SkyscraperCity Forum banner
1 - 20 of 35 Posts

· Terra da Cajuína
Joined
·
318 Posts
Discussion Starter · #1 · (Edited)
COM VOCÊS, FLORIANO, a Princesa do Sul do PIAUÍ.

Imagens de AGAMENON PEDROSA e de outros fotógrafos garimpadas da internet. Em breve, fotos autorais mostrando mais e melhor o resto da cidade.




Vegetação

O cerrado é a vegetação predominante na região, mas há regiões onde se verifica a mistura de caatinga, também. Na agricultura, os destaques são para a castanha de caju e a mandioca. Exporta óleos de amêndoas e babaçu, algodão em pluma e arroz.

Clima

Justamente por se localizar no interior do estado, Floriano apresenta clima tropical semi-árido. As temperaturas ficam entre 29 e 37 graus centígrados e as chuvas são mais escassas do que no norte do Piauí - com período seco de seis meses. As chuvas predominam entre os meses de novembro e abril.

Hidrografia

O Rio Parnaíba é o principal curso d'água de Floriano, separando-a do município vizinho e maranhense de Barão de Grajaú. Por este motivo, é o segundo porto fluvial do Piauí.

Curiosidades

Floriano conta com uma comunidade árabe que exerce forte influência em sua cultura. Vários imigrantes oriundos da Síria se estabeleceram lá a partir do final do século XIX.

A cidade é para quem é apaixonado por carros: o Museu do Automóvel de Floriano expõe, em um galpão de 288 metros quadrados, vários tipos de veículos antigos – desde caminhões até bicicletas. Além disso, conta com um acervo de revistas, acessórios e fotos.

Folclore

Fazem parte do rico folclore florianense dois tipos distintos de herança: a oriunda do Português, do Índio e do Negro e aquela herdada dos árabes. Nesta se enquadram figuras como o "Seu" Salomão Mazuad, Calixto Lôbo, David Kreit, Faiz Salim, Gabriel Zarur, Millad Kalume, Dra. Josefina Demes e outros, cada um sendo a personificação de uma característica inerente ao povo árabe, positiva ou não. Naquela temos o Cavalo Piancó, o Pastoril, o Cabeça de Cuia, a porca do dente de ouro, Abraão Mentira e outros.

População

População: 54.591 habitantes (CENSO 2000) Área Total: 3.403,7 km²

Economia

Principal centro educacional do sul do estado do Piauí e do Maranhão, Floriano exerce influência sobre quase trinta municípios maranhenses e piauienses.

Hoje, Floriano está consolidada como grande Pólo Educacional, atendendo nivel fundamental, médio normal e proficionalizante, bem como o ensino superior de qualidade, através de universidades públicas e particulares.

Segunda cidade do estado do Piauí, sede do município de mesmo nome, Floriano situa-se na margem direita do médio Paraíba, numa altitude de 85m e a 253km de Teresina. Tem clima tropical e a temperatura varia de 29 a 37º C.

Floriano é o segundo porto fluvial do Piauí e liga-se a Teresina pela rodovia federal BR-230. Exporta óleo e amêndoa de babaçu, algodão em pluma, arroz, gado, telhas e tijolos. Anualmente a cidade realiza uma feira agropecuária.

O comércio de miudezas e tecidos é bem desenvolvido (talvez influência dos árabes lá estabelecidos), assim como o de produtos farmacêuticos.

A região de Floriano é a 3ª região fiscal do Piauí que mais arrecada Tributos, perdendo apenas para a Grande Teresina e a Grande Picos.

História

A cidade de Floriano é originária de quatro antigas sesmarias, a maioria doada a Domingos Afonso Mafrense, em 1676. Foi ele o responsável pela implantação das primeiras fazendas, com o cultivo da cana-de-açúcar e pecuária extensiva – que depois veio a se estabelecer como atividade mais importante.

Com a morte de Mafrense, trinta de suas fazendas foram doadas aos jesuítas, que as administraram. Os jesuítas foram expulsos das fazendas em 1760 e as terras passaram para o Estado, atingindo significativo crescimento.

Historicamente a cidade foi fundada pelo agrônomo Francisco Parentes, que lá inaugurou a primeira escola de agronomia das Américas. Essa instituição se destinava à educação de filhos dos escravos (ambos os gêneros), órfãos e libertos pela Lei de 28 de setembro de 1871.

Em 1897, o pequeno povoado, que se chamava Colônia Rural de São Pedro de Alcântara, foi elevado à categoria de cidade, com o nome atual, em homenagem ao marechal Floriano Peixoto. A valorização da borracha de maniçoba, a chegada dos árabes mercantilistas e a navegação fluvial também contribuiu significativamente para o desenvolvimento da cidade.

wikipedia.com

Entrada da cidade, com o monumento ao padroeiro São Pedro de Alcântara:
1

2

3


Igreja matriz:
4

5


vista de parte da praça Dr. Sebastião Martins
FOTO DA DÉCADA DE 90
6


Câmara de Vereadores
7

Outro lado


Casarões
8

9

10

11


Cais da beira-rio
12 - FOTO DA DÉCADA DE 90. Antiga Usina Elétrica, hoje museu, teatro e espaço para apresentações ao ar livre. Logo após, o 1º prédio da cidade: Estabelecimento Rural São Pedro de Alcântara; hoje é o Terminal Turístico Beira Rio, com restaurante, bares e lojas.


12.1 - Prédio do Terminal Turístico no início dos anos 90.


13

14

15

16

17

18

19


Final da Av. Getúlio Vargas, com o detalhe do passeio de carro do encontro de colecionadores
20


Vista do cais a partir da cidade vizinha: Barão de Grajaú - Maranhão. Observem o restaurante Flutuante, à direita, na lâmina das águas do Rio Panaíba, instalado desde a década de 60, e tem excelentes pratos de peixe.
21

22

23

24


25
Edit.

Parte da usina de biodiesel
26


Estádio Tibério Nunes, para 8.000 pessoas
27


CEFET - UNED de Floriano
28


Entrada do Teatro Cidade Cenográfica - O 2º maior do mundo a céu aberto. A Cidade Cenográfica foi projetada para um público de 20.000 pessoas por apresentação, possuindo uma sala de cinema e teatro climatizada para 150 espectadores, escola de arte, biblioteca, museu e telecentro.
29


Av. João Luis Ferreira com Av. Getúlio Vargas (Foto de celular)
30


Av. Eurípedes de Aguiar (Foto de celular)
31


Residência
32


EM BREVE, MAIS...
 

· 22°52'S 47°03'W
Joined
·
29,725 Posts
Parabéns pelo thread! :)

Adoro essas cidades de divisa! Os casarões têm uma bela aparência, até surpreendente e contrastante com a visão que o senso comum traz do interior piauiense. A região do cais e a Igreja matriz são bonitinhos...
 

· Rodrigo!
Joined
·
11,148 Posts
Bonita e simpática Cidade, mas já foram mostradas outras Cidades do interior do PI por aqui! Interessante... o Piauí e o Maranhão tem várias Cidades que são separadas apenas por um rio, Teresina x Timon e agora Floriano x Barão de Grajaú.
 

· Norte do Brasil
Paguem meus juros!
Joined
·
79,975 Posts
Tá por fora ams... já rolaram várias cidades do PI aqui...
E eu achei Floriano com um aspecto bem arrumado :D
 

· Registered
Joined
·
8,139 Posts
Bonita e simpática Cidade, mas já foram mostradas outras Cidades do interior do PI por aqui! Interessante... o Piauí e o Maranhão tem várias Cidades que são separadas apenas por um rio, Teresina x Timon e agora Floriano x Barão de Grajaú.
Os dois estados já foram um só e o vale do parnaíba é onde está a maior parte da população do Piauí daí tantas cidades próximas.

Acontece o mesmo com Magalhães de Almeida, Joaquim Pires, Nova Iorque, Boa Esperança, Alto Panaíba...
 

· freiheit über alles
Joined
·
20,927 Posts
mto legal a orla e os prédios históricos.

qdo puder poste umas fotos mais amplas pra gente ter uma noção melhor da cidade.
 

· Terra da Cajuína
Joined
·
318 Posts
Discussion Starter · #19 ·
Gostei muito dos casarões e das construções antigas, inclusive da igreja matriz. Só essa câmara dos vereadores, com cara de disco voador made in URSS, que eu achei ridícula.

Valeu! :eek:kay:
:lol: :lol: :lol:

é verdade, também não acho a Câmara esses primores, e ainda pintam as colunas com esse azul!!
 

· Terra da Cajuína
Joined
·
318 Posts
Discussion Starter · #20 ·
Floriano-polis do Piauí hehe

O Parnaíba já foi mais largo e profundo.
O desmatamento agravado pela marcha da soja está acabando com o velho monge.

Esse vale poderia ser tão mais próspero....
Bom, o desmatamento da mata ciliar não é necessariamente por causa da soja no sul do estado. Esse problema é bem mais antigo. O assoreamento vem já de longos anos, e infelizmente está desgastando muito mesmo o Parnaíba, que como vc mencionou, poderia mesmo ser mais aproveitado economicamente, a exemplo do São Francisco.
 
1 - 20 of 35 Posts
This is an older thread, you may not receive a response, and could be reviving an old thread. Please consider creating a new thread.
Top