SkyscraperCity banner
1 - 10 of 10 Posts

·
Moderator
Joined
·
181,961 Posts
Discussion Starter · #1 ·
Novo estaleiro Naval no Kwanza-Sul criará mais de 1000 postos de trabalho

Já a partir deste ano, Porto Amboim, no Kwanza-Sul, irá começar a colher benefícios extras decorrentes do crescimento da produção de petróleo e do início do Projecto Angola LNG, de gás natural. É o resultado da construção no município do primeiro estaleiro naval de grande porte do país, o Paenal – Porto Amboim Estaleiros Navais Limitada.

Os investimentos, estimados em USD 208,3 milhões, foram aprovados na última reunião do Conselho de Ministros. A empresa, formada pela Sonangol em associação com a SBM Ship Yard, com sede nas Bermudas, planeja concluir as obras até 2013.

O novo estaleiro, que proporcionará a criação de mais de mil empregos directos, atenderá à crescente demanda por equipamentos, como módulos, estruturas de aço, jaquetas, bóias e serviços de manutenção e reparação naval exigidos pela indústria do petróleo em Angola. Estará equipado, também, para implementar projectos de transformação de antigos super petroleiros em navios de produção, armazenamento e transbordo, dentre outras actividades.

O relatório de avaliação económica e financeira do empreendimento, elaborado por especialistas da Agência Nacional do Investimento Privado – ANIP, estima que mais de 80% dos componentes para o sector de exploração de petróleo e gás angolano são provenientes de fontes externas, o que abre espaço para o estabelecimento de uma potente indústria nacional no sector. Até o momento, a Sonamet, a Petromar e a Lobinave são as únicas empresas do país que produzem alguns componentes que serão futuramente fabricados pelo Paenal.

Os estudos realizados visando à definição do novo projecto destacam que o contínuo crescimento da indústria de exploração de hidrocarbonetos irá exigir pelo menos 11 novos navios de produção, armazenamento e transbordo de crude nos próximos seis anos, o que garante o retorno do capital aos investidores. Foi considerado, também, o aumento do tráfego de navios comerciais pelos portos angolanos, estimulado pelo avanço económico do país, como um factor adicional para o êxito do investimento.

Dentre os impactos sócio económicos indirectos identificados nos estudos de viabilidade estão o estímulo a novas iniciativas para o fornecimento de bens e serviços de apoio nos segmentos de hotelaria, comércio de bens, materiais de construção, transporte, dentre outros, além de melhorias a serem feitas na infra-estrutura aeroportuária, serviços médicos e fornecimento de produtos necessários à construção do estaleiro.

Em suas considerações, os analistas destacam que o projecto promove um efeito estruturante significativo devido à sua inserção na cadeia de produção da indústria petrolífera e sua capacidade de mobilizar pequenas e médias empresas. Estima-se que essa sinergia poderá gerar investimentos adicionais superiores a USD 5 milhões e a criação de mais 500 novos postos de trabalho.

Jun 05
Fonte: Jornal de Angola
 

·
Moderator
Joined
·
29,945 Posts
Na verdade o de cabinda vem crescendo exponencialmente, mas eles agora resolveram optar pela construção de um novo porto porque o actual ja não pode crescer muito mais, mas tem se observado uma requalificação deste enquanto o novo não fica pronto.
 
1 - 10 of 10 Posts
Top