SkyscraperCity banner

1 - 20 of 57 Posts

·
❝O Norte é meu norte!❞
Joined
·
2,113 Posts
Discussion Starter #1 (Edited)
Típica cidade do interior da Amazônia, Oriximiná se apresenta ao SSC! O município é tão grande, com tantas facetas, que um thread é pouco, mas numa tentativa de compilar o que existe em seu território, mostro um pouco da cidade, de suas paisagens naturais (com uma pitada de populações tradicionais – thread futuro) e a extração do minério de bauxita, matéria prima do alumínio.

Situado no noroeste do estado do Pará, na mesorregião do Baixo Amazonas, Oriximiná possui uma população de 62.794 habitantes (IBGE, 2010), dos quais 40.147 vivem na cidade, localizada ao sul no município, à margem esquerda do rio Trombetas, um dos principais afluentes do rio Amazonas. O IDH é médio, (0,717 - PNUD, 2000) e o PIB é de R$980.970,142 (IBGE, 2008).
Com uma área de 107.603 Km², o município é o quarto maior do Brasil. Se o município de Oriximiná fosse um país, seria o 106º mais extenso do mundo, maior que, por exemplo, Portugal e Coréia do Sul. Se fosse um estado brasileiro seria o 19° em área, menor que Amapá e maior que Pernambuco e Santa Catarina.

Desculpem a qualidade de algumas fotos, pois não era o melhor horário para fotografar e as aéreas foram congeladas de vídeo. E, o mais importante, não esperem muita coisa da cidade, rsrs..



A Cidade
01. Vista da cidade a partir do rio Trombetas

Foto: Renato|Anápolis

02

Foto: Renato|Anápolis

03. Rua 24 de Dezembro, Centro

Foto: Renato|Anápolis

04. Rua 24 de Dezembro, Terminal Hidroviário

Foto: Renato|Anápolis

05

Foto: Renato|Anápolis

06. Rua 24 de Dezembro, barcos que fazem linha para Santarém e Manaus

Foto: Renato|Anápolis

07. Rua 24 de Dezembro na última cheia do rio Trombetas - junho/1012

Foto: Carlos Adriano Picanço

08

Foto: Carlos Adriano Picanço

09

Foto: Carlos Adriano Picanço

10. Rua Barão do Rio Branco, Centro

Foto: Renato|Anápolis

11

Foto: Renato|Anápolis

12. Rua Barão do Rio Branco e prédio da prefeitura municipal

Foto: Renato|Anápolis

13. Rua Barão do Rio Branco, bairro São José Operário

Foto: Renato|Anápolis

14. Trav. Magalhães Barata, Centro

Foto: Renato|Anápolis

15

Foto: Renato|Anápolis

16

Foto: Renato|Anápolis

17. Trav. Carlos Maria Teixeira, Centro

Foto: Renato|Anápolis

18

Foto: Renato|Anápolis

19

Foto: Renato|Anápolis

20

Foto: Renato|Anápolis

21. Trav. Carlos Maria Teixeira na última cheia do rio Trombetas - junho/1012

Foto: Carlos Adriano Picanço

22. Trav. Carlos Maria Teixeira, bairro Santíssimo

Foto: Renato|Anápolis

23

Foto: Renato|Anápolis

24

Foto: Renato|Anápolis

25. Trav. Carlos Maria Teixeira, bairro Área Patoral

Foto: Renato|Anápolis

26. Trav. José Gabriel Guerreiro, Centro

Foto: Renato|Anápolis

27. Aspecto dos bairros periféricos - Bairro São José Operário

Foto: Renato|Anápolis

28. Aspecto dos bairros periféricos – Ocupação irregular atrás do campus da Universidade Federal do Oeste do Pará

Foto: Renato|Anápolis

29. Orla do Lago Iripixí

Foto: Renato|Anápolis

30

Foto: Renato|Anápolis

31. Praça do Centenário, bairro Santa Terezinha

Foto: Renato|Anápolis

32

Foto: Renato|Anápolis

33

Foto: Renato|Anápolis

34

Foto: Renato|Anápolis

35

Foto: Renato|Anápolis

36

Foto: Renato|Anápolis

37

Foto: Renato|Anápolis

38. Praça da Saudade e vista para o rio Trombetas

Foto: Renato|Anápolis

39. Praça Santo Antônio e igreja Matriz

Foto: Renato|Anápolis

40. Feira municipal

Foto: Renato|Anápolis

41. Aérea – bairro Centro e ao fundo bairro São José Operário e lago Iripixí

Créditos: Jorge Hirata

42. Aérea – trecho da Rua 24 de Dezembro

Créditos: Jorge Hirata

43. Aérea – Confluência do lago Iripixí (inferior) com o rio Trombetas (esquerda)

Créditos: Jorge Hirata

44. Aérea

Créditos: Jorge Hirata

45. Aérea – Cidade com rio Trombetas e lagos a perder de vista

Créditos: Jorge Hirata

46. Aérea – Vista quase geral da cidade (onde chove, bairros Penta e Novo Horizonte

Créditos: Jorge Hirata

Belezas naturais
47. Rio Trombetas na altura da cidade

Foto: Renato|Anápolis

48. Praia no lago Iripixí

Foto: Renato|Anápolis

49. A Várzea do rio Trombetas

Foto: Renato|Anápolis

50. Campos Gerais. Área de Campinaranas, vegetação que se assemelha ao Cerrado e com grandes campos naturais

Foto: Renato|Anápolis

51

Foto: Renato|Anápolis

52. Marolas no Trombetas

Foto: Renato|Anápolis

53. O pescador

Foto: Renato|Anápolis

54. Araras

Foto: Renato|Anápolis

55. Produção de farinha de mandioca, atividade marcante da região

Foto: Renato|Anápolis

56. Alvorada no médio Trombetas

Foto: Renato|Anápolis

57. Pôr-do-Sol no Trombetas, a partir da praça da Saudade

Foto: Renato|Anápolis

58. O Coletor de castanha

Foto: Renato|Anápolis

59. As castanheiras

Foto: Renato|Anápolis

60. Índios Wai-Wai descendo o rio Trombetas em canoa conhecida como “Bicuda” na comunidade de Cachoeira Porteira

Foto: Renato|Anápolis

Mineração
61. Navios aguardando para atracar em Porto Trombetas

Foto: Renato|Anápolis

62

Foto: Renato|Anápolis

63. Cais de Porto Trombetas

Foto: Renato|Anápolis

64

Foto: Renato|Anápolis

65. Decapeamento

Foto: Renato|Anápolis

66

Foto: Renato|Anápolis

67. Escavação

Foto: Renato|Anápolis

68. Transporte

Foto: Renato|Anápolis

69

Foto: Renato|Anápolis

70. Britagem e lavagem

Foto: Renato|Anápolis

71. Disposição de rejeitos

Foto: Renato|Anápolis

72. Correia transportadora

Foto: Renato|Anápolis

73. Pátio de estocagem

Foto: Renato|Anápolis

74

Foto: Renato|Anápolis

75. Shiploader. Permite o carregamento sem movimentação do navio.

Foto: Renato|Anápolis

76

Foto: Renato|Anápolis

77. Navio sendo carregado

Foto: Renato|Anápolis

78. Navio vazio, mas apenas para ilustrar o contraste

Foto: Renato|Anápolis

Bom, é isso! Espero que tenham gostado conhecido melhor a região. :)
 

·
❝O Norte é meu norte!❞
Joined
·
2,113 Posts
Discussion Starter #2
Oriximiná, apesar do extraordinánio potencial ecoturístico, possui hoje uma economia ligada ao extrativismo mineral e vegetal, agricultura, pecuária e pesca. A economia tradicional assentava-se na exploração de juta, pesca e castanha-do-pará, até que importante fato se deu no final da década de 1970 com a instalação do Projeto Trombetas, da Mineração Rio do Norte S/A (MRN), para exploração de bauxita. Por consequência disso, Oriximiná passou a ser favorecido por uma expressiva receita oriunda da Compensação Financeira sobre Exploração Mineral – CFEM (royalties), que hoje são elementos-chave na composição da receita deste município que apresenta basicamente funções terciárias e onde o funcionalismo público emprega uma parcela considerável da população, como ocorre em muitas cidades amazônicas.
 

·
Norte do Brasil
Joined
·
55,860 Posts
Porto Trombetas também tem ferrovia, ou não?
Em Juruti na Alcoa tem.

Eu sempre quiz conhecer essa região, até pelo fato de ser pouco comentada e ficar bem ao norte do Brasil, lá para as bandas das Guianas.
 

·
❝O Norte é meu norte!❞
Joined
·
2,113 Posts
Discussion Starter #4
Porto Trombetas também tem ferrovia, ou não?
Em Juruti na Alcoa tem.

Eu sempre quiz conhecer essa região, até pelo fato de ser pouco comentada e ficar bem ao norte do Brasil, lá para as bandas das Guianas.
Tem sim, só não consegui tirar fotos.
Se não me engano são 42 km de ferrovia ligando as minas mais antigas ao porto.
É, realmente, as cidades da Calha Norte são pouco comentadas e curtidas, muito menos compartilhadas, rsrs..
 

·
res severa, verum gaudium
de volta ao porco fumo
Joined
·
7,562 Posts
Interessante a cidade! Esperava menos, é bem bonitinha até. Só senti falta de fotos da vila de Porto Trombetas. Belo thread
 

·
Belém - Pará
Joined
·
36,067 Posts
Renato desaparecio resolver reaparecer em grande estilo!!

Muito bom ver Oriximiná aqui pelo SSC, mais uma cidade sendo apresentada hehe

Gostei do que vi, a cidade é bonitinha. Tenho um amigo que é de Oriximiná, ele fala bem demais do tambaqui de lá.

Parabéns pelo thread!
 

·
❝O Norte é meu norte!❞
Joined
·
2,113 Posts
Discussion Starter #7
Interessante a cidade! Esperava menos, é bem bonitinha até. Só senti falta de fotos da vila de Porto Trombetas. Belo thread
Também senti muuita falta de fotos da vila, Pietrin, rsrs.
O problema é que a restrição para subir à vila é muito grande. Tivemos autorização para ir à mina (o que é até mais difícil), mas apenas passamos rápido pela vila e nem deu pra fotografar. Mas vou garimpar umas para acrescentar aqui, valeu pelo comentário!

Renato desaparecio resolver reaparecer em grande estilo!!

Muito bom ver Oriximiná aqui pelo SSC, mais uma cidade sendo apresentada hehe

Gostei do que vi, a cidade é bonitinha. Tenho um amigo que é de Oriximiná, ele fala bem demais do tambaqui de lá.

Parabéns pelo thread!
Hehe.. o tambaqui é famoso mesmo, tem muita criação com fins comerciais e pesquisas de alunos oriximinaenses da UFPA sobre a espécie. Valeu por comentar!
 

·
Gastro/Hepatologia
Joined
·
6,833 Posts
^^
O urbanismo dos parques ficou muito bom!
Senti falta de fotos do aeroporto.
 

·
Manaus, Amazonas, Brasil
Joined
·
10,881 Posts
Eu já passei pela sede de Oriximiná no ano de 2004, durante uma viagem de barco de Manaus a Santarém.
Conheço algumas pessoas de Oriximiná que moram em Manaus.
Pelas fotos, Orimininá lembra um pouquinho a cidade de Parintins (AM), mas parece menor e não é tão plana quanto a "vizinha" amazonense.
Valeu por mostrar um pouco mais do oeste paraense, já que é Santarém quem normalmente aparece por aqui.
 

·
Registered
Joined
·
441 Posts
O urbanismo da cidade não é mal e a natureza em volta é realmente interessante. A área de periferia mostrada parece ter dignidade; se comparada com algumas áreas de periferia de Belém então!... de qualquer maneira sabemos que municípios dessa região noroeste do estado (também conhecida como Calha Norte) precisa ter mais atenção do poder executivo do estado em vários setores. O ponto negativo mesmo fica por conta da foto 71. O despejo desses rejeitos é feito em um rio, lago ou em uma área projetada (diga-se, mal projetada)?
 

·
Pro SP fiant eximia
Joined
·
6,608 Posts
Maior que Portugal! :eek:

Imagine a grande riqueza em recursos minerais e vegetais que tem no solo desse municipio!

Thread bem completo, gostei de conhecer Oriximiná, achei a cidade bem simpática. :)

54. Araras
Linda foto! :cheers:
 

·
Brasil
Joined
·
329 Posts
A Universidade Federal Fluminense, onde estudo, tem um pólo de extensão universitária aí em Oriximiná. Os estudantes da universidade constantemente estão indo praí pra aplicar aquilo que aprenderam na universidade.
 

·
apaixonado pelo paysandu
Joined
·
2,302 Posts
Pelo visto a riqueza dos minérios não é tranformada em benefícios para o município e munícipes.
 

·
Registered
Joined
·
2,798 Posts
Que belo e rico thread, tal qual o município. Parabéns, Renato!

Realmente, como o Louco comentou acima, esses rejeitos deixando esse estrago, não são nada agradáveis. A cidade apesar de nosso já característico "não tão bom" urbanismo (com valas aparentes, asfalto e calçadas irregulares) está acima da média e possui belos e agradáveis logradouros, parece ser bem simpática e pujante (pela quantindade de caminhonetes nas fotos:lol:).

Espero um dia conhecê-la, pois gostei muito do que vi!

Parabéns, novamente. :cheers:
 

·
❝O Norte é meu norte!❞
Joined
·
2,113 Posts
Discussion Starter #16
^^
O urbanismo dos parques ficou muito bom!
Senti falta de fotos do aeroporto.
É, a praça do Centenário chama atenção, já que é difícil ver algo do tipo nas cidades da região, até mesmo Santarém. Não tirei fotos do aeroporto, amigo, até porque já achei que tinha fotos demais no Thread, mas ele é bastante simples, nada demais. Obrigado pela visita!

Eu já passei pela sede de Oriximiná no ano de 2004, durante uma viagem de barco de Manaus a Santarém.
Conheço algumas pessoas de Oriximiná que moram em Manaus.
Pelas fotos, Orimininá lembra um pouquinho a cidade de Parintins (AM), mas parece menor e não é tão plana quanto a "vizinha" amazonense.
Valeu por mostrar um pouco mais do oeste paraense, já que é Santarém quem normalmente aparece por aqui.
É, às vezes Oriximiná lembra mesmo Parintins, até pelo arruamento em tabuleiro de xadrez (apesar de ser comum a várias cidades amazônidas), mas bem menor e menos dinâmica. Valeu Manauense! :eek:kay:
Áh, acho que em Manaus existe outra Oriximiná dentro, com população quase igual a daqui, rsrs..

O urbanismo da cidade não é mal e a natureza em volta é realmente interessante. A área de periferia mostrada parece ter dignidade; se comparada com algumas áreas de periferia de Belém então!... de qualquer maneira sabemos que municípios dessa região noroeste do estado (também conhecida como Calha Norte) precisa ter mais atenção do poder executivo do estado em vários setores. O ponto negativo mesmo fica por conta da foto 71. O despejo desses rejeitos é feito em um rio, lago ou em uma área projetada (diga-se, mal projetada)?
Na foto 71 é que a MRN chama de tanque de disposição de rejeito que, segundo eles, é construído em áreas já lavradas e é apenas a água com a qual foi lavada a bauxita (essa água retorna e é usada várias vezes). Esses tanques tem uma "vida útil" que, ao fim dela, parte se evapora e o que fica no fundo, com a exposição ao Sol fica como o solo rachado de uma região árida e com alta concentração de Caulinita e Quartzo e outros minerais. Porém, para que possa ser reflorestado, esse solo passa por um tratamento, segundo a MRN, "hidrossemeadura com espécies nativas leguminosas, inoculadas com fungos e bactérias, para acelerar o processo de fixação do nitrogênio no solo, absorção de água e de nutrientes".
Antigamente, esse rejeto era diretamente depositado no lago Batata, que até hoje é objeto de estudos científicos (tem muita coisa no google).
Obrigado por comentar!

Gostei! Pela área territorial, praticamente uma "cidade-estado"! :eek:kay:
Bonita a Praça do Centenário, e a tal "correia transportadora" lembrou até um comboio ferroviário. :eek:kay:
Obrigado, Ulilopes!
A correia transportadora é usada para levar a bauxita até um ponto de beneficiamento, ainda bem longe do porto.

Maior que Portugal! :eek:

Imagine a grande riqueza em recursos minerais e vegetais que tem no solo desse municipio!

Thread bem completo, gostei de conhecer Oriximiná, achei a cidade bem simpática. :)

Linda foto! :cheers:
Obrigado, Loro! :eek:kay:
Sabe-se aindaque existem cobre, ouro, diamante... mas praticamente 80% deste vasto território são Áreas Protegidas por unidades de conervação reservas futuras para o capital internacional.

A Universidade Federal Fluminense, onde estudo, tem um pólo de extensão universitária aí em Oriximiná. Os estudantes da universidade constantemente estão indo praí pra aplicar aquilo que aprenderam na universidade.
Sim, a Unidade Avançada José Veríssimo. Bem lembrado, sempre tem alunos do RJ por aqui trabalhando desde a área de saúde, passando por populações tradicionais, até cinema. Valeu!
 

·
❝O Norte é meu norte!❞
Joined
·
2,113 Posts
Discussion Starter #17 (Edited)
"

Pelo visto a riqueza dos minérios não é tranformada em benefícios para o município e munícipes.
Não mesmo, Pedrones!
A grande maioria da população é muito pobre, as políticas sociais são exageradamente assistencialistas e os jovens não tem expectativa alguma, o que gera prostituição e muito tráfico de drogas (por sinal, esqueci de citar isto lá no início do thread quando falei da economia da cidade :|), além de uma grande emigração, principalmente para Santarém e Manaus.

Que belo e rico thread, tal qual o município. Parabéns, Renato!

Realmente, como o Louco comentou acima, esses rejeitos deixando esse estrago, não são nada agradáveis. A cidade apesar de nosso já característico "não tão bom" urbanismo (com valas aparentes, asfalto e calçadas irregulares) está acima da média e possui belos e agradáveis logradouros, parece ser bem simpática e pujante (pela quantindade de caminhonetes nas fotos:lol:).

Espero um dia conhecê-la, pois gostei muito do que vi!

Parabéns, novamente. :cheers:
Pior que é difícil aceitar que um "acima da média" seja algo tão ruim, rsrs. Mas essa é a realidade, a população só não pode se acomodar e achar que assim está ótimo.
A maioria das ruas são asfaltadas? Beleza, mas cadê a rede de esgoto em baixo disso? Aí a população diz: "ah, mas o asfalto foi bom porque acabou com a poeira e o barro na frente da minha casa".. mas não pensa que o asfalto tá aí para não assorear o aprofundamento da calha do rio feito para passar os navios carregados de bauxita.
Quero dizer que a infraestrutura "acima da média" que Oriximiná tem hoje é resultado de um momento, apenas, em que a Mineração precisava demostrar certo apoio aos moradores locais com a chamada responsabilidade social. Não julgo isso, mas sim a população local, que vê de outra maneira. O auge destes benefícios já passou e hoje essa infraestrutura já tá mais pra lá do que pra cá e em menos de 10 anos veremos cidades da região com aparência bem melhor, pois nessas, a população não se acomodou.

Muito obrigado pelo comentário e pelo parabéns, valeu! :eek:kay:
 

·
Banned
Joined
·
5,901 Posts
Que belo e rico thread, tal qual o município. Parabéns, Renato!

Realmente, como o Louco comentou acima, esses rejeitos deixando esse estrago, não são nada agradáveis. A cidade apesar de nosso já característico "não tão bom" urbanismo (com valas aparentes, asfalto e calçadas irregulares) está acima da média e possui belos e agradáveis logradouros, parece ser bem simpática e pujante (pela quantindade de caminhonetes nas fotos:lol:).

Espero um dia conhecê-la, pois gostei muito do que vi!

Parabéns, novamente. :cheers:
Com certeza, boa parte delas são "finans"...algo bem típico do interior do PA!! :lol:
 

·
Registered
Joined
·
3,678 Posts
Legal as fotos, na minha ignorância nunca tinha ouvido falar desta cidade, me pareceu estranha e ao mesmo tempo de natureza exuberante, mas gostei do que vi!
 

·
Registered
Joined
·
8,705 Posts
lembro que aqui em Manaus tem festas pra comemorar o aniversário dessa cidade, passa até comercial na tv e tudo... deve ter muita gente dessa cidade por aqui.
 
1 - 20 of 57 Posts
Top