibida... As câmaras municipais, muitas vezes em esquemas mafiosos, licenciam tudo e dependem financeiramente das licenças para funcionarem.

Agora que estamos no Euro, deixámos de poder desvalorizar a moeda e temos que nos adaptar às necessidades das economias maiores... ou seja, acabou-se a mama para o governo. Com países a sério, como a Alemanha, cada vez mais pujantes, levamos com os juros a subir para combater a inflação alemã... e Portugal (e não só, a Espanha é a mesma coisa...) agoniza, por falta de educação económica dos endividados.

O nosso crescimento dependia da construção e agora acabou-se. Numa estrutura social a sulamericanizar-se, salva-se a construção de luxo e os empreendimentos turísticos. E talvez o Governo tente mascarar o problema mais uns tempos com obras públicas - concessionadas claro, para não estragar o défice... o que depois se vai sentir no bolso dos portugueses que vão ter que o pagar mais uma vez nas portagens da estradas - devemos estar a tornar-nos no país do mundo com mais portagens por km2.

Outro do problema da construção: Urbanismo = zero. Qualquer canteiro serve para por um prédio... Suburbios a perder de vista. Alta dependência do automóvel particular... o preço do petróleo nos últimos 8 anos subiu quase 700%... sim, ouviram bem, há 8 anos o petróleo custava $0.2 e agora custa $1.35. Dizem que agora a gasolina está cara? É mentira, as margens para as empresas eram muito maiores há 8 anos. Salva-nos a queda do dólar em relação ao euro... até quando?

De quem é a culpa? Nossa, e da nossa falta de planeamento e do nosso atraso económico e educacional.

Num fórum de urbanismo e construção, este thread serve como contrapeso, para mostrar notícias que vão apontando o caminho penoso da construção em Portugal... em minha opinião um caminho muito difícil, para construtores, para compradores e para a economia em geral. No fim, daqui a uns bons anos, talvez saiamos desta crise com algumas lições importantes aprendidas, e o planeamento urbano e qualidade de construção em Portugal melhorem substancialmente.
 

·
Registered
Joined
·
2,658 Posts
Discussion Starter · #2 ·
Público, hoje

Banco de Portugal aponta para valores de 2481 milhões de euros

Crédito malparado aumentou 14,7 por cento até Março

23.05.2008 - 14h33
Por Lusa
Nelson Garrido

O BP indica que o total do crédito concedido a particulares atingiu em Março os 129,85 mil milhões de euros

O crédito de cobrança duvidosa concedido pelas instituições financeiras a particulares elevava-se a 2481 milhões de euros no final de Março, uma subida de 14,7 por cento em termos homólogos, indica o Boletim Estatístico divulgado hoje pelo Banco de Portugal.

Este valor do crédito malparado não é considerado preocupante pelos bancos, já que representa apenas 1,12 por cento do total, que continua a crescer ao ritmo dos dois dígitos,

O total do crédito concedido pelas instituições financeiras a particulares atingiu em Março os 129,85 mil milhões de euros, mais 10,2 por cento do que um ano atrás e mais 0,72 por cento em relação a Fevereiro.

Em termos mensais, ou seja face a Fevereiro, o aumento do crédito de cobrança duvidosa foi de 3,84 por cento.

No total, o saldo total dos créditos de cobrança duvidosa era, no final de Março de 2008, de 2482 mil milhões de euros, contra 2390 milhões em Fevereiro, refere o mesmo boletim estatístico.

Mais de metade do valor - 1360 milhões de euros - dos créditos de cobrança duvidosa diz respeito a empréstimos no sector da habitação.

Em Fevereiro último, esse valor era de 1315 milhões e em Março de 2007 era de 1198 milhões, ou seja, observou-se um aumento de 12 por cento em termos homólogos.


Entre outras coisas, uma sobressae e vale a pena reter... perante um cenário de:
1. aumento dos juros
2. aumento da inflação
3. salários com aumentos reais congelados
4. aumento do desemprego
5. aumento do número de casas vazias

o aumento do crédito entre 2007 e 2008 foi de 10.2%.

 

·
O Prof Godin
Joined
·
6,654 Posts
…não podia concordar mais contigo…aliás, já aqui o disse, que uma cadeira de economia seria uma boa forma de aprender a programar um futuro…filhos, casa, carro, etc…como se faz em algures na América…embora pelos vistos não lhes serve de grande coisa…

…mesmo eu, que sou um leigo em economia, aprendi qualquer coisa…ter dinheiro é uma coisa; ter bens é outra e crédito…é crédito…

…assim como economia, também devia existir uma cadeira de introdução ao estudo das artes, arquitectura incluída, e também umas breves notas sobre urbanismo…

…quanto à crise na construção, se eu não fosse tão directamente afectado, diria que é bem feito…mas Portugal merece…a presença dos arquitectos e arquitectos urbanistas na nossa sociedade é mínima, mas está tudo contente…sobretudo os engenheiros (so sorry Daniel…) e os construtores/empresários…e quem é esta gente gloriosa…bom são os trolhas, canalizadores e electricistas a quem os engenheiros durante décadas autorizaram a exercer…é esta gente sem educação mais outros tipo Valentim (com o qual eu já me cruzei…) que cheios de "empreendedorismo"…pensam e projectam a cidade…

…quanto aos empresários…são do pior…lucro, lucro e mais lucro…e os bancos e outras grandes empresas…

…dinheiro mesmo, não falta a Portugal…o que falta mesmo é vergonha…e educação…
 

·
Moderator
Joined
·
181,858 Posts
Economia e Planeamento Urbanístico para o Ensino preparatório não era nada mau pensado...

O mercado da construção não está a níveis especulativos alarmantes como nos nossos vizinhos, onde prevejo uma queda maior.

De qualquer forma era bom que baixassem o valor dos imóveis... e irão baixar.
 

·
O Prof Godin
Joined
·
6,654 Posts
…existe um outro principio da economia…nem sempre se ganha dinheiro…
…por exemplo tenho aqui nos arredores de Coimbra uns bons exemplos do meu engenheiro…cabeça dura, pergunta-me muitas vezes a opinião, e depois faz o contrário…depois as casas não se vendem…o dinheiro veio do banco…os anos passam e os juros comem o lucro…mas descer o preço inicial…não…acabam pinhoradas pelo fisco e voltam ao mercado por metade do preço…mas voltam a ser compradas pelo mesmo sector…e volta a repetir-se a história…

…nós não só pagamos o valor inflacionado 100‰, como ainda pagamos a incompetência desta gente…que tem uma visão da cidade…
 

·
Registered
Joined
·
644 Posts
Mais uma vez se prova que o problema central de Portugal reside na baixa literacia dos portugueses. Junta-lha a ganância e a corrupção e tens um cocktail explosivo.
 

·
Registered
Joined
·
21,083 Posts
…a presença dos arquitectos e arquitectos urbanistas na nossa sociedade é mínima, mas está tudo contente…sobretudo os engenheiros (so sorry Daniel…) e os construtores/empresários…e quem é esta gente gloriosa…bom são os trolhas, canalizadores e electricistas a quem os engenheiros durante décadas autorizaram a exercer…
os engenheiros andam longe de estar felizes.. hoje em dia qq pé-rapado com um cursito de 30 horas auto-intitula-se de designer ou projectista.. basta aprender a usar um programa de cálculo como o ftool ou o Galileu e magia, fez-se um "engenheiro".. o problema é que estes designers sabem usar o programa mas não sabem interpretar os dados.. é só introduzir valores e imprimir o que o computador dá, depois mandam aquilo pra obra e o encarregado que se desenrasque.. e já sabemos como é em Portugal: Eh pá, não tou a perceber nada disto, vou mas é fazer à minha maneira que este tipo é doido.

E isso tem sérias consequências, tanto para o consumidor que compra imóveis de fraca qualidade como para os engenheiros que vêm o seu mercado invadido por outros sem conhecimentos que fazem o "mesmo trabalho" por tuta e meia.. já vi um concurso ser ganho com projectos de todas as especialidades (estabilidade, térmica, acústica, águas pluviais/residuais, incêndio, esgotos, gás, etc) por 500€.. é claro que quem faz isto tudo em 2 ou 3 dias, por este preço não pode ser alguém que saiba bem o que está a fazer.. está a desenrascar..

Da mesma forma que os arquitectos se revoltam (e com razão) por causa dos engenheiros poderem assinar projectos de arquitectura, tb os engenheiros se revoltam por designers poderem assinar projectos de engenharia.. neste país é assim.. noutros países, que funcionam bem, cada pessoa especializa-se numa determinada área e só trabalha nessa área, criando bons profissionais, cá o tuga tem a mania que nasceu ensinado e sabe fazer tudo.. depois claro, vemos licenciados em Direito a planear cidades, electricistas a desenhar edifícios, ex-militares a governar câmaras.. enfim..
 

·
Registered
Joined
·
114 Posts
eu nao li o thread todo mas gostava de dizer que os nuestros irmanos estamo bem piores que nos! a economia espanhola abranda mais que a nossa e devido essencialmente á estagnaçao da construçao em espanha. alias deixem me reformular: a economia espanhola so ultrapassou a portuguesa, pk nas ultimas decadas os espanhois construiram desenfriadamente. devo dizer que é o unico pais do mundo onde conheço uma construtora vendeu casas ao preço de construçao, ou seja, 0% de lucros, pk teve as casas fechadas sem as conseguir vender durante 5 anos. :nuts:
 

·
Registered
Joined
·
52,552 Posts
Mais uma vez se prova que o problema central de Portugal reside na baixa literacia dos portugueses. Junta-lha a ganância e a corrupção e tens um cocktail explosivo.
não sei parece-me mais algo "entranhado" - logo passivel de ser combatido com a educação correcta - na forma de ser do Portugues e que é independente da literacia, senão vejamos, quem nos governa e tem altos cargos (banca/empresários da construção civil etc) por norma apresenta tudo menos baixos indices de literacia e não é por isso que a ganância e a corrupção são menores, antes pelo contrário, quem tem baixos indices de literacia não tem sequer acesso a cargos onde possa dar asas á imaginação, se assim não fosse não era o regabofe que se ve com o planeamento e a qualidade das contruções entre outros factores...
 

·
O Prof Godin
Joined
·
6,654 Posts
…talvez em Lisboa Arpels…aqui em Coimbra até testemunhas de Jeova existem (Messias)…e depois funciona tudo em regime de sub-empreitadas, onde o nível vai descendo…descendo…
 

·
Registered
Joined
·
644 Posts
Pois, junta-se a baixa literacia das classes C e D à alta ganância e corrupção da classe A. Essa mistura é que é explosiva porque as classes C e D não dispõem das ferramentas que lhes permitiriam lutar contra os abusos da classe A. Por outro lado, entre as classes baixas também grassa a corrupção miudinha, apanágio de "qualquer português que se preze".
 

·
O Prof Godin
Joined
·
6,654 Posts
…volto a Teixeira de Pascoais e à sua arte de ser português […Ladrão? eu? - sim senhora. com muita honra…]…adaptado…
 

·
Registered
Joined
·
2,658 Posts
Discussion Starter · #15 ·
alguem surpreendido?

Taxas Euribor voltam a subir e renovam máximos de 2000

09/06/2008

As taxas Euribor voltaram a subir na sessão de hoje, nos prazos mais longos, para novos máximos de 2000. O Banco Internacional de Pagamentos, ou BIS, alerta para o facto dos mercados monetários deverem continuar a registar perturbações pois os bancos vão continuar a precisar de dinheiro e as perdas com o mercado de crédito deverão aumentar.

A Euribor a seis meses, o indexante mais recorrente no crédito à habitação em Portugal, subiu hoje para os 5,12% , o que representa o valor mais elevado desde 2000. Esta tendência foi partilhada pela Euribor a 12 meses, que subiu para os 5,429%, o valor mais alto desde 2000. Já a Euribor a três meses contrariou esta tendência ao recuar hoje para os 4,961%.

Estas taxas acentuaram a tendência de ganhos na semana passada, depois do presidente do Banco Central Europeu (BCE), Jean-Claude Trichet, ter alertado o mercado para a possibilidade de novos aumentos de juro na Zona Euro.

O problema é que as taxas Euribor além de serem indexantes nos empréstimos à habitação são taxas interbancárias. Ou seja, são os juros que os bancos cobram entre si para se financiarem. E com a crise de crédito de elevado risco muitos bancos tiveram necessidade de se financiarem no mercado para fazer face a perdas.

Com o risco associado aos empréstimo a aumentar, mesmo entre os bancos, as instituições financeiras com capital para emprestar começaram a cobrar juros mais altos, o que fez disparar as taxas Euribor.

Nesta altura, com os receios de novas subidas de juro por parte do BCE as Euribor voltam a subir e o diferencial entre estas taxas e os juros praticados pela autoridade monetária (que costuma ser pequeno) continua elevado devido à instabilidade de que vive no mercado financeiro.

Ainda hoje o BIS alertou para o facto dos mercados financeiros provavelmente continuarem num cenário "severo" no futuro. Isto porque os bancos vão continuar a precisar de se financiarem e as perdas relacionadas com o mercado de crédito vão prolongar-se.
 

·
Registered
Joined
·
52,552 Posts
novidade era baixar, e ainda por cima a Busha vem a Europa arranjar mais barracada com os Islamitas em vez de arrumar a casa :bash:
 
1 - 16 of 16 Posts
Top