Skyscraper City Forum banner
1 - 20 of 20 Posts

·
Registered
Joined
·
301 Posts
Discussion Starter · #1 ·
A Prefeitura de São Paulo voltou a citar o pedágio urbano como solução para melhorar o tráfego. Embora a atual gestão tenha por várias vezes reiterado que não adotará a prática, um edital lançado pela Secretaria Municipal de Transportes no sábado menciona a restrição como uma das “iniciativas relacionadas à gestão do trânsito” que futuramente podem ser adotadas.

Segundo o material, a medida abrangeria uma área de 233 quilômetros quadrados no centro expandido. A tarifa custaria R$ 1. Ou seja, valor menor que o previsto em um projeto de lei que tramita na Câmara Municipal, que fixa a taxa em R$ 4. Essa proposta já foi aprovada na Comissão de Constituição, Justiça e Legislação Participativa (CCJ) em abril.

O documento oficial da pasta de Transportes revela ainda que o investimento para a implantação do pedágio urbano chega à ordem de R$ 15 milhões. As informações podem ser vistas na página 8 do 4.º anexo da concorrência aberta para a construção e a operação de três garagens subterrâneas na região central.

Os estacionamentos também compõem o pacote de ações para “lidar com os problemas relacionados à mobilidade da população”. Tanto as garagens quanto o pedágio fazem parte do Plano Integrado de Transportes Urbano (Pitu), projeto integrado de Município e Estado, com investimentos previstos até 2020.

A adoção do pedágio como instrumento eficaz para diminuir os congestionamentos paulistanos não é, contudo, consenso entre os especialistas. O consultor Horácio Augusto Figueira, mestre em Transportes pela Universidade de São Paulo (USP), diz que o mecanismo não surtirá efeito se a taxa for pequena, de até R$ 4.

“Quem tem carro já paga garagem, inspeção. Vão incorporar o pedágio como mais um custo”. E a lentidão continuaria parecida. Por outro lado, caso a tarifa custe muito, como em Londres, onde ultrapassa R$ 25, os motoristas mais pobres se prejudicariam.

“Estariam entregando, de papel passado, o viário para os ricos, para a classe média alta. Seria uma eugenia na cidade de São Paulo.” Professor de Engenharia Civil da Fundação Educacional Inaciana (FEI), Creso de Franco Peixoto avalia que a melhor solução seria aplicar o pedágio urbano só como uma complementação de outras políticas.

“Ou seja, com mais linhas de metrô e com trens expressos, além de ônibus rápidos”. Ou seja, a cobrança, para ele, pode valer só a partir do momento em que as pessoas tiverem mais e melhores opções de transporte público. Por sua vez, Cândido Malta, arquiteto e urbanista da USP, defende que o prejuízo com a falta de pedágio no setor de saúde (devido à poluição) é maior do que o que se gastaria com ele.

“A tese de que ele impediria o pobre de usar o carro é absurda. Isso porque se você quiser universalizar esse direito, ficaria impossível de ser exercido por todos. A cidade ia parar. É como se fosse assegurado o direito de todo cidadão ter helicóptero.”

Quem costuma dirigir pelas ruas da cidade se divide sobre o pedágio urbano. O empresário Carlos Pinffi, de 57 anos, acha “coerente” a ideia da taxação. “É justificável por causa do estágio em que chegou a falta de infraestrutura na cidade. Acaba sendo necessário porque a Prefeitura não investiu em transporte público”.

Mas, para a vendedora Ângela Quina, de 44 anos, a solução seria absurda. “A Prefeitura não investe e quer nos sacrificar?” Em nota, a Prefeitura informou que “não planeja a adoção do pedágio urbano.”

http://blogs.estadao.com.br/jt-cidades/pedagio-urbano-custaria-r-1-em-sp-diz-prefeitura/
 

·
Scooter/motorbike lover
Joined
·
65,878 Posts
Não sou contra o pedágio urbano em São Paulo, mas não é hora para se implantar uma medida desta na capital porque o transporte coletivo não atenderia às necessidades das pessoas que iriam deixar de andar de carro.

Ainda que toda a rede de metrô prevista para os anos seguintes estiver pronto, ela não vai conseguir absorver a demanda que virá dos motoristas fugindo do pedágio urbano. Cabe uma reformulação dos corredores de ônibus, copiando a Cidade do México com o seu Metrobús, baseado em Curitiba:


http://revistaautobus.blogspot.com/2009/10/o-sistema-metrobus-prioridade-ao.html

São Paulo tem a faca e o queijo na mão: grande frota de biarticulado, dono de empresa de ônibus proprietário de encarroçadora, corredores já prontos, paradas que podem ser facilmente adaptadas, terminais de bairro... Só falta vontade.
 

·
Registered
Joined
·
1,143 Posts
É claro que a medida vai começar barata, pois assim a opinião pública não reclama muito. Depois de instalado o sistema, sobem para R$ 5, 6 reais e aí ninguém mais tira, pois a infra-estrutura já está instalada e regulamentada.
 

·
Scooter/motorbike lover
Joined
·
65,878 Posts
^^Não deixa de ser interessante. Elimina-se o IPVA (ou inverta a alíquota, fazendo com que carros mais velhos paguem mais) e aumente os tributos sobre os combustíveis, além de autorizar o pedágio urbano nas cidades brasileiras: torna-se, assim uma forma justa de tributação para quem usa automóveis e o governo poderia arrecadar mais com mais inteligência.
 

·
Registered
Joined
·
2,484 Posts
E incrível que em pleno ano de 2012 tenha gente que defenda medidas abusivas contra o povo como essa, o muro de Berlim caiu em 89 e a URSS caiu em 91, só em países atrasados como o Brasil essas medidas que ferem as liberdades individuais precisam disso, vê se nos EUA isso existe? Sou totalmente contra, assim como sou contra o patético rodízio, sou a favor que as prefeituras tenham infra-estrutura para que as pessoas escolham por conta própria sua forma de transporte, assim como em metrópoles como Nova York e Paris, não forçando como em Cuba.

Fora que elitizaria o uso do carro, só quem pode pagar usaria.
 

·
Scooter/motorbike lover
Joined
·
65,878 Posts
E incrível que em pleno ano de 2012 tenha gente que defenda medidas abusivas contra o povo como essa, o muro de Berlim caiu em 89 e a URSS caiu em 91, só em países atrasados como o Brasil essas medidas que ferem as liberdades individuais precisam disso, vê se nos EUA isso existe? Sou totalmente contra, assim como sou contra o patético rodízio, sou a favor que as prefeituras tenham infra-estrutura para que as pessoas escolham por conta própria sua forma de transporte, assim como em metrópoles como Nova York e Paris, não forçando como em Cuba.

Países atrasados como estes?

http://en.wikipedia.org/wiki/London_congestion_charge
http://en.wikipedia.org/wiki/Electronic_Road_Pricing_(Singapore)
http://en.wikipedia.org/wiki/Milan_Area_C
 

·
Registered
Joined
·
12,697 Posts
Não sou contra o pedágio urbano em São Paulo, mas não é hora para se implantar uma medida desta na capital porque o transporte coletivo não atenderia às necessidades das pessoas que iriam deixar de andar de carro.
.....
Rodalves, quem é que vai deixar de andar de carro por causa de pedágio de R$1? Ninguém. Portanto, essa justificativa não faz sentido algum. Esse valor, a meu ver, é uma forma de transferir recursos dos usuários de carros para ampliar a oferta de transporte público e só. Com esse valor, a coerção é nula.

...
 

·
Scooter/motorbike lover
Joined
·
65,878 Posts
^^R$ 1,00 tá muito barato mesmo... Em Milão, o pedágio urbano custa o equivalente a R$ 5,00 e vai subindo conforme o tipo de motor que o carro tem (norma Euro 1-Euro 5). Motos e scooters não pagam pedágio e carros com norma euro 1 estão proibidos de trafegar na área pedagiada.
 

·
Registered
Joined
·
1,143 Posts

·
Registered
Joined
·
11,611 Posts
Sou a favor... acho que não penaliza os mais pobres e elitiza a rua... Ao contrário do que o sociólogo defende, de que só se pode cobrar quando a cidade tiver um sistema de transporte de massa amplo...considero esse pedágio justamente como uma das maneiras mais concretas para angariar fundos para ampliar a rede metroviária. Em 10 anos, seriam mais de 10Bi em cobrança... Assim SP dispara...
 

·
Registered
Joined
·
2,484 Posts
Hahahaha eu ia falar isso. Você foi mais rápido.
O nosso amigo repetiu o mau e velho síndrome de vira-lata. Tudo "no Brasil" é ruim. Tudo "na Europa e nos EUA" é bom...
Ainda acho errado, são três exceções em centenas de metrópoles que não tem isso como Los Angeles, Nova York, Paris, Roma, Amsterdã, Tóquio, Pequim, Shangai, Cidade do México, Moscou e outras, além disso todas essas cidades ao contrário de SP (tirando Los Angeles) tem centenas de quilômetros de metrô sem essa coisa de pedágio urbano.
Londres é um ponto fora da curva, pois tem uma das maiores rede de metrô do mundo, Milão e Cingapura não conheço bem o caso.

Sou a favor... acho que não elitizar as vias de SP... apenas aumentar os fundos para investimento em metrô... em 10 anos, se ganha mais de 1 Bi com esse pedágio!
E precisa disso para investir em metrô? Se o governo federal repassasse o que nós arrecadássemos teríamos mais de 200KM de metrô tranquilamente.

Se tivéssemos uma rede de metrô igual, e uma rede de ônibus igual a de Londres poderemos copiar o pedágio igual, antes disso, é apenas uma restrição para espremer ainda mais gente nos já saturados ônibus, trens e metrô.
 

·
Registered
Joined
·
12,697 Posts
^^ Por um real NINGUÉM VAI pra trens, ônibus e metrô, será que você não leu isso? Desde que haja essa vinculação, ou seja, cada centavo desse dinheiro indo pra expandir o transporte público e não pra dar subsídio demagógico, sou favorável.
 

·
RFFSA, só para corajosos.
Joined
·
2,147 Posts
Como funcionaria um pedágio urbano? Com cabines de cobrança nas inúmeras entradas e saídas do Centro expandido?

Puxa, acabei de ver como funciona em Londres e, além de ridículo, é complicado como eles fazem.

Eles colocam vários carros com câmeras que filmam as placas dos automóveis e os seus donos tem que pagar a taxa no dia.
 

·
Banned
Joined
·
23,526 Posts
Só 2 itens:
1- Pedágio há 1 real? ótimo, mas uma pergunta: quem vai cobrir o preço de instalação, e o tipo de tecnologia adotada? E os juros e a inflação, vão conseguir segurar esse preço por quanto tempo? A pergunta não quer calar: quem vai arrecadar a prefeitura ou uma concessionária? Se for a concessionária, qual vai querer um preço deste?
2-Transporte público sobre metrô ainda pequeno, tira completamente a viabilidade disto. O sistema de ônibus seria uma mão na roda, mas oque fazer para atrair passageiros largar o carro, e pegar um ônibus? Primeiro, enquanto os ônibus servirem como sistema troncal principal em várias regiões da cidade não vai atrair ninguém. Segundo, os atual formato de veículos é pouco atrativo, o mais correto é começar a investir em transporte seletivo, com ônibus rodoviários 5 estrelas regulares e bem planejados (e não Capão Redondo-Rodoviária do Tietê:nuts:, mas sim linhas normais, como term. Capelinha-Term. Amaral Gurgel, por exemplo, ou até Circular vias expressas)
 

·
Infraestrutura
Joined
·
6,795 Posts
Por 1 real não vai ter um único usuário de carro disposto a mudar para o Transporte Público. Por isso pensaram em manter o valor em 4 reais. Cobrar mais barato que os ônibus e o metrô, além de ser uma arrecadação minúscula, não vai colaborar para diminuir o trânsito no centro expandido.
 

·
Registered
Joined
·
2,484 Posts
Não entendo ainda porque alguns querem restringir os carros no Centro Expandido? Será que já não temos gente demais nos trens e metrô? Nova York tem 368Km de metrô sem pedágio urbano, Paris tem 214Km de metrô sem pedágio urbano, Cidade do México tem 471Km sem pedágio urbano, será que precisamos disso, já não basta o tanto de impostos e taxas que o cidadão já paga ? Sou a favor do cidadão usar o que quiser, como em um país democrático, sem interferência estatal.

E outra, depois de ler que apenas 0,05% do que se arrecada de multas vai para seu destino vocês querem que eu acredite que o dinheiro vai para o Transporte Público?
 
1 - 20 of 20 Posts
Top