SkyscraperCity Forum banner
1 - 7 of 7 Posts

·
Registered
Joined
·
193 Posts
Discussion Starter · #1 ·
Transportes
Rebaixar trilhos é a nova solução para as ferrovias da cidade


Publicado em 14/05/2008 | Themys Cabral - Colaborou Andye Iore Fale conosco RSS Imprimir Enviar por email Receba boletins Aumentar letra Diminuir letra O problema dos acidentes nos cruzamentos com as linhas férreas e o barulho do apito da locomotiva, que incomoda os moradores vizinhos dos trilhos, em Curitiba, podem estar com os dias contados. O Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes (Dnit) anunciou, ontem, que deve fazer um rebaixamento da linha do trem na capital paranaense, construindo túneis com cerca de seis metros de profundidade, em uma estrutura de concreto, com janelas de ventilação. Até o próximo mês, o edital para a elaboração deste projeto deve ser lançado pelo Dnit.

“É uma calha em forma de “u”. Escava-se, cobre e pode-se aproveitar a superfície para outro tipo de transporte”, define o superintendente regional do Dnit no Paraná, David Gouvêa. Segundo Gouvêa, os túneis são semelhantes aos que estão sendo feitos em Maringá, no Noroeste do estado. A diferença é que, em Maringá, o rebaixamento foi feito apenas em alguns pontos. Em Curitiba, o rebaixamento deve ser feito em todo o trecho.

De acordo com Gouvêa, os trens não iriam mais até a atual Rodoferroviária, já que não seria possível fazer uma rebaixamento no local. “A Rodoferroviária já está em um ponto baixo, próximo ao Rio Belém. Só conseguiríamos ir até a Augusto Stresser. A solução foi ‘sair da linha”, explica. De acordo com Gouvêa, a idéia inicial é que o trecho de túnel seja feito da Barreirinha até o Graciosa Country Club, avance em direção ao canteiro central da Avenida Nossa Senhora da Luz, atravesse a Avenida Augusto Stresser, Viaduto das Nações, passe em frente ao Extra, BR-476 e siga direto até a Vila Oficinas.

Estima-se que sejam necessários R$ 60 milhões e dois anos para implantar esses oito quilômetros. Contudo, estuda-se a possibilidade de que o rebaixamento da linha de trem não termine na Barreirinha, mas que seja prolongado até Almirante Tamandaré, na região metropolitana. Segundo Gouvêa, a idéia também é que sejam feitas duas linhas, para que se propicie que os trens trafeguem nos dois sentidos. Uma estação de transporte turístico poderá ser instalada próxima ao Graciosa Country Club.

Para o professor do departamento de Engenharia de Transporte da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Eduardo Ratton, a idéia de rebaixamento da linha férrea é uma alternativa a ser estudada. “É um custo mais barato do que um contorno e tem menos desapropriações. Um dos problemas seria o conflito com as tubulações, como de água e telefone. Toda essa viabilidade tem que ser estudada no projeto, assim como custos, transtorno, etc”, opina.

Em Maringá, o túnel por onde passam os trens foi construído pela prefeitura em parceria com o Dnit. Inaugurado em 1999, tem 1.680 metros de extensão, com 15,2 metros de largura e 6,5 metros de altura.
 

·
Registered
Joined
·
193 Posts
Discussion Starter · #3 ·
Esse é o ramal norte? Ouvi dizer que seria desativado, pois seria construído um contorno oeste começando em Araucária, passando por Campo Largo, Campo Magro e Almirante Tamandaré.
Exato, esse é o ramal que sai praticamente do centro da cidade, da rodoferroviária e segue para Almirante Tamandaré na RM, passando por bairros centrais e vias movimentadas!
Este contorno foi cogitado mesmo, mas até agora nem notícia!
 

·
Registered
Joined
·
650 Posts
Será que sai por 60mi esse rebaixamento?
Se é mais barato que o contorno oeste, acredito que valha a pena..
Vai acabar com os acidentes nas passagens de nível e com o buzinaço que enche o saco..

Mas e quanto ao pessoal da zona leste, Cristo Rei, Jd. Botânico, Capão da Imbuia...
Não vão fazer nada daquele lado? Lá também tem várias passagens em nível
 

·
Registered
Joined
·
193 Posts
Discussion Starter · #5 ·
Será que sai por 60mi esse rebaixamento?
Se é mais barato que o contorno oeste, acredito que valha a pena..
Vai acabar com os acidentes nas passagens de nível e com o buzinaço que enche o saco..

Mas e quanto ao pessoal da zona leste, Cristo Rei, Jd. Botânico, Capão da Imbuia...
Não vão fazer nada daquele lado? Lá também tem várias passagens em nível
"De acordo com Gouvêa, os trens não iriam mais até a atual Rodoferroviária, já que não seria possível fazer uma rebaixamento no local. “A Rodoferroviária já está em um ponto baixo, próximo ao Rio Belém. Só conseguiríamos ir até a Augusto Stresser. A solução foi ‘sair da linha”, explica. De acordo com Gouvêa, a idéia inicial é que o trecho de túnel seja feito da Barreirinha até o Graciosa Country Club, avance em direção ao canteiro central da Avenida Nossa Senhora da Luz, atravesse a Avenida Augusto Stresser, Viaduto das Nações, passe em frente ao Extra (Cristo Rei), BR-476 e siga direto até a Vila Oficinas (Capão da Embuia)."

Pelo que entendi aquele trecho do Cristo Rei e o trecho da rodoferroviária até o trecho que cruza a Linha Verde não existiria mais! Passaria subterraneo por toda Av. Nossa Senhora da Luz, indo até o Extra do Cristo rei, passaria ali pertodo MC Dolanalds Jardins (Entre o Jardim Botânico e o Jardim Social, Rs), e seguiria pelo caminho que segue hoje depois da BR, dividindo o Cajurú do Capão da Embuia, mas via tunel, liberando o dominio da ferrovia para outro modal talvez!
 

·
Registered
Joined
·
650 Posts
Sim sim essa parte eu entendi.. Pelo menos os de carga não passariam mais pelos bairros, mas e a linha turística, como fica?

Pra que ela possa sair da rodoferro, só passando por esse caminho que eu citei.. Mas pensando melhor, nem é tanto problema né.. São poucos trens turísticos que passam por ali..

Tirando os de carga, que às vezes atrasam e passam buzinando 1h da manhã, já está bom...
 

·
Registered
Joined
·
2,866 Posts
Nos ramais leste e Iguaçu a ferrovia tem um leito, está quase totalmente segregada apesar de alguns cruzamentos em nível. Já nesse ramal norte, os trilhos estão mais espremidos e em alguns trechos divide espaço com a rua. Deve ser essa a razão dessa obra. O que eu não entendo é por que tiraram os trilhos naquele ramal do Portão? Poderia ter um trem de subúrbio até Araucária passando por lá.
 
1 - 7 of 7 Posts
This is an older thread, you may not receive a response, and could be reviving an old thread. Please consider creating a new thread.
Top