SkyscraperCity banner

1 - 20 of 81 Posts

·
lê-se: "FÚRRIÊ!"
Joined
·
7,858 Posts
Discussion Starter #1
Resolvi criar esse thread para trazer alguns parques e edifícios históricos da cidade de Piracicaba, que está muito próxima ao meu pequeno burgo.

Piracicaba está em uma fase de transformação muito rápida. Ao longo do século XX a cidade saiu do papel de destaque como uma das mais cidades mais significativas e fortes política e socialmente do estado, no início do século, até o papel de coadjuvane nos anos 90 e 90, onde se situou à margem do chamado eixo de desenvolvimento “Anhanguera-Bandeirantes” .

As cidades localizadas nesse eixo, durante essas duas décadas, sofreram forte impacto de crescimento econômico como é o caso de toda a Região Metropolitana de Campinas, chegando, por esse eixo até Ribeirão Preto. Piraciaba estava geograficamente, fora desse eixo.


O fato de Piracicaba ter ficado à margem desse processo acabou, por um lado, arrefecendo seu desenvolvimento econômico, mas por outro, evitou que a cidade passasse pelo processo de “inchaço” populacional desencadeado pelos fluxos migratórios. No entanto, a partir dos anos 2000 a cidade começou a buscar resolver seus problemas habitacionais, de emprego , dde renda e de infra-estrutura, elaborando um planejamento a longo prazo intitulado, à época, de "Projeto Piracicaba 2010". Esse projeto foi assumido pelas autoridades e pela população, disposta a trazer a cidade ao papel de destaque, como havia ocupado no passado, onde chegou a ser uma das três mais importantes do inteior de SP, lá pelos idos de 1900, 1910, etc. Então, partiu-se para a execução do projeto de longa duração. Os primeiros resultados começaram a surgir por volta de 2007, 2008.

Com o eixo “Anhanguera – Bandeirantes” já saturado, os olhos começaram a se voltar para Piracicaba, que sempre manteve a tradição de um bom centro de educação superior, mão de obra qualificada, originaria das antigas metalúrgicas e siderúrgicas da cidade e razoável equilibro de qualidade de vida.

Sendo assim e já arrefecido o processo migratório interno, a cidade começou a se tornar a chamada “bola da vez” no universo empresarial paulista.


Nos tempos atuais a cidade passa pelo processo de transformação de uma cidade com antiga vocação industrial, para uma aglomeração urbana que recebe investimentos em indústrias de tecnologia e centros formadores de mão de obra qualificada.

Nos termos do turismo a cidade, que sempre apresentou certa diferenciação, passou a “redescobrir” essa vocação. O fato de possuir um rio que a cruza ao meio, traz um contributo para que a cidade seja lembrada por não ser “mais do mesmo”.

Agora nos novos tempos, veremos como a questão do patrimônio histórico será mantido e a cidade conseguirá “segurar” parte de seu rico passado de início de século.

Nesse sentido, esse thread não tem por intenção mostrar empresas de alta tecnologia, novas indústrias, novos ícones econômicos, novos shopping centers, novos condomínios, etc. Ele se atem a mostrar o que deve ser preservado, o que deve ser criado e o que deve ser pensado para que a cidade mantenha sua genuína identidade.

O thread será montado aos poucos, sempre retratando um lugar em específico, e dentre os posts haverão áreas e parques que são freqüentados, outros que estão esquecidos e os que estão sendo implantados. A mesma lógica se aplica ao edifícios que, de uma forma ou outra, ajudaram a construir simbológicamente a história da cidade, em suas salas, corredores e fachadas.
 

·
lê-se: "FÚRRIÊ!"
Joined
·
7,858 Posts
Discussion Starter #2
Vamos lá:

PIRACICABA/SP: OS PARQUES, PRAÇAS E EDIFÍCIOS QUE CONSTRUÍRAM E CONSTRUIRÃO A IDENTIDADE PÚBLICA DA CIDADE.

PARQUE DO CAMPUS ESALQ/USP

O primeiro parque a ser retratado nesse thread é o Campus Universitário da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da Universidade de São Paulo – ESALQ/USP

Lembro, inicialmente, que a intenção não é retratar as faculdades que compõem o Campus, mas sim os parques do Campus que são para uso público.

O parque foi construído em 1901 e até hoje marca, em muito, a simbologia da cidade como centro de educação superior. Creio ser o único parque que, desde sua fundação, é freqüentado, sem interrupção, pela população da cidade. Um símbolo da alma piracicabana.

Atuando de forma autonomia desde sua fundação em 1901 como Escola Prática Luiz de Queiroz , a Esalq, localizada em fazenda doada pelo próprio fundador, Luiz Vicente de Sousa Queiroz, é uma das escolas originaram a criação da Universidade de São Paulo, em 1934.

AS faculdades que originaram a USP foram:

  • Escola Superior de Agricultura Luis de Queiroz;
  • Faculdade de Direito do Largo São Francisco;
  • Escola Politécnica de São Paulo;
  • Faculdade de Medicina de São Paulo.
Com a criação da USP nasceram a Faculdade de Farmácia e Odontologia , a Faculdade de Veterinária e o Instituto de Educação.

Vamos aos registros fotográficos:

01. Placa no edifício central que dá o nome do inglês que projetou o Campus ( o desenho tem forte influencia do jardim inglês e de Frederick Law Olmsted, como vocês verão)




02. Para nos situarmos, coloco o mapa do Campus. Como ele é muito grande, colocaremos imagens apenas da parte azul e da parte verde, pois são as áreas mais utilizdas pelo público. A parte laranja é dos ginásios de esporte, do campo de futebol e rugby e das quadras poliesportivas. As em vermelho são várias faculdades só que exige uma boa caminhada! Rsrs Vamos começar pela parte azul.





03. Toda essa área é de acesso livre ao público, mas todo ele é guardado pelos vigilantes da prefeitura do Campus. Esse lado azul se acessa por duas guaritas de segurança. Aqui vemos a vegetação frontal ao Departamento de Economia.



04. Área frontal ao Museu e Centro de Ciências Educação e Arte.



05. Era domingo de manhã e muitas famílias aproveitavam o cenário do parque para fotos, para diversão ou para simplesmente contemplar a natureza.



06. Lago, folhas e um carrinho de bebê....



07. Arvores e pistas para caminhada.



08. O parque é marcado por grandes áreas gramadas. No desenho, nota-se a influência inglesa, pela sinuosidade suave.



09. Ao fundo a avenida que separa as partes azul e verde do Campus. Por essa avenida também se chega no aeroporto municipal Pedro Morganti.



10. Angulo de foto, meio que “clássica”, mostrando o Pavilhão da Engenharia Florestal. A cúpula de cima abriga o conhecido “Maracanazinho”, onde ocorrem simpósios, etc...



11. Mais trechos de caminhada.



12. Bela árvore.



13. Patinhos na lagoa e caixa d´água, onde está desenhada a conhecida “aranha” da Esalq, grafitada por um aluno, há alguns anos atrás e mantida até hoje. Foi tomada como uma espécie de símbolo dos alunos da Esalq. Sempre é retocada! Jamais apagada!! Rsrsrs!



14. Agora vamos atravessar a avenida e ir para a parte verde.




15. Entrando na outra parte do parque, a mais freqüentada.



16. Bem à esquerda, vocês percebem a guarita de entrada desse lado verde do parque.



17. Agora olhando para o lado contrário nos deparamos com o Prédio Central do Campus da ESALQ/USP. O que vocês vêem no chão não é papel não, é uma coisa parecida com algodão soltas ao vento por uma árvore que chamam de “paina”. O parque é extremamente limpo e com muitas lixeiras.



18. Os gramados estão um pouco castigados pela longa estiagem. No verão é um tapete verde lindíssimo.



19. Sol de meio dia, o pessoal fica embaixo das árvores!



20. Olhando do outro lado, alguns edifícios. Não sei porque essa foto me lembra o parque 3 de febrero, em Palermo, Buenos Aires.



21. Uma das ruas internas do campus, sempre muita arborização.



22. Mesma rua, olhando para outro lado. Departamento de Química.



23. Como eu disse.....



24. Outra área de caminhada... ou melhor, corrida... rsrsrs!



25. Um dos bondinhos que no início do século faziam a linha centro-Esalq. Preservado nessa pracinha.



26. Aqui uma avenida que segue para a área vermelha. Não fui até lá! Muito longe para minha “não vontade” de ir a pé! Rsrsrs!




27. Estilo neo-classico de final de século XIX e início de século XX.




28. Mais uma pracinha e avenida, com belas palmeiras.



29. Mais avenida arborizada. Do lado esquerdo está o restaurante universitário.




30. Gostei da árvore no meio.



31. Mais um laguinho. Agora, no fundo, o Pavilhão de Horticultura.



32. Mais palmeiras.....



33. Acho que é um abricó. Botei a foto para mostrar o tamanho da ávore. Dá uma olhada no golzinho quadrado embaixo. A bicha é imensa!!!



34. Muita vegetação!



35. De repente, surge à frente, outro imenso gramado! Esse nem fui ver o que tinha atrás.



36. Só umas fotos com minha família e desse garotinho brincando e voltamos para o prédio central.



37. Voltando para a área do prédio central. Gostei dessas árvores.



38. De volta á parte frontal do prédio central.



39. Chegando ao prédio central.



40. Mais pracinhas e paineiras.



41. Luiz de Queiróz..



42. Corredores... muita gente passou por eles...



43. Marco das bandeiras.



44. Detalhe.



45. Detalhe do monumento onde estão depositados os restos mortais de Luiz de Queiroz. Portal principal do parque verde, ao fundo.




46. O próprio....



47. Vista frontal.



48. Encarando o sol de meio dia, terminados o retrato do parque do Campus da Esalq/USP!



Até mais, com outros lugares.
 
  • Like
Reactions: Iturama

·
ame-o ou deixe-o
Joined
·
8,412 Posts
Linda passei por Piracicaba quinta feira passada, cidade pujante e com um skyline fantástico !!!

Obrigado e Parabéns pelas imagens :eek:kay:
 

·
Registered
Joined
·
10,805 Posts
Sou eternamente APAIXONADO por essa cidade! Por tudo dela! Seu povo, sua história, cultura e daquele "clima" gostoso que é estar em Pira! :banana:

:popcorn:

Prossiga, Fourier!
 

·
lê-se: "FÚRRIÊ!"
Joined
·
7,858 Posts
Discussion Starter #5
Linda passei por Piracicaba quinta feira passada, cidade pujante e com um skyline fantástico !!!

Obrigado e Parabéns pelas imagens :eek:kay:
Muito obrigado, Vi_!

Com o tempo colocarei outros parques e outros locais! Você é de Marília, né! minha esposa estudou aí, na Unesp. Nos anos 90!

Abração!
 

·
lê-se: "FÚRRIÊ!"
Joined
·
7,858 Posts
Discussion Starter #6
Sou eternamente APAIXONADO por essa cidade! Por tudo dela! Seu povo, sua história, cultura e daquele "clima" gostoso que é estar em Pira! :banana:

:popcorn:

Continue, Fourier!
Valeu, Iturama. Em Piracicaba, quem "não pira" "se acaba" !!!:lol:

Logo, logo tem mais locais bucólicos!

Abração!
 

·
ame-o ou deixe-o
Joined
·
8,412 Posts

·
lê-se: "FÚRRIÊ!"
Joined
·
7,858 Posts
Discussion Starter #9
Exatamente, e já está convidado para participar do encontro de foristas aqui em Marília no mês de Outubro, visite nosso thread oficial do encontro :cheers:

http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=1543600
Muito obrigado, estimado Vi_!
Nesse momento, creio ser difícil, minha vida é um tanto corrida. Mas nos próximos terei muita satisfação em participar. Desejo um ótimo encontro, forte abraço a todos e aguardaremos as fotos, por supuesto!

Abração!
 

·
lê-se: "FÚRRIÊ!"
Joined
·
7,858 Posts
Discussion Starter #10
O bairro Monte Alegre abrigou uma histórica usina de mesmo nome: Usina Monte Alegre - UMA. Após a desativação da usina, se tornou um dos bairros esquecidos da cidade.


No entanto, esse bairro abriga uma série de edificações de cunho histórico e de rara beleza que, aos poucos, está sendo lembrada e retomada. Um processo de revitalização do bairro começou a alguns anos. Anda a passos lentos, mas já se percebe que houve certe aceleração de uns tempos para cá. Aqui retrato esse bucólico bairro, que está sendo objeto de estudo de vários interessados em ver a recuperação desse patrimônio histórico.

Algumas empresas, alguns restaurantes estão começando a ocupar o casario abandonado e algumas famílias estão se mudando par ele, por conter edificações com farta área interna.

Esse bairro abriga a Capela São Pedro, que tem seu interior decorado por Alfredo Volpi. É uma exceção, está excelentemente bem conservada mas, infelizmente, o acesso a ela é quase impossível. Sempre fechada e não se acha como contatar alguém para visitá-la. Uma pena.

Bom aqui vocês encontrarão imagens desse lugar que teve uma significativa participação da Piracicaba de início de século XX.

BAIRRO MONTE ALEGRE

O bairro monte alegre originou-se da fundação da Usina Monte Alegre, idealizada por Pedro Morganti, no início do século XX. Ali, nas proximidadades da Usina, vieram a residir os trabalhadores que formaram uma Vila de Colonos. A Usina Monte Alegre, no seu auge, anos 40, 50 e início dos 60, chegou a empregar 2 mil pessoas.

De um lado moravam os trabalhadores, nas casas germinadas e, do outro, os chefes, supervisores, administradores em amplas casas. A vida social era intensa, com escolas de boa qualidade, atendimento médico e vendas de produtos de consumo. A vida social também era movimentada, com bailes, e a existência de um tradicional equipe de futebol que fazia o clássico amador de Piracicaba, contra o “A” encarnado – time formado por alunos e professores da Esalq.

O território da Usina era gigantesco, pegando áreas de outror municípios, como Iracemápolis e Rio das Pedras. A Companhia Paulista de Estradas de Ferro tinha, só na área da usina, 55km de trilhos. A Usina Mone Alegre era tão poderosa economicamente que chegou a produzir suas próprias locomotivas. Vide abaixo:


Fonte: http://oespiritodolugar.blogspot.com.br/p/monte-alegre.html

Em 1936 foi erguida a Capela São Pedro, inspirada na igreja de San Frediano, em Lucca, Itália. O projeto foi do italiano Antonio Ambrote, que faleceu durante sua construção. Assumiram os trabalhos João Cirtes e depois Ricardo Carderino. Antonio Volpi, ainda pouco conhecido, recebeu o encargo de pintar as paredes e a pare interna da Capela. Mal sabiam que esse se tornaria um artista reconhecido e famoso.

Capela São Pedro do bairro Monte Alegre:


Fonte: Fonte: http://oespiritodolugar.blogspot.com.br/p/monte-alegre.html

Algumas outras fotos da Vila de Colonos italianos, que formaram a mão de obra principal da Usina de Pedro Morganti.

Centro de Puericultura.

Fonte: Fonte: http://oespiritodolugar.blogspot.com.br/p/monte-alegre.html

Vista geral do Bairro e Usina.



Fonte: http://oespiritodolugar.blogspot.com.br/p/monte-alegre.html

Depois dessa fase, a Usina entrou em decadência e já no início dos anos 80 era um lugar praticamente abandonado. Agora, aos poucos, tenta retomar seu lugar na vida dos piracicabanos.

Vamos às fotos:

01. Chegando no bairro, em uma larga alameda de paralelepípedos.



02. Chaminés da antiga Usina. Hoje uma imagem emblemática.



03. Chegando, um monumento às glórias do passado. Hoje, teia de aranha.



04. Inscrição no monumento. Lembranças de empreendedores do passado.



05. Uma coluna do monumento.





06. Outro lado. UMA: Usina Monte Alegre.



07. Uma fonte pra refrescar. Desativada.



08. O Máximo de proximidade que conseguimos chegar da bela Capela de São Pedro, que abriga afrescos de Alfredo Volpi. Ninguém para atender... Pelo menos apresenta excelente estado de conservação. Vejam o piso da alameda em tijolos vermelhos.



09. Um pouco mais à frente, o casarão onde residiu Pedro Morganti, o criador da Usina e do bairro. Hoje pertence ao lar dos Velhinhos de Piracicaba. Aparenta estar bem conservado. Atrás existe um rico condomínio fechado.........



10. Seguindo mais à frente, encontramos uma bela casa. Abandonada. Olhem os vidros quebrados.



11. Detalhe dos vidros. São vários casarões assim.




12. Detalhe da parte onde residiam os trabalhadores braçais. Parte começa a tomar vida.


13. Área que começa a ser revitalizada com os telhados já trocados.



14. Mais próxima...



15. Antiga biblioteca. Janelas e portas começam a serem trocadas.



16. Antiga sede do clube de prestígio que a Usina teve no passado.



17. Daqui para a frente as obras de revitalização começam a melhorar. Futuro restaurante.



18. Aqui já o primeiro prédio totalmente restaurando e que se tornou a escola do Bairro: Escola Municipal Marques de Montte Alegre!



19. Vista um pouco mais para a lateral. A escola ficou muito bonita.



20. Olhando para onde chegamos, nota-se que a maioria das árvoes são volumosas e antigas. Se puxarem a foto verão que tem alguém também fotografando bem lá na frente.



21. Subiremos essa rua e já notaremos que os espaçosos casarões começam a ser tomados! Sempre paralelepípedos!



22. Casarão já habitado. Bela entrada.



23. Por serem muito grandes, por muitas vezes, fazem “parede e meia” !



24. Mais um exemplo.Nessa um lado está habitado. O outro, espera morador....




25. Esse já voltou a receber proprietários!



26. Algums ruas não possuem saída em dão em um “Cul de Sac” (rotatória de final de rua) . Nessa temos a generosa sombra de uma imensa árvore.



27. Enfim, são várias casas já com os habitantes.



28. Mas ainda há muito por se fazer!




29. E o trabalho será grande!




30. Aqui uma raríssima imagem da Capela de São Pedro do Bairro Monte Alegre. Até na net a coisa é difícil. A foto não é minha. Embaixo estão os créditos.



Fonte: http://www.panoramio.com/photo/24995115 foto: Hélio Antunes do Nascimento.

Bom é isso. Mostrei um lugar que foi esquecido na memória do lugar e que, aos poucos, vem tomando novos contornos sociais que poderão o levar, um dia, a retomar o antigo charme e o lugar na alma do piracicabano.

Abraços!
 

·
Registered
Joined
·
768 Posts
Gostei das fotos. Provavelmente sábado estarei em Piracicaba, vou fazer uns plágios das suas fotos :lol:. Só conheço de passagem a cidade.
 

·
lê-se: "FÚRRIÊ!"
Joined
·
7,858 Posts
Discussion Starter #12 (Edited)
Gostei das fotos. Provavelmente sábado estarei em Piracicaba, vou fazer uns plágios das suas fotos :lol:. Só conheço de passagem a cidade.

Boa viagem, heldervibe!

Aliás, é tão perto de Campinas que nem sei se seria uma "viagem" propriamente dita!:lol:

O parque da Esalq é fácil, pois fica na chegada de Campinas para Piracicaba, Estará logo à direita de sua entrada na primeira avenida da cidade. Cuidado com o radar de 60 km/h logo no início da avenida. Ele pega muita gente vindo no embalo da rodovia. São as boas vindas! rsrsrs! Monte Alegre fica um pouco mais distante. Deve se pegar a estrada para o aeroporto, passar por baixo da entrada do mesmo e seguir reto. Passar pelas obras do anel viário, subir à direita, passar em frente à entrada de um condomínio luxuoso e você já entrará no Monte Alegre.

Caso queira postar alguma foto aqui fique à vontade!


Abração!
 

·
Registered
Joined
·
3,113 Posts
Fourier, sempre Fourier!

Você tem se mostrado um verdadeiro profissional em thread, tem talento na disposição das fotos, tem uma explanação do conteúdo muito boa e é simpático em responder os comentários dos foristas.

Quero dizer que gostei de tudo que vi, dos parques e prédios históricos da bela e forte Piracicaba. A cidade vai voltar a ter a importância que teve no passado e, tenho certeza, vai continuar com instituições fortes e natureza bem cuidada.

Parabéns, Chará!
 

·
lê-se: "FÚRRIÊ!"
Joined
·
7,858 Posts
Discussion Starter #14 (Edited)
Fourier, sempre Fourier!

Você tem se mostrado um verdadeiro profissional em thread, tem talento na disposição das fotos, tem uma explanação do conteúdo muito boa e é simpático em responder os comentários dos foristas.

Quero dizer que gostei de tudo que vi, dos parques e prédios históricos da bela e forte Piracicaba. A cidade vai voltar a ter a importância que teve no passado e, tenho certeza, vai continuar com instituições fortes e natureza bem cuidada.

Parabéns, Chará!
Fala meu chará! (tocayo, en español, por supuesto)

Então, vamos ver como esse processo de transformação, de passagem de ciclo, se dará. Vamos ver se os princípios do desenvolvimento sustentável (no modelo de John Swarbrooke), se perpetuarão e ajudarão a cidade a crescer economicamente, mas de forma equilibrada e democrática, se tornando, assim um lugar bom para viver às gerações posteriores. Os projetos tem caminhado, alguns de maneira mais rápida (como o projeto Beira Rio, a ser exposto aqui, futuramente), outros, de maneira mais lenta (como o de Monte Alegre).

Bom, cada cidade é um caso.

Toda cidade tem sua identidade particular, que ela mesmo deve descobrir. Por essa razão, ao estabelecer comparativos entre cidades, corre-se o risco de:

a) usar um mesmo padrão para variáveis diferentes e históricos antrolológicos distintos, invalidando os argumentos, quaisquer que sejam;
b) despertar o fanatismo, campo fértil para os bairristas e pregadores do famoso city x city;
c) tentativas de auto afirmação individual baseadas sob o prisma "olhar apenas para o próprio umbigo" e;
d) despertar a visão unilateral e simplista, supervalorizando questões vernaculares próprias e desvalorizando o que é diferente do "seu universo". Uma afronta à diversidade e ao mínimo de inteligência.

Então vamos ver como Piracicba achará o próprio caminho. E isso, só ela poderá fazer por conta de seus grupos da sociedade civil.

Enfim, sempre é bom receber um post teu, chará, que sempre mostrou poderação e uma visão sistêmica das coisas!

Abração!
 

·
Annoying ex-moderator
Joined
·
17,636 Posts
Estive em Pariscicaba exatamente um ano atrás, a Esalq estava com o mesmo clima árido, foi como eu tivesse visitado-a novamente!

Obrigado pelas fotos e continue postando!
 

·
Registered
Joined
·
3,113 Posts
Fala meu chará! (tocayo, en español, por supuesto)

Então, vamos ver como esse processo de transformação, de passagem de ciclo, se dará. Vamos ver se os princípios do desenvolvimento sustentável (no modelo de John Swarbrooke), se perpetuarão e ajudarão a cidade a crescer economicamente, mas de forma equilibrada e democrática, se tornando, assim um lugar bom para viver às gerações posteriores. Os projetos tem caminhado, alguns de maneira mais rápida (como o projeto Beira Rio, a ser exposto aqui, futuramente), outros, de maneira mais lenta (como o de Monte Alegre).

Bom, cada cidade é um caso.

Toda cidade tem sua identidade particular, que ela mesmo deve descobrir. Por essa razão, ao estabelecer comparativos entre cidades, corre-se o risco de:

a) usar um mesmo padrão para variáveis diferentes e históricos antrolológicos distintos, invalidando os argumentos, quaisquer que sejam;
b) despertar o fanatismo, campo fértil para os bairristas e pregadores do famoso city x city;
c) tentativas de auto afirmação individual baseadas sob o prisma "olhar apenas para o próprio umbigo" e;
d) despertar a visão unilateral e simplista, supervalorizando questões vernaculares próprias e desvalorizando o que é diferente do "seu universo". Uma afronta à diversidade e ao mínimo de inteligência.

Então vamos ver como Piracicba achará o próprio caminho. E isso, só ela poderá fazer por conta de seus grupos da sociedade civil.

Enfim, sempre é bom receber um post teu, chará, que sempre mostrou poderação e uma visão sistêmica das coisas!

Abração!
Verdade! Tudo o que você falou faz sentido, porque a alma de uma cidade, estado ou país é o seu povo. Todo e qualquer lugar tem um desenvolvimento baseado em fatores geo-antropológicos.

Piracicaba pode!

Obrigado pelos elogios e grande abraço.
 

·
Registered
Joined
·
598 Posts
Belíssimo thread, parabéns Fourier! Considero pessoalmente a Esalq o segundo campus da USP mais bonito que eu conheço.
 

·
Registered
Joined
·
8,848 Posts
Perfeito! Fourier para prefeito! :D

Acho que nunca vi por aqui um thread de Piracicaba enfocando o lado histórico da cidade. Parabéns pela dedicação. :)
 

·
Araras dos Barões
Joined
·
13,562 Posts
Piracicaba me encanta! Sempre! Aliás gosto das duas "Piras" (Piracicaba e Pirassununga) no Interior Paulista :applause:
Piracicaba, no meu ponto de vista, é a cidade que melhor representa o Interior de SP. Basta ver este bairro Monte Alegre, formado ao lado de uma usina de açúcar.
Gostaria muito que hoje em dia construíssem bairros que tivessem este bom gosto nas construções e que na suas construções deixassem para as gerações futuras informações do quanto as pessoas eram ou foram felizes ali.
Fourier, parabéns pelo thread! :applause: :eek:kay:
 

·
lê-se: "FÚRRIÊ!"
Joined
·
7,858 Posts
Discussion Starter #20
Belíssimo thread, parabéns Fourier! Considero pessoalmente a Esalq o segundo campus da USP mais bonito que eu conheço.
Muito obrigado pela visita, Celsodc! Outro dia eu estive em Capivari e fotografei aquele belíssimo coreto que tem naquela praça central. Aliás praça muito arborizada e agradáve! Sim, o Campus é muto bonito e muito frequentado. A maior parte dele eu nem percorri!

Abração!

Perfeito! Fourier para prefeito! :D

Acho que nunca vi por aqui um thread de Piracicaba enfocando o lado histórico da cidade. Parabéns pela dedicação. :)
Fala Lucas!

Então, vou tentar da dar um enfoque mais histórico mesmo. Certamente não encontrarão, nesse thread, shoppings, centros empresariais, novos edifícios e as pragas dos condomínios fechados que estão começando a infestar esses lados.

Aqui sempre buscaremos o espaço público, o espaço democrático e da diversidade!

Abração, estimado!

Piracicaba me encanta! Sempre! Aliás gosto das duas "Piras" (Piracicaba e Pirassununga) no Interior Paulista :applause:
Piracicaba, no meu ponto de vista, é a cidade que melhor representa o Interior de SP. Basta ver este bairro Monte Alegre, formado ao lado de uma usina de açúcar.
Gostaria muito que hoje em dia construíssem bairros que tivessem este bom gosto nas construções e que na suas construções deixassem para as gerações futuras informações do quanto as pessoas eram ou foram felizes ali.
Fourier, parabéns pelo thread! :applause: :eek:kay:
Pois é uli, a ligação com o cultivo da cana marcou definitivamente a história de nossas comunidades. As Usinas sempre tiveram um papel fundamental na edificação da vida social dessas cidades!

O que eu gostei de Monte Alegre, foi ver aquelas casas o quão bem construídas eram. Tijolo de primeira, largura de um tijolo, dos grandes, quintal, muro baixo e muitas árvores. Amplos espaços internos, grandes janelas. E muitas árvores. Verdadeiramente um lugar aprazível de se viver e que tem que ser retomado por nós. Quantas "Usinas Monte Alegre" tivemos em nossa região? Muitas e muitas, onde muito de nossos colonos imigrantes deixaram seu sangue, suor e lágrimas.

Abração, meu amigo!
 
1 - 20 of 81 Posts
Top