SkyscraperCity Forum banner
1 - 20 of 20 Posts

·
Brasilidade
Joined
·
226 Posts
Discussion Starter · #1 · (Edited)
Projeto Minas-Rio Mineroduto: O maior do mundo

Trata-se do Sistema Minas-Rio, da Anglo Ferrous Brazil (criada pela Anglo American em agosto de 2008), que inclui uma mina de minério de ferro em Conceição do Mato Dentro e uma unidade de beneficiamento em Alvorada de Minas, em Minas Gerais; um mineroduto com 525 km de extensão, que atravessa 32 municípios mineiros e fluminenses. Em 2012, quando o Sistema Minas-Rio entrar em operação, deverá produzir 26,5 milhões t anuais de minério de ferro. A Anglo American investe US$ 3,8 bilhões na implantação deste projeto.









Vamos as cidades:

Minas Gerais

Alvorada de Minas 3.536 hab





Conceição do Mato Dentro 17.884 hab.





Morro do Pilar 3.399 hab.





Santo Antônio do Rio Abaixo 1.777 hab.





São Sebastião do Rio Preto 1.603 hab.





Itambé do Mato Dentro 2.283 hab.





Passabém 1.761 hab





Santa Maria de Itabira 10.539 hab.





Nova Era 17.357 hab.







São Domingos da Prata 17.268 hab.





Sem Peixe 2.847 hab





Santa Cruz do Escalvado 4.965 hab.





Piedade de Ponte Nova 4.056 hab.





Rio Casca 14.197 hab.







Urucânia 10.291 hab.







Santo Antônio do Grama 4.075 hab.





Jequeri 12.843 hab.





Abre Campo 13.304 hab





Pedra Bonita 6.670 hab.





Santa Margarida 15.007 hab.







Divino 18.895 hab.







Fervedouro 10.351 hab.





Carangola 32.293 hab.











Faria Lemos 3.335 hab.





Pedra Dourada 2.179 hab.







Tombos 9.542 hab.









Estado do Rio de Janeiro

Porciúncula 17 771 hab.









Natividade 15 077 hab.







Itaperuna 95.876 hab.









Bom Jesus do Itabapoana 35 384 hab.









Cardoso Moreira 12 540 hab.









Campos do Goytacazes 463 545 hab.













São João da Barra 32 767 hab.









Créditos: citybrazil/ fériastur/ prefeituras/ as minas gerais/ brasillocal/ vida e estilo Terra/ Tudo sobre Nova Era/ LLX
Flickr: Adão José
Panoramio: Sgtrangel, Daniela Herdy, Matheus Marra, Luiz Maron, Ricardo Faria, Leonardo Davinci, Alexandre Coelho, Lamarthine Ribeiro, Urias Takatohi, Gildazio Fernandes, Cristiano M., Fernando Bezerra, Sivan Correa e desconhecidos


Noroeste Fluminense: http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=1274029&highlight=

Porciuncula: http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=1235791&highlight=
 

·
Brasilidade
Joined
·
226 Posts
Discussion Starter · #2 ·
A idéia desse thread é mostrar as cidades e suas belezas que muitas dessas possuem e muitas vezes estão escondidas, e por outro lado mostrar o único projeto de grande escala da parte norte da zona da mata e do noroeste fluminense que vai movimentar a economia de cada uma delas. O maior mineroduto do mundo está em uma área de alto índice de pobreza.
 

·
Registered
Joined
·
5,067 Posts
Muito bom o thread e muito obrigado também. Eu trabalho no jurídico desse projeto, exatamente na liberação de áreas para a implementação do mineroduto. A maioria dessas cidades eu conheço apenas por planilhas de controle processual, foi ótimos vê-las em fotos. O empreendimento é espetacular, um dos maiores da área privada atualmente em curso no mundo, tenho muito orgulho de participar disso e tenho certeza que representará mais desenvolvimento para os municípios envolvidos.
 

·
Registered
Joined
·
2 Posts
"O maior mineroduto do mundo está em uma área de alto índice de pobreza."

E vai continuar pobre do mesmo jeito,más com um agravante,alem desse minerioduto não dar nenhum retorno para as cidade envolvidas depois que estiver pronto,com certeza fará e já está fazendo uma devastação ao longo de todo o trecho.Isso sem falar da quantidade de água jogado no ralo pra empurrar esssa lama criada pela Anglo American.
 

·
Registered
Joined
·
2 Posts
Muito bom o thread e muito obrigado também. Eu trabalho no jurídico desse projeto, exatamente na liberação de áreas para a implementação do mineroduto. A maioria dessas cidades eu conheço apenas por planilhas de controle processual, foi ótimos vê-las em fotos. O empreendimento é espetacular, um dos maiores da área privada atualmente em curso no mundo, tenho muito orgulho de participar disso e tenho certeza que representará mais desenvolvimento para os municípios envolvidos.
Antes do senhor se sentir orgulhoso em trabalhar neste empreendimento,procure deixar um pouco suas planilhas e conhecer a realidade dessas cidades.Por causa de alguns trocados nossos filhos ainda ficarão sem água na mesa,como já vem acontecendo em alguns lugares que se instalaram esses mineriodutos.E não adianta dizer que essas cidades serão beneficiadas com isso por que os prejuizos ambientais serão muito maiores que o retorno financeiro.E eu gostaria que o senhor me explicasse como esses municipios ficariam mais desenvolvidos com um monte de tubo enterrado.Como aqui no Brasil não existe critério e nem respeito as leis ambientais,juristas como o senhor estarão sempre orgulhosos ao verem as cifras embutidas nessas obras que se dizem importantes para as regiões envolvidas.Como minha resposta a esta sua mensagem veio meio tardia,nem sei se ainda trabalha nesta obra megalomaníaca.Más como sou diretamente envolvido,não existe limite de tempo para fazer alguma coisa,como já vem sendo feito pelo Ministério Público".
 

·
Registered
Joined
·
7,971 Posts
Antes do senhor se sentir orgulhoso em trabalhar neste empreendimento,procure deixar um pouco suas planilhas e conhecer a realidade dessas cidades.Por causa de alguns trocados nossos filhos ainda ficarão sem água na mesa,como já vem acontecendo em alguns lugares que se instalaram esses mineriodutos.E não adianta dizer que essas cidades serão beneficiadas com isso por que os prejuizos ambientais serão muito maiores que o retorno financeiro.E eu gostaria que o senhor me explicasse como esses municipios ficariam mais desenvolvidos com um monte de tubo enterrado.Como aqui no Brasil não existe critério e nem respeito as leis ambientais,juristas como o senhor estarão sempre orgulhosos ao verem as cifras embutidas nessas obras que se dizem importantes para as regiões envolvidas.Como minha resposta a esta sua mensagem veio meio tardia,nem sei se ainda trabalha nesta obra megalomaníaca.Más como sou diretamente envolvido,não existe limite de tempo para fazer alguma coisa,como já vem sendo feito pelo Ministério Público".


A Samarco já possui há vários anos mineroduto semelhante, ligando a mina em Mariana/Ouro Preto a Anchieta, ES. (na verdade são dois minerodutos em paralelo)

O que posso afirmar é que, da mesma maneira que não trazem benefícios significativos para as cidades por ondem passam, os minerodutos também trazem poucos impactos, já que a vala onde são enterrados em pouco tempo se recompõe e os acidentes são raros e de poucas proporções.
 

·
Registered
Joined
·
7,769 Posts
Deixa eu endender. Tenho dúvidas em 3 pontos.

1- Em que estágio está isso? Já que o thread é de 2010.

2- Água empurra o minério por 525km? Quantos m3/s são necessários?
Deve ser uma pressão violenta pra conseguir empurrar algo muitas vezes mais pesado sem risco de entupir.
E no fim do duto existe uma estação trantando essa água antes de reaproveitá-la? (ela é reaprovietada né?)
Se a água não for tanta que acabe com as reservas ao longo do caminho e se for tratada no fim do duto, acredito ser menos prejudicial para o meio ambiente que milhares de caminhões nas precárias rodovias. Mas penso ser menos interessante que uma linha férrea, mesmo a ferrovia sendo muito mais cara para implantar, manter e gerir. Mas pelo menos poderia ser usada por outros produtos numa época de preços de minérios pouco atraente, como grãos, gerando receita.

3- Como que os municípios ao longo do duto ganham com isso? É pago uma taxa por km de duto ou é uma uma taxa de compensação ambiental ou coisa parecida? Esse dinheiro é do município ou ele tem que pagar taxas e impostos estaduais e federais sobre esse recurso?

São dúvidas, mas posso estar perguntando besteira.
 

·
Registered
Joined
·
5,067 Posts
Antes do senhor se sentir orgulhoso em trabalhar neste empreendimento,procure deixar um pouco suas planilhas e conhecer a realidade dessas cidades.Por causa de alguns trocados nossos filhos ainda ficarão sem água na mesa,como já vem acontecendo em alguns lugares que se instalaram esses mineriodutos.E não adianta dizer que essas cidades serão beneficiadas com isso por que os prejuizos ambientais serão muito maiores que o retorno financeiro.E eu gostaria que o senhor me explicasse como esses municipios ficariam mais desenvolvidos com um monte de tubo enterrado.Como aqui no Brasil não existe critério e nem respeito as leis ambientais,juristas como o senhor estarão sempre orgulhosos ao verem as cifras embutidas nessas obras que se dizem importantes para as regiões envolvidas.Como minha resposta a esta sua mensagem veio meio tardia,nem sei se ainda trabalha nesta obra megalomaníaca.Más como sou diretamente envolvido,não existe limite de tempo para fazer alguma coisa,como já vem sendo feito pelo Ministério Público".

Caro colega, bom dia. Gostei muito de seus comentários, parabéns, em certo ponto você está certo sim e achei sua análise muito boa. Mas tenho algumas considerações e PEÇO QUE LEIA TUDO, OK:

Veja, primeiramente esse meu post é de 2009, época em que trabalhei na Anglo American na célula de contencioso responsável pela implementação do projeto, hoje não trabalho mais lá. Mas me orgulho sim - e muito - do que foi feito e acho que há um certo desconhecimento do projeto por parte de moradores e sociedade local. Os municípios envolvidos não receberão meros trocados pela implantação do empreendimento, como muitos dizem, há um acréscimo considerável do PIB em cada município, especialmente em se tratando de ISSQN nos lugares distantes da jazida mineral e da CFEM, em Conceição do Mato Dentro, "sede" da jazida. E digo que são valores substanciais, um grande impulso à arrecadação dessas cidades.

LÓGICO QUE NADA DISSO TRARÁ QUALQUER BENEFÍCIO ÁS POPULAÇÕES LOCAIS SE SEUS GOVERNANTES (PREFEITOS) NÃO APLICAREM BEM OS RECURSOS NÃO É, rsrsrs . Mas aqui a responsabilidade já é do eleitorado local. Sobre as indenizações pagas a cada um dos mais de 1.200 proprietários das áreas onde o mineroduto passa, há valores pequenos e outros muito grandes, tudo avaliado em pericia privada feita pelo maior profissional do estado em avaliações judiciais em área rural (inclusive professor titular da UFMG), de inquestionável gabarito e competência e tendo como base normas da ABNT oficiais nestes casos. Tanto que os valores das indenizações muitas vezes ficavam iguais ou superiores à própria avaliação judicial realizada na fase processual competente.

Ou seja, o papo de que as indenizações prejudicaram os donos das terras é balela, conversa pra boi dormir, revela na verdade desconhecimento sobre o devido processo legal. Por último, até o momento em que trabalhei na Anglo me lembro que as condicionantes da Licença Ambiental de Instalação estavam sendo sistematicamente cumpridas, com o envio de relatórios aos órgãos ambientais e etc. De lá pra cá não sei como isso está se processando e, aí concordo contigo, caso não esteja tudo correndo normalmente sob o ponto de vista das medidas ambientais pactuadas, o MP agiu corretamente sim, deverá aqui prevalecer o Princípio da Precaução, sob pena de riscos ao meio ambiente. Mas vamos aguardar, muito água ainda rola sob essa ponte, rsrsrss !!!!


Grande abraço, tudo de bom, à disposição para mais comentários !!!!
 

·
Registered
Joined
·
7,971 Posts
Deixa eu endender. Tenho dúvidas em 3 pontos.

1- Em que estágio está isso? Já que o thread é de 2010.

2- Água empurra o minério por 525km? Quantos m3/s são necessários?
Deve ser uma pressão violenta pra conseguir empurrar algo muitas vezes mais pesado sem risco de entupir.
E no fim do duto existe uma estação trantando essa água antes de reaproveitá-la? (ela é reaprovietada né?)
Se a água não for tanta que acabe com as reservas ao longo do caminho e se for tratada no fim do duto, acredito ser menos prejudicial para o meio ambiente que milhares de caminhões nas precárias rodovias. Mas penso ser menos interessante que uma linha férrea, mesmo a ferrovia sendo muito mais cara para implantar, manter e gerir. Mas pelo menos poderia ser usada por outros produtos numa época de preços de minérios pouco atraente, como grãos, gerando receita.

3- Como que os municípios ao longo do duto ganham com isso? É pago uma taxa por km de duto ou é uma uma taxa de compensação ambiental ou coisa parecida? Esse dinheiro é do município ou ele tem que pagar taxas e impostos estaduais e federais sobre esse recurso?

São dúvidas, mas posso estar perguntando besteira.


O minério é moído até virar pó, é misturado à águua e o que é bombeado é uma lama.

Ao final há um processo de decantação e depois o pó é aglutinado formando pelotas (bolinhas), é o chamado processo de pelotização.

Sobre o tratamento da água, não sei te responder.
 

·
Brasilidade
Joined
·
226 Posts
Discussion Starter · #12 ·
O link do site da Anglo American, lá contém mais informações. Com a finalização das obras aqui na minha região, não sei como anda o projeto! :eek:hno:

http://minasrio.angloamerican.com.br/
 

·
Registered
Joined
·
21 Posts
^^
Mais um projeto do megalomaniaco Eike Batista que provavelmente ficará as moscas, haja dinheiro do BNDES :(
Olá Rodrigo.

Não concordo com a sua colocação. Eike é um visionário e precisamos de mais gente como ele. O projeto completo do Porto do Açu, com suas fábricas, etc., é algo impressionante e está sofrendo muito com a baixa geral na economia brasileira.

Algo que achei fantástico, mas que com a queda do Eike não irá para frente, é a chamada "Cidade X". Ele contratou o Jaime Lerner para planejar uma cidade para 200.000 habitantes para abrigar os trabalhadores e familiares que irão trabalhar nas fábricas do Porto Açu. Seria uma cidade planejada, com transporte por canais aquaviários, toda infra necessária (escolas, hospitais, etc.). Infelizmente, não irá ocorrer e o que veremos é uma favelização igual ocorreu em Camaçari e tantos outros lugares com rápido crescimento populacional.
 

·
Registered
Joined
·
20,554 Posts
Olá Rodrigo.

Não concordo com a sua colocação. Eike é um visionário e precisamos de mais gente como ele. O projeto completo do Porto do Açu, com suas fábricas, etc., é algo impressionante e está sofrendo muito com a baixa geral na economia brasileira.

Algo que achei fantástico, mas que com a queda do Eike não irá para frente, é a chamada "Cidade X". Ele contratou o Jaime Lerner para planejar uma cidade para 200.000 habitantes para abrigar os trabalhadores e familiares que irão trabalhar nas fábricas do Porto Açu. Seria uma cidade planejada, com transporte por canais aquaviários, toda infra necessária (escolas, hospitais, etc.). Infelizmente, não irá ocorrer e o que veremos é uma favelização igual ocorreu em Camaçari e tantos outros lugares com rápido crescimento populacional.
Esse mega projeto do Porto do Açu era (mais do que passado) um projeto megalomaniaco do Xcroque Eyke ( que já está sendo devidamente enquadrado pela justiça)...nem na China autoritária estão fazendo isso mais.: projeto que juntaria refinaria, siderurgicas, estaleiros, o Escambau a Quatro.
Foi "planejado" para arranjar investidores afoitos, com grana sobrando, e cairam no golpe do projeto megalomaniaco eykiano.
O que vai sair mesmo é o mineroduto/porto de exportações de minério de ferro para a China...o único viável economicamente.
 

·
Rodrigo!
Joined
·
10,798 Posts
^^
Sim, é um pilantra de marca maior, vendia sonhos e deveria estar preso, um cara realmente empreendedor não seria tão exibicionista como Eike foi, ele nunca me enganou com toda essa publicidade sobre ele ser um dos homens mais ricos do mundo, e o pior, os brasileiros menos aculturados achavam isso o máximo. :(

Um exemplo foi a demissão da ex-diretora Cynthia Carroll da Anglo American, que foi demitida justamente por entrar na onda de Eike e depois sem resultados obtidos, acionistas pediram sua cabeça.

"A impressão que ficou é que Batista, um notório vendedor audacioso, se aproveitou de Carroll", escreveu na época o jornal britânico Sunday Times."

http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2013/11/131112_eike_investidores_ac_dg
 

·
LoL
Joined
·
1,103 Posts
Ambicioso ou não, o Eike sendo pilantra ou não, esse mineroduto, junto de todo o complexo do Açu, e a cidade X, seriam um grandioso porque industrial, e trariam um boom pra economia da região, e muito desenvolvimento. Mas estamos no Brasil, e tudo acaba em Pizza. Pena.
 
1 - 20 of 20 Posts
This is an older thread, you may not receive a response, and could be reviving an old thread. Please consider creating a new thread.
Top