Skyscraper City Forum banner
1 - 2 of 2 Posts

·
Registered
Joined
·
1,008 Posts
Discussion Starter · #1 ·
Programa para salvar os parques da capital é lançado nesta quarta-feira


João Campos - Correio Braziliense

Publicação: 28/05/2008 08:31 Atualização: 28/05/2008 08:33

O Instituto Brasília Ambiental lança nesta quarta-feira (28/05) o programa “Abrace um parque”, que propõe a preservação do meio ambiente e da qualidade de vida dos brasilienses com o plantio de mudas e a conservação dos parques ecológicos do DF. Dos 73 criados, apenas 10 funcionam com uma estrutura mínima para visitação. O restante ficou no papel ou está em péssimas condições. O programa será lançado na abertura da Semana do Meio Ambiente 2008, às 16h, na Biblioteca do Cerrado, no Parque da Cidade.

Para o presidente do Ibram, Gustavo Souto Maior, os acordos de cooperação com empresas, cidadãos, associações, embaixadas, ONGs e outros representantes da sociedade civil significam a melhor forma de mudar o quadro de descaso com o verde na capital. Só em Planaltina, por exemplo, há nove parques criados, mas todos de papel. “O governo não tem verba nem pessoal para administrar os parques. Para os 73 existentes, foram nomeados apenas 12 administradores. No mais, contamos com a boa vontade de servidores que estão na causa voluntariamente”, revelou.

A parceria pelo verde vai funcionar da seguinte forma: uma faculdade, por exemplo, que deseja usar um parque nas atividades complementares às salas de aula, poderá fazê-lo livremente. Mas também será responsável pela gestão do local. Mutirões de limpeza, cuidados com as estruturas, eventos comunitários são formas de repartir a responsabilidade. Segundo Gustavo, já há uma parceria acertada com uma faculdade, que deve cuidar do Parque Ecológico do Guará. Outro banco da cidade quer assumir uma das duas áreas do Sudoeste.

Um modelo de parque bem-sucedido hoje em Brasília é o Olhos D’água, entre as quadras 412 e 413 Norte. No local há pista para cooper com 2km — bem conservada e sinalizada —, equipamentos de ginástica, chuveiros, parquinho para a criançada e uma majestosa e retorcida mata nativa. Só aos domingos, são cerca de três mil usuários. O administrador do parque, Ezequias Vasconcelos, afirma que o segredo para o sucesso é a participação da comunidade. “Aqui todos têm voz. Por meio de uma consulta popular, como exemplo, foi decidido que não pode fumar nem andar de bicicleta aqui”, explicou.

Mão na massa
Antes mesmo de o Abrace um Parque ser lançado oficialmente, empresários da cidade já começam a preservar as áreas ambientais em meio ao concreto da cidade. É o caso de Sérgio Slavieiro, dono de uma concessionária de automóveis e agora amigo do Parque de Uso Múltiplo da Asa Sul, na Quadra 614, à margem da Avenida das Nações.

Mato alto e montanhas de entulho eram a paisagem mais comum na área de 22 hectares, que ainda sofre com a falta de estrutura, como uma pista de corrida e bebedouros. Agora, graças a atitudes como a de Sérgio, a vista começa a mudar. A Savana Desenvolvimento Ambiental Sustentável é a empresa parceira que já começou a plantar as primeiras das 3 mil mudas no terreno de jatobá-do-cerrado, aroeira, sucupira, copaíba, ipê-verde, embiriçu, entre outras.

Fonte:
http://cbnews.correioweb.com.br/htm...ssao=13&id_noticia=9232/noticia_interna.shtml
 
1 - 2 of 2 Posts
Top