Skyscraper City Forum banner
1 - 20 of 22 Posts

·
Registered
Joined
·
21,957 Posts
Discussion Starter · #1 · (Edited)
O estudo exclusivo do Instituto Trata Brasil, “Ranking do Saneamento”, é uma avaliação dos serviços de saneamento básico prestados nas 100 maiores cidades do País. O estudo revela a parcela da população atendida com água tratada e coleta de esgotos, as perdas de água, investimentos, avanços na cobertura e o que é feito com o esgoto gerado pelos 77 milhões de brasileiros destas cidades.

A base de dados consultada foi extraída do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), divulgado anualmente pelo Ministério das Cidades, e que reúne informações fornecidas pelas empresas prestadoras dos serviços nessas cidades. Os dados consultados são de 2010, os últimos publicados pelo Ministério das Cidades (final de Junho desse ano).



* Dado não disponível no SNIS
** Considerou-se que o esgoto tratado não pode ser maior do que o esgoto coletado. Além disso, considou-se 95% como parâmetro de universalizaçã
*** Receberam nota máxima todos os municípios com 15% ou menos de perda
****A coluna tarifa é apenas informativa. As tarifas não foram utilizadas na metodologia, portanto não foram dadas notas para esse indicador

A tabela completa com as demais cidades:
http://www.tratabrasil.org.br/detalhe.php?codigo=12558
 

·
Registered
Joined
·
21,957 Posts
Discussion Starter · #2 · (Edited)
As cidades pesquisadas no norte aparecem no final da lista, sendo que uma capital da região, Macapá, tem a pior colocação.

Mais um ranking que Palmas não aparece por não está entre as 100 maiores cidades brasileiras. É por isso que eu odeio morar em cidade pequena.



Doido para que a cidade ultrapasse logo pelo menos os 300 mil habitantes para começar aparecer nesses rankings da vida.
 

·
Norte do Brasil
Joined
·
62,186 Posts
Aqui em Porto Velho reiniciaram (aqui tradicionalmente para terminar uma obra deve parar pelo menos 1 vez) as obras de universalização da água tratada (nesse quesito a cidade vai ficar com 100%)

Agora esgotamento sanitário ainda depende de liberação do TCU...
 

·
Ééééééguuuuaaaa
Joined
·
6,072 Posts
Tu podia deixar de ser preguiçoso e ter postado a tabela .... hehehe


As cidades do norte como sempre lá no fim da lista, a primeira a aparecer é Manaus em 82º.


Na próxima pesquisa Boa Vista terá pulado várias posições, a meta e que seja a primeira cidade do norte com 100% de esgoto, vários bairros já estão em obras, entre eles o meu, só ta faltando o asfalto agora. hehehe.
 

·
Registered
Joined
·
21,957 Posts
Discussion Starter · #5 ·
^^

Jamba, na verdade eu tentei, mas aqui no meu serviço a internet não ajuda com várias restrições e eu já não sou tão bom em trabalhar com tabelas e excel.
A tarde em casa eu vou ver se consigo postar essa tabela de algum jeito, enquanto isso se houve voluntários.
 

·
Ééééééguuuuaaaa
Joined
·
6,072 Posts
Olha como eu sou bonzinho hehehe



* Dado não disponível no SNIS
** Considerou-se que o esgoto tratado não pode ser maior do que o esgoto coletado. Além disso, considou-se 95% como parâmetro de universalizaçã
*** Receberam nota máxima todos os municípios com 15% ou menos de perda
****A coluna tarifa é apenas informativa. As tarifas não foram utilizadas na metodologia, portanto não foram dadas notas para esse indicador
 

·
Registered
Joined
·
21,957 Posts
Discussion Starter · #9 ·
Tu podia deixar de ser preguiçoso e ter postado a tabela .... hehehe


As cidades do norte como sempre lá no fim da lista, a primeira a aparecer é Manaus em 82º.


Na próxima pesquisa Boa Vista terá pulado várias posições, a meta e que seja a primeira cidade do norte com 100% de esgoto, vários bairros já estão em obras, entre eles o meu, só ta faltando o asfalto agora. hehehe.
Então teremos duas capitais nessa situação, Boa Vista e Palmas, além de dezenas de outros municípios tocantinenses.
A Saneatins é privada . E é uma boa empresa de saneamento se comparada a outras que conheço, entre elas a COSANPA que horrível. O esgoto em Palmas é 100% tratado e quase 100% das casas tem água tratada.

Foz do Brasil entra na Saneatins


Empresa de engenharia ambiental da Organização Odebrecht, Foz do Brasil será parceira da Emsa na Companhia de Saneamento do Tocantins.


A Foz do Brasil anuncia a participação no bloco privado da Saneatins (Companhia de Saneamento do Tocantins), que equivale a 76,52% das ações da empresa. O governo de Tocantins continua com 23,48% de participação. Com a operação, A Foz do Brasil, presente em seis estado do país, marca sua chegada à região Norte e fortalece a Saneatins para promover a universalização do fornecimento de água, coleta e tratamento dos esgotos.

Os termos da negociação determinam que, em troca da entrada na participação, a Foz fará um aporte de R$ 200 milhões na operação da Saneatins. Toda a composição acionária privada da Saneatins (76,52% do total) será transferida da Empresa Sul Americana de Montagens (Emsa), grupo familiar de Goiás, para a recém-criada Foz Centro Norte - de composição societária igual entre Foz e Emsa, cujo diretor- presidente será o engenheiro Mário Amaro.

“Trata-se de um negócio de longo prazo que traz inúmeros benefícios para o Tocantins, pois a Saneatins incrementa seu plano de investimentos de R$ 700 milhões e acelera a universalização dos serviços de água e esgoto no Estado, além de permitir o desenvolvimento de novos mercados da região”, destaca o novo diretor-presidente da Saneatins, Mário Amaro.

A Saneatins foi fundada em 1989, após a criação do Estado do Tocantins e o consequente desmembramento da Companhia de Saneamento de Goiás – Saneago. Com o objetivo de desenvolver os serviços de saneamento no novo Estado, em 1998 o Governo do Tocantins buscou uma parceria societária estratégica com a iniciativa privada, tornando a Saneatins uma empresa com gestão privada. A iniciativa conferiu mais dinamismo e capacidade de investimentos à empresa, resultando em serviços de qualidade à população do Tocantins. Agora, com a participação da Foz do Brasil e do FI FGTS (Fundo de Investimentos do Fundo de Garantia Por Tempo de Serviço), que também passa a compor o bloco privado da empresa, a Saneatins tem a perspectiva de ser o primeiro estado do país a ter o serviço de esgoto universalizado.

Atualmente, a Saneatins opera 125 municípios do Tocantins e cinco do Pará, somando uma população urbana de aproximadamente 1 milhão de habitantes. A empresa já oferece água para 92% das residências e os serviços de coleta dos esgotos chegam a 19% da população.

Ao todo a empresa conta com 1186 colaboradores. “Como as perspectivas são de expansão, o quadro de funcionários, que é o grande ativo da empresa, será mantido”, diz Annibal Crosara Júnior, presidente do Conselho de Administração da Saneatins, que permanece no cargo.

“A participação da Organização Odebrecht, por meio da Foz do Brasil na Saneatins, é uma demonstração de que o modelo de atuação da empresa, que conjuga os setores públicos e o privado, é uma das alternativas para o avanço do saneamento no país”, diz o governador do Tocantins, Siqueira Campos, ressaltando que “saneamento básico é saúde preventiva”.
Para o secretário Eduardo Siqueira Campos, da Secretaria Estadual do Planejamento e da Modernização da Gestão Pública (SEPLAM), a entrada da Foz do Brasil e do FI FGTS na Saneatins vai garantir mais investimentos em saneamento em todos os municípios Tocantinenses. “Em seis anos a Saneatins investirá R$ 700 milhões, o que é mais de cem milhões por ano. Isto vai garantir que o Tocantins em breve seja alçado ao posto de primeiro estado brasileiro a ter 100% de saneamento”, afirma o secretário.

A operação marca também a entrada da Foz do Brasil na região Norte do país. Hoje, a Foz do Brasil beneficia diretamente cerca de 5 milhões de pessoas, promovendo a universalização dos serviços de água e esgoto em seis estados. A Foz do Brasil atua também em parceira com companhias estaduais, como a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), a Copasa (Companhia de Saneamento de Minas Gerais), a Embasa (Empresa Baiana de Água e Esgoto) e a Cesan (Companhia Espírito Santense de Saneamento), em projetos de água para a população e uso industrial.

“A Saneatins é uma das companhias de saneamento mais dinâmicas que temos no país e isso se deve, em especial, ao modelo de negócios da empresa, que possibilita a participação de players como a Foz do Brasil e o FI FGTS, que têm visão de longo prazo e podem acelerar o plano de investimentos da companhia”, afirma Crosara.

Sobre a Foz do Brasil

Criada em 2008, a Foz do Brasil tem como objetivo investir na realização de projetos ambientais com foco em três segmentos: Água – concessões públicas de saneamento básico; Indústria – terceirização de Centrais de Utilidades; e Ambiental – diagnóstico e remediação de áreas contaminadas, monitoramento de águas superficiais e subterrâneas, e valorização energética dos resíduos sólidos urbanos. A Foz do Brasil, que tem participação acionária do FI FGTS, opera 19 ativos que garantem a melhoria da qualidade de vida 5 milhões de pessoas e o desenvolvimento de empresas que têm a sustentabilidade na base das suas ações. Mais informações sobre a Foz do Brasil em www.fozdobrasil.com.br.

Mario Amaro da Silveira, diretor-presidente

Mário Amaro, 49, é engenheiro civil graduado pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais). Ingressou na Foz do Brasil em 2008, atuando como Diretor Regional para o Espírito Santo e Minas Gerais. Anteriormente trabalhou no Grupo Águia Branca como Diretor Comercial da VIX Logística S.A e como Diretor Geral da Concessionária de Saneamento de Cachoeiro de Itapemirim, antiga Citágua, que é hoje um ativo da Foz do Brasil. Trabalhou ainda na Construtora Mendes Junior no Brasil e no Iraque.

http://www.saneatins.com.br/site.do?idArtigo=352
 

·
ca RIO ca
Joined
·
27,025 Posts
Se Manaus é a melhor do ranking não consigo nem imaginar a situação das demais.
^^

O saneamento de Manaus é péssimo! Agora é que uma ou outra intervenção do governo estadual tenta mudar esse quadro, porque no que depender das ações da PMM com esse atual prefeito, Manaus vai ficar sempre na merda nesse quesito! Mas ô prefeitozinho safado esse, The Devil :bash:
 

·
ca RIO ca
Joined
·
27,025 Posts
Se em Manaus é assim imagine nas outras mesmo

Tratamento precário ao lixo e ao meio ambiente em Manaus

19 Ago 2012 . 09:00 h . Álisson Castro e Cleidimar Pedroso . [email protected]
Novo prefeito, que será eleito neste ano, tem como desafios a necessidade de construir um novo aterro sanitário, de corrigir falhas na coleta do lixo e de estabelecer novos rumos para a política ambiental.



Manaus - Nos últimos dois anos, Manaus enfrenta a ameaça de mudanças significativas relacionadas ao lixo, como a cobrança de uma taxa pela coleta e a privatização do aterro sanitário, sem garantias de melhoria do serviço prestado pela prefeitura. E enquanto as anunciadas alterações não são implementadas, a população ainda convive com a precariedade da coleta, igarapés poluídos e o tratamento inadequado dos resíduos sólidos.


A atual administração municipal, sob o comando do prefeito Amazonino Mendes, propõe no último ano de seu mandato a privatização dos serviços relacionados aos resíduos sólidos, incluindo o novo aterro sanitário. O atual, em operação no KM-17 da rodovia AM-010 (Manaus-Itacoatiara), tem apenas mais cinco anos de vida útil.


A prefeitura pretende licitar uma Parceria Público-Privada para construção e manutenção do novo aterro sanitário. A empresa escolhida irá administrar o novo aterro por 30 anos e a operação custará R$ 2,322 bilhões aos cofres públicos. A coleta do lixo deve continuar sendo feita pela administração municipal.
De acordo com dados da Secretaria Municipal de Limpeza Pública (Semulsp), o local recebe, em média, 80 mil toneladas de lixo por mês.


Nos bairros, a população tem sofrido com a coleta irregular e sob condições impróprias. Em abril, moradores de bairros das zonas norte, sul e leste reclamaram do atraso de até quatro dias na coleta do lixo domiciliar, que era realizada em caçambas, obrigando os garis a fazerem maior esforço.


“A frente das nossas casas fica cheia de tapurus e com um odor muito forte. A caçamba é alta demais e os garis têm dificuldade para colocar o lixo no carro. Às vezes, quando tem muito lixo, eles não recolhem”, descreveu à época o eletricista Renê Alves, 50, morador da Rua 48 do bairro Amazonino Mendes, zona norte. Além da coleta deficiente, a prefeitura não conseguiu resolver o problema das lixeiras viciadas nas entradas de becos, nas margens dos igarapés e em áreas verdes, seja em bairros da área nobre da cidade ou na periferia. Também faltam lixeiras públicas nas ruas da cidade. Em outro caso de problema do lixo na cidade, as associações de catadores tiveram que acionar o Ministério Público do Estado (MP-AM) para continuar trabalhando na reciclagem dos resíduos.


Falta arborização e igarapés estão poluídos
Outra questão ambiental que o novo prefeito não pode se furtar de solucionar é o reflorestamento da cidade. O juiz da Vara Especializadaem Meio Ambientee Questões Agrárias (Vemaqa), Adalberto Carim, salienta que Manaus, apesar de estar no coração da floresta, é uma cidade extremamente desarborizada. “Revistas científicas mostram que existem discrepâncias no clima na cidade e a diferença pode ser de até um grau. Ninguém se sente mal ao andar ou dirigir pela Avenida Getúlio Vargas, por exemplo”.


Segundo a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), desde 2009, mais de 68.140 árvores de várias espécies foram plantadas em vias públicas da cidade. Mas a reportagem constatou que muitas mudas foram plantadas com o saco plástico, sem grade de proteção e em covas preenchidas com resto de cimento e tijolo.


A cidade também tem poucos parques e espaços para população se socializar e entrar em contato com a natureza. “Temos o Mindu, mas ele precisa de auxílio. É provado cientificamente que a míngua de parques e espaços onde a população possa se socializar é um fator de promoção da violência”, disse Carim.


Outra questão é que a cidade é cortada por 1.017 igarapés e grande parte deles está poluída, com suas margens obstruídas por palafitas. Por dia, são recolhidas dos igarapés de Manaus 30 toneladas de lixo, em média, de acordo com dados da Secretaria Municipal de Limpeza Pública (Semulsp). A coleta é feita nos igarapés do São Raimundo, Educandos, Igarapé do 40 e Mestre Chico. Desde2009, aSemmas alega que já combateu 145 invasões e a principal área afetada é a zona oeste, que ainda conta com uma grande área de mata nativa.


O Centro Histórico não pode ser esquecido pelo futuro administrador da cidade. Carim salientou que o código de crimes ambientais tem uma parte específica para os crimes contra o patrimônio histórico. “O prefeito tem que corrigir a balburdia do Centro. A Avenida Joaquim Nabuco, onde moraram várias personalidades históricas, foi deixada ao léu. As fachadas das casas da ‘belle époque’ estão caindo ou sendo mutiladas por empresário inescrupulosos”, disse o juiz.
A poluição sonora também é comum e representa 70% das denúncias feitas à Semmas.


Fonte: http://www.d24am.com/amazonia/meio-...io-ao-lixo-e-ao-meio-ambiente-em-manaus/66406
 

·
Amazônico
Joined
·
7,524 Posts
^^

O saneamento de Manaus é péssimo! Agora é que uma ou outra intervenção do governo estadual tenta mudar esse quadro, porque no que depender das ações da PMM com esse atual prefeito, Manaus vai ficar sempre na merda nesse quesito! Mas ô prefeitozinho safado esse, The Devil :bash:
Pois é. Na administração anterior, a Águas do Amazonas começou a implantar a rede de esgoto em algumas ruas da cidade. O atual prefeito assumiu e o que aconteceu?? a Águas do Amazonas cancelou o serviço.

Sempre digo que o Amazonino foi e continua sendo o pior prefeito que Manaus já teve. Felizmente, ao que parece, depois de janeiro/2013 não veremos nunca mais esse pilantra administrando nossa cidade.

Se os eleitores tivessem votado em alguém mais centrado nos problemas da cidade, garanto que até os projetos de mobilidade urbana para a copa já estariam sendo implantados.
 

·
ca RIO ca
Joined
·
27,025 Posts
Pois é. Na administração anterior, a Águas do Amazonas começou a implantar a rede de esgoto em algumas ruas da cidade. O atual prefeito assumiu e o que aconteceu?? a Águas do Amazonas cancelou o serviço.

Sempre digo que o Amazonino foi e continua sendo o pior prefeito que Manaus já teve. Felizmente, ao que parece, depois de janeiro/2013 não veremos nunca mais esse pilantra administrando nossa cidade.
^^

Pois é, mas o população tem que criar consciência também. De que adianta ter a melhor rede se esgoto, tem tudo funcionando e continuar a fazer isso ...


Fonte: Portal D24AM.COM

^^

Não há saneamento básico que não resista à falta de educação!
 
1 - 20 of 22 Posts
Top