Skyscraper City Forum banner
21 - 40 of 74 Posts

·
Registered
Joined
·
2,581 Posts
Discussion Starter · #25 ·
Mais informações.
O jogo começou para o Catuaí

Metro quadrado é ofertado pelo triplo do valor do JL

O alto comando da BRMalls - principal operadora de shoppings da América Latina, com 47 estabelecimentos - esteve aqui, ontem. Foi para apresentar
o maior empreendimento do setor em um raio de 200 km, conforme foi descrito o Catuaí Shopping Cascavel. Principal executivo da BRMalls, o administrador goiano Luiz Alberto Quinta, 22 anos de shoppings no currículo, disse que o empreendimento estará inaugurado até outubro de 2013 e será equivalente em dimensão e qualidade aos congêneres edificados nas grandes capitais brasileiras.

Uma seleta plateia de investidores potenciais, arquitetos, jornalistas e o prefeito Edgar Bueno acompanhavam a apresentação. Quinta apontou em números algumas razões que trouxe o grupo para a cidade. Destacou o “Pibão” de Cascavel, que segundo ele cresceu 25% nos dois últimos anos (mais que a China, se for possível crer). E enfatizou também a renda familiar média do cascavelense, no entorno dos R$ 4 mil/mês. Um mapa mostrou 46 municípios em um raio de 100 km, que juntos somam quase um milhão de almas consumidoras.

Preços - Projeto arrojado, vista panorâmica para o lago, ênfase para luz natural, prédio verde, localização privilegiada. Tudo isso tem um custo. Se é caro ou razoável, o investidor é quem deve dizer. Fato é que os preços obtidos pelo Pitoco extra-oficialmente (junto a comerciantes que já fecharam locações) é até três vezes superior ao do concorrente direto, o JL Shopping. Com R$ 700 a 850 por metro quadrado é possível adquirir um ponto do JL. No Catuaí, a mesma medida pede investimento entre R$ 2,5 mil a R$ 3 mil. A locação de uma área de 60 metros quadrados nas lojas satélites do novo, sai por R$ 7,5 mil, contra R$ 5,2 mil do JL. Comprar esse ponto no Catuaí: R$ 180 mil. No JL: R$ 54 mil. Questionado, Quinta diz que 52 lojas já estão locadas e que espera comercializar 70% do empreendimento até o final do ano.
“A partir de agora, o jogo começa...”, disse.

A direção do Catuaí disse também que 22 megalojas brasileiras e 14 âncoras negociam espaço no shopping de Cascavel. O empreendimento oferece para os grandalhões espaço de oito âncoras e sete megalojas. “Não há espaço para todos, faremos escolhas”, disse Quinta. O executivo também foi questionado sobre o “sumiço” do supermercado previsto no anteprojeto. “Cascavel está muito bem servida nesta área”, argumentou.

A apresentação do Catuaí também chamou a atenção pela ausência de uma gigante que já estava confirmada, a Havan. O dono da rede, Luciano Hang, confirmou ontem ao Pitoco que uma divergência incontornável com a BRMalls no shopping de Londrina levou a Havan para fora do Catuaí.

Contratos firmes das grandes para o Catuaí Cascavel, segundo a direção da BRMalls: Marisa, C&A, Polishop, Ponto Frio, Paquetá Esportes e Rihappy Brinquedos. Segredinho do projeto agora revelado: praça de eventos com pé-direito de 18 metros de altura.

Pitoco, de 06/07/2012.

***

Notinhas interessantes: não farão o supermercado. Decisão sensata. Mercado ali seria desnecessário, complicado logisticamente e ainda arrumaria mais encrenca. Deixa para os grandalhões do setor supermercadista brasileiro dar mais uma surra nos coronéis.

Outra novidade é a não vinda da Havan pro Catuaí. Achei ótimo, uma vez que "obriga" o Hang a edificar mais uma loja na cidade. Gostaria que saísse uma mega Havan na região do Lago, próximo a BR 277 ao lado do Shopping Liderança.. ia ser demais.
 
21 - 40 of 74 Posts
Top