Skyscraper City Forum banner
1 - 20 of 28 Posts

·
Banned
Joined
·
8,522 Posts
Discussion Starter · #1 · (Edited)
LISBON, THE HOME OF NEW DESIGN
Portugal is rediscovering its potential and creativity

There are some Portuguese people who believe in the fact that a product labeled with Made in Portugal wouldn’t sell. Well known marketing professionals state that the fact is due to a negative perception towards Portugal which is coming from consumers of different foreign markets.
.
I’ve never saw any official survey which pointed in this direction and this leaves me to believe that there aren’t substantial facts that could proof that negativism towards Portugal. If we look closely to a broad spectrum of small Portuguese industries and companies which are producing for well known foreign brands or others that are selling directly, with their own brands, products to very competitive markets, like Spain, Germany, France, Italy, Japan or the United States of America, you feel, at least, that something it isn’t that clear. In Portugal there is a lack of self esteem and you can sense that coming from common people or, even worst, could be irresponsibly stated by a few national politicians.

In these we are in no better or worse situation when comparing with other countries. There’s indeed a fact that doesn’t help our image abroad which is something that is related with the low level of competence, honesty and know-how showed by an old and smaller group of Portuguese entrepreneurs. This is really a stone in the shoe that has to be erased internally and subsequently among foreign players. Other negative aspect has to do with the fact of some entrepreneurs that could only do their own business by seeking governmental and economical support.

The true fact is that Portuguese architects like Siza Vieira, Pancho Guedes, Eduardo Anahory, the brothers Aires Mateus or designers like Sena da Silva, Francisco Providencia, Mario Feliciano are widely well known for their good work. Portugal has today a large spectrum of good professionals which are searching and developing products with the highest levels of quality.

The increase of expertise and know-how has turned the Portuguese product into something more innovative, useful, aesthetical, clear, honest, durable, detailed and efficient. So there is a new generation of Portuguese entrepreneurs coming out of the closet and they are showing an entirely new modus operandi and achieving important break through within this global market. I would like to leave three examples of good Portuguese design oriented companies which are succeeding commercially both nationally and abroad: TemaHome (www.temahome.com), Mood (www.mood.pt) and Boca do Lobo (www.bocadolobo.com).

Right after chief executive officer Stephan Morais took TemaHome in his hands the company started a progressive and distinctive process of innovation regarding aspects like the corporate image, searching and developing department, means of production and distribution.

TemaHome became the leading Portuguese design company and produces furniture created by good Portuguese designers like Filipe Alarcão, Fernando Brízio, Marco Sousa Santos or Miguel Vieira Baptista. Mood is a small company that designs and produces lighting objects. Their products are sold in selected stores in Portugal as well as in specific foreign retailers. The brand Mood has been recognized by the designing work done by Rita Muralha and Raúl Santos. Boca do Lobo and its broad production of design furniture and lighting has been capturing worldwide exposure due to their luxury design approach. The aspect of exclusiveness is the most important key of Boca do Lobo business and the aesthetical orientation is unique. No one could stay indifferent to the company products.

Source: Macef Magazine, article by Tiago Krusse

2009-07-29 15:43
 

·
Glory to Chairman Meow!
Joined
·
1,351 Posts
Por acaso lembro-me de há alguns anos [2 ou 4...já não sei] ter lido, se não estou em erro, no Expresso um artigo sobre marcas portuguesas de sucesso que utilizavam nomes noutras línguas como forma de parecerem marcas estrangeiras aos olhos dos portugueses, para evitar preconceitos. Entre os exemplos estavam a Tsunami, City Desk [ainda existe?], Petit Patapon e mais algumas que agora infelizmente não me lembro.
 

·
'tou na lua...
Joined
·
41,754 Posts
Uma pequena correcção...
"I’ve never saw..."???? Que eu saiba, é I've never seen...
Tenho uma camisola de malha da P&B e para ser sincero, há marcas com qualidade melhor... Zara e Leftie's sim, gosto, especialmente esta última pelos preços.
O pior é que muitas PME's fecham as portas... muitas não sabem reinventar-se e outras lutam no dia-a-dia... e qualificação, muitas vezes, é zero...
Foi uma portuguesa que fez a bandeira que o Armstrong e o Aldrin espetaram no solo lunar, deu na rtp1. :)
 

·
Glory to Chairman Meow!
Joined
·
1,351 Posts
Não são só as marcas portuguesas. É só ver os nomes das marcas da Inditex: Massimo Dutti, Pull & Bear, Bershka, Oysho, Kiddy's Class... Nomes tipicamente espanhóis. :D
Essas marcas espanholas estão muito mais internacionalizadas que as portuguesas. Pelo que me lembro, o artigo que eu li referia-se às marcas portuguesas que usavam nomes noutras línguas para os consumidores portugueses não descobrirem que eram marcas nacionais :lol:
 

·
Registered
Joined
·
2,174 Posts
Por acaso lembro-me de há alguns anos [2 ou 4...já não sei] ter lido, se não estou em erro, no Expresso um artigo sobre marcas portuguesas de sucesso que utilizavam nomes noutras línguas como forma de parecerem marcas estrangeiras aos olhos dos portugueses, para evitar preconceitos. Entre os exemplos estavam a Tsunami, City Desk [ainda existe?], Petit Patapon e mais algumas que agora infelizmente não me lembro.
Ui........tantas mais. Principalmente de roupa e sapatos (que é algo onde somos efectivamente bons) há uma grande tendência para ocultar a portugalidade.

- Parfois
- Atlanta Mocassin
- Beppi (sapatos)
- Camport (sapatos)
- FlyLondon (sapatos)
- GinoBianchi (sapatos)
- Yucca (sapatos)
- Aerosoles (sapatos)
- Tiffossi (roupa)
- Impetus (roupa de homem)
- Vicri (roupa)
- Peter Murray (roupa)
- Oxford (roupa)
- Onara (roupa mulher)
- Lanidor (roupa mulher)
- Dielmar (roupa homem)
- D'Assenta (roupa)
- Salsa (roupa)
- Cheyene (roupa)
- Sacoor (roupa)
- Throttleman

(e devem faltar mais)


^^ Vão a qualquer centro comercial e verão diversas destas marcas. No entanto a larga maioria das pessoas pensa que são Italianas, Inglesas, Francesas, Americanas, Espanholas, etc.

O tuga tem muito a mania que o que vem de fora é que é bom e as marcas são obrigadas a usar destas estratégias. A verdade é que se virem a quantidade destas marcas que tiveram sucesso em Portugal só prova que fizeram bem.
 

·
Glory to Chairman Meow!
Joined
·
1,351 Posts
- Parfois
- Tiffossi (roupa)
- Oxford (roupa)
- Lanidor (roupa mulher)
- Dielmar (roupa homem)
- Sacoor (roupa)
- Throttleman
Não fazia ideia que estas eram portuguesas. Será que em todas elas os nomes foram propositadamente escolhidos noutra língua para evitar potenciais preconceitos no mercado português ou foi sobretudo uma questão de internacionalização da marca?
 

·
'tou na lua...
Joined
·
41,754 Posts
Por um lado é dar a volta ao sucesso, mas por outro por aqui vemos o provincianismo das pessoas...
Eu compro pelo conforto e preço que é o que me preocupa... muitos produtos nacionais ainda são carotes.... :(
 

·
Banned
Joined
·
829 Posts
Julgo que nunca vi nenhuma destas marcas à venda no continente asiático, corrijam-me se estiver errado.

Certamente também reprovo a escolha dos nomes das mesmas.
 

·
Les cites obscures
Joined
·
11,206 Posts
não sei se as marcas fazem isso para "esconder" a portugalidade aos consumidores portugueses ou se para vingarem melhor no estrangeiro.

Os nomes em inglês são mais "internacionais".... como a espanholaSpringfield

Escrever em italiano é por causa do design a que estão associados. Acho foleiro escolher um nome que pareça italiano. Pelo menos o inglês é universal.

Camport, Salsa são nomes suficientemente tugas, não vejo grandes mistérios...

A fly-london poderia ser fly-lisbon, é verdade que não atrairia tanto o nome...
 

·
Moderator
Joined
·
17,967 Posts
Uma pequena correcção...
"I’ve never saw..."???? Que eu saiba, é I've never seen...
Se fosse esse o único erro... :lol:

Se as próprias marcas e exportações não contribuírem para melhorar a nossa imagem muito dificilmente alguma agência do estado o conseguirá fazer sozinha...
 

·
Registered
Joined
·
11,873 Posts
A notícia é excelente mas já não é novidade nenhuma.

O problema é o fosso e as discrepâncias que, de ano para ano, se tornam cada vez maiores entre Lisboa e o resto do país.
 

·
Banned
Joined
·
623 Posts
Portugal. A minha primeira escolha. Compre o que é nosso.
 
1 - 20 of 28 Posts
Top