SkyscraperCity banner
1 - 16 of 16 Posts

·
the mitty
Joined
·
11,022 Posts
Discussion Starter · #1 ·
Mafalda Anjos
19:20 Quarta-feira, 15 de Jul de 2009

Um rapaz 15 anos foi o porta-voz de como os teenagers olham para os media. Num relatório escrito para a Morgan Stanley , o estagiário Matthew Robson disse que os teenagers não usam o Twitter, detestam jornais, e consideram a publicidade online inútil, segundo relatou o Financial Times.

Clarinho como água

O relatório foi considerado tão claro e inquietante pela equipa europeia de media da Morgan Stanley, que a casa de investimento decidiu publicá-lo na íntegra. O resultado foi uma torrente de inquietação pelos mercados financeiros e fundos de investimento ligados ao sector.

Segundo explica Matthew neste relatório , publicado na íntegra no site do Guardian , a nova rede social da moda - o Twitter - está longe de ser a eleita dos teenagers. "Os teenagers não usam o Twitter . Muitos registaram-se mas largaram porque perceberam que não o vão actualizar. Perceberam que ninguém está a ver o seu perfil, por isso os seus tweets são inúteis", diz ele. O Facebook continua a ser o mais popular, diz ele.

Anúncios, nem vê-los...

Matthew alertou também para o facto de os meios tradicionais - televisão, rádio e jornais - estarem a perder terreno face aos novos media. "Nenhum teenager que eu conheço lê jornais regularmente, porque nenhum tem paciência para ler páginas e páginas de texto, quando podem ver o sumário das notícias na Internet ou na televisão."

Mas os teenagers estão também a ver cada vez menos televisão, por causa de serviços como o BBC iPlayer , que permite ver programas quando e como querem. "Ao ver televisão, aparecem anúncios com frequência e os teenagers não querem vê-los. Mudam de canal ou fazem outra coisa enquanto duram", explica Matthew.

...CDs, nem ouvi-los

Ele foi também bastante claro acerca da rádio. "A maior parte dos teenagers de hoje não são ouvintes regulares de rádio. Ouvem música de borla e sem publicidade nos sites online como o last.fm , onde podem escolher as músicas que querem e não as que o DJ escolhe". Comprar Cd's? Nem pensar! Segundo Matthew, os teenagers são muito relutantes em pagar pela música e muitos nunca compraram um CD. A grande maioria descarrega-a ilegalmente de sites de filesharing.

O jovem acrescentou que os teenagers não gostam de publicidade "intrusiva" online e consideram os banners e pop-ups dos sites "extremamente irritantes e inúteis". No entanto, gostam e apoiam o marketing viral desde que seja "de conteúdo humorístico e interessante".

As consolas são a sua grande preferência, superando até os telefones para conversar com os amigos. Através de equipamentos como a Wii podem ligar-se à Internet e ter voz gratuita, conversando assim de borla com outros usuários também ligados.

Touch screen, venham eles

Para ele, o que está na moda entre os teenagers é tudo o que tenha um touch screen, telefones móveis com grandes capacidades para música, equipamentos portáteis que se liguem à net (iPhone ). Completamente fora de moda está tudo o que tenha fios, telefones com visores a preto e branco, telefones grossos e grandes, equipamentos com baterias inferiores a 10 horas de duração.

http://www.guardian.co.uk/business/2009/jul/13/teenage-media-habits-morgan-stanley
 

·
Uma dúzia de anos disto..
Joined
·
30,728 Posts
Não sou teenager mas revejo-me em algumas das coisas aí ditas...
 

·
'tou na lua...
Joined
·
41,754 Posts
Concordo... acho o twitter completamente absurdo, para isso temos os sms. Banners e pop-ups são chatos e o pessoal quer usar o dinheiro em tudo menos a música que ouve...
 

·
Banned
Joined
·
829 Posts
Eu sou velho e revejo-me no ódio pela PUB e no Twiter (ou lá o que é isso). Claro que como sou ligeiramente mais culto, tomo o pequeno almoço a ler o jornal e oiço rádio para estar a par das últimas novidades.
 

·
Uma dúzia de anos disto..
Joined
·
30,728 Posts
Eu sei, tu sabes, nós sabemos...
...o problema é que pelos vistos eles (quem manda...) não sabiam!:D
 

·
Moderator
Joined
·
181,820 Posts
A publicidade dos peidos então :lol:

Uma coisa que não me revejo é os jogos de consola online... não me atraem o suficiente até sair o StarCraft 2 :lol:
 

·
Registered
Joined
·
761 Posts
A questão que assusta os analistas é a confirmação que os jovens de agora são uns borlistas incomparáveis, pois não pagam pelas coisas, odeiam a publicidade.....
Gostava de saber então quem vai criar os conteudos daqui a uns anos, visto que os musicos só poderão ganhar com os espectaculos ao vivo, tais como os que correm as feiras de portugal de lés-a-lés, os conteudos multimedia kapput, pois ninguem paga por nada,.
Os textos e a informação serão insustentáveis ,pois o jornalismo de investigação e o bom jornalismo que passe o nível do Crime e do 24horas exige o minimo de meios financeiros, mas como não leem jornais e não veem pub, logo não vai haver dinheiro para pagar ninguem.

Enfim, o jornalismo, a musica e os conteudos audiovisuais irão ser feitos por carolas e provavelmente serão superficias e de qualidade media inferior.
 

·
Registered
Joined
·
11,873 Posts
A questão que assusta os analistas é a confirmação que os jovens de agora são uns borlistas incomparáveis, pois não pagam pelas coisas, odeiam a publicidade.....
Gostava de saber então quem vai criar os conteudos daqui a uns anos, visto que os musicos só poderão ganhar com os espectaculos ao vivo, tais como os que correm as feiras de portugal de lés-a-lés, os conteudos multimedia kapput, pois ninguem paga por nada,.
Os textos e a informação serão insustentáveis ,pois o jornalismo de investigação e o bom jornalismo que passe o nível do Crime e do 24horas exige o minimo de meios financeiros, mas como não leem jornais e não veem pub, logo não vai haver dinheiro para pagar ninguem.

Enfim, o jornalismo, a musica e os conteudos audiovisuais irão ser feitos por carolas e provavelmente serão superficias e de qualidade media inferior.

X2
 

·
Feliz 2020 ;)!
Joined
·
30,636 Posts
Enfim, o jornalismo, a musica e os conteudos audiovisuais irão ser feitos por carolas e provavelmente serão superficias e de qualidade media inferior.
E diga-se que já começa a haver uma certa tendência para isso, gentinha a apresentar noticiários que não tem a preparação que seria exigida há uns anos atrás, por exemplo...
 

·
Whatever
Joined
·
45,866 Posts
Digam-me lá... mas quem daqui é que com 15 anos comprava CDs, lia jornais e ligava alguma coisa à publicidade? Por amor de Deus, estamos a falar de miúdos de 15 anos não de jovens de 25...:nuts:

Sei que os tempos mudaram e que hoje em dia as mentalidades aos 15 anos serão um pouco diferentes da que eu e os da minha idade tínhamos aos 15 mas a faixa etária dos 15 não vai ser nunca a que detém o poder de compra! Não sei para quê tanto escândalo com esta notícia.

Tipo, os media estarem em choque por miúdos de 15 anos não comprarem jornais?:rofl: please...
 

·
Glory to Chairman Meow!
Joined
·
1,351 Posts
Pensei que em português existia a palavra "adolescente", que aliás também existe em inglês [adolescent] :p

Seja como for, o que isto vem demonstrar é a ignorância ou apenas alheamento dos principais criadores de campanhas de marketing destinadas aos adolescentes - a parte dos jornais julgo que não terá surpreendido ninguém, já a parte do Twitter e de ignorarem a publicidade deve ter sido difícil de engolir, mas não é surpreendente se tivermos em conta que a maior parte dos anúncios destinados aos jovens [e aqui incluo adolescentes e jovens adultos] utiliza métodos e uma linguagem que parece destinada a pessoas com problemas mentais...

É verdade que os miúdos de 15 anos não são, por excelência, o grupo demográfico com mais poder de compra, e atendendo às actuais circunstâncias económicas da maior parte dos países desenvolvidos, talvez só a partir dos 30 é que esta geração vai obter alguma independência financeira, mas de qualquer forma, muitos miúdos de 15 anos conseguem convencer os pais a comprar-lhes quase tudo sem hesitações e é este o ângulo das marcas com produtos destinados a adolescentes, explorar a vontade dos pais em oferecer tudo aos filhos a troco de estes não lhes darem chatices.

Faz-me lembrar um artigo sobre um estudo feito por uma editora discográfica [não me lembro qual, não sei se era a Sony Music, mas era uma das maiores do Mundo] em que convidaram vários miúdos com 15-16 anos para darem a opinião deles sobre os artistas e bandas no catálogo daquela editora e no final disseram-lhes que podiam levar CDs grátis à escolha deles e acho que nenhum miúdo levou um único CD, para grande espanto dos responsáveis da editora.
 

·
Registered
Joined
·
761 Posts
Digam-me lá... mas quem daqui é que com 15 anos comprava CDs, lia jornais e ligava alguma coisa à publicidade? Por amor de Deus, estamos a falar de miúdos de 15 anos não de jovens de 25...:nuts:

Sei que os tempos mudaram e que hoje em dia as mentalidades aos 15 anos serão um pouco diferentes da que eu e os da minha idade tínhamos aos 15 mas a faixa etária dos 15 não vai ser nunca a que detém o poder de compra! Não sei para quê tanto escândalo com esta notícia.

Tipo, os media estarem em choque por miúdos de 15 anos não comprarem jornais?:rofl: please...
Meu caro, foram os jovens de 15 anos, com as hormonas aos saltos, que entre gritos e birras cravaram dinheiro aos pais e fizeram, por exemplo, a industria musical o negocio bilionário que é.
Aqueles e aquelas histéricas que recebiam os Beatles nos anos 60 foram a base de todo um sistema industrial que sustenta milhares de familias e criou milionários.

No sistema actual, os unicos milionários são aqueles jovens que criam Facebooks, Youtubese outros que tais e que vendem por centenas de milhões a grandes corporações que tentam de alguma forma acertar e ter em sua posse o possível negócio que PODERÁ render algo.

O que acontece é que até agora nenhum destes negócios se revelou lucrativo.
 
1 - 16 of 16 Posts
Top