Skyscraper City Forum banner
1 - 20 of 39 Posts

·
Casual Travel Photography
Joined
·
2,544 Posts
Discussion Starter · #1 ·
Este é um projeto prioritário para Teresina. O atual Centro de Convenções é de 1976, construído quando a cidade era pequena e acanhada, com uma população (àquela época) de 250.000 pessoas, mais ou menos. Tinha um pavilhão de 1200 m², o auditório maior tinha cerca de 700 lugares e estava uma ruína, faço esta crítica inclusive no Teresina Panorâmica, já quando eu me formei, em 95, ele já era um muquifo, totalmente defasado e mal-cuidado. Os eventos de maior porte que ocorrem na cidade, hoje, vão para a rede hoteleira, principalmente para o Rio Poty Hotel.

O novo projeto está aquém do que eu esperava, mas, já é um avanço importante. O auditório maior vai para mais de 1.100 lugares, com balcão, e a cidade ganha mais um cine-teatro. As salas auxiliares ganham maior capacidade, o Centro ganha um Foyer e os pavilhões de exposição e eventos juntos vão para 2700m². A entrada principal vai ficar voltada para a Marechal Castello Branco, que é uma grande avenida, melhorando bastante o acesso. O grande problema que vai continuar (e que também ocorre de maneira grave aqui em Brasília) é o estacionamento; para quem não conhece, o prédio está no Centro Cívico, cercado por edifícios importantes e de grande movimento, como a Assembléia Legislativa, o Tribunal de Justiça, o TRE, a OAB, a Junta Comercial, a Agespisa (Companhia de Saneamento) e a nova sede da Câmara Municipal (que deve ficar pronta até o fim do ano). A própria Assembléia tem um cine-teatro de 250 lugares em um dos anexos. Parece que o projeto prevê a construção futura de um estacionamento subterrâneo, mas, 300 vagas em um entorno tão cheio e com um auditório que sozinho tem mais de 1100 lugares, é confusão garantida.

Enfim, já não era sem tempo. Eu, que sou um crítico ácido deste governo estadual, dou a mão à palmatória se realmente saírem o Centro de Convenções, a Ponte do Sesquicentenário (está andando, sigam neste thread), o novo Aeroporto (por ora, só projeto, mas já melhoraram, com a inclusão de duas pontes de embarque), e a Estação Bandeira dos Trens Urbanos, integrada ao Shopping Popular. Fazia muito tempo que o poder público não investia tanto em infra-estrutura, a cidade cresceu por conta da iniciativa privada, era hora do Governo ajudar.















Reforma do Centro de Convenções Dirceu Arcoverde será concluída em dezembro
Foi a terceira obra de grande porte em Teresina visitada pelo governador desde sexta-feira (27).

Ao inspecionar a reforma do Centro de Convenções Dirceu Arcoverde, no início da manhã desta terça-feira, 3, o governador Wellington Dias deu a dimensão dos investimentos públicos que, além de melhorar a infraestrutura do Estado, possibilitam o enfrentamento da crise financeira. Foi a terceira obra de grande porte em Teresina visitada pelo governador desde sexta-feira (27). No Estado, mais de 3.500 obras estão em andamento, significando investimentos que se aproximam de R$ 1 bilhão, gerando emprego e renda e dinamizando a economia. O Centro de Convenções, previsto para ser inaugurado em dezembro, é dessas obras.

Os trabalhos começaram há um mês e estão sendo feitos pela empresa Eletricidade e Construções (Econ), de São Paulo, vencedora da concorrência pública da qual participaram outras cinco companhias. Para modernizar o Centro de Convenções, o Governo do Estado está investindo R$ 16 milhões. As instalações ganharão auditório ampliado, com capacidade para 1.100 lugares, além de seis salas para convenções, dois pavilhões de 3.500 metros quadrados para grandes eventos e um estacionamento para 300 vagas.

A área do estacionamento poderá ser ampliada, após estudos que levantam a movimentação de veículos no entorno. O projeto em andamento promete fazer do Centro de Convenções de Teresina um dos maiores do Nordeste. “Este será um centro de convenções regional, apropriado para abrigar grandes eventos”, disse o arquiteto Júlio Medeiros, que assina o projeto de reforma com o também arquiteto João Alberto.

O secretário estadual do Turismo, Sílvio Roberto Costa Leite, disse que o novo Centro de Convenções estará pronto para as festividades natalinas. “O Recital de Natal deste ano será realizado aqui”, disse ele. Acompanhado de engenheiros e assessores, o governador Wellington Dias, conheceu detalhes da obra. A área coberta e o antigo auditório foram demolidos, para implantação das fundações.

Wellington ficou entusiasmado com a reforma do Centro de Convenções, que se soma a milhares de obras em todo o Estado e fazem diferença no momento em que o Piauí, como todo o país, enfrenta dificuldades de crédito, decorrente da crise financeira internacional. “Obras como essa são uma resposta que damos à crise, pois permitem injetar grande quantidade de recursos em todo o Estado, gerando milhares de emprego, gerando renda e ajudando a dinamizar a economia nesses momentos difíceis”, disse.
 

·
Casual Travel Photography
Joined
·
2,544 Posts
Discussion Starter · #10 ·
Bom a obra segue andando. Fotos do site do Governo do Estado (www.pi.gov.br). Espero que mantenham o ritmo, já que demoliram toda a velharia que existia, pelo visto.

Ministro diz que não faltarão recursos para Ponte do Sesquicentenário
13/03/2009 16:49

“Um compromisso que estamos assumindo com os teresinenses e com os piauienses”. Com essas palavras, o ministro do Turismo, Luiz Barretto, anunciou mais recursos para a Ponte do Sesquicentenário, prevista para ficar pronta no fim do ano. “Esta obra será um ícone para o turismo e significará melhoria da qualidade de vida de todos vocês”, afirmou, ao visitar o canteiro de obras no início da tarde desta sexta-feira, 13, acompanhado do governador Wellington Dias e do prefeito de Teresina, Sílvio Mendes.

Barretto, que após a visita conheceu as obras de reforma e ampliação do Centro de Convenções Dirceu Arcoverde, disse que o Governo Federal está disponibilizando mais R$ 16,57 milhões, relativos à quinta etapa do cronograma de execução das obras, que estão com cerca de 40% concluídas. A inspeção foi acompanhada por secretários de Estado e da Prefeitura, deputados estaduais e federais e senadores.

No canteiro de obras, Wellington Dias, Sílvio Mendes, Luiz Barretto, o deputado federal Átila Lira, autor da emenda de bancada que levou à alocação dos recursos, e o senador João Vicente Claudino assinaram termo de compromisso relativo à liberação dos recursos.

O Governo do Estado está investindo cerca de R$ 20 milhões e a Prefeitura de Teresina, R$ 5 milhões, ficando o Governo Federal com a maior parte dos recursos, que somam cerca de R$ 73 milhões.

Obras não serão interrompidas

O ministro Luiz Barretto disse que, apesar da crise econômica, as obras da Ponte do Sesquicentenário, que se chamará João Isidoro França, em homenagem ao mestre de obras que primeiro planejou o traçado urbano de Teresina, não serão interrompidas. Ele disse que o Governo Federal continuará investindo no Piauí como vinha fazendo nos últimos anos. “Continuaremos aplicando R$ 60 milhões ao ano no Piauí”, disse, acrescentando que a ponte será o “presente de Natal” dos teresinenses.

O prefeito Sílvio Mendes disse que a ponte só está se tornando possível por uma união de esforços suprapartidários. Em discurso de improviso após a assinatura do termo de compromisso, ele se dirigiu a Luiz Barretto. “Ministro, isto aqui é um exemplo de que uma gestão pública não pode ter um viés menor. Essa é a nossa forma de fazer política”, afirmou.

O governador Wellington Dias disse que, além de garantir a conclusão da ponte ainda neste ano, os recursos disponibilizados pelo Estado, pela Prefeitura de Teresina e pelo Governo Federal cumprem a missão de injetar dinheiro na economia, sendo também uma forma de enfrentar a crise. “São recursos que circulam no Estado, para enfrentarmos esse momento difícil”, disse.

Centro de Convenções

Após a inspeção, Wellington Dias, acompanhado do secretário estadual do Turismo, Sílvio Leite, conduziu o ministro às obras do Centro de Convenções Dirceu Arcoverde, onde foram recebidos pelo diretor-presidente da Empresa Piauí Turismo (Piemtur), José do Patrocínio Paes Landim.

As obras, que devem ficar prontas em dezembro, seguem em ritmo acelerado. No canteiro de obras, o arquiteto Júlio Medeiros exibiu croquis em um computador, explicando ao ministro as etapas da construção e a nova estrutura que está sendo erguida. O ministro ficou satisfeito. O governador Wellington Dias disse que convidará Barretto para a inauguração. “Serão duas obras inauguradas ao mesmo tempo, a ponte e o Centro de Convenções”, disse.




 

·
Location:Canoas - RS - Br
Joined
·
5,253 Posts
Vai ficar muito bom, um prédio moderno, elegante que servirá de um belo cartão de visitas à cidade. Uma bela propaganda. Legal.
 

·
Casual Travel Photography
Joined
·
2,544 Posts
Discussion Starter · #12 ·
Vittariano, este arquiteto, o Júlio Medeiros, é prata da casa e muito bom, os projetos dele são sempre elegantes e de bom gosto. Minha dúvida é só quanto ao Governo do Estado concluir o projeto, mas, como tem eleição ano que vem, começar e não terminar seria dar um tiro no pé, não? Por isso, tenho esperanças, esta é uma obra vital para a economia da cidade e que, junto com um novo aeroporto, a Ponte do Sesquicentenário e o projeto de revitalização do centro, credenciam-na de vez ao turismo de negócios e eventos. Além disso, o cine-teatro de 1.100 lugares passa a ser o maior e mais moderno de Teresina, também bastante importante para que a cidade entre no circuito dos grandes espetáculos.

Vai ficar muito bom, um prédio moderno, elegante que servirá de um belo cartão de visitas à cidade. Uma bela propaganda. Legal.
 

·
Registered
Joined
·
5,466 Posts
Adorei e ainda mais com um sobrenome da família Arcoverde . Ótimo !!!
 

·
Casual Travel Photography
Joined
·
2,544 Posts
Discussion Starter · #20 ·
Como eu disse, a la Sílvio Santos, só acredito... V-E-N-D-O!
Merde, alors...

TCU encontra irregularidades no contrato das obras no Centro de Convenções

Foi suspensa a execução de contrato da Piauí Turismo (Piemtur), responsável por contratar empresa de engenharia que iria executar as obras de reforma e requalificação do Centro de Convenções de Teresina. O Tribunal de Contas da União tomou a decisão após acatar uma medida cautelar que denunciava que existia indícios de irregularidades na contratação da proposta vencedora, apresentada pela empresa ECON Eletricidade e Construções Ltda.

As possíveis falhas envolvem ausência de planilha orçamentária para serviços de instalações, que representam mais de 30% do valor das obras, e preços superiores ao orçamento apresentado pela Piemtur.

O TCU solicitou ao presidente da Piemtur e à empresa Econ Eletricidade e Construções Ltda. que prestem esclarecimentos sobre as supostas irregularidades. A execução do contrato deverá ficar suspensa até que o tribunal decida em caráter definitivo sobre a questão. O ministro Augusto Nardes é o relator do processo.
 
1 - 20 of 39 Posts
Top