SkyscraperCity banner
1 - 20 of 79 Posts

·
Registered
Joined
·
6,715 Posts
Discussion Starter · #1 ·
Na "Actual" do Expresso

Uma estratégia de conjunto com quatro bandeiras de transformação bem definidas é o projecto que o arquitecto Manuel Salgado defende para a capital do país. Recentrar Lisboa à volta do Tejo, levando para o Terreiro do Paço o poder central e reabilitando a Baixa é o primeiro passo a dar. O segundo é construir quatro arcos de mobilidade fundamentais que abrem portas para intervenções múltiplas em toda a cidade.

Criar uma nova centralidade em Chelas vem logo a seguir neste plano em grande escala. E a humanização dos bairros da cidade, conferindo-lhes uma vida própria e abrindo novos caminhos para a recriação das tradicionais relações de vizinhança é o último ponto a ter em conta.

Para perceber todas estas modificações «necessárias» há, no entanto, que recuar no tempo e analisar a evolução da cidade. Para Manuel Salgado a história recente do urbanismo da capital começa no primeiro mandato de Jorge Sampaio à frente do executivo camarário. «Nessa altura foi feita uma reflexão de fundo sobre os problemas da cidade, sobre os bloqueamentos que se verificavam, que eram fruto até de condições históricas, nomeadamente do 25 de Abril, que tinha acontecido 15 anos antes e ainda não tinha dado margem para grande experiência de gestão autárquica democrática. Ao mesmo tempo, a adesão à Comunidade Europeia tinha sido relativamente recente e abriam-se perspectivas diferentes de investimento e de posicionamento de Lisboa relativamente às outras capitais europeias», explica Manuel Salgado, que alerta para a forte degradação das áreas residenciais, nomeadamente nos bairros históricos, para os problemas de congestionamento do trânsito, e para uma terciarização «selvagem e anárquica».

«Dessa reflexão resultou aquilo a que se chamou Plano Estratégico e Plano Director Municipal. O objectivo era que, de facto, houvesse a partir daí uma tomada de decisões que fosse coerente, inserida dentro de um processo que abordasse globalmente a cidade. Essa lógica de planeamento foi-se perdendo. Eu diria mesmo que no mandato de João Soares isso já se notou e a gestão começou a ser muito mais casuística e os próprios projectos para a cidade foram desaparecendo. O que se acentuou ainda mais com o último executivo municipal, que já nem apresenta um quadro de prioridades».

Para Manuel Salgado não há dúvidas. É fundamental que a câmara assuma a condução do processo urbano e não se demita das suas responsabilidades. «O que eu acho que deve ser o papel de uma câmara municipal hoje em dia é descobrir oportunidades. A autarquia tem de ter o papel pró-activo de mobilizar interesses, de pôr as pessoas a funcionar em conjunto. Cabe-lhe o papel de dinamizar a modernização da cidade, valorizando aquilo que já temos, destacando aquilo que é único, aquilo que leva a que os estrangeiros gostem de vir a Lisboa. Descobrir aquilo que distingue Lisboa e trabalhar sobre essa distinção, é algo de urgente».

O seu projecto global para a cidade tem em conta a não densificação da cidade e a sua compreensão alargada a uma zona que ultrapassa os seus limites administrativos, mas que tem na autarquia a federadora de toda a área metropolitana. Manuel Salgado fala do Programa de Ordenamento da Área Metropolitana de Lisboa, que aponta para a cidade das duas margens do Tejo. «A grande perspectiva de futuro é recentrar Lisboa em torno do Tejo. Isto significa que temos que deixar de pensar a nossa cidade nesta meia-laranja que está a bordejar o Tejo, pensá-la numa escala muito superior».

Mas vai mais longe. «Se pensarmos um bocadinho, lembramo-nos que tivemos o terramoto em 1755 e o marquês de Pombal reconstruiu a Baixa, o Rato e fez uma série de outras intervenções. Nos finais do século XIX, Feliciano Garcia expandiu a cidade para norte, fez as avenidas novas. Depois houve outro período marcante para a história da cidade que foi o mandato de Duarte Pacheco. O presidente da câmara e ministro das Obras Públicas estruturou a cidade que temos hoje. Fez Monsanto, localizou o aeroporto, estruturou o Arco Ribeirinho, expropriou a metade oriental da cidade, fez o Instituto Superior Técnico, o bairro de Alvalade. A partir daí, aquilo a que nós assistimos é um preenchimento de uma estrutura que foi definida nessa altura. Hoje em dia, mais de 70% da área da cidade está construída. Portanto, aquilo que há a fazer é rematar alguns espaços e dar novos usos àquilo que existe». Vejamos como.

fonte
 

·
braaaap all day!
Lss911
Joined
·
4,714 Posts
Concordo! Em relação a zonas como chelas há que valorizá-las e pô-las ao nível daquilo que a cidade de Lisboa vale! Chelas é uma amadora ou qq outro suburbio dentro da cidade! Um desperdício de área central!
 

·
Uma dúzia de anos disto..
Joined
·
30,728 Posts
Repensem-na...bem!:eek:kay:
 

·
Moderator
Joined
·
17,935 Posts
Deviam realmente fazer alguma coisa em relacao a Chelas, so nao consigo ver bem o que porque aquilo e tao mau que provavelmente nao ha solucao!
 

·
Registered
Joined
·
9,590 Posts
Boas idéias não faltam e concordo com quase tudo que o artigo tem ,em especial a valorização do "único" que nos temos que é o patrimonio e de pensar na cidade não como "meia laranja no tejo" mas sim como uma grande aréa urbana conjunta.Espero que não passe de mais um projecto :eek:kay:
 

·
Whatever
Joined
·
45,866 Posts
acho tudo muito bem...agora centralizar o poder governativo na baixa...pode ajudar a recuperar mas certamente não vai trazer a população de volta
 

·
Moderator
Joined
·
182,036 Posts
Fern said:
Deviam realmente fazer alguma coisa em relacao a Chelas, so nao consigo ver bem o que porque aquilo e tao mau que provavelmente nao ha solucao!
Ahn ??? Fern não acredito que não saibas o que fazer..... o home das destruições a dizer que não há solução?? Solução há sempre ... ou é uma bomba naquilo tudo ou demolições Fern :D é uma zona mesmo deplorável :(
 

·
Moderator
Joined
·
17,935 Posts
Ah, nao eu sei muito bem o que fazer: H-Bomb!!!:D
Mas o problema e que a minha sugestao nao seria aceite, senao o prob ja estava resolvido a anos!!
 

·
Moderator
Joined
·
17,935 Posts
Barragon said:
mesmo com os pretos todos lá dentro... (não sou racista mas alguns merecem :D )
Nao es racista.... :lol:
 

·
Moderator
Joined
·
17,935 Posts
Pretos, esbeleleus... que mais nomes nao racistas tens ai? :D
 

·
Moderator
Joined
·
17,935 Posts
Preto estupido!!! :hahaha: E ele n fica ofendido??
 

·
Future after Past
Joined
·
1,515 Posts
a minha mãe tem uma empregada preta a mais de 30 anos e eu carinhosamente chamo-a de Chica Matumba :D
 
1 - 20 of 79 Posts
Top