SkyscraperCity Forum banner
1 - 20 of 36 Posts

·
Registered
Joined
·
434 Posts
Discussion Starter · #1 ·
Oi pessoal,

numa tarde tranquila no Piató, veremos a paisagem encantadora do entorno da Lagoa do Piató onde foram plantados baobás há séculos. Os baobás são árvores que crescem muito e são nativas da África.

Fotos de minha autoria.


DSC09625 by b7cct, no Flickr

DSC09673 by b7cct, no Flickr

DSC09669 by b7cct, no Flickr

DSC09688 by b7cct, no Flickr

DSC09691 by b7cct, no Flickr

DSC09737 by b7cct, no Flickr

DSC09692 by b7cct, no Flickr

Florada do baobá
DSC09702 by b7cct, no Flickr

DSC09720 by b7cct, no Flickr

DSC09716 by b7cct, no Flickr

Vista do Piató

DSC09624 by b7cct, no Flickr

DSC09695 by b7cct, no Flickr

DSC09706 by b7cct, no Flickr

DSC09603 by b7cct, no Flickr

DSC09602 by b7cct, no Flickr

Carnaubais às margens do Piató
DSC09598 by b7cct, no Flickr

DSC09822 by b7cct, no Flickr

DSC09733 by b7cct, no Flickr

Bode fazendo festa no pé de ingá
DSC09734 by b7cct, no Flickr


Concriz no mandacarú
DSC09772 by b7cct, no Flickr

Estrada cortando o pasto
DSC09782 by b7cct, no Flickr

Pôr do sol no Piató
DSC09786 by b7cct, no Flickr
 

·
Rene Hass
Joined
·
4,331 Posts
Eu não sei se eu sou maluco, mas toda a vez que eu viajo, eu gosto de observar as árvores dos lugares que eu visito. Fico apreciando-as, procurando aquelas que não existem onde eu moro. As ditas árvores típicas, mesmo que tenham sido trazidas de longe e plantadas ali.

Os navegadores portugueses foram os responsáveis por essa “globalização ecológica” uma vez que eles tinham o hábito de colher plantas e árvores nativas de um lugar e plantar em outro. Possivelmente foram eles que trouxeram os baobás da África assim como trouxeram para o Brasil os coqueiros da Indonésia. E certamente levaram algo da flora brasileira para outros continentes.

Aqui no Sul, onde eu moro, temos o exemplo dos plátanos (aquela árvore cujas folhas lembram a folha estampada na bandeira do Canadá). Não sei se foram trazidos pelos imigrantes alemães, nem sei de onde vieram. Sei que não são árvores nativas do Brasil, mas que se adaptaram muito bem ao nosso clima sulista.

^^
Gostei muito desta foto, por mostrar uma construção típica do lugar. Gosto de ver o modo de vida das pessoas.

Uma pergunta: essa região pode ser chamada de sertão ou é ainda o agreste? Achei muito verde tudo, o que me faz pensar ser o agreste. Desculpa minha ignorância! :)

Bruno, uma dica: tenta nas próximas vezes numerar as fotos. Isso facilita quando queremos comentar uma determinada foto que chama mais a atenção. :eek:kay:

Parabéns pelo thread! :applause:
 

·
Registered
Joined
·
434 Posts
Discussion Starter · #4 ·
renehass,

Os Baobás foram trazidos pelos escravos por serem árvores sagradas por eles. Em Nísia Floresta tem um Baobá que fica no meio das passagem de uma e é tombado pelo patrimônio histórico.

Nesta região o compartimento vegetal é chamado Seridó, portanto semiárido, sendo esta parte de ecossistemas lacustre.

Junto daquela casa existem uns três Baobás. Do outro lado da margem existe um que se destaca na paisagem por ser mais alto que as demais árvores.

É mais um pedaço do Brasil.
 

·
Registered
Joined
·
434 Posts
Discussion Starter · #5 · (Edited)
renehass,

Há uma contagem oficial de Baobás no Brasil e programas de preservação, pois eles são milenares no seu lugar nativo.

O casarão da foto é centenário e abrigou escravos. É tradicional do estilo daquela época, com paredes de uns 50cm de espessura. Tijolos maciços, teto sem forro. Na Paraíba são bem típicos no Cariri e Sertão profundo.
 

·
Registered
Joined
·
138 Posts
Saudades das paisagens do meu nordeste.
Que se preservem essas belas arvores! Uma vez tive o prazer de ser presenteado com duas mudas dessas arvores que foram plantadas em dois lugares distintos em Pernambuco. Uma delas eu mesmo ajudei a plantar, a outra foi plantada em terras de uma propriedade famosa no estado pois a pessoa a quem dei a muda era um dos gestores de tal propriedade e acho que pelo menos esta ultima deve estar bem cuidada. Mas nao tenho noticias de como estao(ja faz uns bons 20 anos que elas foram plantadas). Moro fora do pais agora e nao tenho contato com nenhum dos dois lugares, apesar de vez por outra voltar ao meu Pernambuco.
 

·
Registered
Joined
·
434 Posts
Discussion Starter · #10 ·
renehass,

é interessante a geologia da região. A BR-304 passa no sentido Assú-Mossoró e ao lado esquerdo está a barragem Armando Ribeiro e à direita a Lagoa do Piató. Na Armando Ribeiro o solo é classificado suíte ácida sinorogênica de afinidade calcioalcalina, calcioalcalina de alto potássio e granitóde do período Proterozóico (1 bilhão a 540 milhoes de anos atras). No Piató são sedimentos de mangues e fluvio-lacustres do Cenozóico há 65milhoes de anos atrás a sua formação.
 

·
Registered
Joined
·
4,602 Posts
Muito Bacana, passo em Assú sempre que vou a Mossoró ou Fortaleza de carro.
Sempre que passo a vegetação está verde, uma vez brinquei em grande restaurante na BR que em Assú chove sempre e sempre eu não vejo a chuva!! :lol:
 

·
Registered
Joined
·
4,656 Posts
Muito boas as fotos, Assú faz fronteira territorial com Mossoró, embora a área urbana das duas estejam bem distantes (estão entre os maiores municípios do estado).

Adoro a singularidade e simplicidade dessa região, a vegetação sempre a lutar em meio a seca, as casinhas centenárias, os diversos lagos espalhados entre o gado, e um povo pra lá de acolhedor.
 

·
Registered
Joined
·
434 Posts
Discussion Starter · #16 ·
Vocês conhecem a Paraíba, o sertão e Cariri ?
Nós daqui gostamos de cuscuz com bode, com queijo, com ovo, com leite, com manteiga.
Vocês do RN gostam de cuscuz com leite, com queijo, com manteiga, com bode.
Mas na Paraíba se faz do jeito paraibano e no RN se faz do jeito potiguar. Somos nordestinos e temos o nosso jeito, mesmo estando perto um estado do outro.

No Cariri paraibano vemos nas fazendas a tradição do baião e xote até o sol raiar, com sanfoneiro, zabumbeiro e trianguleiro. Quando cheguei em Assú senti falta, pois vi que não é costume praquelas bandas.

A prosa tá boa,
 

·
Rene Hass
Joined
·
4,331 Posts
renehass,

é interessante a geologia da região. A BR-304 passa no sentido Assú-Mossoró e ao lado esquerdo está a barragem Armando Ribeiro e à direita a Lagoa do Piató. Na Armando Ribeiro o solo é classificado suíte ácida sinorogênica de afinidade calcioalcalina, calcioalcalina de alto potássio e granitóde do período Proterozóico (1 bilhão a 540 milhoes de anos atras). No Piató são sedimentos de mangues e fluvio-lacustres do Cenozóico há 65milhoes de anos atrás a sua formação.
Bem, eu não entendo os termos de geologia. Kkkkkk Mas eu percebi, como leigo, por algumas fotos, que o terreno é bastante arenoso nos pontos onde não há vegetação. Não sei se é por conta da Lagoa do Piató ou se é arenoso também em pontos distantes da lagoa.
 

·
Rene Hass
Joined
·
4,331 Posts
Vocês conhecem a Paraíba, o sertão e Cariri ?
Nós daqui gostamos de cuscuz com bode, com queijo, com ovo, com leite, com manteiga.
Vocês do RN gostam de cuscuz com leite, com queijo, com manteiga, com bode.
Mas na Paraíba se faz do jeito paraibano e no RN se faz do jeito potiguar. Somos nordestinos e temos o nosso jeito, mesmo estando perto um estado do outro.

No Cariri paraibano vemos nas fazendas a tradição do baião e xote até o sol raiar, com sanfoneiro, zabumbeiro e trianguleiro. Quando cheguei em Assú senti falta, pois vi que não é costume praquelas bandas.

A prosa tá boa,
Infelizmente eu nunca visitei a Paraíba. O máximo que eu fui no Nordeste foi a Praia do Forte, na Bahia, apesar de eu não ser fã de praias.

Mas eu gostaria muito de voltar um dia e conhecer o interior. Já vi muitas fotos do Cariri e me encantei. Eu aprecio as paisagens áridas e a riqueza das cores que elas proporcionam.

Eu nunca comi cuscuz. Sei que é feito de feijão, correto? A culinária nordestina é riquíssima. Seja do jeito potiguar ou paraibano, o cuscuz deve ser delicioso. Um dia vou querer experimentar. :)
 
1 - 20 of 36 Posts
This is an older thread, you may not receive a response, and could be reviving an old thread. Please consider creating a new thread.
Top