SkyscraperCity banner
1 - 20 of 32 Posts

·
apenas isso
Joined
·
334 Posts
Discussion Starter · #1 ·
CDHU construirá os seis projetos vencedores do concurso Habitação Para Todos em SP

A Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), órgão da Secretaria da Habitação paulista, anunciou que executará os projetos vencedores do "Habitação para Todos", concurso de projetos para habitação popular sustentáveis.

O presidente da CDHU, Lair Krähenbühl, confirmou que os conjuntos serão construídos em seis municípios: São Paulo, Botucatu, Piracaia, Laranjal Paulista e Itapecerica da Serra. "Além desses municípios, já temos outros 14 prefeitos interessados em contar com esses projetos", disse Krähenbühl.

O concurso, teve seis categorias. Na de casas térreas, venceu o projeto de Gustavo dos Santos Corrêa Tenca, Giuliano Augusto Pelaio, Inácio Cardona e Érica Cristina Rodrigues Souza. Os vencedores da categoria casas escalonadas são os arquitetos do escritório Zoom. Já a equipe do arquiteto Carlos Arcos venceu o grupo sobrados.

Entre as categorias de edifícios, a dupla Monica Drucker e Ruben Otero foi escolhida pela proposta para construções com três andares. Nos prédios de quatro pavimentos, o escolhido foi o projeto do ateliê Triptyque Arquitetura (imagem acima). E em edifícios de seis e sete pavimentos, o desenho selecionado foi o da equipe de Lucas Fehr, Mario Figueroa e Daniel Bonilha.

Cada equipe vencedora recebeu um prêmio de R$ 50 mil, mas, com a execução do projeto, terão de assinar contrato para elaborar o projeto executivo e o detalhamento. "Vencer o prêmio já foi uma boa notícia, mas a rapidez do Estado na nossa contratação foi uma notícia ainda melhor", disse Guillaume Sibaud, arquiteto da Triptyque.

Mário Figueroa afirma que é nos concursos que o Estado pode encontrar os melhores projetos. "É uma forma de se contratar um ótimo projeto levando em conta a sua qualidade, e não só o preço", conclui.

fonte
http://www.arcoweb.com.br/noticias-...vencedores-concurso-habitacao-21-10-2010.html





_______________________

Particulamente adorei essa notícia, da oportunidade a novos escritórios de arquitetura a desenvolverem e propor soluções e inovações nos projetos de CDHU. E pelo render, apesar de pequeno, dá a impressão de projetos mais bem 'trabalhados' menos cru, como estamos acostumados a ver projetos tradicionais de habitações populares, isso com certeza dá uma outra cara ao empreendimento e agrada com certeza a quem for morar. o que acham ?
 

·
apenas isso
Joined
·
334 Posts
Discussion Starter · #2 ·
Achei todos os projetos classificados

Complementando achei todos os projetos que venceram

GRUPO 01 - CASAS TÉRREAS

1º Lugar – Projeto 03
Autores: Gustavo dos Santos Correa Tenca, Inácio Cardona, Giuliano Augusto Pelaio e Érica Christina Rodrigues Souza.
Equipe: Saulo Feliciano
Campinas - SP



GRUPO 02 - CASAS ESCALONADAS

1º Lugar – Projeto 01
Autores: Augusto Aneas, Fernão Morato e Guilherme Gambier Ortenblad
Consultores: Mauro Zaidan e Werner Sobek
São Paulo - SP



GRUPO 03 - SOBRADOS

1º Lugar – Projeto 11
Autor: Carlos Cesar Arcos Ettin
Coordenadores: José Maria de Lapuerta Montoya e Paloma Campo Ruano
Equipe: Fernando Botton, Alberto Garcia Jiménez, Beatriz Martines González, Guilhermo Sicre, Jorge Romera Herrero, Luis Moranta Sastre, Magdalena Sakowicz, Marta Renom Carbonel, Elena Tejeiro Medina e Rodrigo Rieiro Diaz Jeremy Rey.
Curitiba - PR



GRUPO 04 - EDIFÍCIOS DE 03 PAVIMENTOS

1º Lugar – Projeto 02
Autores: Monica Drucker e Ruben Otero
Consultor: Pedro Teleki
Equipe: Ignacio Errandonea, Victor Minghini, Roni Ebina, Federico López Ortega, rebeca Swann e Stefanni Paulla.
São Paulo - SP



GRUPO 05 - EDIFÍCIOS DE 04 PAVIMENTOS

1º Lugar – Projeto 11
Autores: Gregory Bousquet, Carolina Bueno, Olivier Raffaëlli e Guillaume Sibaud.
Equipe: Aline D’Avola, Pauline Beaumont, Thiago Bicas, Carolina La Terza, Paula Saad e Bruno Simões.
Consultor: (es ) Inovatech Engenharia - sustentabilidade, Premodisa Construção Pré-Fabricada / Concreto-préfabricado, Décio Fleury -orçamentista, Cebrace Cristal Plano et Isover - vidro
São Paulo - SP



GRUPO 06 - EDIFÍCIOS DE 06 E 07 PAVIMENTOS

1º Lugar – Projeto 03
Autores: Lucas Fehr, Mario Figueroa e Daniel Bonilha.
Consultores: Nicolás Parra, Ricardo Dias e Mauro Zaidan
Equipe: Mario do Val, María Paula González, Felipe Gomez, Guillermo Barahona, Mauricio Mendez, Jorge Paparoni, Juan Felipe Herrera, Sebastian Chica, kirsti Oygarden, Santiago Ramos e Luciana Brasil.
São Paulo - SP



os demais projetos que ficaram em 2° e 3° lugar estão no link
http://www.iabsp.org.br/concurso.asp?ID=128
 

·
Registered
Joined
·
582 Posts
Parecem muito bons os projetos! (alguns bem mais que outros) :)

Resta saber se serão executados e o que vai ser "cortado" para a adequação aos orçamentos.

Um abraço a todos!
 

·
Banned
Joined
·
4,284 Posts
Todos os projetos são muito bons! :)
Até a CDHU percebeu que precisa sair um pouco do padrão tradicional deles:


http://www.limeira.sp.gov.br/secretarias/habitacao/media/images/cdhu/olga_veroni_olindo_delucca.jpg
Mas de uns anos pra cá eles tem variado bem na arquitetura das construções, aqui perto de casa tem uns predinhos muito interessantes, nada de outro mundo, mas eles se preocuparam em variar a arquitetura dos endifícios em grupos, os que ficam aqui perto formam conjuntos enormes contruidos pela empresa, mas devido a variação do estilo parecem até condominios independentes...
 

·
**16º ano**
**17º ano**
Joined
·
25,738 Posts
Esses projetos da CDHU estão melhores que 90% dos predios de luxo e classe média do Brasil.
 

·
22°52'S 47°03'W
Joined
·
20,647 Posts
Mas de uns anos pra cá eles tem variado bem na arquitetura das construções, aqui perto de casa tem uns predinhos muito interessantes, nada de outro mundo, mas eles se preocuparam em variar a arquitetura dos endifícios em grupos, os que ficam aqui perto formam conjuntos enormes contruidos pela empresa, mas devido a variação do estilo parecem até condominios independentes...
Eu só conheço o padrão da CDHU em Campinas, que é bem esse aí que eu mostrei na foto de Limeira. Nunca vi um prédio da CDHU com elevador na região, coisa que existe em outros lugares.
 

·
♫ lıı.lllıılı..lll&
Joined
·
2,110 Posts
Nossa, adorei o 6° :shocked:
 

·
apenas isso
Joined
·
334 Posts
Discussion Starter · #16 ·
Doem alguns projetos para a MRV.:D
AHUAHAUHA cara pelo que parece esses projetos estão muito além dos da MRV
infelizmente trabalhei nessa porcaria de empresa, para os que são arquitetos acreditem; não existe projeto de arquitetura das obras, existe apenas o de prefeitura, que eles chama de arquitetura!!! e existe um caderno geral genérico de detalhes, que serve pra dizer como sao as faixas dos muros e breguices do genêro. Sem contar no acabamento que nem vou entrar em detalhes sobre azulejo sem massa interna, assentados no bloco direto...

Todos os projetos são muito bons! :)
Até a CDHU percebeu que precisa sair um pouco do padrão tradicional deles:


http://www.limeira.sp.gov.br/secretarias/habitacao/media/images/cdhu/olga_veroni_olindo_delucca.jpg
Mas nessa foto este conjunto está bem conservado, é novo ?
a pintura e aparência num geral está boa.

Fiz meu TCC sobre habitações populares CDHU mais especificamente, e tenho o material das tipologias construtivas de cada grupo (esses modelos antigos 'simples') essas inovações são muito legais, só realmente espero que não sofram cortes de custos, para se adequarem, gostaria de ver algo mais detalhado com materiais empregados para ter uma noção melhor de como vão ficar e também quero saber onde será os primeiros construídos nesse novo padrão.
 

·
on the road
Joined
·
34,481 Posts
Fiz meu TCC sobre habitações populares CDHU mais especificamente, e tenho o material das tipologias construtivas de cada grupo (esses modelos antigos 'simples') essas inovações são muito legais, só realmente espero que não sofram cortes de custos, para se adequarem, gostaria de ver algo mais detalhado com materiais empregados para ter uma noção melhor de como vão ficar e também quero saber onde será os primeiros construídos nesse novo padrão.
Então, alguém tocou no ponto que eu estava esperando. Questões funcionais à parte, o quão mais caro são esses prédios "diferenciados" em relação à habitação salubre mais barata que se possa construir nos padrões mínimos da CDHU?

Pergunto porque pode ser politicamente explosivo gastar, por exemplo, 30% a mais por UA/área para o prédio ficar "bonito". Daí, dia mais dia menos a imprensa cai em cima demonstrando "obras superfaturadas", e isso vira munição eleitoral de alto calibre. Tentar convencer de que casa popular "precisa ser bonita" só pioraria a posição política de quem quer que seja o contratante.

Não quero dizer que só porque a habitação é popular que ela deva ser feia, mas sim que considerações de custos e de engenharia devem ter prioridade sobre opções estéticas.

Seja como for, concursos para trazer novas ideias são sempre positivos. Talvez esses projetos custem o mesmo que o bloco-padrão CDHU e, assim, devam ser levados adiante (ou acima?).
 

·
22°52'S 47°03'W
Joined
·
20,647 Posts
Mas nessa foto este conjunto está bem conservado, é novo ?
a pintura e aparência num geral está boa.

Fiz meu TCC sobre habitações populares CDHU mais especificamente, e tenho o material das tipologias construtivas de cada grupo (esses modelos antigos 'simples') essas inovações são muito legais, só realmente espero que não sofram cortes de custos, para se adequarem, gostaria de ver algo mais detalhado com materiais empregados para ter uma noção melhor de como vão ficar e também quero saber onde será os primeiros construídos nesse novo padrão.
Minha observação não é contra as construções da CDHU em si ou em relação ao fato de tais construções estarem ou não cumprindo seu papel.
Moradia popular é um princípio que deveria ser cuidado por todo e qualquer governo (na esfera federal, estadual e municipal) e mais importante que isso é considerar que o importante é construir.

A minha crítica foi em relação ao estilo: em geral, se você viu uma construção da CDHU, você viu todas, pelo menos as que eu já vi por aí. É por isso que citam a MRV, que também é dada a repetir ad infinitum seus projetos. Do lado funcional, está tudo certo. Mas e do lado urbanístico, da relação dos moradores com os prédios e destes com o entorno e a cidade? É essa questão que precisa ser melhor pensada.
 

·
on the road
Joined
·
34,481 Posts
^^ É sempre um dilema. Eu não sou radical ao ponto de achar que o governo não deveria investir em artes, monumentos e assemelhados. Por outro lado, sendo um programa caríssimo, o subsídio à moradia deve ter um olhar muito atento ao custo.

Isso não significa que todos os projetos precisem ser iguais, até porque não sabemos se o prédio-padrão CDHU é, também, a opção construtiva necessariamente mais barata. Por outro lado, não é fácil determinar, de antemão, que características em uma edificação são essenciais - e a que custo marginal - para uma melhora perceptível na qualidade de vida e comportamento cívico do morador, e a partir de qual ponto os gastos extraordinários com projetos de mesma área e volumetria são apenas caprichos para deixar o local "bonito" ou deferir alguma nova tendência arquitetônica qualquer.

Até por conta disso, prefiro programas em que o governo contrata apenas área, volumetria e especificações de ambientes, e deixa o projeto arquitetônico a cargo da construtora, e deixa os moradores escolherem seu prédio. O resultado estético é ruim, pois em geral quanto menor a renda, menor a sensibilidade ou capacidade desenvolvida do cidadão de fazer julgamentos estéticos, mas pelo menos é um resultado de livre mercado.
 
1 - 20 of 32 Posts
Top