SkyscraperCity banner

508801 - 508820 of 513205 Posts

·
lost and found
Joined
·
12,444 Posts
Querem especialistas?

Olha aí abaixo o que o colega Oponopono postou no thread do Coronavírus. Um monte de especialistas falando dos absurdos das medidas que estão sendo tomadas.

Tomei a liberdade de selecionar um trecho particularmente importante, que está sendo ressaltado por muita gente inclusive aqui no fórum, mas que a histéria patética impede todos de ver.

Patients who have been tested for SARS-CoV-2 are disproportionately those with severe symptoms and bad outcomes. As most health systems have limited testing capacity, selection bias may even worsen in the near future.

Tradução livre: pacientes que foram testados para SARS-CoV-2 são desproporcionalmente aqueles com sintomas agudos e com desfechos ruins. Como a maioria dos sistemas de saúde tem uma capacidade limitada de realizar exames, o viés de seleção pode piorar no futuro.

A histeria de quem se esconde atrás de um vírus para fazer política é grande. E isso vai ficar evidente com os testes em massa nos EUA e no Brasil.

Preparem-se.


Eis algo que vale bem a pena ler por vir de pessoas com creditos firmados em questoes epidemiologicas:

12 Experts Question The COVID-19 Panic -
12 Experts Question The COVID-19 Panic
 

·
Registered
Joined
·
3,262 Posts
Os suecos estão fazendo isolamento voluntário. Isso é fato e suas notícias não são sobre isso. O governo recomendou fechamento e até o BR Cearense falou que as escolas de ensino médio e supero estão fechadas. Mesmo nas escolas infantis as crianças estão se isolando inclusive com redução do espaçamento. E atividades com mais de 500 pessoas estão canceladas e todas as pessoas que estão sem trabalhar o governo paga 90% do salário.

Você não sabe debater e não domina o fato, buscou duas notícias que lhe agradam o pronto. Antes de me acusar lembre-se que eu que postei a notícia do governo sobre as escolas, vc acha que eu não li?

Mais uma vez a Suécia testa suspeitos e viajantes coisa que o Brasil não faz. Já postei aqui várias vezes se o Brasil testar em massa pode reduzir o isolamento. A curva de crescimento brasileira cresce mais que sueca e exige medidas mais duras. E o Mandetta disse isso hoje. Se vai puxar saco do governo seja coerente.
O Brasil inteirou fez isolamento voluntário (sem que o Governo Federal ordenasse) e você diz que foi a Suécia. @Naipesky já te desmentiu, o @BR_Cearense já te desmentiu e tu continua nisso. É muita desonestidade intelectual!!

Pode postar o quanto quiser, não mostrei uma, mas várias notícias que te desmentiram e você ainda acha que está certo. Foi você que veio com esse discurso dizendo que a Suécia tem uma estratégia correta enquanto o Brasil está errando, te perguntei onde e você só veio com mais mentiras e eu te desmenti com fatos registrados por vários veículos de imprensa diferentes. Não vou mais debater contigo, essa foi a última mensagem.
 

·
Registered
Joined
·
8,906 Posts
Os governadores estão como aquela família que chegou no mercado e comprou 2 toneladas de papel higiênico porque todos estavam fazendo.

Chegando em casa, pensou melhor e viu que nem se tiver diarréia por toda a vida vai consumir o que comprou. Agora olha pro lado e tem que arrumar desculpa, mas sem dar razão ao amigo que perguntava "pra que isso" antes.

abc
A "diarreia" só está começando.
 

·
Registered
Joined
·
22,704 Posts
Y
Querem especialistas?

Olha aí abaixo o que o colega Oponopono postou no thread do Coronavírus. Um monte de especialistas falando dos absurdos das medidas que estão sendo tomadas.

Tomei a liberdade de selecionar um trecho particularmente importante, que está sendo ressaltado por muita gente inclusive aqui no fórum, mas que a histéria patética impede todos de ver.

Patients who have been tested for SARS-CoV-2 are disproportionately those with severe symptoms and bad outcomes. As most health systems have limited testing capacity, selection bias may even worsen in the near future.

Tradução livre: pacientes que foram testados para SARS-CoV-2 são desproporcionalmente aqueles com sintomas agudos e com desfechos ruins. Como a maioria dos sistemas de saúde tem uma capacidade limitada de realizar exames, o viés de seleção pode piorar no futuro.

A histeria de quem se esconde atrás de um vírus para fazer política é grande. E isso vai ficar evidente com os testes em massa nos EUA e no Brasil.

Preparem-se.
Mas a melhor forma de controlar a doença é testes em massa. Inclusive já fui criticado várias vezes. Mas tome cuidado ao citar pedaços de pesquisas sobretudo fora do contexto que muitas vezes é mostras problemas na coleta e não nos números. Inclusive os trabalhos que fazem estimativas levam isso em consideração.
 

·
19 - Deodoro / OCZ
Joined
·
5,768 Posts
A questão é que me parece que os testes em massa só efetivamente começam no BR pra semana que vem, ou eventualmente com um relaxamento das medidas de lockdown impostas nos estados e municípios. Nos EUA, mesmo com pesares e até críticas, já foram mais de 480mil testes realizados, um número muuuuito além do que o Brasil até agora já fez.
 

·
Registered
Joined
·
7,517 Posts
Acabei de postar no outro tópico, eu só abriria testes pra população depois que TODOS os profs de saúde fizessem em um primeiro momento: do lixeiro hospitalar aos diretores.

Em seguida iria para as forças de segurança e bombeiros, e só depois testes globais/aleatórios.

abc
 

·
Registered
Joined
·
22,704 Posts
O Brasil inteirou fez isolamento voluntário (sem que o Governo Federal ordenasse) e você diz que foi a Suécia. @Naipesky já te desmentiu, o @BR_Cearense já te desmentiu e tu continua nisso. É muita desonestidade intelectual!!

Pode postar o quanto quiser, não mostrei uma, mas várias notícias que te desmentiram e você ainda acha que está certo. Foi você que veio com esse discurso dizendo que a Suécia tem uma estratégia correta enquanto o Brasil está errando, te perguntei onde e você só veio com mais mentiras e eu te desmenti com fatos registrados por vários veículos de imprensa diferentes. Não vou mais debater contigo, essa foi a última mensagem.
Nenhum dos dois desmentiram nada. Acho que é díficil discutir com que não lê.
O Naipesky traduziu é a recomendação sobre fechamento de escolas e implantação de ensino remoto. Inclusive ele fala que tanto eu como o BR temos respaldo.

Isolamento voluntários é da população nas suas casas. Não tem uma postagem dos dois sobre isso. Você não desmentiu nada. No Brasil foi feito por fechamento de áreas publicas e comércio.

Inclusive se quer fugir do debate fique a vontade. Agora queria a sua explicação desta radio sueca falando que as demissões na Suécia são maiores que a crise de 2008 porque as pessoas não estão saindo de casa e não estão consumindo e que prefeitos estão cancelando escolas infantis porque os pais estão ficando em casa e o número de morte esta aumentando.

Antes de sair acusando os outros de mentiroso se informe melhor.

 

·
Registered
Joined
·
2,072 Posts
Achei muito boa a última postagem do Bolsonaro no Facebook. Achei que foi no tom certo, direta, na veia. Mas é uma pena que acertos como esse fiquem perdidos em meio a um mar de presepadas. Se o tom fosse acertado desde sempre, a coisa fosse organizada, pensada, muito desgaste teria sido evitado e a situação agora seria outra.

É uma prova de que dá pra falar da situação oferecendo um caminho mais adequado sem precisar falar de "gripinha" e "resfriadinho" e dar de bandeja munição para seus opositores, não é complicado.

Mas espero que no final das contas o plano dê certo e ele saia por cima. Ninguém merece Doria, Maia e afins se achando as ultimas bolachas do pacote.
 

·
Registered
Joined
·
14,313 Posts
É como eu já disse anteriormente, a radicalização está em curso e se observarem a maioria dos comentários verá que praticamente todos apoiam! O risco é isso descambar para uma ruptura institucional se as coisas fugirem do controle neste país, muitos estão dispostos a irem na linha de frente, vide as manifestações mais severas contra o Caiado e uma certa capacidade do presidente em juntar multidões, é algo a ser considerado!
 

·
Registered
Joined
·
7,517 Posts
O de sempre, desde sempre.

Quando se assiste ao JB destemperado, é porque houve alguma shit grande no background que nem ficamos sabendo até o momento. É uma reação a algo, que rapidamente é tratada por quem planejou a shit e mais a mídia como ação, intempestiva, sem motivo e sem razão.

Aí passam 2, 3 dias e descobrimos do que nos livramos quando as garrinhas aparecem após o pito-expositor. Eu diria que nesse ponto o Carlos + Heleno estão 10/10 em prever esse tipo de "ataque".

Maia + governadores
PT com pl pra impeachment
STJ (membro) dando semi-ok para impeachment
e mais recentemente...

Kakay: “O momento é de aproveitar a fraqueza de Bolsonaro e afastá-lo. É a hora do impeachment”
Kakay: "O momento é de aproveitar a fraqueza de Bolsonaro e afastá-lo. É a hora do impeachment"

Mais coisa vai aparecer. Não foi do nada esse "arroubo" do Jair, exatamente como nas outras vezes.

abc
 

·
Registered
Joined
·
1,344 Posts
Análise: Bolsonaro ainda não entendeu as nuances de Trump
Após Trump sugerir que a cloroquina seria eficaz contra a covid-19, duas pessoas morreram nos EUA ao ingerirem o remédio, que ainda não tem eficácia comprovada


Donald Trump vinha negando a gravidade do novo coronavírus. Fez isso ao lado de Jair Bolsonaro, na porta do resort de Mar-a-Lago, na Flórida, ao dizer que não estava "nem um pouco preocupado" com a chegada do vírus. Foi segundos depois de dizer que Bolsonaro fazia um "grande trabalho no Brasil", mas se recusar a reduzir as tarifas de produtos brasileiros. Bolsonaro, que não fala inglês e não tinha tradutor, manteve o olhar vago. Dois dias depois, o brasileiro, que disse se inspirar em Trump, deu início ao seu discurso de que a pandemia é uma fantasia superdimensionada.

Seja porque foi convencido de que o coronavírus afetaria a sociedade americana, seja pelo apetite político, Trump mudou. No dia 29 de fevereiro, os EUA tiveram a primeira morte por coronavírus e o presidente seguia desconectado dos alertas mundiais. Sua popularidade, que estava em 44,3% no meio do mês, começou a cair. Em 11 de março, a OMS declarou o coronavírus uma pandemia e Trump, que já tinha perdido 2 pontos de aprovação, anunciou que restringiria a entrada de voos da Europa.

No dia 13, o presidente americano declarou emergência nacional, mas só no dia 16, depois de Nova York já ter fechado todo o comércio não essencial, deu a resposta que os americanos cobravam, admitindo que a situação não estava controlada, o combate ao vírus duraria meses e a economia entraria em recessão. A taxa de aprovação voltou a subir imediatamente e continua alta, passando dos 44%.

Trump minimizou de forma irresponsável o vírus. Vendeu falsas esperanças de que uma vacina esteja pronta antes do que cientistas imaginam e sugeriu que a cloroquina seria eficaz contra a covid-19. Após a fala do presidente, duas pessoas morreram nos EUA ao ingerirem o remédio, que ainda não tem eficácia comprovada.

Mas é verdade também que há pelo menos 10 dias Trump pede, todos os dias, em suas redes sociais e em coletivas de imprensa, que os americanos fiquem em casa e cumpram o distanciamento social. "Cada americano tem uma missão a cumprir na defesa da nossa nação. Sigam as orientações: fiquem em casa e salvem vidas", disse Trump.

Ele também trava um cabo de guerra com os governadores, mas, ao mesmo tempo, divulga no Twitter as restrições estaduais de circulação e as defende. "Governadores, prefeitos, comércio e cidadãos estão trabalhando com urgência e rapidez em torno de um objetivo comum, que é salvar vidas", disse o presidente, há três dias.

A impressão que fica é a de que quem auxiliou Bolsonaro a fazer o pronunciamento da noite de terça-feira, 24, não acompanhou nada disso, nem viu as fotos da Times Square vazia ou os tuítes em que Trump pede distanciamento social. Mas, certamente, quem escreveu o texto de Bolsonaro viu o presidente americano na Fox News.

Nos últimos dois dias, Trump vem flertando com a volta ao negacionismo, o que transpareceu na entrevista à Fox. Ele disse que o remédio não pode ser mais amargo do que a doença e mostrou que quer relaxar as medidas de isolamento. Na TV, afirmou que os EUA "não foram construídos para parar" e queria o país reaberto para negócios na Páscoa, 12 de abril.

Ele foi duramente criticado, e não é à toa. A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera os EUA, com 65 mil casos e quase mil mortos, o novo epicentro da pandemia. Os casos no Estado de Nova York dobram a cada três dias e o governador já avisou que faltará leitos e respiradores. Pelo menos 40% dos internados em NY tem menos de 54 anos. Não há sinais de que o fim do isolamento social seja recomendado pelos médicos antes da Páscoa.

Então, Trump deu um passo atrás. Prometeu que nada será feito sem o aval de especialistas. Indicou que a ideia de retomar atividades na Páscoa é uma meta que não necessariamente será colocada em prática. O presidente tinha ao seu lado Anthony Fauci, respeitado como a voz da sensatez nas coletivas da Casa Branca. O médico e chefe do Instituto de Doenças Infecciosas dos EUA já disse que nunca foi atropelado por Trump, quando explica que uma medida não pode ser tomada em nome da segurança da população.

"O melhor para nossa economia é uma vitória muito forte sobre o vírus", disse Trump na noite de terça-feira, pouco antes de Bolsonaro começar a falar no Brasil.

A reportagem do Estado que revela que o discurso de Bolsonaro foi planejado junto ao "gabinete do ódio" ajuda a entender por que o brasileiro resolveu copiar partes de falas de Trump, ignorando a mudança de tom do próprio americano. Por enquanto, ele nunca defendeu que as pessoas saiam às ruas e ignorem as orientações médicas de distanciamento social.

A ideia de reabrir a economia foi jogada no ar pelo presidente exatamente nos dias em que os congressistas americanos negociavam a aprovação do pacote de socorro econômico de US$ 2 trilhões. Era um recado ao Congresso, que chegou a um acordo sobre o texto nesta madrugada.

A mera importação do discurso do americano já não faria sentido se desconsideradas as peculiaridades de cada país. Os EUA não têm comunidades como as nossas favelas, pobres, de alta densidade populacional e com condições precárias de saneamento e dificuldades de acesso -- focos preocupantes para a disseminação de qualquer tipo de doença. Mas, ainda que a intenção fosse puramente plagiar Trump, faltou algo. Os americanos estão em isolamento há 10 dias, com apoio de Trump e dos governadores, e não consta que isso vá mudar tão cedo.
 

·
Registered
Joined
·
14,376 Posts
Acho bastante curioso, como alguns foristas, que raramente aparecem por aqui passam horas a fio contando lorotas e martelando a mesma coisa sem sentido ad eternum, ao imaginarem qualquer vulnerabilidade no governo Bolsonaro, e até mesmo usam desgraças politicamente, tais como inundações, pandemias, secas etc. Saem todos do buraco, Que gente amargada, infantil, mesquinha e invejosa. Aposto dollars to doughnuts que muitos torcem contra uma recuperação financeira, que torcem para que haja o caos, e que alguns até torcem para que o coronavirus mate o máximo de pessoas possível por pura birra. E tem outros que a coisa é tão intensa, que tenho quase certeza que são pagos para isso, não e possível, Incrívil how obsessed these people are com o atual presidente. Meu apoio ao governo e de muita gente que conheço segue igual, simplesmente não temos alternativa neste momento. Só me dá mais vontade de apoiá-lo quando vejo quem está criticando.
Todos aqui sabem que passo longe de ser bolsominion, e eu fiquei de cara com tão ruim foi o pronunciamento ontem, de ficar puto mais uma vez com o Bolsonaro, mas daí hoje, assistindo o JN, eu fiquei tão enojado com a forma como eles abordam toda a situação, que não tem como escolher o lado deles em detrimento do governo. Não agora ao menos. A imprensa poderia criticar e teria toda a razão, mas a manipulação da informação e a tentativa de criar narrativa é tão descarada que chega a ser inacreditavel. Dai a gente fica nessa sinuca de bico, como bem retratastes. Muito triste realmente presenciar meio que em câmera lenta o país cair num provável novo abismo de vários anos.
 

·
Registered
Joined
·
1,344 Posts
'Guedes vai colocar R$ 600 bilhões na economia, falei com ele hoje', diz Abílio Diniz
Segundo o empresário e presidente do Conselho de Administração da Península Participações, ministro da Economia vai dividir a quantia em diferentes medidas


O empresário Abílio Diniz, presidente do Conselho de Administração da Península Participações, disse na noite desta quarta-feira, 25, que falou com o ministro Paulo Guedes e foi autorizado a divulgar que o ministério vai injetar R$ 600 bilhões para a retomada econômica do País.

"Na retomada, é preciso dinheiro. Paulo Guedes vai colocar R$ 600 bilhões na economia. Falei com ele hoje e ele me autorizou a dizer", disse durante discussão com presidentes de empresas do varejo nacional transmitida pela XP Investimentos.

De acordo com o empresário, mesmo com as convicções liberais, o ministro da Economia está "na mesma página" quando se fala em investimentos para a retomada. "Paulo Guedes é liberal, mas em momentos de crise somos todos keynesianos", disse. Ele afirma ainda que o investimento informado por Guedes será feito em várias medidas que o ministro arquiteta.

Diniz disse também que "não é momento de discutir se o isolamento deve ser horizontal ou vertical, pois o País já está parado". Para ele, é preciso que se informe uma previsão de fim da paralisação dos comércios e da economia para que haja esperança para os pequenos empreendedores e autônomos. Ele cobrou ainda que haja planejamento para que as atividades sejam retomadas.
 
508801 - 508820 of 513205 Posts
Top