SkyscraperCity banner

1 - 18 of 18 Posts

·
12 Years of SSC!
Joined
·
8,388 Posts
Discussion Starter · #1 ·
Escavações arqueológicas, junto à Casa do Adro, que arrancam no próximo dia 15, vão marcar o início dos trabalhos do ‘Funicular’, que deverão ficar concluídos 300 dias depois. O investimento é de seis de milhões de euros. Trata-se de uma das obras mais ‘emblemáticas’ do Programa Polis/Viseu.

Este meio de transporte, não poluente, ligará a Calçada de Viriato ao centro histórico. Uma das estações fica junto ao recinto da Feira de S. Mateus. Daqui partirá uma carruagem que se cruzará com uma segunda, a meio do percurso. A segunda estação será subterrânea, implantada no actual parque de estacionamento da Casa do Adro, o qual, apesar da reconversão disponibilizará ainda alguns lugares de aparcamento.

Logo que ‘este meio de transporte estiver a exercer as suas funções as pessoas vão poder ir desde a Ponte de Pau até ao centro histórico sem gastar a sola do sapato’, disse o presidente da Câmara, Fernando Ruas, adiantando que o funicular será ainda uma ‘atracção para a cidade’.

O autarca viseense admitiu que quando todas as condições estiverem reunidas - e nas quais se insere ainda a construção de parques de estacionamento - o trânsito poderá ser total ou parcialmente encerrado.

No decurso das obras, que envolverão as ruas Silva Gaio e Travessa da Misericórdia, a Câmara anunciou que serão disponibilizados aos residentes e trabalhadores do centro histórico cinco mil viagens nos miniautocarros eléctricos para ‘atenuar algumas das dificuldades de circulação’. Os bilhetes poderão ser levantados na Casa do Miradouro.

Os pormenores da obra foram explicados pelo vice-presidente da Câmara Municipal, Américo Nunes, o qual adiantou que o projecto está bastante adiantado, operando-se em duas frentes, ou seja, enquanto o empreiteiro ‘está a laborar na obra muito do trabalho está a ser executado em oficina (carruagens, motores, etc.), chegando pronto para montagem ao local.

A Rua Nossa Senhora da Piedade, onde vai ser recuperada a primeira casa, no âmbito da Viseu Nova - Sociedade de Reabilitação Urbana (SRU), o trânsito ficará também condicionada.

Este imóvel, que há muito se encontrava em adiantado estado de degradação, foi adquirido pela autarquia. Depois da sua reconstrução e adaptação, num prazo de um ano, o prédio receberá, no rés-do-chão, a sede da Junta de Freguesia de Santa Maria, destinando-se os restantes pisos a apartamentos para a instalação de casais jovens.

09-Out-2007
finalmente!! :banana:
 

·
Feliz 2020 ;)!
Joined
·
30,636 Posts
Já não era sem tempo :eek:kay:! Daqui a pouco menos de um ano, já poderão andar no funicular ;)! O projecto parece muito bem pensado, a estação subterrânea ficará certamente muito boa :yes:!
 

·
Moderator
Joined
·
179,630 Posts
Boa boa... aquela rua a pé é uma desgraça...

Brunito vai lá tirar fotos pa gente :yes:

Não tens nenhum render e ou esboços?
 

·
Moderator
Joined
·
179,630 Posts
Não me cheira bem a estação subterrânea... então como é que é isso... vai ter directamente à Sé? bem... começa cá em baixo... ao pé da estátua ?
 

·
12 Years of SSC!
Joined
·
8,388 Posts
Discussion Starter · #16 ·
Arrancam obras prévias para o funicular

Começam terça-feira, os estudos e trabalhos de escavação arqueológica na envolvente da Casa do Adro preliminares ao início das obras de construção e instalação do engenho mecânico (funicular) que vai ligar a baixa e a alta viseense, entre a Feira de S. Mateus e o Adro da Sé.

De acordo com Jornal de Notícias (JN), as escavações vão desenvolver-se, segundo informação da Câmara Municipal de Viseu (CMV), no parque de estacionamento, rua Silva Gaio e travessa da Misericórdia envolventes ao edifício da Casa do Adro, no centro histórico.

"O arranque da primeira fase dos trabalhos implica o encerramento do parque de estacionamento da casa do Adro", informa a autarquia.

Para "minorar" eventuais incómodos provocados pelos arranque das obras, em residentes e agentes económicos, a CMV decidiu disponibilizar cinco mil viagens gratuitas nos mini-autocarros eléctricos.

"Os bilhetes de acesso podem ser levantados na Sociedade de Reabilitação Urbana-Viseu Novo, a funcionar na Casa do Miradouro. Os ingressos gratuitos apenas serão oferecidos a quem fizer prova da sua residência na zona a intervencionar", avisa a autarquia.

Segundo o JN, a empreitada de construção e instalação do funicular, um meio de transporte mecânico não poluente, vai custar cinco milhões de euros e será também adjudicada na segunda-feira.

A concluir até ao final do próximo ano, a obra vai implicar a instalação de duas carruagens na Calçada de Viriato (vencendo um desnível que chega a atingir os 16%), cada uma com capacidade para 50 passageiros, que circularão em simultâneo nos sentidos ascendente e descendente.

O custo da viagem, por pessoa, está calculado em 50 cêntimos. A empreitada integra-se no programa da Sociedade Viseu/Polis.
in ViseuMais
 
1 - 18 of 18 Posts
Top