SkyscraperCity banner
1 - 20 of 53 Posts

·
100% Azorean Stuff
Joined
·
7,168 Posts
Discussion Starter · #1 · (Edited)
Aqui fica um thread para colocar todos os projectos e notícias relacionadas com os projectos nos portos do arquipélago dos Açores:

Turismo de cruzeiros nos Açores continua a crescer (Correio do Norte)

Foto: 'Disney Fantasy' em Ponta Delgada.


Turismo de Cruzeiros nos Açores, só no primeiro semestre de 2012, teve um impacto na economia regional de cerca de 1 milhão e 744 mil euros. Entrada em funcionamento do cais de cruzeiros da Horta será o complemento para uma verdadeira política de circuito de cruzeiros na Região.

O Diretor Regional do Turismo afirmou hoje, em Ponta Delgada, que o mercado de cruzeiros na Região tem uma relevante importância para a política de turismo dos Açores.

Miguel Cymbron, que falava numa conferência de imprensa promovida pela empresa Portos dos Açores, S.A, explicou, na ocasião, que o turismo de cruzeiros serve como veículo de promoção turística do arquipélago, pois uma percentagem dos excursionistas que escalam os Açores tende depois a regressar como turista.

Por outro lado, de acordo com o responsável, essa função promocional do cruzeirismo permite gerar receitas na Região, mais precisamente através dos serviços que são comercializados aos passageiros, como os “Shore excursion” e os “Turn arounds”, ou as visitas realizadas na cidade ou ilha de acostagem, onde na maior parte das vezes se consomem os produtos locais.

O Diretor Regional do Turismo disse também que a estratégia de captação de cruzeiros para os Açores iniciou-se com a aposta no mercado de reposicionamento - navios que escalam a Região e se reposicionam com destino a outras regiões - que continua a ser fidelizado continuamente.

A partir de 2012, os Açores começaram a colher os resultados da aposta nos cruzeiros temáticos, que se deslocam à Região com o intuito de uma visita mais prolongada e incluem no seu itinerário em terra excursões pelas ilhas de destino. “Este tipo de turismo de cruzeiro, ainda em fase de consolidação, permite que um turista despenda cerca de 120 euros no mercado local, ao contrário dos cruzeiros de reposicionamento, em que os passageiros apenas gastam cerca de 30 euros”, sustentou Miguel Cymbron.

O Diretor Regional do Turismo frisou que o cais dedicado de Ponta Delgada, o profissionalismo das equipas de acolhimento em terra e as belezas naturais das ilhas têm sido motivo para as crescentes reservas de pacotes turísticos de cruzeiros, para 2013 e 2014, que incluem os Açores como escala.

Só no 1º semestre deste ano, de acordo com a Portos dos Açores, S.A, escalaram os Açores cerca de 58 mil passageiros, na sua maioria oriundos do Estados Unidos da América, Canadá e Reino Unido, o que contribuiu, no mesmo período, para um impacto na economia açoriana de cerca de 1 milhão e 744 mil euros. Para os restantes seis meses do ano estão ainda previstas 49 escalas de cruzeiros e mais de 52 mil passageiros.

Miguel Cymbron sublinhou ainda que o cais de Ponta Delgada representa o primeiro passo para o crescimento deste tipo de turismo nos Açores e que o novo cais de cruzeiros da Horta, em fase final de conclusão, será o complemento para uma verdadeira política de circuito de cruzeiros na Região.
 

·
100% Azorean Stuff
Joined
·
7,168 Posts
Discussion Starter · #2 ·
Governo adjudicou obras de ampliação do Porto de Rabo de Peixe, orçadas em 16 milhões de euros (Açoriano Oriental)

Projecto a ser executado:


Obra foi adjudicada ao consórcio TECNOVIA Açores/SOMAGUE Ediçor, tem um prazo de execução de 730 dias e prevê a criação de 100 postos de acostagem.

O Governo dos Açores decidiu hoje adjudicar ao consórcio TECNOVIA Açores/SOMAGUE Ediçor as obras de ampliação, reordenamento e beneficiação do Porto de Rabo de Peixe, em S. Miguel, orçadas em 16 milhões de euros.
A obra, com um prazo de execução de 730 dias, pretende melhorar as condições de abrigo da zona portuária e prevê a criação de 100 postos de acostagem para embarcações de pesca, de atividades marítimo-turísticas e de recreio náutico.

A empreitada inclui ainda a construção de um novo molhe, com 290 metros, e o prolongamento do atual molhe em 40 metros.

Na reunião do Conselho de Governo hoje realizada em Santa Cruz da Graciosa, o executivo aprovou ainda a adjudicação à TECNOVIA Açores da empreitada de melhoramento da operacionalidade do Porto de Pescas de Porto Judeu, na Terceira, orçada em cerca de um milhão de euros.

Relativamente à ilha Graciosa, entre outros pontos, o Governo dos Açores decidiu iniciar os procedimentos para o lançamento do concurso para a construção do Porto de Recreio Náutico da Barra, uma velha aspiração local.

O concurso deverá ser lançado logo que esteja concluído o estudo de impacto ambiental e o estudo geológico.

Por outro lado, foi decidido iniciar o processo de limpeza das lixeiras dos Fenais e de Santa Cruz, tendo em vista a selagem das bolsas de resíduos ali existentes e a recuperação ambiental e paisagística daqueles locais.
 

·
100% Azorean Stuff
Joined
·
7,168 Posts
Discussion Starter · #3 · (Edited)
Investimento de 2,8 milhões de euros: Porto de Ponta Delgada ganha mais uma grua (Correio dos Açores)

Começou ontem a ser descarregada no Porto de P. Delgada a nova grua para descarga de produtos a granel, num investimento global de 2,8 milhões de euros, tendo sido fabricada na Alemanha.

A nova unidade de descarga a granel que foi transportada num barco fretado, começou ontem a ser descarregada. Vai ser agora montada por técnicos especialistas do próprio fabricante e deverá estar operacional no inicio de Setembro.

De acordo com as informações obtidas pelo CE o investimento realizado pela Portos dos Açores representa 2,8 milhões de euros, investimento comparticipado com fundos comunitários em 85%, ao abrogo do FEDER, e destina -se a descarga de matérias- primas a granel, que actualmente são consignadas à indústria de rações, Cooperativa Agrícola/Rações Santana e Finançor, bem como para descarga de clinquer, consignado à Cimentaçor.

Montagem da nova grua: (Autoria: Nuno Reis)
 

·
100% Azorean Stuff
Joined
·
7,168 Posts
Discussion Starter · #4 ·
Novas Oficinas da 'Portos dos Açores S.A.' em Ponta Delgada (em construção)

Já foi retomada a obra de construção das novas Oficinas da empresa 'Portos dos Açores', em Ponta Delgada (perto do forte de S. Brás e do antigo Hospital de S. José). A obra esteve parada desde fevereiro devido à insolvência da construtora 'Castanheira e Soares'.

Renders: (Projectos de Engenharia)





 

·
100% Azorean Stuff
Joined
·
7,168 Posts
Discussion Starter · #5 ·
Posto de abastecimento de combustíveis do porto da Madalena já está em construção (Blog 'O Porto da Madalena')

Já está em construção, no porto da Madalena do Pico, o posto de abastecimento de combustíveis. A obra está a ser feita pela empresa de Nascimento Caetano das Neves & Fº, Lda.

O abastecimento de combustíveis no porto da Madalena é uma velha aspiração dos empresários locais de Whale Watching bem como dos diversos proprietários de embarcações de recreio.



 

·
100% Azorean Stuff
Joined
·
7,168 Posts
Discussion Starter · #7 ·
'Express Santorini' estreia rampa Ro-Ro das Velas, em S. Jorge (Fotos: Stefanos Papadopoulos)

Neste momento, todas as ilhas, à excepção do Pico e Graciosa, já estão dotadas desta infraestrutura. Nas ilhas que faltam, as rampas já estão em construção, prevendo-se a sua conclusão dentro de 2 meses. Na Horta aguarda-se apenas a inauguração do cais de cruzeiros e ferrys, estando a infraestrutura concluída.







 

·
100% Azorean Stuff
Joined
·
7,168 Posts
Discussion Starter · #8 ·
Investimento de quase 1 milhão de euros: Porto de Ponta Delgada ganha nova tremonha (Estivadores de Aveiro)

Demorou sete meses a ser criada, representando um investimento de quase um milhão de euros (956 mil).Com uma capacidade de 45 metros cúbicos, a tremonha seguirá, agora, para a ilha de S. Miguel, nos Açores, num barco (com mais de uma centena de metros) especialmente fretado para o efeito. Foi uma construção da "Correcta" para a "Portos dos Açores".



 

·
100% Azorean Stuff
Joined
·
7,168 Posts
Discussion Starter · #9 ·
Aberto concurso para o transporte marítimo de mercadorias entre Flores e Corvo (Correio do Norte)



Serviço deverá incluir 2 ligações semanais entre as 2 ilhas do Grupo Ocidental de modo a evitar quebras de stock na ilha do Corvo.

Foi hoje publicado no Diário da República o aviso do concurso para a prestação de serviços de transporte marítimo regular de mercadorias na rota Flores/Corvo/Flores, com respeito pelas obrigações de serviço público publicadas no Jornal Oficial da União Europeia.

O concurso prevê a concessão daquele transporte por um período de três anos, prorrogável por mais um, tendo como preço base o valor de 1,4 milhões de euros, e um prazo de entrega das propostas de sessenta dias.

Para a Secretária Regional da Economia, Luísa Schanderl, “esta é mais uma etapa da revolução tranquila que o Governo dos Açores tem vindo a concretizar no sistema de transportes marítimos da Região, o que, neste caso, se traduz na ambição de melhoria da qualidade do serviço que é prestado à população corvina”.

Recorde-se que, entre as obrigações de serviço público a prestar, estão, pelo menos, duas ligações semanais de ida e volta entre as Flores e o Corvo durante todo o ano, bem como a realização de viagens extraordinárias sempre que ocorram situações de rutura de bens essenciais na ilha do Corvo, designadamente os produtos alimentares e de higiene, as rações, o gás e os combustíveis.

Segundo Luísa Schanderl “na construção deste novo modelo de transporte marítimo de passageiros e mercadorias que o Governo tem vindo a implementar já se podem, igualmente, destacar as intervenções já concretizadas, como neste fim-de-semana na cidade da Horta, e outras que estão a ser realizadas em vários portos da Região, como é o caso da construção de rampas roll on roll off, bem como, a construção dos novos navios de transporte de passageiros e viaturas destinados a operar no Grupo Central, e em especial no Triângulo.”
 

·
100% Azorean Stuff
Joined
·
7,168 Posts
Discussion Starter · #12 ·
Porto da Horta ganhou hoje uma nova lancha de pilotos (Jornal Incentivo)



Só nos portos do Triângulo, o investimento em lanchas de pilotos já ultrapassou os 2 milhões de euros.

A “revolução tranquila” que o Governo dos Açores tem vindo a operar no sector dos transportes marítimos é fundamental para o desenvolvimento económico da área geográfica do Triângulo, defendeu hoje, na Horta, a Secretária Regional da Economia.

Luisa Schanderl, que falava na cerimónia de bênção da nova lancha de pilotos do porto da Horta, batizada com o nome “Josse Van Hurtere”, considerou que este novo equipamento “vai melhorar as operações marítimas no porto da Horta e permitir que ele se continue a afirmar como um elemento essencial para o transporte marítimo aqui na área geográfica do Triângulo” na sequência, aliás, da inauguração do novo Terminal Marítimo de Passageiros, inaugurado no passado fim-de-semana.

Segundo a Secretária Regional da Economia, “a entrada ao serviço desta nova lancha de pilotos destina-se, precisamente, a melhorar cada vez mais os serviços de assistência às operações marítimas, com um equipamento moderno, capaz da execução de pequenos reboques e também de apoio à evacuação de tripulantes de navios ou a operações costeiras de busca e salvamento”.

A governante recordou que o Governo dos Açores está a concretizar “uma estratégia para a Economia do Mar que será decisiva no Futuro e ainda mais relevante numa época marcada por uma grande incerteza, do ponto de vista económico, e por grandes desafios”.

No âmbito dessa estratégia, recordou, tem sido desenvolvida uma aposta “no transporte marítimo de passageiros durante o Verão, o que proporcionou uma mobilidade sem precedentes entre todas as nossas ilhas, foi assim que apostámos na construção de infraestruturas de recreio náutico, que além de melhorarem as condições de entrada de turistas, permitiram o surgimento de dezenas de empresas dedicadas às atividades marítimas, ou que, no caso concreto do Triângulo apostámos este ano na realização de movimentos pendulares com S. Jorge, permitindo deslocações ida e volta no próprio dia em horários que satisfazem as necessidade da população, mas também dos turistas que aqui se deslocam”.



Segundo Luisa Schanderl, esta “é uma boa forma do Governo dos Açores se afirmar como um parceiro para as nossas famílias e para as nossas empresas, agindo nos sectores que podem potenciar a economia, que contribuem para o surgimento de novas empresas e postos de trabalho, em suma, que trazem riqueza às nossas ilhas, em especial as de menor dimensão que, por isso, têm particularidades que não podemos descuidar ao mesmo tempo que têm potencialidades que queremos continuar a valorizar”.

A embarcação que agora entra ao serviço dotará o porto da Horta de uma fiabilidade operacional tranquilizadora para o futuro. Com arqueação bruta de 17,85 toneladas, tração de ponto fixo de aproximadamente 4.500 quilos e velocidade de serviço 25 nós, este tipo de lancha representa o que de melhor existe atualmente em termos de tecnologia de construção naval para embarcações desta natureza, representando um investimento de cerca global, para as quatro que foram encomendadas para operar na área de influência dos portos do Triângulo e Grupo Ocidental, de cerca de 2 milhões de euros.

Das quatro lanchas adquiridas três estão já ao serviço nos portos das Velas, S. Roque e Horta, estando a embarcação destinada ao porto das Flores em fase de montagem.

A lancha de pilotos “Josse Van Hurtere” teve como madrinha Simone Rodrigues, do 11º ano da Escola Secundária Manuel de Arriaga tendo sido uma das melhores alunas do último ano lectivo.
 

·
Registered
Joined
·
164 Posts
Novas Oficinas da 'Portos dos Açores S.A.' em Ponta Delgada (em construção)

Já foi retomada a obra de construção das novas Oficinas da empresa 'Portos dos Açores', em Ponta Delgada (perto do forte de S. Brás e do antigo Hospital de S. José). A obra esteve parada desde fevereiro devido à insolvência da construtora 'Castanheira e Soares'.

Renders: (Projectos de Engenharia)





Passo todos dias por este novo armazém e está sempre da mesma maneira ou seja está parado:eek:hno:
 

·
100% Azorean Stuff
Joined
·
7,168 Posts
Discussion Starter · #14 ·
Sim, continua parado. Provavelmente os trabalhadores que eu tinha visto na altura em que fiz esse post estavam a desmontar material deixado pela anterior empresa de construção.
 

·
100% Azorean Stuff
Joined
·
7,168 Posts
Discussion Starter · #15 ·
Atlânticoline lança concurso internacional de fretamento (Jornal Diário)



O objectivo do concurso é o fretamento de dois navios para as operações de 2013 e 2014.

A Atlânticoline lançou hoje o concurso público internacional para o fretamento de dois navios para as operações sazonais de 2013 e 2014, com opção de prorrogação por mais um ano.

De acordo com as normas previstas a velocidade mínima exigida às embarcações que se apresentem a concurso é de 19 e 28 nós e uma lotação mínima de 600 passageiros e 120 viaturas.

Aos navios que sejam apresentados a concurso é requisito obrigatório a existência de rampa de popa adequada aos nossos portos. Esta obrigação visa tirar partido não só das rampas Ro-Ro existentes, bem como daquelas que neste momento se encontram em fase final de construção, nos diferentes portos açorianos em que operamos, maximizando assim o tipo de viaturas a embarcar e a rapidez de todo o processo de embarque.

Para o navio que irá operar por um período de tempo mais longo, o preço máximo fixado para os 3 anos é de 8.800.000€, e para o navio que irá operar por um período de tempo mais reduzido o preço máximo fixado é de 7.600.000€.

Assim, resulta que os fretamentos dos dois navios para os próximos 3 anos de Operação não poderão superar os 16.400.000€.
 

·
Registered
Joined
·
936 Posts
^^
Dinheiro muito mal gasto. A fazer as contas a todos estes fretramentos a Atlanticoline já podia ter uma frota toda só para si.

Alguém no arquipélago anda a encher os bolsos com estes concursos.
 

·
100% Azorean Stuff
Joined
·
7,168 Posts
Discussion Starter · #17 ·
A fazer as contas a todos estes fretramentos a Atlanticoline já podia ter uma frota toda só para si..
Concordo. Acho que neste momento a região está pronta, pelo menos a nível de infraestruturas, para avançar para o próximo nível no que toca ao transporte marítimo de passageiros e eventualmente de carga rodada.
 
1 - 20 of 53 Posts
Top