SkyscraperCity banner

3841 - 3860 of 4594 Posts

·
.
Joined
·
137,411 Posts
Cais da Gamboa e Orla entre Stella Maris e Ipitanga passam por obras de requalificação
Mercado Modelo e outros espaços tradicionais de Salvador também serão reformados

[Cais da Gamboa e Orla entre Stella Maris e Ipitanga passam por obras de requalificação]


O Cais da Gamboa, a Rua Professor Sabino Silva e a Orla de Stella Maris, Flamengo e Ipitanga vão passar porrequalificação. A informação foi divulgada hoje (27) pelo prefeito de Salvador, ACM Neto, e integra a seção de obras públicas do pacote de 101 medidas de estímulo à economia.
Serão retomadas ainda as obras no Parque Pedra de Xangô, na Casa da História e no prédio do Arquivo Público Municipal. Neto ainda anunciou a restauração do Mercado Modelo, do Museu da Misericórdia, do Casarão dos Azulejos, das Muralhas do Frontispício, do Elevador do Taboão e a recuperação dos Arcos da Ladeira da Montanha.
Obras de urbanização também serão feitas em Boa Vista de São Caetano. A Estrada das Pedreiras passará por serviço de pavimentação e o Rio Paraguari terá trabalho de macrodrenagem.

 

·
Registered
Joined
·
104 Posts
Na apresentação de hoje, o prefeito mencionou que iria inaugurar nas próximas semanas um trecho da orla no subúrbio. Não lembro o local, mas aparentemente era no Lobato. Alguém por perto sabe se estamos com obra por lá?
 

·
Registered
Joined
·
26,177 Posts
Eu estava por fora de obra em algum trecho na orla do subúrbio. Será que é na região onde ficará a futura estação união do monotrilho?
 

·
.
Joined
·
137,411 Posts
Rio Vermelho ganha espaço cultural


Casa Rosa Salvador (Elias Dantas/Alô Alô Bahia)

O Rio Vermelho, em Salvador, acaba de ganhar mais um espaço cultural. Trata-se da Casa Rosa, que foi construída na primeira metade do século XX por Arthur Palácio para a realização de saraus e agora retoma sua missão original de abrigar arte e cultura. O local, que ainda não foi inaugurado por causa da pandemia do novo coronavírus, contará com um teatro, o Cambará; uma cafeteria e um espaço multiuso, localizado no andar superior do imóvel, que poderá abrigar ações como palestras, ensaios artísticos e aulas de dança. Em agosto ou setembro, a Casa Rosa planeja promover uma grande exposição virtual, com diversos artistas. O empreendimento também já está apostando nas redes sociais. Através de um perfil no Instagram, o @casarosasasalvador vem compartilhando informações. “Chegamos para ser um espaço cultural acessível e de múltiplas possibilidades. Aos poucos vamos revelando a Casa e nossa missão”, diz uma das postagens.

 

·
.
Joined
·
137,411 Posts
De frente pro mar: cinema drive-in começa a funcionar em Salvador
Programação da semana tem filmes como Mamma Mia, Velozes e Furiosos e show da Banda Eva; inauguração acontece nesta quinta (30)

Estrutura do Big Drive-In, que vai funcionar no novo Centro de Convenções, na Boca do Rio (Arisson Marinho/CORREIO)


A estudante Luana Sant'Anna vive a rotina de boa parte dos jovens que moram com os avós nesta pandemia. Evita ao máximo sair de casa e quando vai é para resolver alguns pepinos de supermercado, farmácia ou eventuais emergências. Paralelo a isso, tenta consolar o coração da vovó Vera Lúcia, acostumada a não ficar em casa. Fã de cinema, Luana se dá nota 8 numa escala de vício que vai de 0 a 10. Ela sempre sonhou em assistir a um filme no modelo drive-in, que nem aparecia nas películas antigas. Ela deve realizar esse sonho durante a semana porque o Big Drive-In de Salvador já começa a funcionar a partir desta quinta-feira.

A primeira semana de sessões vai de quinta a sábado e tem filmes como Jurassic Park e Velozes e Furiosos 5. O último dia terá um show da Banda Eva. “Vai ser uma oportunidade de ir com toda a família, uma chance de sair depois desse tempo todo em isolamento”, explica Luana, completando que deve assistir ao musical Mamma Mia no drive-in.
Luana e a avó Vera posam para a foto em viagem feita para Amsterdam em 2018 (Foto: Acervo Pessoal)
O visual de frente para o mar da Boca do Rio também é um atrativo que pesa para atrair a estudante de fisioterapia. Toda a estrutura será abrigada pelo novo Centro de Convenções da capital baiana. Diretor de Operações da Zum Brasil, Bruno Portela quer oferecer uma experiência completamente segura para todo o mundo que pegar o seu carro e for curtir a novidade. Os convites são vendidos por carro, que podem estar ocupados por até quatro pessoas. O valor para entrada do cinema é R$ 90 por sessão.

Para o show da Banda Eva o valor dos ingressos é dividido por setores: Azul (R$ 150), Vermelho (R$ 130), Amarelo (R$ 110) e Branco (R$ 90). “Estávamos com saudade de estar na ativa e acho que as pessoas estão precisando sair um pouco, respirar fora de casa. E aqui é possível fazer isso de uma forma completamente segura porque você não sai do carro, a fila para banheiro será organizada por aplicativo e também dá para pedir delivery. A segurança é garantida”, diz Portela.
Todos esses protocolos são imposições da Prefeitura de Salvador para que o drive-in aconteça sem expor os clientes ao risco de se contaminar pelo novo coronavírus. Como é de se imaginar, não é permitido o consumo de bebidas alcoólicas pelo condutor.
As medidas servem para seduzir pessoas como a arquiteta Bruna Ferreira. Doida por cinema, ela conta que ficava de frente para a telona pelo menos uma vez por semana antes da pandemia. Isso sem contar todo o consumo de séries, filmes e documentários dentro de casa. “Era algo que me fazia muito bem. Quando entro no cinema, esqueço de todos os problemas, da rotina, me sinto à vontade para desligar o celular e ignorar o mundo lá fora”, conta.

Antes da abertura para o público geral, haverá uma espécie de pré-estreia, nesta quarta-feira, com exibição do documentário Axé - Canto do Povo de Um Lugar, dirigido pelo cineasta e produtor baiano Chico Kertész. O próprio Chico é uma das presenças garantidas, ao lado de nomes como Rafa e Pipo Marques e Duda Sanches, que confirmaram presença.

 

·
.
Joined
·
137,411 Posts
Veja bares e restaurantes que terão permissão para ocupar calçadas em Salvador
Ao todo, 24 pediram autorização à Prefeitura até agora; reabertura é prevista na 2ª fase de retomada das atividades

La Pasta Gialla, na Pituba, é um dos estabelecimentos com autorização prévia (Foto: Alô Alô Bahia)

Donos de bares e restaurantes começaram a pedir autorização à Prefeitura para utilizar o espaço público de maneira ordenada, visando a colocação de mesas e cadeiras em calçadas no momento da reabertura desses estabelecimentos, o que está previsto para acontecer, com regras gerais e específicas, na segunda fase da retomada econômica da capital baiana.
Até o inicio desta quarta-feira (29), 24 bares e restaurantes haviam entrado com a solicitação. De acordo com informações obtidas pelo Alô Alô Bahia, La Pasta Gialla (Pituba), Lucius Restaurante (Barra), Bahia Malte (Rio Vermelho), PR Lanches (Sete de Setembro) e Boteco do Caranguejo (Barra) já foram autorizados e aguardam ansiosos pela reabertura.
A permissão é concedida pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur), possibilitando que esses empreendedores tenham mais espaço para garantir o distanciamento de um metro e meio entre as pessoas com a utilização de área aberta, o que é mais seguro neste momento em que ainda não há vacina contra o novo coronavírus.

“Esse programa vai ser um case de sucesso na retomada de bares e restaurantes. Vai dar uma nova dinâmica. As calçadas poderão ser ocupadas, mas terá que ser reservado o espaço de um metro e 30 centímetros para que as pessoas possam circular”, revelou Sérgio Guanabara, secretário municipal de Desenvolvimento e Urbanismo de Salvador (Sedur).

 
3841 - 3860 of 4594 Posts
Top