Skyscraper City Forum banner
1 - 20 of 71 Posts

·
gwanzou
Joined
·
31 Posts
Discussion Starter · #1 · (Edited)
As residências dos governos mundiais!

Onde trabalham os políticos pelo mundo!!!!!


Olá Pessoal!
Este artigo tem o objetivo mostrar a vocês onde estão localizados os poderes
executivo, legislativo e judiciário de cada país, ou seja, onde moram e residem
nossos representantes. Evidencio que, cada post vai variar conforme a situação política de cada país, por exemplo se é república será mostrado o legislativo, judiciário, o executivo e residência presidencial. Monarquia, palácio real e ministerial. Se for parlamentarismo, será mostrado o parlamento, residência do primeiro ministro e etcéteras.

Como a vida política do Paraguai está instável (27/06/2012) eu resolvi começar por ele. Quero lembrar que conto com a ajuda de todos e podem ficar a vontade. Um grande abraço!

OBS: PESSOAL SÃO TODAS AS REPRESENTAÕES POLÍTICAS COMO PARLAMENTOS, RESIDÊNCIAS PRESIDENCIAIS, MONÁRQUICAS, MINISTERIAIS,
SUPREMAS CORTES DE JUSTIÇA ENTRE REPRESENTAÇÕES DO GÊNERO, OK!

1) REPÚBLICA DO PARAGUAI (Tetã Paraguay/República del Paraguai)

Palácio de Los López, sede do governo executivo do Paraguai.


fonte: en. wikipedia, disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Palacio_de_los_López.


fonte: tripwow

Cabildo de Assunción, antiga sede do governo legislativo do Paraguai.


fonte: dreamytours


Nuevo Edifício del Congreso Nacional, nova sede do governo legislativo do Paraguai.


fonte: img73.imageshack


2) Bolívia (Estado Plurinacional de Bolívia)

A Praça Murillo (Plaza Murillo) é o principal espaço público da cidade de La Paz, capital da Bolívia. Seu nome é uma homenagem a Pedro Domingo Murillo (1759-1810), patriota boliviano e precursor da independência do país.
Os principais edifícios públicos foram dispostos ao redor da praça, como o Cabildo (Casa da Câmara), que começou a ser construído já em 1558. Ainda na época da colônia se estabeleceram ali a igreja matriz, em 1605 elevada a Catedral de La Paz, a Casa do Bispo, a casa da Companhia de Jesus e outras instituições importantes.
Com o tempo, as edificações ao redor da praça foram sendo substituídas por outras. No lugar do cabildo foi erguido o Palacio Quemado, sede do governo boliviano, enquanto que na área ocupada pelo edifício dos jesuítas foi construída a sede do Congresso da Bolívia. A catedral colonial foi demolida e reconstruída a partir de 1831. fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Praça_Murillo .


fonte: terracalle


Asamblea Legislativa Plurinacional de Bolívia, sede do legislativo boliviano.


fonte: rodrigo archá


fonte: marc davis


Palacio Quemado, sede do executivo boliviano.


fonte: rem sapozhnikov


fonte: fotomundo japa


Palacio de Justicia de Sucre, sede do judiciario boliviano.


fonte: valdiney pimenta


2) Peru (Republica del Perú)

O Centro Histórico de Lima, no Peru é um Património Mundial da Unesco desde 1988. Embora seriamente danificada por terramotos, a "Cidade dos Reis" foi, até meados do século XVIII, a capital e mais importante cidade dos domínios espanhóis na América do Sul. Muito dos seus edificios, como o Convento de São Francisco (o maior do seu tipo nesta parte do mundo), são o resultado da colaboração entre os nativos locais e os colonos do Velho Mundo. O centro histórico de Lima é um dos mais procurados destinos turísticos do Peru.


fonte: dozenits


Congreso del Perú, sede do legislativo peruano.


fonte: abogadospacta.com

Palacio de Justicia de Lima, sede do judiciário peruano.


fonte: carloscardenasborja

Palacio de Gobierno del Peru, sede do executivo peruano.


fonte: manuel gonzález olaechea y franco
 

·
Registered
Joined
·
2,206 Posts
Legal o thread!

Porque não começar com o maior e mais pesado edificio do mundo? (segundo o Guiness)

O Palácio do Parlamento da Romênia!




 

·
Registered
Joined
·
7,147 Posts
PORTUGAL

Palácio de Belém - Lisboa
Residência oficial e local de trabalho do Presidente de Portugal


O Palácio, localizado em Belém, outrora palácio de reis, é hoje monumento nacional e sede da Presidência da República Portuguesa. Chamado "das leoneiras" no século XVIII, parece ter como emblema o leão - símbolo solar que alia a Sabedoria ao Poder. Uma bandeira de cor verde com o escudo nacional - o estandarte presidencial - é hasteada no palácio indicando a presença do Presidente em Belém.


Trata-se de um conjunto arquitectónico e paisagístico onde avulta um edifício central de cinco corpos com frente para o rio Tejo. A um primeiro palacete, para nascente do Pátio das Damas - o Anexo - segue-se, na viragem para a Calçada da Ajuda, outra construção - o Picadeiro Real, hoje Museu dos Coches. Para poente desenvolvem-se os conjuntos do Pátio dos Bichos, do pavilhão da Arrábida e do Jardim da Cascata. Na direcção do sul estende-se o Jardim Grande, que termina num mirante cujo gradeamento prolongado para nascente e poente encontra dois pequenos pavilhões, outrora designados "casas de recreação".

Foto: Gutooo


Palácio dos Duques de Bragança (Guimarães)
Residência oficial secundária do Presidente de Portugal









fotos: johnny Mass

Palácio de São Bento - Parlamento

http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=707496
 

·
Banned
Joined
·
11,098 Posts
O tópico é interessante, mas acho que o "morar" mesmo no sentido figurado fica bem pejorativo.

Outra crítica é por conta do título em caixa alta. Se não estou enganado, não é permitido isso.

No mais, o palácio da Romênia é gigantesco!!!! Desconhecia.
 

·
Registered
Joined
·
2,798 Posts
^^
Ambiente, visitei o belo Palácio dos Duques, em Guimarães, praticamente não vi áreas que não fossem ocupadas pelo museu que funciona lá. Ainda funciona como residência oficial mesmo?

O Palácio de Los Lopes também é belíssimo e se destaca durante a noite com sua magnifica iluminação.
 

·
Registered
Joined
·
2,508 Posts
Muito bom o thread!

Só uma correção: ONDE MORAM OS POLÍTICOS? (AONDE=PARA ONDE)
Aqui em Minas, estava um filhote de gorila descansando em uma arvore quando viu uma onça passando e perguntou na gozação:
-Aoncevai?
-Vou ali, mas gorilinha mesmo eu volto! Respondeu a onça. :)
 

·
gwanzou
Joined
·
31 Posts
Discussion Starter · #8 ·
Legal o thread!

Porque não começar com o maior e mais pesado edificio do mundo? (segundo o Guiness)

O Palácio do Parlamento da Romênia!





É UMA DAS MAIS GRANDIOSAS CONSTRUÇÕES JÁ FEITAS PELO HOMEM.
ESTE SIM, É DIGNO DE UMA VERDADEIRA REPRESENTAÇÃO NACIONAL!
:)
 

·
gwanzou
Joined
·
31 Posts
Discussion Starter · #9 ·
O tópico é interessante, mas acho que o "morar" mesmo no sentido figurado fica bem pejorativo.

Outra crítica é por conta do título em caixa alta. Se não estou enganado, não é permitido isso.

No mais, o palácio da Romênia é gigantesco!!!! Desconhecia.
Atendendo seu ponto de vista e verificando sua exatidão, fiz as devidas correções. Um abraço!
 

·
Registered
Joined
·
7,147 Posts
^^
Ambiente, visitei o belo Palácio dos Duques, em Guimarães, praticamente não vi áreas que não fossem ocupadas pelo museu que funciona lá. Ainda funciona como residência oficial mesmo?

O Palácio de Los Lopes também é belíssimo e se destaca durante a noite com sua magnifica iluminação.
O Palácio dos Duques de Bragança em Guimarães ainda pode funcionar como segunda residência do Presidente, e encontra-se preparado para isso. Mas os últimos presidentes nunca o usaram como residência, apenas como local de trabalho durante algumas visitas ao norte de Portugal.

Na verdade, nenhum presidente, após 1974, usa/usou sequer o Palácio de Belém como residência. Todos apenas o usaram como local de trabalho. Optam por continuar a viver na sua casa particular.
 

·
Registered
Joined
·
7,147 Posts
PORTUGAL

Residência Oficial do Primeiro-Ministro









O palacete onde hoje está instalado o Gabinete do Primeiro-Ministro, oficialmente denominado Residência Oficial do Primeiro-Ministro, foi mandado construir em 1877 por Joaquim Machado Cayres para sua residência.

Situado num parque com cerca de dois hectares, o palacete ocupa um dos terrenos que integravam desde 1598 a cerca do Convento de São Bento.

Em 1834, com a extinção das ordens religiosas, o edifício conventual foi transformado em Palácio das Cortes, posteriormente Assembleia Nacional e, após a revolução de 25 de Abril de 1974, em Assembleia da República.

Num dos terrenos contíguos à actual Assembleia, comprado por Machado Cayres, foi edificado o palacete, adquirido pelo Estado em 1937 através de expropriação, para nele instalar a Residência Oficial do Presidente do Conselho.

Depois de obras de reparação e adaptação, António de Oliveira Salazar passou a habitar a casa em Maio de 1938. A inauguração oficial teve lugar em Abril de 1939.

As obras de remodelação incluíram a construção de uma escadaria monumental, da autoria do arquitecto Cristino da Silva, que liga a Residência Oficial ao Parlamento, a partir da parte inferior do parque, aberta na ocasião para facilitar a comunicação entre os dois edifícios.

Em 1971, já com Marcello Caetano na chefia do governo, o palacete sofreu a maior remodelação da sua história, que abrangeu desde as fundações até toda a organização do espaço interior. A intervenção, em que do edifício original pouco mais foi mantido do que as quatro fachadas, incluiu a edificação de um novo andar onde antes existia o sótão.

O edifício actual, nas suas linhas estruturais, corresponde em grande parte ao desenho fixado em 1971.

Após a revolução de 25 de Abril de 1974 a Residência Oficial e o jardim sofreram intervenções de acordo com a utilização ou não do palacete como residência e as necessidades de renovação e conservação que se foram sentindo.

Após 1986, com os Primeiros-Ministros Cavaco Silva e António Guterres, toda a zona da Residência Oficial, nomeadamente o palacete, o edifício do gaveto e o jardim, beneficiou de importantes e significativas intervenções, que lhe vieram conferir uma maior operacionalidade e uma imagem mais moderna e adequada aos novos tempos.

Após 25 de Abril de 1974, apenas o Primeiro-Ministro Cavaco Silva, actual Presidente, usou a residência oficial como residência efectiva.
 

·
Registered
Joined
·
7,147 Posts
PORTUGAL

Palácio de São Bento - Parlamento

O Palácio de São Bento, é um enorme edíficio de estilo neoclássico situado em Lisboa, sendo a sede do Parlamento de Portugal desde 1834.

Foi construído em finais do século XVI como mosteiro beneditino (Mosteiro de S. Bento da Saúde). Com a extinção das ordens religiosas em Portugal passou a ser propriedade do Estado.

Depois da implantação do regime liberal tornou-se sede das Cortes Gerais da Nação, passando a ser conhecido por Palácio das Cortes.

Acompanhando as mudanças da denominação oficial do Parlamento, o Palácio foi, também, tendo várias denominações oficiais: Palácio das Cortes (1834-1911), Palácio do Congresso (1911-1933) e Palácio da Assembleia Nacional (1933-1974). Em meados do século XX passou a utilizar-se, geralmente, a designação de Palácio de S. Bento em memória do antigo Convento. Essa denominação manteve-se, depois de 1976, quando passou a ser a sede da Assembleia da República.

Nas traseiras do edifício principal, em terrenos do, outrora mosteiro, situa-se um palacete mandado construir em 1877 por Joaquim Machado Cayres para sua residência.

Em 1937, durante o Estado Novo, este foi adquirido pelo Estado através de expropriação, para nele instalar a residência oficial do presidente do Conselho de Ministros. Embora Oliveira Salazar, então presidente do Conselho, se tenha mudado para lá em 1938, só um ano mais tarde, em Abril de 1939, se inaugurou oficialmente o novo uso do palacete.





















http://www.thibxl.be/1/index.php?page=pays/pays_portugal

Sala do Senado










sala das Sessões (plenário)












Fotos: Tugamtl



Foto: www.presidencia.pt
 

·
Registered
Joined
·
7,147 Posts
PORTUGAL

Residência Ofical do Presidente da Assembléia da República (Parlamento)

Até hà poucos anos não havia Residência Ofical do Presidente da Assembléia da República, tendo este um subsídio (substancial) para a renda de casa em Lisboa, caso não residisse, ou tivesse habitação em Lisboa.

Com a construção do anexo ao parlamento, foi desde logo projetada a Residência Ofical do Presidente da Assembléia da República, a qual fica no topo desse novo edifício.




Fotos: Tugamtl


www.parlamento.pt
 

·
Registered
Joined
·
7,147 Posts
PORTUGAL

Forte de São Julião da Barra - residência oficial do Ministro da Defesa Nacional de Portugal

O Forte de São Julião da Barra localiza-se na ponta de São Gião, à margem direita do rio Tejo, na vila de Oeiras, freguesia de Oeiras e São Julião da Barra, Concelho de Oeiras, Distrito de Lisboa, em Portugal.

Considerada no passado como o Escudo do Reino, maior fortificação marítima no país, constitui o maior e mais completo complexo militar de defesa no estilo Vauban remanescente em Portugal. Tinha originalmente, em conjunto com o Forte de São Lourenço do Bugio, com quem cooperava, a função de controle da entrada e saída das embarcações na barra do rio Tejo e o acesso ao porto de Lisboa.

Atualmente é a residência oficial do Ministro da Defesa Nacional de Portugal.

Desde 1974 nenhum Ministro da Defesa Nacional usou o forte como residência, apenas para actos oficiais.




http://portugalfotografiaaerea.blogspot.com/search/label/Forte de São Julião da Barra

 

·
Registered
Joined
·
7,147 Posts
PORTUGAL

Palácio das Necessidades - Ministério dos Negócios Estrangeiros

Antigo convento da Congregação do Oratório, o conjunto foi iniciado no século XVIII por determinação de João V de Portugal, na sequência de um voto daquele monarca feito a Nossa Senhora das Necessidades, cuja ermida se erguia nesse local.

O palácio tornou-se residência dos reis da Dinastia de Bragança a partir de Maria II de Portugal, excepção feita ao seu filho Luís I de Portugal, que preferiu o Palácio da Ajuda.

D. Fernando de Saxe-Coburgo-Gota, marido de D. Maria II, residiu neste palácio até à sua morte, nele reunindo uma grande colecção de arte, que viria a ser dispersa após o seu falecimento. O palácio sofreu então várias remodelações, fruto do gosto dos vários monarcas que nele residiram, a última das quais levada a cabo já no início do século XX, por vontade de Carlos I de Portugal, que mandou ampliar a sala de jantar, devido à ampla actividade diplomática por ele empreendida.

As Necessidades foram o palco de alguns acontecimentos importantes da história portuguesa, como é exemplo a célebre caixa que o rei D.Pedro V mandou instalar à porta e onde todos podiam deixar as suas queixas e mensagens ao soberano. O último grande acontecimento, que viria também a ser o epílogo da Monarquia, foi o funeral do Rei D.Carlos e do Príncipe D.Luís Filipe, em 8 de Fevereiro de 1908. Em 5 de Outubro de 1910, o Palácio, devido à sua condição de residência oficial do rei, foi bombardeado por um dos navios estacionados no Tejo, afectos às forças republicanas, o Adamastor. O bombardeamento causou ainda alguns estragos no Palácio, tendo mesmo uma das granadas atingido os aposentos do Rei, que se refugiou num pavilhão da tapada das Necessidades. Valeu então ao edifício a prudência de um empregado do palácio, que cortou o mastro onde flutuava o estandarte real, levando os republicanos a pensar que o jovem monarca tinha abandonado a sua residência. No entanto, D.Manuel II só deixou as Necessidades horas depois, refugiando-se em Mafra, cessando assim a missão de residência régia deste edifício. Muitas obras de arte que se encontravam no Palácio e que eram bens privados de D.Manuel II seguiram depois para a sua residência de exílio, em Londres.

Após a proclamação da república, em 5 de outubro de 1910, tornou-se a sede do Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE), função que continua a desempenhar até hoje, sendo grande parte das colecções reais transferidas para o museu do Palácio da Ajuda. Ainda hoje a referência às Necessidades é sinónimo de política externa em Portugal.








Fotos: TugaMtl



Foto: skytrax

 

·
Paranavaiense/Curitibano
Joined
·
3,963 Posts
1 - 20 of 71 Posts
Top