Skyscraper City Forum banner
Status
Not open for further replies.
1 - 11 of 11 Posts

·
Mameluco sangue azul
Joined
·
20,420 Posts
Discussion Starter · #1 ·
Brasília - O Palácio do Planalto pressionou a Petrobras a efetivar a parceria com a Petróleos de Venezuela (PDVSA) para a exploração da faixa petrolífera do rio Orinoco - proposta que havia sido rejeitada pela companhia brasileira em setembro passado. Também determinou que o outro projeto comum da Petrobras com a estatal venezuelana, a construção da refinaria Abreu de Lima, em Suape (PE), não deixe de andar. As cobranças foram disparadas pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva ontem, durante uma reunião de coordenação das áreas de governo envolvidas na política de generosidade do Brasil com seus vizinhos sul-americanos.

No encontro, Lula voltou a acentuar a necessidade de a "vontade política" prevalecer sobre as conclusões técnicas e as análises de mercado nas decisões da Petrobras sobre suas parcerias com a PDVSA e os seus investimentos na Bolívia. A ordem surgiu a apenas dois dias do novo encontro reservado, desta vez em Caracas, entre os presidentes Lula e Hugo Chávez, da Venezuela. Em março passado, no Complexo Portuário de Suape (PE), Lula e Chávez visitaram as obras de terraplenagem da refinaria Abreu e Lima, mas não conseguiram fechar a parceria PDVSA-Petrobras para esse projeto.

A companhia brasileira, que deteria 60% das ações, mostrou-se disposta a bancar 100% da construção, para que a refinaria comece a funcionar no segundo semestre de 2010. O custo do projeto é estimado em US$ 4,05 bilhões. A razão de tal ameaça foi a tentativa da PDVSA de interferir em decisões que caberiam à Petrobras, como sócia majoritária, e de investir no mercado brasileiro de distribuição de derivados.

Projeto casado ao da refinaria, a exploração conjunta de petróleo nas jazidas de Carabobo 1, na faixa petrolífera do rio Orinoco, fora abortada pela Petrobras em setembro do ano passado Ontem, entretanto, Lula deixou claro que quer ver ambas as parcerias da Petrobras com a PDVSA prosperarem, desde que não contrariem os interesses nacionais.

Na reunião, Lula atuou como gerente da diplomacia de generosidade com a América do Sul.Lula repassou detalhadamente uma agenda de 14 páginas, formulada pelo Itamaraty, com todos os projetos prometidos pelo Brasil a cada país. No caso da Bolívia, novamente voltou-se para a Petrobrás, da qual cobrou o início dos investimentos na expansão da capacidade de exploração de gás no país vizinho neste ano.

http://www.pernambuco.com/diario/2008/06/26/economia4_0.asp
 

·
Mameluco sangue azul
Joined
·
20,420 Posts
Discussion Starter · #4 ·
Com Chávez ou Champolin, eu quero é ver essa refinaria pronta o mais rápido possível. Não dá para confiar na Venezuela nem no Brasil. Enquanto não estiver produzindo, para mim essa refinaria é apenas sonho.
 

·
MA meu tesouro,meu torrão
Joined
·
4,445 Posts
Prefiro o Chaves não metendo o bedelho no Brasil. Te garanto que sem ele metido nisso, já teríamos tido mais avanços.
 

·
Perfil
Joined
·
5,549 Posts
Mesmo não gostando, acho que é mais fácil esta refinaria sair com o Chavez.
 
1 - 11 of 11 Posts
This is an older thread, you may not receive a response, and could be reviving an old thread. Please consider creating a new thread.
Status
Not open for further replies.
Top