SkyscraperCity banner
Status
Not open for further replies.
1 - 11 of 11 Posts

·
Mameluco sangue azul
Joined
·
20,420 Posts
Discussion Starter · #1 ·
URBANISMO // Casarões antigos ou modernos do Recife se transformam em empreendimentos comerciais
Tânia Passos
Da equipe do Diario


Uma herança do período colonial, as casas-grandes começam a sair de cena, mas não da paisagem. Os casarões ou mansões modernas estão mudando o seu uso. No lugar das residências, empreendimentos comerciais ou públicos. A mudança no perfil das famílias, que estão substituindo as suas casas-grandes por apartamentos, leva em conta vários fatores, entre os quais a redução no tamanho da família, a questão da segurança e o custo.

Foi pensando em tudo isso que o casal José Ubiracy e Conceição Silva decidiu vender a casa para se mudar para um apartamento na beira-mar. Três das quatro filhas do casal já casaram e a residência de 750 metros quadrados começou a ficar grande demais. "Somente nas ocasiões festivas a casa volta a ficar cheia", ressaltou Ubiracy. Foram 13 anos morando em uma mansão em uma área nobre, em frente à praça Marco Antônio Vilaça, no Pina. Uma vida de momentos muitos felizes. Ao todo, 24 famílias moravam ao redor da praça, mas muitas já saíram. "A maioria vendeu a casa para algum empreendimento_O perfil da vizinhança mudou", explicou Ubiracy.

A arquiteta e professora do Centro Estudos e Conservação Integrada (Ceci), Vera Milet, acredita que essa mudança de perfil não tem mais volta. "Há duas vertentes na inovação do uso desses equipamentos tanto para fins comerciais como públicos. Hoje em dia manter uma casa grande requer um custo muito elevado, principalmente com o número de empregados", afirmou Milet.

O custo não é o único fator. Segundo a arquiteta, a segurança também é um item que pesa muito. "As pessoas se sentem mais seguras em apartamentos. Elas não estão sozinhas e há toda uma estrutura que o condomínio oferece", explicou Vera Milet. Para a também arquiteta e professora do departamento de arquitetura da Universidade Federal de Pernambuco, Virgínia Pontual, outro aspecto também precisa ser destacado. As famílias estão cada vez menores. "Antigamente, as famílias numerosas eram bastante comuns. Hoje em dia, dois filhos é a média por casal", revelou Pontual.

Não foi o tamanho da prole que fezo escritor de Casa-Grande e Senzala, morar em um casarão em Casa Forte. Gilberto Freyre teve apenas dois filhos. No casarão onde ele viveu, hoje funciona a Fundação Gilberto Freyre. Lá os visitantes têm o privilégio de conhecer de perto o modo de vida da família, de uma casa-grande.

http://www.pernambuco.com/diario/2008/06/08/urbana1_0.asp
 

·
Cidade Lendária
Joined
·
6,291 Posts
:lol:
 

·
Cidade Lendária
Joined
·
6,291 Posts
Acho legal isso dos casarões antigos estarem sendo utilizados para outras finalidades. São muito grandes e as famílias estão cada vez menores. É melhor do que ficarem abandonadas :eek:kay:

Já as modernas, não sei se realmente estão perdendo não... achei meio sem lógica e nem a matéria falou direito!

A Reserva do Paiva tá sendo um sucesso, o Alphaville...
 

·
Carioca
Joined
·
16,321 Posts
^^acho que a materia não está se referindo aos condominios mas sim as casas q ficam fora delas e principalmente as q ficam em áreas onde a especulação imobiliaria é grande.
isso acontece não só em recife, mas como em todas as grandes cidades brasileiras.
Aqui em Belém tb ocorre isso.
 

·
Cidade Lendária
Joined
·
6,291 Posts
^

Verdade, mas na matéria eles se referem mais aos casarões antigos.
 

·
Banned
Joined
·
3,687 Posts
Em um thread que eu fiz sobre a Zona Norte, mostrei algumas Mansões/Casarões antigos onde praticamente 100% dos apresentados funcionavam como estabelecimento comercial. Particularmente encaro esta mudança de perfil de forma positiva, pois em sua maioria, as empresas se responsabilizam pela manutenção da estrutura, além de darem acessibilidade "pública". Hoje em dia, para as classes abastadas existem apartamentos de luxo tão confortáveis quanto suas ex-mansões.
 

·
Banned
Joined
·
3,687 Posts
Interessante. Em Salvador as mansões têm destaque.
Você quer dizer as mansões condominiais. A reportagem retrata os antigos casarões/mansões, presentes "aleatoriamente" em variados bairros do Recife, sem formarem espécie de condomínios. O Paiva e o Alphaville caracterizar-se-ão segundo o critério condominial: conjunto de mansões formando um condomínio. :eek:kay:
 

·
Mameluco sangue azul
Joined
·
20,420 Posts
Discussion Starter · #10 ·
As mansões modernas estão virando casas de recepção. Em Setúbal, onde moro, é dos poucos lugares em Boa Viagem que ainda tem algumas mansões. Num raio de aproximadamente 200m tem pelo menos umas oito casas de recepção e todas têm eventos quase todo dia. Eu gosto pois não fazem barulho e deixam o bairro mais movimentado.
 
1 - 11 of 11 Posts
Status
Not open for further replies.
Top